Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd guarda
Quinta, 09 Setembro 2010 13:34

Vacinação contra a raiva animal prossegue em todo o País

Escrito por Redação Douranews

O Ministério da Saúde mantém a vacinação de cães e gatos contra a raiva em todo o país. Na avaliação do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Vigilância em Saúde, as mortes de animais ocorridas até 4 de setembro nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte estão abaixo do esperado na literatura internacional. No dia 2 de setembro, foi notificado o primeiro caso de 2010 suspeito de raiva humana após ataque de cão. A letalidade da doença é próxima de 100%.

Desde a primeira semana de junho, 17 estados e o Distrito Federal iniciaram a vacinação, principalmente em municípios do interior. Quinze unidades da federação (AC, AM, AP, PA, RO, MA, RN, ES, RJ, SP, DF, GO, MT, MS e PR) vêm utilizando exclusivamente a vacina RAI-PET®, produzida pelo laboratório BIOVET. Esta vacina – recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – é obtida a partir de cultivo celular e confere imunidade de um ano aos animais.

Nesses 14 estados e no DF, foram imunizados, até 4 de setembro, 1.313.028 animais – dos quais 1.101.509 cães (80%) e 276.412 gatos (20%). Das 79 mortes informadas ao Ministério pelas Secretarias estaduais de Saúde do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Norte, 41 (52%) foram em cães, 25 (32%) em gatos e 13 (16%) em animais não especificados. Todos ainda estão sob investigação.

“Com base nas informações que temos disponíveis até o momento, não há evidências suficientes para interromper a campanha de vacinação antirrábica”, avalia o diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, Eduardo Hage. Em todos os casos, os animais começaram a manifestar reações adversas em até 72 horas após a vacinação. Por isso, os casos estão possivelmente associados à imunização e permanecem em investigação pelas Secretarias nos Estados, e os Ministérios da Saúde e Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Com os dados disponíveis, a taxa de letalidade em gatos é de 0,090 mortes a cada 1.000 felinos vacinados; entre cães, é de 0,037 óbitos a cada 1.000 caninos vacinados. Segundo a literatura internacional, as taxas encontradas estão abaixo do esperado para as duas espécies.

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus