Imprimir esta página
Quarta, 12 Junho 2019 11:23

Operação combate fraudes em licitações em Dourados e Rio Brilhante Destaque

Escrito por
Viatura policial amanheceu em frente ao prédio da Prefeitura de Rio Brilhante Viatura policial amanheceu em frente ao prédio da Prefeitura de Rio Brilhante Divulgação/RioBrilhanteemTempoReal

O empresário Ademir Belarmino da Silva, sócio de uma loja de móveis em Dourados, foi preso nesta quarta-feira (12) em operação que investiga suspeita de fraude em licitações na Prefeitura de Rio Brilhante. A operação é coordenada pela Polícia Civil em Rio Brilhante, onde mandados estão sendo cumpridos em vários endereços, inclusive na sede da prefeitura.

Em Dourados, além do mandado de prisão temporária do empresário (válida por cinco dias), seis mandados de busca estão sendo cumpridos pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais), coordenado pelo delegado Rodolfo Daltro.

Conforme o site Campo Grande News, a empresa de móveis de Ademir Belarmino, a Tradição Móveis, localizada na avenida Hayel Bon Faker, participou de licitações da Prefeitura de Rio Brilhante em 2017 e 2018. A polícia investiga suspeita de fraude nesses processos.

O prefeito de Rio Brilhante, Donato Lopes da Silva (PSDB), disse, em nota divulgada pela assessoria de comunicação do Município, que ele é o maior interessado em esclarecer todos os fatos. “Ainda não há informações sobre quais investigações estão em curso, mas o prefeito determinou que todos os setores colaborem prontamente com o Ministério Público e a polícia”, afirma a nota. Através da assessoria, Donato informou que sua gestão sempre prezou pela lisura e seriedade em todos os atos e espera que as investigações esclareçam o mais rápido possível todas as questões.

De acordo com as informações do site Rio Brilhante em Tempo Real, dois empresários da cidade, um do ramo de oficina e outro do setor gráfico, foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil.

A operação conta com o apoio de policiais civis de Dourados, Nova Alvorada do Sul, Caarapó e Maracaju. Documentos e computadores foram recolhidos na sede da prefeitura de Rio Brilhante.

Redação Douranews

Mais recentes de Redação Douranews