Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 30 Dezembro 2020 09:50

Alan não consegue 'esconder' pistas de quem vai assumir posições no futuro Governo Destaque

Escrito por
Atacado pela Covid, Alan contemplou o pai Eudélio sendo diplomado prefeito junto com o vice Guto Atacado pela Covid, Alan contemplou o pai Eudélio sendo diplomado prefeito junto com o vice Guto Divulgação

A apresentação do relatório elaborado pela Equipe de Transição montada pelo prefeito eleito de Dourados, Alan Guedes (PP), adiada do dia 20 para a manhã desta quarta-feira (30), no auditório do Sindicato Rural, pode sinalizar, também, com o anúncio de alguns nomes para integrarem o primeiro escalão da administração que começa oficialmente a partir de segunda-feira (4) após os eventos de posse e assunção aos cargos, no feriado do dia 1º. de janeiro.

Essa expectativa surge, mesmo em meio ao imbróglio criado por conta do futuro prefeito ter “deixado passar” a chance de, como presidente da Câmara, ter encaminhando projeto de reposição dos salários dele próprio, do vice, dos secretários e até dos membros da nova Câmara de Vereadores. Essa tem sido, aliás, a principal dificuldade de Alan Guedes em ainda não ter confirmado nomes dos primeiros colaboradores diretos.

A exoneração do ex-chefe da Controladoria da Câmara, o ex-vereador Raphael Matos, publicada em edição do Diário Oficial do Município nesta terça-feira (29), despertou curiosidades. Integrante ativo da Equipe de Transição e conhecido por defender o “arrocho” nas contas públicas, ele pode ser o nome escolhido para chefiar a Fazenda municipal, ou ainda o encarregado de cuidar do pessoal, na Secretaria de Administração.

Inicialmente, contudo, o encontro convocado pelo novo prefeito para que o coordenador da Transição, professor Henrique Sartori, que também foi um dos coordenadores da campanha de Alan Guedes, apresente os 168 pontos prioritários de atuação encontrados após o confronto com a realidade do Município, deve servir apenas para que sejam anunciadas as medidas de atuação imediata, “e que impactam diretamente no interesse da população”, conforme divulgou a assessoria de comunicação do novo prefeito.

linha de frente

Linha de frente: PC, Raphael, Sartori, Alan e Guto, aqui apresentando relatório da Transição (Assessoria)

Outros nomes

Nos últimos dias, apesar do aparente desconforto do novo prefeito em escolher os nomes que gostaria de ter no primeiro escalão, para enfrentar os problemas que considerou graves, detectados na Transição, entre eles a questão dos baixos salários percebidos pelos servidores de mais alto nível, surgiram indicativos de algumas sondagens já formalizadas, as quais Alan Guedes aguarda apenas o ‘sim’, mediante a promessa de, já nos primeiros dias do novo ano, rever os valores para compensar a disponibilidade desse pessoal.

Um dos primeiros a sinalizar que não pretende acumular a condição de vice-prefeito eleito com o comando da Secretaria de Saúde foi o médico Carlos Augusto Ferreira Moreira, o Dr.Guto, justamente pela incompatibilidade salarial. Aliás, já foi por isso que ele abdicou da função de adjunto em passado recente, na gestão da prefeita sainte Délia Razuk (do PL), partido que o indicou para companheiro de chapa de Alan Guedes. Na campanha, ele declarou possuir bens acumulados no valor superior a R$ 2,2 milhões, contra pouco mais de 25 mil reais do titular da chapa.

Outra dificuldade é em encontrar alguém disposto a ‘ganhar menos’ para substituir o atual promotor de justiça aposentado Upiran Gonçalves no comando da Secretaria de Educação. Alan já disparou convites para vários lados, e aguarda o ‘sim’ da professora Ana Paula Benitez Fernandes, atual diretora da escola Professor Luiz Antônio Gonçalves, do Parque do Lago, e uma das mais ferrenhas defensoras da candidatura do prefeito eleito entre os membros da categoria.

O novo prefeito também espera as respostas da assistente social Ediana Bach, que responde por um dos Cras (Centro de Referência em Assistência Social) no Município, para o lugar da atual secretária da pasta, Maria Fátima Alencar Silveira [apesar das pressões que recebe para manter a servidora na função] e do publicitário Milton Júnior, dono da agência Lupa Comunicação, que atendeu a Câmara de Vereadores no mandato de Alan Guedes, para a Assecom (Assessoria de Comunicação), indicado por segmento que apoiou diretamente o prefeito eleito.

Os poderosos

Já teriam confirmado a disposição de ocupar funções na futura gestão, além de Sartori cogitado para ser o principal articular político, na Secretaria de Governo, os advogados Paulo Cesar Nunes, o PC, principal coordenador jurídico do então candidato e a atual Procuradora Geral da Câmara, Fabiana Baggio Cassel, além de Eric Massahide Ono, que deixaria a Diretoria de Finanças na Câmara para ocupar função estratégica na área de planejamento da Prefeitura a partir da semana que vem.

Investido de plenos poderes pelo amigo prefeito eleito, o futuro secretário Henrique Sartori já sinalizou o clima com a administração que encerra o mandato dentro das próximas 24 horas: “Tivemos de recorrer aos sistemas nacionais e até ao portal da transparência para obter os dados”, disse, para justificar a dificuldade em obter documentos requisitados durante a Transição.

Última modificação em Quarta, 30 Dezembro 2020 10:35

DESTAQUE NACIONAL

  • Douranews Anúncio
  • unimed fevereiro

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis