×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 62
Imprimir esta página
Terça, 18 Janeiro 2011 16:32

TRE diz que Ishy pode incorrer em crime de desobediência

Escrito por

O desembargador Luiz Carlos Santini, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MS), disse hoje (18) em Dourados que o vereador Elias Ishy, do PT, que decidiu manter a candidatura a prefeito de Dourados, mesmo depois que o partido dele aprovou coligação com o DEM, pode estar cometendo o crime de desobediência.

“A candidatura dele [Ishy] não existe. O partido dele decidiu, em convenção, coligar-se com outro partido e lançar apenas candidata a vice-prefeita [Dinaci Ranzi]. Não existem candidatos que não sejam os aprovados em convenção; então, ele não pode mais fazer campanha”, garantiu Santini, confirmando que as eleições de Dourados contam com quatro candidatos [José Araújo-PSOL, Genival Valeretto-PMN, Murilo Zauith-DEM e Geraldo Sales-PSDC].

O presidente do Tribunal participou, no começo da tarde, do sorteio da ordem dos candidatos no programa eleitoral de rádio e televisão que começa na quinta-feira (20) e vai até o dia 3 de fevereiro.

Mais recentes de