Timber by EMSIEN-3 LTD
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 62
×

Aviso

There is no category chosen or category doesn't contain any items

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) vai apresentar no início dos trabalhos legislativos, em fevereiro, uma série de requerimentos para que o Senado ouça especialistas e autoridades sobre as tragédias provocadas pelas chuvas na Região Sudeste e, a partir daí, colher subsídios para a elaboração de uma política de ocupação do solo que sirva de modelo para estados e municípios. De acordo com o senador, serão convocados geólogos e engenheiros, entre outros técnicos, além dos prefeitos das cidades atingidas pelos temporais na Região Serrana do Rio de Janeiro, em São Paulo e em Minas Gerais. Para Delcídio, não é mais possível que áreas de risco sejam ocupadas com o consentimento do poder público. “É preciso criar uma legislação rigorosa, não só para responsabilizar, mas também para proporcionar as prefeituras e aos estados os instrumentos necessários a fazer valer uma ocupação racional, sem riscos para as pessoas e sem danos ao meio ambiente. Se as coisas continuarem como estão as tragédias que estamos acompanhando não terão fim”, afirmou o senador em entrevista concedida nesta terça-feira, 18 de janeiro, à Rádio Senado. Delcídio ressaltou que não adianta apenas o Congresso aprovar uma lei que estabeleça as diretrizes para uma política nacional de ocupação do solo. Segundo ele, o governo federal, os estados e os municípios devem prever recursos orçamentários para bancar programas habitacionais destinados a atender às famílias que terão de ser remanejadas, além de adotarem outras providências. O senador lembrou também que as áreas mais castigadas já são conhecidas. “Existem, hoje, situações consumadas em várias cidades onde o poder público tem que atuar. É preciso investir em obras de infraestrutura urbana para fazer frente aos problemas e evitar a repetição de calamidades que acontecem não só no Rio, em Minas e em São Paulo, mas também nos outros estados como Mato Grosso do Sul. As enchentes que ocorreram nos últimos anos em Campo Grande comprovam isso”, ponderou. Delcídio defende ainda o mapeamento das áreas de risco em todo o Brasil, investimentos na compra de equipamentos modernos de detecção das alterações climáticas e a promoção regular de cursos e treinamentos para aperfeiçoar, cada vez mais, o trabalho das equipes de defesa civil.

Comentário

Os mais de 600 milhões de usuários do Facebook se revertem em ganhos significativos para a rede social de Mark Zuckerberg. Estimativa da EMarketer, publicada nesta terça-feira pelo Advertising Age, aponta que a receita chegou a US$ 1,86 bilhão em 2010. O montante supera em 86% os números de 2009. Segundo o AdAge, cerca de US$ 1,2 bi, 60% do total, vem de anunciantes dos EUA e a surpresa é que a fonte do dinheiro são, principalmente, empresas de pequeno e médio porte, que passaram a utilizar o sistema de "auto-atendimento" do site. Por esse esquema, as marcas não dependem necessariamente de uma agência para gerenciar o processo de inserção e manutenção de campanhas na rede. Elas mesmas o fazem. Grandes companhias como Coca-Cola e Procter & Gamble ou Match.com, contribuíram com cerca de US$ 740 milhões. "Esse tipo de anunciantes está realmente bancando o crescimento do Facebook," disse Debra Williamson, analista da eMarketer. "Os anunciantes experimentaram o modelo com o Google por anos e agora repetem isso com o Facebook", complementa Debra.

Comentário

O Brasil perdeu em dezembro 407,5 mil postos formais de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Apesar do dado negativo, o País encerrou o ano com um saldo de 2,524 milhões de vagas. Esse é o melhor resultado desde 1992 quando teve início a série histórica do Caged. O recorde anterior havia sido registrado em 2007. Naquele ano, o saldo de postos de trabalho formais atingiu 1.617.392. Entre 2003 e 2010, durante os dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foram criados cerca de 15 milhões de empregos no Brasil. Para alcançar esse resultado, o Ministério do Trabalho contabilizou, pela primeira vez, os dados de empregos criados mas declarados fora do prazo ao ministério pelas empresas. Ao realizarem uma admissão ou desligamento, as empresas devem informar essa movimentação ao Ministério do Trabalho até o dia 6 do mês subseqüente. Porém, nem sempre este prazo é respeitado, e as informações recebidas fora do prazo nunca foram computadas nas estatísticas mensais do Caged. Essas vagas, que geralmente são informadas somente na divulgação da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), no meio do ano, somaram 387 mil em 2010. Sem a mudança na metodologia de divulgação, teriam sido criados, pelo critério antigo, 2,137 milhões de empregos com carteira assinada no ano passado. O desempenho no ano superou a meta estabelecida pelo ministro do Trabalho e Emprego Carlos Lupi, em maio de 2010. Na véspera das comemorações do Dia do Trabalho, Lupi havia divulgado a ampliação da meta de geração de empregos com carteira assinada no País de 2 milhões para 2,5 milhões para o ano passado, após os sucessivos resultados recordes registrados pelo Caged até aquele momento. O melhor resultado mensal da história no mercado de trabalho foi registrado em junho de 2008, quando o saldo líquido de empregos atingiu 309.442 postos formais no Brasil.

Comentário

Quando deixou o cargo mais importante do país, o ex-presidente Lula avisou que a partir daquele momento teria mais tempo de acompanhar o Corinthians de perto. Entretanto, a proximidade com o clube vai ser ainda maior do que a de um simples torcedor. De acordo com o jornal "O Globo", ele foi convidado para ser chefe da delegação corintiana na viagem até a cidade colombiana de Ibagué, onde o Timão enfrenta o Tolima pela Taça Libertadores, no dia 2 de fevereiro. O Corinthians vai estrear antes, no dia 26 de janeiro, contra o mesmo Tolima, no primeiro confronto entre as equipes na fase preliminar. Lula também deve estar presente nesta partida. O ex-presidente também recebeu um outro convite do Corinthians: dar o pontapé inicial da partida contra o São Bernardo, no Estádio Primeiro de Maio, no dia 30 de janeiro. Este jogo precede a viagem para a Colômbia.

Comentário

Em sua primeira reunião do ano, hoje (18) e amanhã, o Comitê de Política Monetária (Copom) deve aumentar a taxa básica de juros (Selic) dos atuais 10,75% para 11,25%, de acordo com analistas financeiros que responderam à pesquisa Focus do Banco Central (BC) na última sexta-feira (14). Eles entendem que o Copom terá de corrigir a Selic para cima como forma de conter as pressões inflacionárias que vêm ocorrendo há quatro meses e tendem a aumentar em janeiro e fevereiro, por causa do reajuste das despesas escolares e dos pagamentos do IPTU e IPVA. Economista-chefe do Banco Schahin, Silvio Campos Neto acredita, inclusive, que outras altas serão necessárias ao longo de 2011, apesar de o país deter a maior taxa de juros entre as economias desenvolvidas e emergentes. A primeira reunião do Copom sob o comando do novo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, começará à tarde, mas uma definição sobre a Selic só será divulgada amanhã à noite quando terminar a segunda parte da reunião.

Comentário

Cientistas neozelandeses descobriram que tomar leite todos os dias ajuda a evitar câncer no intestino. Com a descoberta, os médicos esperam reforçar programas de consumo regular do alimento nas escolas.

Os pesquisadores, do Centro Epidemiológico de Câncer Hugh Adam, da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, avaliaram informações sobre dois grupos de pessoas com a mesma idade, nascidas entre 1938 e 1953. Enquanto uma parte dos pesquisadores tinha sido diagnosticada com o câncer, a outra não sofria com a doença.

Segundo Brian Cox e Mary Jane Sneyd, autores do estudo, o risco de câncer no intestino era 30% menor naqueles que beberam leite na escola diariamente. O risco foi ainda menor entre aqueles que beberam mais de 600 litros de leite durante o período escolar.

O responsável por proteger o corpo contra a doença foi o cálcio, segundo Cox, mas os pesquisadores ainda irão investigar as razões que explicam precisamente por que o leite reduziu o risco do câncer na idade adulta.

Estudos anteriores já tinham provado que o consumo de cálcio por adultos reduzia o risco de câncer, mas nenhum levantamento tinha avaliado os efeitos em crianças, segundo os autores.

- O estudo deve encorajar programas que focam a prevenção do câncer de intestino e a saúde global durante a infância.

Comentário

A comédia "De pernas para o ar" atingiu público de 2 milhões, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira (18) pela distribuidora do filme. A produção, a primeira nacional a chegar à marca em 2011, já acumula uma bilheteria de R$ 18 milhões em três semanas em cartaz com cerca de 300 cópias. Estrelado por Ingrid Guimarães e dirigido por Roberto Santucci, o longa-metragem ocupa atualmente o terceiro lugar no ranking dos mais vistos dos cinemas brasileiros, atrás apenas da nova animação da Disney, "Enrolados", e da estreia "As viagens de Gulliver", com Jack Black, segundo dados do site Filme B. Na trama, Ingrid Guimarães encarna uma mulher que tenta equilibrar a rotina de trabalho e a família. Depois de perder o emprego e o marido, ela decide ajudar uma vizinha a salvar seu negócio, um sex shop falido. O elenco também conta com Maria Paula, Bruno Garcia e outros.

Comentário

No mesmo ano em que "Tropa de elite 2" quebrou um recorde de três décadas e tornou-se o filme nacional mais visto da história, o circuito comercial de cinemas no Brasil também bateu recordes. Números divulgados pelo Sindicato das Empresas Distribuidoras Cinematográficas do Município do Rio de Janeiro, apontam que o público cresceu 22% em relação a 2009 terminou o ano com público recorde de 137 milhões de espectadores. O faturamento de cerca de R$ 1,2 bilhão em bilheteria é 32% maior que o do ano anterior. De acordo com o sindicato, apesar de o crescimento de público de 2009 para 2010, de 22%, ser pouco menor do que aquele de 2008 para 2009, de 25%, o resultado atual é considerado "muito positivo" para o mercado cinematográfico. O crescimento do público aconteceu apesar do aumento do preço médio do ingresso (PMI), que subiu de R$ 8,62 em 2009 para R$ 9,33 em 2010. O porcentual de aumento, de 8%, foi maior do que o relativo ao período de 2008 para 2009, que havia sido de 6%. Crescimento do 3D Confirmando previsões do mercado, o ano passado serviu também para a consolidação do formato 3D nas salas brasileiras, que representou 20% da bilheteria e 13% do público total do ano. O número de salas com equipamento 3D quase triplicou, passando de 96 em 2009 para 277 em 2010. Cinema nacional Os produtores de cinema brasileiro também têm motivos para comemorar, já que este atingiu 19% do público total, com um aumento de 4,7% em relação ao ano anterior, impulsionado por sucessos como "Tropa de elite 2", "Nosso lar" e "Chico Xavier". A ocupação de mercado da produção nacional, que chegou a cair de 11,5% para 10% entre 2007 e 2008, voltou a crescer em 2009, com 14,3%, e deu mais um salto em 2010, alcançando 19%. "Tropa 2" terminou o ano em primeiro lugar no ranking dos mais assistidos, com 11 milhões de espectadores. Em seguida, vêm "Shrek para sempre", "Avatar", "Eclipse", "Alvin e os esquilos 2", "Harry Potter e as relíquias da morte - Parte 1", "Alice no País das Maravilhas", "Nosso lar" e "Chico Xavier".

Comentário

O Produto Interno Bruto (PIB) da China somou mais de 39 trilhões de yuans (US$ 5,9 trilhões ou R$ 9,9 trilhões) no ano passado, o que representa 8,5% do crescimento global, superando o Japão como a segunda maior economia do mundo. A informação foi dada hoje pelo vice-diretor do comitê de finanças e economia da China, Yin Zhongqing. O PIB chinês cresceu provavelmente 9,2% no quarto trimestre de 2010, em comparação com o mesmo período do ano anterior, desacelerando em relação à expansão de 9,6% no terceiro trimestre, de acordo com a média das previsões de 13 economistas. Em 2010, a economia da China teria crescido 10,1%, superando a alta da 9,2% em 2009. Zhongqing disse, durante um fórum, que o yuan passa por uma forte pressão de valorização e que a China enfrenta desafios provenientes dos fluxos de capital especulativo. Ele acrescentou que os Estados Unidos estão usando o enfraquecimento do dólar para reduzir sua dívida externa. Dados oficiais, previstos para serem divulgados na próxima quinta-feira, devem mostrar que a inflação recuou em dezembro no país, com o governo chinês intensificando seus esforços de aperto monetário. As informações são da Dow Jones.

Comentário

Depois de quase uma semana impedidos de deixar o Sul do Chile, turistas conseguiram sair da região e podem circular livremente. A informação é de assessores do governo chileno que garantem que todos os turistas estrangeiros que queriam deixar a área da cidade de Magallanes, incluindo cerca de 150 brasileiros, foram resgatados. Apesar dessas informações, funcionários da embaixada do Brasil em Santiago afirmaram que ainda é cedo para garantir que todos os brasileiros tenham sido resgatados. Segundo eles, por cautela e para ter certeza que todos os brasileiros já deixaram o local a vice-cônsul, Letícia Meireles, continuará em Punta Arenas pelo menos até sexta-feira (21). Os turistas estavam isolados em decorrência de uma série de protestos iniciada por moradores que não aceitavam o aumento da tarifa de gás em quase 17%. As estradas que dão acesso ao local foram fechadas e com isso não foram autorizadas entrada e saída de pessoas. “Eles (os turistas) foram resgatados de Puerto Natales para Punta Arenas (capital do Estreito de Magalhães) em aviões e em ônibus. Muitos brasileiros seguiram de ônibus para Rio Gallegos, na Argentina, ou de avião de Punta Arenas para Santiago”, disse assessor de imprensa do sub-secretário do Ministério do Interior, Ricardo Alt. Segundo Alt, mais de 3,5 mil turistas estrangeiros deixaram a região no último dia 15. O transporte foi feito em 11 voos entre Puerto Natales e Punta Arenas, a cerca de 25 minutos de avião. Na segunda (17), houve especulações de que uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) seria enviada para a região. Mas a informação foi descartada quando o ministro de Energia e de Mineração, Laurence Golborne, foi a Magallanes para comandar as negociações com os manifestantes. De São Paulo, o casal de brasileiros, Rita e Mauricio Mor, contou que deixou Puerto Natales com destino a Punta Arenas no sábado (15), no primeiro grupo retirados do local pela Cruz Vermelha, mas que dezenas de brasileiros permaneciam isolados. “Já estamos em casa, mas havia uma lista com 120 brasileiros que também esperavam sair de Puerto Natales para Punta Arenas. Foi de lá que pegamos o voo de volta para Santiago no mesmo sábado”, disse Rita, que é fonoaudióloga. Ela contou que foi dada prioridade para os que estavam com crianças e para aqueles com mais de 60 anos de idade. Foi nesse trecho, entre Puerto Natales e Punta Arenas, que manifestantes concentraram alguns dos pontos de protesto contra a medida do governo. “Nosso programa era sair de Punta Arenas para Santiago na quinta e ficar lá até sábado. Mas não foi possível. Passamos esses dois dias isolados, no Sul, mas ter perdido o tour em Santiago não foi nada. Pior foi para os que não conseguiram sair logo”, afirmou Rita.

Comentário

Página 7 de 12
  • unimed nova
  • cassems

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus