Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O Previd (Instituto de Previdência Social dos Servidores do município de Dourados) abre segunda-feira (21) as inscrições para quem deseja concorrer às eleições para a diretoria do Instituto.

O prazo segue até ao dia 25 e a inscrição poderá ser feita na sede do Simted, à rua Maria da Glória, 670 Vila Industrial; Sinsemd, à rua Floriano Peixoto, 1072 Jardim América e ainda no Singmd, na rua Coronel Ponciano, 1030 Parque dos Jequitibás (Estádio Douradão).

A Comissão Eleitoral lembra que os requisitos para a candidatura estão na Resolução 01/2018/, publicada no Diário Oficial do Município 4.823, do dia 29 de novembro de 2018.

Os candidatos que desejam concorrer aos cargos de Diretor Financeiro, Diretor de Benefícios e Diretor Administrativo, devem ser servidores efetivos com mais de cinco anos de tempo de serviço e possuir curso superior completo.

Outras informações podem ser encontradas no site oficial do Instituto.

Comentário

Duplicação da rua Coronel Ponciano, abertura de uma via cortando o parque Arnulpho Fioravante, da lateral da Guarda Municipal até à rua Palmeiras, nas imediações da sede social da ABB, a ampliação dos cuidados com a malha asfáltica no quadrilátero central e a abertura de novas vias para o escoamento do tráfego pesado.

Esses foram alguns dos temas tratados pelo vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith, convidado do quadro de entrevistas na manhã deste sábado (19) do radialista, vereador e deputado estadual eleito Marçal Filho, na rádio 94FM. Os dois políticos conversaram sobre vários outros assuntos e destacaram a importância de Dourados aproveitar esse bom momento para projetar a cidade no contexto do Estado.

Murilo e Marçal também abordaram a importância da sintonia que deverá predominar entre o Executivo e os representantes da Assembleia Legislativa eleitos por Dourados para se definir as prioridades. O vice-governador disse que quando foi prefeito da cidade, entre 2011 e 2016, pode executar projetos estratégicos no setor de infraestrutura e que agora quer ouvir o que a atual administração preparou para colocar o Governo nessa articulação.

Comentário

A 41ª edição do Campeonato Sul-mato-grossense de futebol começa neste sábado (19) com 12 clubes na disputa, quatro da capital e 8 do interior do Estado. Operário, Comercial, Novo, Costa Rica, União ABC, 7 de Setembro, Águia Negra, Corumbaense, Urso, Operário AC, Aquidauanense e Serc iniciam as competições de olho no título de 2019.

Os primeiros jogos serão, neste sábado, a partir das 16 horas, movimentam duas cidades: em Campo Grande, Comercial e Serc se enfrentam no Morenão, ABC e Costa Rica estreiam no Jacques da Luz, nas Moreninhas, e em Aquidauana, o time da casa joga contra o Operário de Dourados.

Neste domingo (20), Novo e Urso estreiam nas Moreninhas, às 16 horas e, no mesmo horário, o Morenão vai receber o clássico Operário X Corumbaense, com transmissão ao vivo pela TV Morena. Sem estádio para sediar o mando de campo [o Douradão continua interditado], o Sete de Setembro terá o Águia Negra como adversário na estreia, fechando a primeira rodada da fase classificatória do Estadual, às 20 horas, no Morenão.

A principal mudança do Estadual deste ano está no regulamento da competição. Nesta edição, os times estão em um único grupo. Serão 11 rodadas, na primeira fase todos os clubes se enfrentam, classificando para as quartas de final os 8 melhores. Nas quartas de final, os confrontos ficam assim: 1º colocado x 8º colocado, 2º colocado x 7º colocado, 3º colocado x 6º colocado, 4º colocado x 5º colocado (jogos ida e volta). Já nas semifinais e finais, o vencedor do primeiro jogo enfrenta o vencedor do jogo 2, que também vão se enfrentar em jogos de ida e volta.

Os quatro últimos serão rebaixados para a Série B do ano seguinte. A intenção da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) é ter 10 times na próxima edição. “A expectativa é ainda maior que do ano passado, tivemos um ótimo público, os torcedores compareceram em peso, esperamos melhorar nesta edição”, destacou o vice-presidente da Federação de Futebol de MS, Marco Antônio Tavares, coordenador geral da competição.

Comentário

O músico e compositor Marcelo Yuka, um dos fundadores da banda O Rappa, morreu no fim da noite de sexta-feira (18), aos 53 anos, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo Hospital Quinta D'or na madrugada deste sábado (19), como reproduyz o portal G1.

Yuka estava internado em estado grave com um quadro de infecção generalizada. O músico sofreu um AVC (acidente vascular-cerebral) no dia 2 de janeiro. No meio do ano passado, ele já havia tido outro AVC.
Em 2000, Yuka ficou paraplégico ao ser atingido por nove tiros durante um assalto a uma mulher na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

Nascido no Rio de Janeiro em 1965, Marcelo Fontes do Nascimento Viana de Santa Ana, o Marcelo Yuka, foi um dos fundadores da banda O Rappa. No grupo, era o baterista e principal compositor até sua saída, em 2001.

Com a banda, chegou ao sucesso com o segundo disco, “Rappa Mundi”, em 1996. Em 2000, foi atingido por tiros ao tentar impedir um assalto e ficou paraplégico.

Yuka escreveu letras sobre temas como violência urbana, racismo e desigualdades sociais. “Minha alma (a paz que eu não quero)”, “Me deixa” e “Todo camburão tem um pouco de navio negreiro”, por exemplo, foram escritas por ele.

Em 2012, chegou a ensair ingresso na vida pública, como candidato a vice-prefeito do ex-candidato Marcelo Freixo, do PSOL, à Prefeitura do Rio.

Comentário

A assistente social Berenice de Oliveira Machado Souza, atual presidente do Conselho Municipal de Saúde, vai assumir, segunda-feira (21), a função de secretária municipal de Saúde em Dourados. Ela vai dividir a tarefa de recolocar a pasta nos trilhos juntamente com o adjunto Vagner Costa, que vem respondendo interinamente pela função desde que o titular, Renato Vidigal, foi exonerado.

Berenice Machado trabalha há 35 anos na Secretaria de Saúde, é pós-graduada em Gestão de Saúde em Serviço Social.

Ao Douranews ela disse que assume com a missão de “ajustar o que for preciso” e que decidiu aceitar o convite da prefeita Délia Razuk com a garantia de que terá liberdade e autonomia para conduzir a pasta. “É hora de somarmos por Dourados”, acrescentou.

A nova secretária diz que se sente segura e confiante e que vai priorizar a Atenção Básica. Para isso, vai buscar novos entendimentos com o Governo. “Temos que aproveitar o bom momento de Dourados nesse cenário que começa em 2019, com o vice-governador Murilo e o secretário de Saúde [Geraldo Resende] que conhece muito bem a nossa realidade. Esse é o momento de virar o jogo”, afirmou.

Comentário

O promotor de Justiça Ricardo Rotunno pediu, na tarde desta sexta-feira (18), depois de ter feito uma vistoria na sede da Câmara de Dourados, onde requisitou as imagens das câmeras de segurança para confirmar a presença de Idenor Machado (PSDB) no local alguns dias antes, nova prisão do ex-presidente da Casa.

Rotunno liderou a Operação Cifra Negra, desencadeada para desmantelar o esquema de corrupção montado na Câmara e chefiado, segundo o inquérito, por Idenor e os colegas dele, Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB), os quais também chegaram a ser presos com ele no dia 5 de dezembro, durante as investigações da operação ‘Cifra Negra”, que apura denúncias de corrupção e pagamento de propinas a membros do Legislativo local.

Empresários que prestavam serviços na área de tecnologia da informação também foram presos no dia 5 de dezembro e indiciados na Polícia Civil por corrupção, fraude em licitação e organização criminosa.

Além de requisitar as imagens, o promotor também esteve no setor de tecnologia da Câmara, para verificar se as empresas implicadas no caso [Tecnologia e Sistemas Ltda., KMD Assessoria Contábil e Planejamento e Jaison Coutinho ME] suspenderam as atividades no local, como determinou a Justiça. O presidente da Câmara, Alan Guedes (DEM), disse ao Campo Grande News que já está tomando providências, com apoio do Ministério Público, para substituir as três empresas.

O caso mais complicado é o da empresa que atua com o sistema de tecnologia, inclusive o portal da transparência, da Câmara, já que a Quality entrou com recurso na Justiça para continuar prestando serviço, conseguiu uma liminar no dia 24 de dezembro, mas o contrato venceu no dia 31 do mesmo mês. Alan Guedes está negociando com a Justiça para resolver o impasse.

Comentário

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul liberou o estádio Pedro Pedrossian (Morenão) para a realização de partidas pela Série A do Campeonato Sul-mato-grossense de Futebol Profissional. Antes, já havia sido liberado, também, o estádio Laertão, de Três Lagoas. Os estádios Arthur Marinho, em Corumbá e o Douradão, de Dourados, permanecem interditados.

De acordo com a deliberação do Promotor de Justiça Luiz Eduardo Lemos de Almeida, no Inquérito Civil 06.2019.00000035-2 não foram identificadas, por meio de inspeção visual, patologias, danos ou problemas graves que possam impedir o uso do estádio.

De acordo com o despacho, no Morenão “não há risco algum de incidente, sendo que as armaduras expostas não apresentam índice de ferrugem significativo, de modo a não comprometer a estrutura do imóvel”. Fatores que representam maior cuidado e atenção no estádio, classificados como sendo de “risco médio”, terão prazo de três meses para reparos e eliminação.

Comentário

Empresários estabelecidos na área do DID (Distrito Industrial de Dourados) reivindicaram, na manhã desta sexta-feira (18), ao vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith, condições para ampliar os serviços que são prestados, com o aumento da capacidade de geração de energia no local.

Murilo recebeu o grupo, liderado pelo vice-presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), empresário José Tarso Moro da Rosa, na sede da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) no Município, juntamente com o novo diretor-presidente da Agesul, Luiz Roberto Martins de Araújo e o técnico Edmir José Bosso, que por muitos anos foi diretor-técnico da antiga Enersul no Estado.

Empresários de grandes grupos exportadores de carnes, como a BRF e a Büngue Alimentos, estabelecidos no Distrito Industrial, reclamaram da baixa capacidade de produção energética, o que inviabiliza maiores investimentos no setor. “Nesse caso, será necessário criar um alimentador exclusivo para atender o pessoal que está no local”, explicou o técnico da Agesul.

murilo aced 3

Empresários e dirigentes da Aced debatem demandas para o Distrito Industrial de Dourados

Murilo ouviu as demandas dos empresários e representantes dos grupos instalados no Distrito Industrial de Dourados, lembrou das ações realizadas de quando foi vice-governador, em 2011 e os trabalhos que ajudou a realizar como prefeito da cidade, quando mobilizou o governador Reinaldo Azambuja, de quem agora é o vice, para levar melhorias no setor de transportes e de acesso/saída dos caminhões que operam no local.

"É uma demanda antiga das indústrias instaladas no Distrito Industrial e agora nós vamos ter a oportunidade de encaminhar para ter uma solução”, disse o vice-governador após ouvir o segmento produtivo.

Ao final do encontro, ficou decidido que os grupos estabelecidos no DID vão se reunir para avaliar as reais necessidades dessa demanda e, com a diretoria da Aced, definir com o Governo o que será feito, através de intercessões junto à Energisa, para tornar viáveis os novos empreendimentos e a geração de mais empregos e renda para a região, com o aumento da produção industrial.

Comentário

O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) no ano passado, informou nesta sexta-feira (18) o Ministério da Economia.

A parcela máxima passará de R$ 1.677,74 para R$ 1.735,29. A mínima, que acompanha o valor do salário mínimo, foi reajustada de R$ 954 para R$ 998. Os novos valores serão pagos para as parcelas emitidas a partir de 11 de janeiro e para os novos benefícios, publica a Agência Brasil de notícias.

Atualmente, o trabalhador dispensado sem justa causa pode receber de três a cinco parcelas do seguro-desemprego conforme o tempo trabalhado e o número de pedidos do benefício. A parcela é calculada com base na média das três últimas remunerações do trabalhador antes da demissão. Caso tenha ficado menos que três meses no emprego, o cálculo segue a média do salário em dois meses ou em apenas um mês, dependendo do caso.

Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. Quem ganha até R$ 1.531,02 tem direito a 80% do salário médio ou ao salário mínimo, prevalecendo o maior valor. Para remunerações de R$ 1.531,03 a R$ 2.551,96, o seguro-desemprego corresponde a R$ 1.224,82 mais 50% do que exceder R$ 1.531,02.

O beneficiário não pode exercer atividade remunerada, informal ou formal, enquanto recebe o seguro. O trabalhador é obrigado a devolver as parcelas recebidas indevidamente, caso saque o benefício e tenha alguma ocupação, acrescenta a publicação.

Comentário

O vereador Olavo Sul (Patriotas) participou de reuniões em Campo Grande nesta quinta-feira (17) em busca de melhorias e investimentos para Dourados. Com o subsecretário de Segurança Pública, Ary Carlos Barbosa e outra com o de Educação, Édio Antônio Resende de Castro, o parlamentar protocolou documentos solicitando viaturas para a Guarda Municipal, uma vez que, segundo ele, há um termo de cooperação celebrado entre o município e o Estado relacionado às rondas escolares, como "aquisição de bens móveis".

Olavo tenta viabilizar, por meio dessas secretarias, automóveis para auxiliar nos atendimentos. Ele justifica ação devido a situação dos veículos, bem como de ter uma contrapartida do governo estadual. Segundo o vereador, com o aumento do número de viaturas, o agente de trânsito terá mais qualidade para trabalhar, garantindo a população também mais segurança. “Temos certeza que seremos atendidos", comentou.

Saúde

Em conversa com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, Olavo Sul questionou quais serão as melhorias que virão para o município. A resposta foi positiva quanto aos investimentos, de acordo com o relato. O gestor lembrou que enquanto deputado deixou emendas para a cidade e que o Estado está pronto para ajudar.

“Foram R$ 19 milhões destinados pelo Governo Federal e que já estão na conta para ser investido no Hospital Regional. Além disso, R$ 20 milhões que já foram pagos para a construção da primeira parte do Hospital da Mulher, com previsão de inauguração (parte) no segundo semestre de 2020”, explicou o secretário.

"Estamos fazendo o nosso papel de buscar o possível para melhorar a qualidade de vida e contribuindo com as famílias douradenses. Voltamos felizes com as respostas do secretariado e temos a certeza que o governo irá contribuir muito com nossa querida cidade”, finalizou o vereador. (Da assessoria)

Comentário

Página 6 de 1192
  • mistura
  • unimed
  • kikao

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus