Timber by EMSIEN-3 LTD
Terça, 07 Agosto 2018 08:26

Marido mata mulher grávida por desconfiar que filho não era dele

Escrito por

O pintor Anderson da Silva, de 28 anos, confessou ter matado asfixiada a esposa Simone da Silva de Souza, de 25 anos, por causa de ciúmes, na casa do casal no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. Ele se entregou à polícia na noite desta segunda-feira (6) e disse que se arrepende do crime, que aconteceu na frente do filho de três anos do casal.

“Ele só contou isso, que ele estava tomando alguns remédios tarja preta e acha que isso pode ter alterado um pouco a cabeça dele, a consciência dele. E essa situação da gravidez que foi o estopim aí para ele ter cometido esse crime bárbaro”, afirmou o delegado Luís Otávio Franco, responsável pelo caso.

Simone estava grávida de dois meses e Anderson desconfiava que não fosse o pai da criança. Antes de fugir, Anderson deixou o filho na casa da avó e chegou a buscar na escola a segunda filha do casal. A polícia disse que menina está na casa de parentes dele, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Mas a criança ainda não foi devolvida à família de Simone, informou o G1.

Homicídio

Um morador da Asa Sul foi preso por suspeita de ter jogado a mulher da janela do apartamento, no início da noite desta segunda-feira (6), em Brasília. Carla Graziele Rodrigues Zandoná, de 37 anos, despencou do terceiro andar e caiu no gramado. A vítima foi levada com vida para o Hospital de Base, no centro da capital, mas morreu no local.

O marido, Jonas Zandoná, de 44 anos, foi levado à delegacia com sinais de embriaguez. Ele resistiu à prisão e declarou não se lembrar de nada do que teria acontecido até então.

  • Unimed 38

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus