Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Embora os ambientes frios e secos sejam mais propícios para o surgimento e/ou agravamento de resfriados, gripes e as outras doenças do aparelho respiratório, os vírus em geral, e também o novo coronavírus, se alastram em lugares quentes e úmidos, como está o Brasil agora.

O fato de ainda não termos dias frios, não significa que estamos "protegidos" da propagação deste novo vírus no país. Os dias ainda quentes em praticamente todo o Brasil diminui a chance de aparecimentos das gripes e resfriados, porém, as viradas do tempo podem ocorrer também no calor.

Fique atento à previsão do tempo para a semana na sua cidade. Redobre os cuidados com as roupas que for vestir, se a previsão indicar uma queda brusca de mais de 3°C de um dia para outro, especialmente na temperatura máxima. A sensação de frio ou calor varia muito de um lugar para outro, mas as quedas abruptas de temperatura podem ocorrer em qualquer dia, mesmo sem termos a influência de frentes frias.

Porém, são as frentes frias que causam a queda da temperatura mais acentuada e persistente, porque trazem as massas de ar frio de origem polar. Quem mora nos estados do Sul, do Sudeste e em Mato Grosso do Sul fica mais sujeito aos efeitos das frentes frias do que os demais estados brasileiros.

A situação que deixa o nosso corpo mais fragilizado é justamente a "virada" do tempo, especialmente se estivermos saindo de dias quentes e relativamente secos, com pouca chuva, para dias frios úmidos ou secos, mas causados pela passagem das frentes frias. Mantenha as vias aéreas superiores (boca, narinas) hidratadas. Mucosas da boca e das narinas ressecadas funcionam como "portas abertas" para entrada de vírus, de forma geral.

Comentário

Decreto estabelecendo situação de emergência no município de Dourados, publicado na edição desta sexta-feira (20) do Diário Oficial do Município, complementa algumas medidas já anunciadas por ocasião das deliberações nacionais de combate a prevenção ao coronavírus.

Entretanto, a decisão da prefeita Délia Razuk (PTB) não fixa o limite de pessoas que podem frequentar ambientes fechados, ou ter acesso aos estabelecimentos públicos/comerciais, por exemplo, que praticamente permanecem inalterados. Além disso, o decreto autoriza a dispensa de licitação para aquisição de bens e serviços destinados ao enfrentamento da emergência do período.

A Prefeitura suspendeu a expedição de novos alvarás de autorização para eventos públicos ou privados e determinou o fechamento de todos os parques públicos e centros esportivos municipais. Segundo a decisão da prefeita, caberá à Guarda Municipal realizar a fiscalização nesses locais.

Casas noturnas, pubs, lounges, tabacarias e boates, academias de ginástica, teatro, cinema e casas de eventos, além de clubes e associações recreativas, devem permanecer fechados nesse período. O horário de atendimento do comércio passa a funcionar das 10 às 18 horas, de segunda-feira a sábado. Atualmente, as lojas abrem às 8 horas. Mercado, supermercados, hipermercados, farmácias e postos de combustíveis vão poder continuar praticando os mesmos horários, sem limites.

O shopping Avenida Center, ponto de grande concentração de pessoas de todas as cidades da região, que abria às 10 e fechava às 22 horas, agora deverá ficar aberto das 12 às 20 horas de segunda-feira a sábado e, inclusive, das 14 às
20 horas aos domingos e feriados. A praça de alimentação vai poder continuar funcionando, das 11 às 20 horas.

A novidade do decreto complementar é que estão bloq ueados os “passe livres” dos estudantes no transporte público e a lotação do transporte coletivo está limitada ao número de passageiros sentados. O estacionamento de idosos nas áreas da zona azul também está suspenso. A ordem é que essa faixa etária fique em casa.

Comentário

Diante do cenário de pandemia do novo coronavírus, a Sicredi Centro-Sul MS está realizando diversas medidas para contribuir com a minimização dos impactos econômicos e sociais nas comunidades, cooperando com a diminuição da proliferação do vírus. A indicação principal é que os associados evitem ir fisicamente até as agências e utilizem os canais digitais como Internet Banking, Aplicativo e Telefone para realizarem suas transações.

Quando for necessário o atendimento presencial, as agências de atendimento estão limitando o acesso com restrições do número de associados por vez. Os caixas automáticos seguem funcionando normalmente. Além disso, está sendo intensificada a higienização dos ambientes.

Outra medida tomada foi o cancelamento das Assembleias de Núcleo das agências Água Boa, Parque do Lago, Dourados, Integração e Universitária, todas no município de Dourados, e também nas agências de Bela Vista, Antônio João e Itaporã. “Trata-se de uma forma efetiva para desestimular a aglomeração de pessoas, diminuindo a proliferação do contágio”, afirma Sadi Masiero, presidente da cooperativa.

Cooperação

Como instituição financeira cooperativa, a Sicredi Centro-Sul MS atende às necessidades de seus associados, contribuindo para manter a atividade econômica. De acordo com o diretor executivo, Giorgio Martins Bonato, a instituição “está à disposição dos associados para analisar as necessidades de prorrogação do vencimento de dívidas nesse período de redução da atividade econômica. Serão analisados caso a caso, visando encontrar a melhor alternativa para cada associado”, ressalta o diretor. Além disso, a Cooperativa mantém as linhas de crédito ativas com o objetivo de dar suporte aos associados e à manutenção da atividade econômica. “Na medida em que o cenário econômico for se recuperando, novas medidas serão tomadas, como a ampliação das linhas de crédito emergenciais para os setores mais impactados”.

Comentário

Nota Técnica distribuída nesta sexta-feira (19) pelo Programa Municipal de Defesa do Consumidor, o Procon de Dourados, garante que o órgão tem poder de polícia para coibir práticas abusivas, decorrentes, sobretudo, do aproveitamento, por parte de alguns segmentos, “de grave crise na saúde mundial (definida como Pandemia) reconhecida e devidamente declarada pela OMS (Organização Mundial de Saúde)” a partir da propagação do Coronavírus.

“Majorar os preços sem uma justificativa condizente, valendo-se tão somente do binômio oportunidade/conveniência em razão da crise na saúde provocada pelo Covid-19 constitui pratica vedada pelos Diplomas Legais e será amplamente fiscalizada e investigada por este Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor”, informa o diretor do Procon, Antonio Marcos Marques ao estabelecer diretrizes dessa ação.

As vendas pelo sistema de atacarejo ficam limitadas a uma caixa por CNPJ e a comercialização do álcool em gel 70º INPM a duas unidades por consumidor, mediante registro do CPF na nota fiscal. Da mesma forma, a comercialização de luvas de procedimento e máscaras de proteção ficam limitadas a duas unidades por consumidor, também mediante o registro do CPF na nota fiscal.

O Procon vai fiscalizar rotineiramente os comércios para garantir que os fornecedores estão cumprindo as diretrizes supracitadas, sob pena de multa e demais sanções cabíveis em relação aos disparates já denunciados em preços desses itens. A nota diz ainda que o órgão poderá socorrer do apoio da Guarda Municipal de Dourados nessa ação.

CONFIRA ÍNTEGRA DA NOTA

Comentário

Por conta da pandemia de coronavírus e atendendo solicitação do Governo do Estado, a Assembleia Legislativa reconheceu o estado de calamidade em Mato Grosso do Sul, com efeitos até 31 de dezembro deste ano. O decreto legislativo foi publicado na edição desta sexta-feira (20) do Diário Oficial do Poder Legislativo e já está em vigor.

Diante da situação emergencial, o documento permite a suspensão de medidas de ajuste nas contas públicas determinadas pela LRF (a Lei de Responsabilidade Fiscal), para que seja possível enfrentar a pandemia. A proposta é semelhante a enviada pelo Governo Federal ao Congresso Nacional permitindo que o Executivo gaste mais do que o previsto.

A publicação da Assembleia Legislativa também cria uma comissão, com cinco deputados e igual número de suplentes, para acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas à emergência de saúde pública.

Os trabalhos da comissão poderão ser desenvolvidos por meio virtual. Ela realizará, mensalmente, reunião com os secretários Felipe Mattos (Fazenda) e Geraldo Resende (Saúde) para avaliar os resultados relacionados à emergência de saúde pública. Além disso, a cada dois meses, a comissão realizará audiência pública com a presença do secretário Felipe Mattos para apresentação e avaliação dos números.

Comentário

‘Se possível’. Com essa recomendação vaga, as entidades que representam o comércio de Dourados sugeriram, durante reunião realizada nesta semana, que os estabelecimentos do comércio até poderiam adotar redução, ou fechamento, no atendimento ao público, mas...

O documento final, elaborado com as assinaturas de representantes do Sindicato do Comércio Atacadista, da Aced, do Sindicato dos Comerciários, das lojas do shopping Avenida e da rede hoteleira, diz que “se possível” os estabelecimentos deveriam reduzir número de funcionários e diminuir a carga horária de atendimento nesse período e também que, “se possível”, deveria evitar o trabalho aos domingos e feriados durante essa fase da pandemia mundial.

recomendação

Trecho de documento assinado por representantes de entidades do comércio em Dourados

Mais ainda: “Dentro do possível”, sugere o documento, que os empregados que estejam inseridos no grupo de risco – maiores de 60 anos, gestantes, imunocomprometidos e portadores de doenças crônicas – sejam afastados do ambiente de trabalho, mediante férias individuais ou coletivas.

O documento termina recomendando que, depois de informar que ainda está formando uma “comissão específica para tratar do assunto”, os mercados devem limitar a venda de papel higiênico e álcool a três unidades por CPF e que seja feito um planejamento para restringir a presença de pessoas nesses estabelecimentos.

Disso tudo, contudo, a única decisão concreta foi a tomada pela administração do Cine Araújo, responsável pelas salas de cinema existentes nos shoppings de nove estados brasileiros, incluindo Dourados, de suspender, por prazo indeterminado, a projeção de filmes, visando prevenir a saúde e o bem-estar da população, conforme comunicado:

cine araujo

Comentário

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) publicou a Portaria 1.721, de 18 de março de 2020, estabelecendo horário excepcional de funcionamento do Poder Judiciário e determinando a suspensão dos prazos processuais, mas o andamento dos processos continuam. Por essa razão, as atividades da PGE (Procuradoria-Geral do Estado) não estão suspensas.

Entre outros tópicos do documento, o artigo 3º interfere diretamente nos trabalhos da PGE no que refere-se a “suspender, ad referendum do Conselho Superior da Magistratura, os prazos processuais dos processos físicos e eletrônicos, por 30 dias, com exceção de processos envolvendo réus presos e adolescentes em conflito com a lei com internação provisória ou definitiva decretada” e o Parágrafo Único no qual cita que “o disposto no caput não implica na paralisação do andamento dos processos, mantido o teletrabalho para magistrados e servidores e o atendimento presencial mínimo para casos urgentes”.

A PGE esclarece que a Portaria do TJMS só vem ressaltar o que a instituição já estava seguindo que são as orientações publicadas no Diário Oficial do Estado pelo decreto 15.391, de 16 de março de 2020, com as assinaturas do governador Reinaldo Azambuja e do secretário de Saúde, Geraldo Resende Pereira, que, entre outras recomendações, orienta priorizar o atendimento ao público externo, dentro do possível, por meio eletrônico ou telefônico e, preferencialmente, realizar reuniões administrativas não presenciais, utilizando os meios tecnológicos disponíveis.

A instituição destaca que os servidores estão preparados para os atendimentos via telefone ou por e-mail e colocam-se à disposição para quaisquer dúvidas. Os cidadãos interessados em resolver qualquer situação relacionada aos serviços prestados pela PGE podem acessar este link para os devidos contatos telefônicos e e-mails.

O único atendimento presencial, orientado pela PGE, é o relacionado ao recebimento das propostas de Acordo Direto em precatórios, no qual o prazo finaliza dia 27 de março, às 16 horas, e que precisa ser protocolado em qualquer uma das Procuradorias Regionais de Aquidauana, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã, Três Lagoas e Paranaíba ou na Sede localizada na avenida Desembargador José Nunes da Cunha, Bloco 4 Parque dos Poderes, em Campo Grande. A PGE afirma que o prazo não será prorrogado.

Comentário

O vereador Braz Melo (PSC), preocupado com o alerta de pandemia do Covid-19 (Coronavírus), pede a população que se conscientize sobre essa grave doença que se alastrou por todo o mundo. Em razão desta doença, a população vive um momento ímpar, modificando o seu cotidiano. Com isso, a Prefeitura de Dourados decretou várias medidas para evitar a disseminação do Coronavírus.

“Muitas pessoas podem entender isso como um exagero, porém temos que evitar o que aconteceu em outros países. Faço um alerta para que a população siga as orientações dos agentes comunitários de saúde e que, além das medidas de higiene pessoal, evite estar em lugares com aglomeração e proteja os idosos”, ressaltou o vereador.

Braz ainda apontou que a população deve sair de casa somente em casos de extrema necessidade. “Vamos prestigiar os pequenos negócios do seu bairro, comprando no lugar mais perto da sua casa, evitando aglomeração”, pontuou o vereador. “Evitar a locomoção é a melhor forma de evitar a contaminação”, completou.

O vereador acredita que as pequenas atitudes do dia a dia farão a diferença para o combate à disseminação do vírus. Neste momento, é importante que todos tenham a compreensão de que é necessário fazer um esforço conjunto para preservar a saúde das pessoas, principalmente dos grupos de riscos. “Procurem saber o que é verdadeiro antes de compartilhar informações para outras pessoas, pois existem muitas notícias falsas que podem causar prejuízos a sociedade. Todos nós somos responsáveis e devemos fazer nossa parte”, finaliza Braz. (Da assessoria)

Comentário

Em comunicado divulgado na página oficial, pela internet, a Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) está sugerindo que o setor comercial e empresarial da cidade ‘flexibilize’ e, em alguns casos, até paralise por completo as atividades, por conta dos riscos decorrentes da aglomeração de pessoas no período do coronavírus.

De acordo com o comunicado, a adoção do ‘home office’ (sistema de trabalho em casa) é recomenda nas atividades onde essa modalidade for permitida, visando evitar a propagação da doença. O funcionamento das atividades na própria Aced foram suspensos a partir desta sexta-feira (20)  e as emergências estão sendo resolvidas via internet, por WhatsApp, e-mail ou celular.

CONFIRA O COMUNICADO

aced comunica

Comentário

Silvio Cesar Polônio foi assassinado a tiros no início da noite desta quinta-feira (19), quando chegava na casa dele, na rua Guaratuba com a avenida Presidente Vargas, nas proximidades do posto Catalão, no centro de Dourados.

De acordo com o que apurou a Polícia Civil, Polônio estava a bordo de uma caminhonete S10, de cor branca, quando foi surpreendido pelos atiradores. Apesar de ferido, ele ainda conseguiu dar marcha a ré no veículo e fugiu, invadindo uma residência na avenida Presidente Vargas, seguido pelos criminosos.

Silvio Cesar era veterinário e foi executado no interior da caminhonete, com mais de dez tiros, de acordo com a Perícia Técnica da Polícia Civil. O Samu atendeu a ocorrência no local.

Comentário

Página 10 de 1600

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus