Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 13 Outubro 2010 07:46

Serra diz que não mistura campanha com religião

Escrito por Redação Douranews com Terra

Sob forte sol e ao lado de milhares de fiéis, o candidato do PSDB à presidência da República José Serra participou, na manhã deste domingo (12), da missa solene em homenagem a padroeira do Brasil, no Santuário Nacional de Aparecida. Ele chegou atrasado para a celebração das 10h acompanhado de políticos regionais e autoridades eclesiásticas, como arcebispo da Arquidiocese de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno. Ao seu lado, estavam o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab (DEM), e do vice da chapa tucana à presidência, Índio da Costa.

Em entrevista coletiva após a missa, Serra comentou sobre o debate político-religioso neste segundo turno. "Não houve um debate do assunto feito pela minha campanha. Não fomos nós que introduzimos o tema e sim o povo", disse.

Durante a solenidade, o reitor do Santuário Nacional de Aparecida, Darci Nicioli, entregou uma imagem da santa à mulher do candidato tucano, a chilena Mônica Serra. Ela recebeu a homenagem em nome dos 33 mineiros soterrados em uma mina no País.

Durante a missa solene, presidida por Dom Serafim Fernandes de Araújo, cardeal arcebispo emérito de Belo Horizonte, em Minas Gerais, a homilia do sacerdote abordou a história da santa, a visita do Papa João Paulo II em 1980 e assuntos referentes à realidade brasileira.

O pároco se dirigiu em algumas oportunidades ao pleito que irá escolher o presidente do Brasil. Um dos temas abordados pelo cardeal foi a aproximação da política brasileira à religião católica que representaria um universo de 85% da população do País.

Dilma em Aparecida

Nesta segunda-feira (11), Dilma Rousseff (PT) também participou de uma missa no Santuário Nacional de Aparecida e afirmou que não deixará "pedra sobre pedra" na apuração do escândalo envolvendo a ex-ministra Erenice Guerra, sucessora dela na Casa Civil.

Em um tom mais agressivo, a presidenciável disse que não vai tolerar o uso da máquina pública para atender a interesses pessoais.

Ao visitar o Santuário Nacional de Aparecida, a candidata prometeu combater a corrupção e a impunidade em caso de vitória no segundo turno.

Para garantir maior transparência do governo, Dilma defendeu uma reforma política no País. "Vou investigar todas as questões que aparecerem dentro do governo federal e incentivar a reforma, o objetivo é dar qualidade nas relações políticas", disse Dilma durante a entrevista coletiva.

Esta é a primeira vez que ela participou de uma missa no Santuário Nacional em Aparecida e mostrou pouca intimidade com os ritos da celebração católica.

A petista não comungou no culto que contou com a presença de 14 mil fiéis, mas afirmou ter uma "formação religiosa forte". A ex-ministra chefe da Casa Civil lembra que o sucesso do tratamento contra um câncer linfático em 2009 a reaproximou da religião católica.

A cidade segue lotada e os eventos em Aparecida começaram nos primeiros minutos desta terça-feira. À meia-noite os romeiros já participavam de orações em homenagem à santa e estavam reunidos no estacionamento da Basílica que segue lotado de barracas e ônibus de romeiros.

 

Última modificação em Quarta, 13 Outubro 2010 07:49
  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus