Timber by EMSIEN-3 LTD
  • 10 anos
  • 10 anos1
Quarta, 11 Dezembro 2019 09:05

Políticos da base aliada de Reinaldo polarizam disputa para a Prefeitura de Dourados Destaque

Escrito por

A proposta lançada no final do mês passado, quando esteve em Dourados, pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), de que os principais nomes da política local devem buscar, com bom senso, um nome que reúna as condições de gerir os destinos do Município a partir de 2021, encontra eco no mais recente levantamento realizado pelo instituto Ranking.

De acordo com pesquisa efetuada com 500 pessoas, a partir de 16 anos de idade, em Dourados e nos distritos de Vila Vargas, São Pedro, Indápolis e Itahum, entre os dias 2 e 3 de dezembro, se as eleições para prefeito fossem realizadas hoje o cenário estaria polarizado justamente entre os nomes que compõem a base de sustentação do Governo no Município.

O nome do deputado estadual Marçal Filho (PSDB) ainda aparece liderando a amostragem, na pesquisa espontânea, agora com 15,25%, contra 12,11% obtidos no levantamento realizado no final de setembro. Em segundo lugar aparece o colega dele, deputado estadual Renato Câmara (MDB), com 5,50%, contra 4,22% do levantamento de setembro e em terceiro outro deputado estadual, Barbosinha (DEM), com 5,25%, quase o dobro dos 2,66% obtidos na pesquisa de setembro, quando aparecia em sexto lugar.

Além dos três deputados estaduais, todos da base aliada do governador, o Ranking também computou 4,75% para o empresário Rodolfo Nogueira (ainda no PSL), 4,50% à atual prefeita Délia Razuk (PTB), 1,50% para o secretário estadual de Saúde e ex-deputado Geraldo Resende (PSDB) e 1,25% do vice-governador Murilo Zauith. Os dois últimos já teriam dito que tem compromisso no Governo e não pretendem se dedicar às eleições municipais de outubro do ano que vem.

“O cenário é bem natural, pois a pesquisa mostra o retrato do momento. Os candidatos ainda não estão oficialmente postos, e, mesmo que não seja possível cravar qualquer afirmação sobre o pleito de outubro do próximo ano, neste levantamento já conseguimos ver que a pulverização tende a favorecer nomes já conhecidos da população”, analisa o instituto.

Cenários

No cenário em que os nomes dos virtuais candidatos são apresentados em disco ao eleitor entrevistado, o deputado Marçal Filho tem 30,25% contra 24,77% do levantamento realizado no final de setembro. Em segundo lugar, Renato Câmara tem 9,50% diante dos 8,22% do levantamento anterior; Barbosinha aparece com exatos 9% ante 4,11% da última pesquisa e em seguida vem Rodolfo Nogueira (8,75%), Délia (7,50%), Murilo (3,75%) e Geraldo (3,25%). O número de eleitores indefinidos ainda é de 28% contra 36% do final de setembro.

Em outra simulação do quadro eleitoral para o ano que vem, o instituto Ranking também apresentou cenário em que os nomes de Geraldo e Murilo são retirados da sondagem estimulada, justamente considerando manifestações de ambos de permanecerem fora da disputa de 2020. Nessa situação, Marçal Filho tem 35,50%, seguido de Barbosinha, agora com 12,75%, Rodolfo Nogueira com 11,50%, Renato Câmara, 10,25% e, por último, Délia Razuk, com 8,25%. O número de indefinições cai para 21,75%

ENTREVISTA

  • unigran 150
  • Editais

O Tempo Agora

  • unigran novo
  • live full house

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis