Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Força Nacional de Segurança e as Forças Armadas vão reforçar o esquema de segurança em 11 cidades de quatro estados do país no segundo turno das eleições neste domingo (30), segundo informa o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O esquema de segurança será reforçado em Fortaleza, no Ceará; São Luís, no Maranhão; Maringá, Curitiba e Ponta Grossa, no Paraná; e Rio de Janeiro, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Belford Roxo, Duque de Caxias e Niterói, no Rio de Janeiro.

Segundo o Ministério da Defesa, que coordena a atuação das Forças Armadas, o objetivo do apoio durante o final de semana das eleições é manter as condições necessárias para que a população possa votar com tranquilidade.

Comentário

O prefeito Murilo Zauith (PSB) entrega na manhã deste sábado (29) a pavimentação asfáltica da região das Chácaras Caiuás, no norte de Dourados, próximo ao córrego Laranja Doce. O investimento é de R$ 3,878 milhões de recursos próprios da Prefeitura na pavimentação e construção de meio fio, totalizando 39.228,13 m², e ainda 67,83 metros lineares de galerias pluviais.

As obras beneficiam os bairros Chácaras Caiuás e as Vilas Araci e Hyran Pereira de Mattos. Foram asfaltados vários trechos de ruas no quadrilátero entre as ruas Clovis Cersósimo de Souza e Paranhos e entre Santos Dumont e Projetada 01/Corredor Público Arlindo Borba. Nesse quadrilátero já existia asfalto nas ruas Clovis Cersósimo e dos Caiuás.

As ruas pavimentadas dessa região são a Projetada 01, Arlindo Borba, Paranhos, e partes da Pedro Rech, Vereador Sinézio de Mattos, Continental, José de Alencar, Isidoro Pedroso, Alberto Maxwell, Floriano Brum, Santos Dumont, Purcino Felix Santos e Manoel Santiago de Oliveira.

Com essas obras o prefeito Murilo fecha o asfaltamento de mais uma região da cidade com recursos do pacote dos R$ 52 milhões contratados com a Caixa Econômica Federal. Este mês, Murilo já entregou a pavimentação do Jardim Novo Horizonte. Entre as obras já entregues estão também pavimentações no Parque do Lago II, Parque das Nações II, Jardim Sol Nascente, Canaã III, residencial Martim Cristaldo e Avenida Vilson Gabiatti.

Com parte dos R$ 52 milhões e mais os recursos de emendas federais, o prefeito Murilo executa o maior programa de asfaltamento da história de Dourados. Com isso, a cobertura asfáltica da cidade saltará de 48% em 2010 para mais de 80% até o final deste ano. Ou seja, em seis anos, Murilo dobrará a quantidade de asfalto em Dourados.

Comentário

O vereador Bebeto (PR) encaminhou indicação a secretária municipal de Educação, Ilda Miya Kudo Sequia, solicitando maior celeridade na construção do Ceim (Centro de Educação Infantil) de Vila Vargas. Durante sessão na Câmara, ele questionou a demora na conclusão da obra e destacou os benefícios que virão para a comunidade.

Bebeto lembra que desde que assumiu mandato no ano de 2011, período que foi o único representante da zona rural na Câmara, já cobrou a implantação deste Ceim, tanto que em novembro de 2013 foi pessoalmente em Brasília, conferir a maquete da obra, apresentada pelo coordenador do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). “Logo no início do meu primeiro mandato como suplente, nossas solicitações foram atendidas, juntamente com outros sete Ceim’s que seriam construídos no município, sendo um em Vila Vargas”, recorda.

Para Bebeto, a conclusão deste Centro de Educação Infantil é uma conquista que deve ser comemorada pela comunidade de todos os distritos, considerando que serão beneficiados não somente Vila Vargas, mas as localidades vizinhas. “Este Ceim que está prestes a ser entregue, além de garantir que as crianças tenham uma formação educacional de qualidade, permitirá para que as mães trabalhem tranquilas e consequentemente tenham melhor qualidade de vida”, reforçou.

Ceasa

Bebeto também participou recentemente do lançamento do programa de Atendimento Especializado Agro do Banco do Brasil. O evento foi realizado na agência Parque dos Ipês e contou com a presença de autoridades do setor do agronegócio do MS, membros da direção nacional e da superintendência estadual do Banco do Brasil, além da participação de um número expressivo de produtores rurais da região da Grande Dourados.

Na solenidade, conversou com o presidente da Agraer, Enelvio Feline e o secretário estadual de Agricultura, Fernando Lamas, onde recebeu novas informações com relação à implantação da Ceasa em Dourados, inclusive sobre o lançamento da pedra fundamental, que deverá acontecer nos próximos meses.

Comentário

O presidente da Associação de moradores do Jardim Clímax, Rodney Alves da Silva, ficou satisfeito em ver atendida a solicitação da entidade, através de abaixo assinado reforçado por mais de 600 assinaturas, para a instalação de um semáforo no cruzamento da rua Antonio Emilio de Figueiredo com a avenida Via Parque, nas proximidades da escola ‘Weimar Torres’.

Aquela região, segundo ele, registra aumento intenso do movimento de veículos, principalmente depois que foram abertos novos conjuntos de casas e apartamentos, com a expansão do setor imobiliário no oeste da cidade. “Felizmente, o prefeito Murilo e a Agetran ouviram as nossas reivindicações e a sinalização agora foi concluída naquele cruzamento, agradeceu Rodney.

Comentário

O vereador Marcelo Mourão (PRP) está disposto a levar à risca o compromisso feito logo no primeiro discurso após tomar posse em 2013: fazer valer a pena cada minuto do mandato. Durante a campanha eleitoral ele não cessou as ações de verificação e encaminhamento das demandas dos bairros aos órgãos competentes e prossegue solicitando ações em diversos bairros.

O parlamentar solicitou, por exemplo, a execução de ‘forças-tarefa’ nos bairros Jardim Carisma, Estrela Verá e Laranja Doce para execução de serviços de patrolamento, cascalhamento e compactação do solo, reparos na iluminação pública, limpeza/roçada e retirada de entulhos. “A execução de serviços conjugados, através de ‘forças-tarefa’, possibilita que todas as demandas emergenciais sejam atendidas. Enquanto o asfalto não chega, como aguardam ansiosamente os moradores, é necessária a intervenção do poder público para garantir, com a execução destes serviços, trafegabilidade, segurança e prevenção de doenças”, avaliou.

Marcelo Mourão enviou também requerimento à Prefeitura indagando os motivos da não substituição da caixa de água do cemitério Santo Antonio de Pádua. “O princípio da economicidade é basilar na administração pública. Conforme constatei, registrei e denunciei, foram feitos reparos no reservatório, pontuado por furos pelos quais vaza ininterruptamente a água, com massa plástica e solda. O serviço foi inócuo, vez que o problema persiste”, ponderou.

“Os furos, acrescidos à ferrugem, causam dentre outros problemas o desperdício de água e riscos de contaminação, dadas as condições de insalubridade no local”, enfatizou Marcelo Mourão, cobrando uma “solução imediata” para o problema.

“Até o dia 31 de dezembro, quando finda o mandato, vamos continuar “pegando no pé” dos secretários e dos demais integrantes da Prefeitura para ver atendidas as reivindicações que chegam ao nosso mandato através das redes sociais, das constatações que fazemos pessoalmente e das conversas com as pessoas. Chegaremos ao final desta jornada com o sentimento do dever cumprido”, afirmou Marcelo. Com assessoria

Comentário

Na reta final das ações penais relativas à Operação Caixa de Pandora, o delator do esquema, Durval Barbosa, prestou ao menos 10 depoimentos à 7ª Vara Criminal de Brasília, nos quais revelou detalhes sobre o escândalo. Em todas essas oitivas, Durval afirmou à Justiça que, entre 2003 e 2006, o então pré-candidato ao governo José Roberto Arruda teria recebido R$ 60 milhões em propina para “pavimentar sua candidatura” ao GDF. Segundo o delator, boa parte dessa bolada foi usada para tirar do caminho “o inimigo a ser abatido”: o então senador Paulo Octávio, companheiro de partido de Arruda e também pré-candidato ao Palácio do Buriti. O interrogatório dos réus da Pandora, previsto para novembro, foi suspenso por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
 
Os depoimentos de Durval trazem detalhes históricos sobre a disputa eleitoral de 2006. Segundo o delator do escândalo, Paulo Octávio aparecia em primeiro lugar nas pesquisas e, por isso, transformou-se em um rival a ser vencido. “Eu apoiei o Arruda e nós elegemos o Paulo Octávio como um inimigo a ser derrotado primeiramente”, afirmou Durval, em depoimento prestado em 6 de maio. “Tínhamos que derrotar Paulo Octávio para poder colocar Arruda na frente”, acrescentou, na mesma data.
 
Em todos os depoimentos, o delator usa a expressão “pavimentação eleitoral” para explicar à Justiça a destinação dos recursos arrecadados no suposto esquema envolvendo empresas de informática. Questionado por um representante do Ministério Público sobre o significado da expressão, Durval disse que o grupo trabalhou para “derrubar qualquer barreira que houvesse, qualquer candidatura que aparecesse para atrapalhar Arruda, e vencemos graças ao grande volume de recursos empreendidos nessa empreitada”, garantiu Durval, durante oitiva realizada no último dia 27 de junho. “Quando chegou próximo de definir a chapa, estávamos à frente nas pesquisas, porque pagávamos jornais para serem distribuídos de graça em todos os rincões, todos os bolsões de votos do DF.” Na disputa interna do extinto PFL, hoje DEM, a Executiva Nacional do partido, à época presidida por Jorge Bornhausen, optou por uma chapa pura, encabeçada por Arruda e tendo Paulo Octávio como vice.
 
De acordo com o depoimento, parte dos R$ 60 milhões supostamente repassados a Arruda teria sido usada para a elaboração de pesquisas, reportagens em revistas, lançamento da revista Arrudinha, pagamento de consultores, de jornalistas, de rádios comunitárias e piratas, “pagamento de tudo quanto é tipo”, explicou o delator. “Isso tudo para criar um ambiente favorável à imagem e à pessoa do réu José Roberto Arruda, deixando ele em uma posição melhor na disputa eleitoral?”, questionou então um representante do Ministério Público. “É, e pagamento de pessoas. Colocamos 200 pessoas no Gama, vamos falar mal do nosso concorrente. Aquelas 200 pessoas eram pagas com esse dinheiro. Essa era a maldade que a gente fazia”, contou, na oitiva de 6 de maio.
 
Durval relatou que esse trabalho de construção da pré-campanha era imprescindível para resgatar a imagem de Arruda. “Em duas conversas longas que nós tivemos, eu e Arruda, nós falamos sobre a pavimentação de uma campanha eleitoral, de chegar ao topo do poder, que é ser governador, mas ter que fazer primeiro uma pavimentação, por causa do descrédito que o Arruda tinha em virtude de painel (eletrônico do Senado), em face de ser chamado de traidor. E da falsidade que ele sempre teve com os companheiros. Nesse meio, existia uma pessoa chamada Paulo Octávio, que queria a todo custo disputar o governo do DF”, descreveu Durval, em um depoimento prestado em 20 de junho deste ano.
 

Pretensões

Ainda de acordo com o relato do delator do escândalo, os acertos receberam a bênção do então governador, Joaquim Roriz. “A partir de 2003, do finalzinho de 2002, nós começamos esse entendimento, a adesão política às pretensões de José Roberto Arruda de ser o candidato majoritário e disputar essa posição com o Paulo Octávio, que naquele momento estava com 48%. Arruda estava com 12%, 16%. A gente precisava acompanhar o Paulo Octávio e derrotá-lo nas pesquisas. Aí, nós começamos a ter esse entendimento com autorização do governador Roriz”, contou Durval, em 21 de janeiro.

Comentário

Uma empresa, que trabalha pelo sistema de contatos telefônicos, aleatoriamente, em busca de novos anunciantes para uma agenda telefônica nacional, estaria aplicando golpes junto a empresários e comerciantes de Dourados.

A denúncia contra a JBR Publicações, de São Paulo, foi feita na tarde desta sexta-feira (28) pelo gerente da China Tur, de Dourados, um dos alvos da tentativa de golpe, segundo disse Cleverson Titon ao Douranews.

De acordo com o comerciante, a empresa JBR, que teria como sede o escritório localizado na Praça da República, em São Paulo, entra em contato com os futuros clientes por telefone, envia cópia de contrato em branco escaneado para que o contratante preencha os dados e devolva por e-mail para o escritório.

A transação envolve o compromisso de pagamento de 36 parcelas de R$ 300, que daria direito ao cliente de expor a marca do produto anunciado por três anos sucessivos. Em caso de rompimento do contrato, a multa seria da ordem de R$ 4 mil, segundo explicou o gerente da China Tur.

No Brasil

Nas redes sociais, acumulam denúncias contra a JBR Publicações. Empresários do interior de São Paulo relatam situações de abordagens via telefone para anúncios no guia oferecido pela empresa

Comentário

A 33ª rodada do Brasileirão começa nesta quinta-feira com Sport x Ponte Preta e continua na sexta com Fluminense x Vitória. Já no sábado mais sete jogos serão realizados, mas a rodada estará completa somente na segunda-feira com América-MG x São Paulo. A escala de arbitragem, sempre um tema polêmico, já foi divulgada pela CBF. Atlético-MG x Flamengo e Santos x Palmeiras são os confrontos mais destacados e podem embolar a parte de cima da tabela. Somente um deles, porém, terá arbitragem Fifa. Trata-se do clássico paulista, que terá Dewson Freitas da Silva (PA) no apito. Já o duelo no Mineirão ficará a cargo de Braulio da Silva Machado (SC).

Veja na galeria acima quantas partidas cada árbitro envolvido na rodada já apitou neste Brasileiro e a sua nota média atribuída pelo LANCE! Abaixo, confira a escala e saiba se o árbitro atuou em algum outro jogos das equipes nesta edição:


Ponte Preta 3 x 0 Grêmio - 25ª Rodada

SEXTA-FEIRA (28/10)

19h30 - Fluminense x Vitória (Maracanã) - Nielson Nogueira Dias (PE)

Jogos que apitou das duas equipes:
Fluminense 1 x 2 São Paulo - 31ª Rodada

SÁBADO (29/10)

16h30 - Atlético-PR x Cruzeiro (Arena da Baixada) - Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)

Curiosidade: Melhor média L! entre os árbitros.
Jogos que apitou das duas equipes:
Atlético-MG 2 x 3 Cruzeiro - 7ª Rodada

16h30 - Corinthians x Chapecoense (Arena Corinthians) - Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Jogos que apitou das duas equipes:
Nenhum

16h30 - Atlético-MG x Flamengo (Mineirão) - Braulio da Silva Machado (SC)
Jogos que apitou das duas equipes:
Atlético-MG 1 x 0 Atlético-PR - 21ª Rodada
Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG - 26ª Rodada

18h30 - Botafogo x Coritiba (Luso Brasileiro) - Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Curiosidade: Também apitou o confronto no primeiro turno.
Jogos que apitou das duas equipes:
Coritiba 0 x 0 Botafogo - 14ª Rodada
América-MG 1 x 0 Botafogo - 27ª Rodada
Coritiba 0 x 0 Figueirense - 30ª Rodada

18h30 - Internacional x Santa Cruz (Beira-Rio) - Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Jogos que apitou das duas equipes:
Internacional 2 x 3 Botafogo - 11ª Rodada
Santa Cruz 0 x 1 Coritiba - 16ª Rodada

19h30 - Santos x Palmeiras (Vila Belmiro) - Dewson Freitas da Silva (Fifa-PA)
Jogos que apitou das duas equipes:
Flamengo 1 x 2 Palmeiras - 6ª Rodada
Santos 0 x 0 Flamengo - 18ª Rodada
Santa Cruz 2 x 3 Palmeiras - 28ª Rodada

19h30 - Figueirense x Grêmio (Orlando Scarpelli) - Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Jogos que apitou das duas equipes:
Grêmio 3 x 2 Santos - 12ª Rodada
Ponte Preta 2 x 0 Figueirense - 20ª Rodada

SEGUNDA-FEIRA (31/10)

20h - América-MG x São Paulo (Independência) - João Batista de Arruda (RJ)

Jogos que apitou das duas equipes:
Nenhum

Comentário

O Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems) passará a emitir, a partir deste domingo (30) o documento aduaneiro ATA Carnet para permitir a exportação e importação de bens temporariamente sem a incidência de impostos.

Mato Grosso do Sul receberá a emissão por meio da escala estabelecida para cada Estado. A operação será realizada pelos Centros Internacionais de Negócios das 27 federações das indústrias e a autorização para emissão começou em setembro. Desde julho, a Receita Federal passou a reconhecer os documentos emitidos em outros países, sendo que o Brasil é o 75º no mundo e o 1º do Mercosul a aderir.

Os países que já trabalham com o documento representam quase 75% do fluxo de comércio exterior (importação e exportação) do Brasil. Entre eles, estão alguns dos principais parceiros comerciais do Brasil, como Estados Unidos, China, Alemanha, Japão e México. Em 2015, os 178 mil carnês emitidos cobriram mercadorias avaliadas em mais de US$ 30 bilhões.

A partir deste domingo a solicitação poderá ser realizada pelo sistema online www.ata.cni.org.br e selecionar a opção “MS–Fiems”. Após análise das informações e aprovação, o usuário pode retirar seu ATA Carnet na sede do CIN da Fiems.

O documento emitido é composto por duas folhas de apresentação para cada país estrangeiro onde a mercadoria for ingressar, e outras duas folhas de apresentação à alfândega na saída e no retorno de seu país de origem. Como um passaporte, uma das folhas recebe o carimbo da alfândega estrangeira na entrada e a outra na saída. Do mesmo modo, o documento também é carimbado pela aduana brasileira na saída e retorno do País.

Comentário

Em patrulhamento na rodovia MS 156, que corta a região de Amambai, a equipe do DOF avistou dois veículos, um Honda Civic e uma picape Strada parados na rodovia próximo à entrada da fazenda Aurora. Apósaveriguação no interior dos veículos, cujos condutores informaram estar trocando pneus dos carros, foram encontradas outras placas.

Na caminhonete havia placas de Brasília e no Civic, de Goiânia. Após checagem via Sala Rádio foi constatado que os veículos possuem cadastro de furto/roubo nas respectivas capitais indicadas. Os carros e condutores foram encaminhados para a Polícia de Amambai para providências.

Comentário

Página 984 de 1253
  • roze

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus