Timber by EMSIEN-3 LTD
  • Refis novo
Sexta, 10 Novembro 2017 14:52

Délia diz que seminário visa encurtar caminhos para estimular desenvolvimento

Escrito por
Prefeita Délia Razuk discursa na abertura de seminário que reuniu vários municípios em Dourados Prefeita Délia Razuk discursa na abertura de seminário que reuniu vários municípios em Dourados Assessoria

“Os números mostrados nos ajudam a entender mais claramente os motivos da realização deste Seminário. É a oportunidade que temos de destacar o nível de capacitação dos professores das nossas universidades e o trabalho que realizam para preparar os jovens de toda a região”. Assim, a prefeita Délia Razuk saudou a participação de autoridades políticas e educacionais e agentes públicos de 15 cidades do entorno, na abertura do 1º. Seminário Univer Cidades, realizado nesta sexta-feira (10) no Centro de Convenções ‘Antônio Tonanni’, em Dourados.

Levantamento realizado pela Secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, organizadora do seminário, indica que as quatro universidades e o Instituto Federal que funcionam atualmente em Dourados oferecem 202 cursos de graduação e pós-graduação, nas modalidades presencial e EaD (Ensino à Distância) e reúnem mais de 25 mil alunos. São 79 cursos de graduação presencial, 26 de graduação pelo sistema EaD, 18 cursos de pós graduação na modalidade doutorado, 22 de pós (mestrado) e outros 22 pós (latu sensu). Apenas na modalidade pós (latu sensu) pelo EaD são oferecidos 35 cursos pelas quatro universidades.

A prefeita Délia recepcionou o colega prefeito de Douradina, Jean Sergio Fogaça, o reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e presidente do Crie-MS (Conselho de Reitores do Estado), Fábio Edir dos Santos, além de representantes da UFGD, a pró-reitora Julie Anne; da Unigran, o diretor de Ensino a Distância Marcelo Koch; da Anhanguera, o pró-reitor Fernando Frosa, e do Instituto Federal, Danilo Sanches Dantas, que representou o diretor Carlos Vinicius. O vice-prefeito de Nova Andradina, Milton Luís de Oliveira e secretários municipais de Maracaju, Naviraí, Juti, Aral Moreira, Jateí, Novo Horizonte do Sul, Caarapó, Glória de Dourados, Amambai, Fátima do Sul e Itaporã prestigiaram o ato, juntamente com a diretora-regional do Sebrae/MS, Flávia Rosa dos Santos.

Para o diretor do Instituto Federal, o Seminário é importante “pela necessidade de qualificarmos, cada vez mais, as equipes de atendimento”. O diretor da Anhanguera considerou “brilhante” a iniciativa da Prefeitura, manifestando a expectativa de otimismo com “um cenário que já começa a dar sinais de melhora” e onde, segundo ele, “aumentam as chances de crescer para quem tem formação superior”, apontando Dourados como centro de ensino superior consolidado. O diretor da Unigran disse que o desafio é “ajudar a melhorar, e tornar o Conesul mais preparado” e o reitor da Universidade Estadual disse que, juntas, as instituições “podem fazer a diferença”, com a responsabilidade de levar conhecimento, “reiterando o compromisso das Universidades com Dourados e os 33 municípios que precisam de mão de obra qualificada”.

Presidente da Comissão de Educação da Câmara de Dourados, o vereador Idenor Machado representou os demais colegas presentes no Seminário e fez uma retrospectiva das dificuldades enfrentadas na década de 70, quando chegou na cidade com um grupo de outros 11 formandos do magistério no interior de São Paulo e já assumiu como diretor na escola Dom Aquino Corrêa, no distrito de Panambi. “Dourados inteira tinha 69 professores e muitos municípios da região eram distritos daqui”, lembrou. “Hoje a realidade é outra, por isso temos que reconhecer a proposta de estimular jovens a cursarem uma universidade”.

Encurtando caminhos

Segundo a prefeita de Dourados, o Município precisa estar preparado o suficiente para oferecer os serviços que a população da região procura quando faz a opção por um dos cursos oferecidos na estrutura educacional local. “Precisamos estar antenados no tempo, temos professores capacitados, alunos que vem buscar o melhor em conhecimento e, com isso, a responsabilidade de oferecer a infraestrutura necessária para essa população”, disse Délia Razuk. Antes dela, o prefeito de Douradina lembrou que foi acadêmico da ex-UFMS, hoje UFGD em Dourados, e que reconhece o trabalho da colega gestora para “transformar Dourados realmente em um polo regional de desenvolvimento”.

“Buscar conhecimento de todas as formas, encurtar caminhos, fortalecer parcerias, é isso o que estamos fazendo como gestora. Esta semana ainda tratamos, com o Instituto Federal, da implantação de um aplicativo de trânsito que vai ajudar a identificar ruas e conhecer nossa cidade melhor; estamos incrementando as parcerias governamentais, como fizemos ao oferecer a nossa produção para o governador Beto Richa, que ampliou e reformou, através da Ferroeste, todo o porto de Paranaguá, mas precisava da nossa produção para dar esse ‘up’. Então, a partir deste Seminário, vamos mostrar que aqui se faz Educação de qualidade, atrair parceiros das cidades e oferecer qualidade de vida, segurança, infraestrutura, e a nossa hospitalidade aos municípios do entorno”.

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus