Timber by EMSIEN-3 LTD
  • unigran 2018
Segunda, 02 Julho 2018 08:31

Projeto interdisciplinar atende pacientes com parkinson em Dourados Destaque

Escrito por
Pacientes são atendidos com atividades físicas monitoradas por acadêmicos da Unigran Pacientes são atendidos com atividades físicas monitoradas por acadêmicos da Unigran Assessoria

Caracterizada pelo tremor quando os músculos estão em repouso, rigidez na musculatura, lentidão dos movimentos voluntários e dificuldade de manter o equilíbrio, a doença de Parkinson tem várias manifestações, como alterações cognitivas, emocionais e motoras. O tratamento consiste em adotar medidas gerais para controlar os sintomas e isso, exige a presença de diferentes profissionais. Foi com esse objetivo que, há cinco anos, surgiu o Grupo de Parkinson de Dourados, uma parceria entre o curso de Fisioterapia da Unigran e o ambulatório de Parkinson do HU (Hospital Universitário) da UFGD.

O projeto atende a população acometida com a doença de maneira integral. A médica neurologista Elisabete Castelon Konkiewitz realiza os atendimentos no ambulatório e encaminha os pacientes para atendimentos fisioterápicos, sob a coordenação da professora Cyntia Letícia Batistetti. Com atendimento interdisciplinar, o Grupo conta com as parcerias entre os cursos de Nutrição, Psicologia, Biomedicina, Farmácia, Enfermagem e Odontologia.

Neste ano, foram recebidos 20 pacientes para avaliação e tratamento. A coordenadora do projeto na Unigran, Cyntia Batistetti, revela que a proposta principal do projeto é atender a população acometida com a doença de Parkinson de maneira integral, humanizada e equitativa, proporcionando aos pacientes, cuidadores, acadêmicos e profissionais, uma vivência interdisciplinar.

“A operacionalização dos serviços de saúde se modificou ao longo do tempo e, duas prioridades em destaque, são: equipe multidisciplinar e humanização. Desta maneira, a manutenção de um projeto de extensão interdisciplinar com caráter assistencial vem ao encontro das necessidades tanto da comunidade geral, quanto da acadêmica”, afirma Batistetti.

Os pacientes são recebidos pelos estudantes e professores na Clínica de Fisioterapia da UNIGRAN. O atendimento consiste em aferir a pressão arterial e direcionamento às ações previamente definidas pela equipe. Conforme a coordenadora, as atividades de rotina são exercícios de aquecimento e mobilidade gerais, seguidos por alongamentos específicos às necessidades dos pacientes e circuitos sensoriais, proprioceptivos e de dupla-tarefa que finalizam a atuação da Fisioterapia.

Depois, os acadêmicos de Psicologia iniciam as ações com atividades em roda de conversa, dinâmicas e musicoterapia. De acordo com as demandas dos pacientes, as ações da Nutrição, Farmácia, Odontologia e Enfermagem também são organizadas para ocorrerem neste período. Durante as atividades são realizadas ainda orientações aos pacientes, que são acompanhados de seus cuidadores.

Há o envolvimento de acadêmicos de todos os cursos, aproximadamente 50 estudantes realizam, na prática, o que aprendem na teoria em sala de aula. Cyntia Batistetti acredita que oferecer a vivência prática aos futuros profissionais de cada área é de fundamental importância. “Com esse projeto, consolidamos as ações de extensão, baseando-se na implementação da assistência especializada ao indivíduo com doença de Parkinson, contribuindo de maneira direta na relação ensino-aprendizagem dos acadêmicos envolvidos, qualificando-os para o mercado de trabalho aliados a temática de responsabilidade social”, enfatiza.
Serviço
O Grupo de Parkinson de Dourados oferece atendimento gratuito na Clínica de Fisioterapia da Unigran. O contato pode ser feito pelo telefone 67 3411-4163.

  • mistura

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus