Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd guarda
Quarta, 09 Outubro 2019 08:14

Cido Medeiros pede ações preventivas ao suicídio entre jovens em Dourados

Escrito por
Vereador Cido Medeiros mostra preocupação com altos índices de suicídio na adolescência Vereador Cido Medeiros mostra preocupação com altos índices de suicídio na adolescência Assessoria

Como as estatísticas demonstram que é crescente a taxa de suicídio entre adolescentes no Brasil [em 2017, por exemplo, o Ministério da Saúde divulgou o Boletim Epidemiológico de Tentativas de Suicídios e Suicídios Consumados no Brasil, que revelou que a maior taxa de mortes ocorre entre jovens de 15 a 29 anos], o vereador Cido Medeiros (DEM) protocolou na sessão ordinária de segunda-feira (7) na Câmara de Dourados uma indicação à prefeita Délia Razuk (PTB) e aos secretários de Saúde e de Educação, sugerindo a implantação de ações preventivas da depressão em pré-adolescentes e adolescentes nas escolas do município.

Segundo Cido Medeiros, a depressão nos jovens cresce a cada dia, seja por motivos de convivência familiar ou problemas escolares. “Mais difícil do que notar a dor dos filhos é reconhecer que esse sentimento é tão limitante que exige, sim, um acompanhamento especializado. Esse momento é um divisor de águas. Se a depressão em adultos é tão devastadora, imagine entre os que estão no começo da vida. O adolescente é mais intenso e impulsivo. Por isso, não tem experiência para tomar decisões claras nem capacidade de enxergar em longo prazo”, avalia o vereador.

No mundo, o suicídio acomete mais de 800 mil pessoas por ano, sendo a segunda maior causa de morte entre pessoas entre 15 e 29 anos, conforme dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) – a primeira é a violência. Estes números podem ser ainda maiores, pois há indícios de subnotificação – para cada registro oficial, existem pelo menos quatro tentativas não registradas. Conforme a OMS, as tentativas devem ser cerca de 20 vezes mais frequentes do que o ato consumado. A situação é tão grave que a entidade determinou, como um imperativo global, a redução das taxas de suicídio em 10% até 2020.

Na justificativa da indicação protocolada, Cido Medeiros propõe que as escolas tenham ações preventivas para o combate da depressão e do suicídio entre os adolescentes. A sugestão prevê que os educadores participem de cursos de formação e de requalificação sobre o assunto para lidar adequadamente com o tema. As escolas poderão fazer parcerias com instituições públicas e/ou privadas para promover ações como palestras, workshops e outros instrumentos de capacitação, além de promoverem encontros com famílias para inseri-las no debate.

Cido explicou que se trata de uma propositura muito necessária para a prevenção da depressão e adolescentes. “O número de suicídios na população jovem é alarmante. No Brasil, a taxa de crescimento de casos de suicídio na faixa etária de 10 a 14 anos aumentou 40% em dez anos e 33,5% entre adolescentes de 15 a 19 anos. Em média, dois adolescentes tiram a própria vida por dia, segundo pesquisas. Com certeza, estes são números alarmantes. É vital que os pressionais da saúde, pais e educadores estejam atentos aos sinais dados pelos adolescentes e é fundamental que façamos esse acompanhamento nas escolas”, conclui Cido Medeiros. (Da assessoria)

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus