Timber by EMSIEN-3 LTD
Segunda, 04 Novembro 2019 16:32

Deputado 'Tio Trutis' paga advogado particular com dinheiro da Câmara

Escrito por

Eleito com o discurso de renovação e para moralizar a política brasileira, o deputado federal Loester Trutis (PSL) já utilizou R$ 184 mil da Câmara dos Deputados para pagar advogado que o defende na Justiça do Trabalho. A denúncia é do jornal O Estado de São Paulo, que cita outros parlamentares do PSL, conforme repercute o blog O Jacaré. De acordo com o jornal paulista, deputados da sigla usaram R$ 768,1 mil da cota parlamentar para contratar advogados.

Conforme o Portal da Câmara, dos R$ 299,6 mil usados por 'Tio Trutis' neste ano, R$ 184.065 (61%) foram destinados para o escritório Agnelli & Andrade Advogados, onde atuam Fábio Coutinho de Andrade e Jozacar Durães de Agnelli. De acordo com o jornal, eles atuam na defesa de Trutis na 5ª Vara do Trabalho de Campo Grande.

Empresário do ramo de alimentação, o deputado foi processado por quatro ex-funcionários. Trutis confirmou que foi defendido por um dos advogados, mas as ações culminaram em acordo em 2017. Para o fato do escritório ainda aparecer como seu defensor na Justiça do Trabalho, ele explicou que ainda está pagando parcela do acordo e o documento precisa ser anexado pelo advogado para comprovar a quitação. “A única movimentação é essa, não teve nova audiência nem novas ações”, garantiu o pesselista. “É um assunto velho”, minimizou, sobre a denúncia feita pelo jornal paulista.

Com dois advogados no gabinete, Trutis contratou o escritório de advocacia para prestar consultoria e auxiliá-lo nas ações no Congresso Nacional. De maio até o mês passado, conforme o Portal da Transparência, o deputado do PSL emitiu oito notas fiscais, que somaram R$ 184.065. “Sou presidente em duas frentes, com mais de 300 deputados. Teria direito a servidores, mas abri mão para terceirizar. Sai mais barato do que contratar. Estou até sugerindo para outros deputados fazerem o mesmo”, justificou-se o parlamentar.

“Enquanto o serviço público for mais caro e ineficiente que o da iniciativa privada esse país ainda será atrasado”, afirmou em postagem na rede social em setembro deste ano. “Por isso eu teria direito a contratar 3 CNE07(cargo de natureza especial) com salários médios de R$ 17.000 mensais de cada, ou seja, R$ 604.000 anual. Esses assessores especiais teriam direito a Vale alimentação, Auxílio Saúde e passagens aéreas de até R$ 7.000 cada. Um custo total de quase 1 milhão de reais/ano. Abri mão de todos e decidi terceirizar, uma empresa privada cobrará em média 30 mil por mês apenas nos meses utilizadas. Economia de mais de R$ 700.000 por ano. Eu fico 4 anos! Ou seja, economia de 2.8 MILHÕES”, calculou Trutis, para enfatizar a importância da sua estratégia para os cofres públicos, descreveu o blog.

Confira os gastos dos oito deputados federais de MS só neste ano:

Deputados Gastos (R$)
Vander Loubet (PT) 361.533,86
Beto Pereira (PSDB) 344.568,97
Dagoberto (PDT) 336.515,47
Loester Trutis (PSL) 299.657,84
Fábio Trad (PSD) 231.724,41
Bia Cavassa (PSDB) 206.031,65
Rose Modesto (PSDB) 192.910,35
Dr. Luiz Ovando (PSL) 112.464,42

Neste ano, o gasto dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul já supera R$ 2 milhões. O campeão em gastos continua sendo o petista Vander Loubet, réu na Operação Lava Jato. Segundo a Câmara, ele usou R$ 361,5 mil da cota parlamentar neste ano. Já o estreante Beto Pereira (PSDB) ficou com o título de vice-campeão em gastos, com R$ 344,6 mil. O terceiro colocado é Dagoberto Nogueira, presidente regional do PDT, com R$ 336,5 mil. Trutis ficou em quarto lugar, com R$ 299,6 mil. O deputado Fábio Trad (PSD) ficou em 5º, com a utilização de R$ 231,7 mil. O mais econômico para o contribuinte é o deputado federal Dr. Luiz Ovando (PSL), com R$ 112,4 mil.

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus