Imprimir esta página
Terça, 21 Setembro 2010 12:00

Dagoberto é citado entre candidatos com pendências na Justiça

Escrito por Redação Douranews

Entre os deputados da atual legislatura que têm pendências na Justiça, 90% são candidatos novamente nas eleições de 2010. O dado foi obtido por levantamento feito pelo Terra Magazine para o portal Terra baseado no banco de informações da Transparência Brasil, entidade que monitora a atuação de parlamentares.

Dos 197 atuais deputados que têm processos na Justiça ou em tribunais de contas, 179 são candidatos novamente. A maioria tenta reeleição, mas há ainda quem dispute vaga para o Senado ou para o governo de seu Estado, como é o caso de Angela Amin (PP - SC), Celso Russomano (PP - SP) e Luiz Paulo Velloso Lucas (PSDB - ES).

Angela já foi multada pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina por irregularidades nos gastos de sua administração como prefeita de Florianópolis. Russomano é réu em ação penal de 2008 do Supremo Tribunal Federal (STF) por peculato, que significa mau uso de recursos públicos em seu cargo como deputado federal. Velloso Lucas foi condenado pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo a ressarcir o município de Vitória por irregularidades em licitações quando era prefeito entre 1997 e 2004.

As pendências judiciais levadas em conta pela Transparência Brasil incluem processos em instâncias superiores e em primeira instância quando movidos pelo Ministério Público ou outros órgãos públicos e não por uma pessoa física. É considerada, ainda, qualquer decisão de rejeição de contas de campanha.

Da lista, 144 candidatos (80%) tentam reeleição ou buscam recuperar o cargo, deixado de lado nas eleições de 2008 quando pleitearam outras cadeiras em seus municípios. Outros 12 tentam vagas no Senado, como Jader Barbalho (PMDB - PA), Paulo Bauer (PSDB - SC), Raul Jungmann (PPS - PE) e Dagoberto Nogueira (PDT – MS).

Mídia