Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) abriu inscrições para o Processo Seletivo Público Simplificado que visa contratar 23 médicos para atuar no HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados, nos serviços de Pediatria, Cirurgia Pediátrica e Ginecologia e Obstetrícia.

As inscrições ficam abertas até domingo (27) e devem ser efetuadas via internet.

Acesse aqui 

A seleção dos candidatos será feita mediante avaliação curricular de títulos e experiência profissional, estritamente relacionadas ao emprego e os candidatos classificados dentro do número de vagas e que atendam aos requisitos da seleção, serão contratados temporariamente – pelo prazo de um ano – podendo ser renovado o contrato por igual período, em virtude de atender à excepcional necessidade de manutenção dos serviços assistenciais.

A jornada de trabalho será de 24 horas semanais, destinadas à realização de plantões de 12 ou de 24 horas ininterruptas, conforme a necessidade. O vencimento básico será de R$ R$ 8.639,10, podendo ser acrescido de auxílios e benefícios previstos em lei.

Comentário

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (23) a criação da Coordenação Nacional dos Raros, que acompanhará a situação de pacientes com diagnóstico de Síndrome de Turner, lúpus eritematoso sistêmico, hipotiroidismo congênito, esclerose múltipla, fibrose cística, epidermólise bolhosa, Doença de Crohn e outras doenças raras.

A divisão ficará a cargo da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, vinculada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Segundo o Ministério da Saúde, acredita-se que existam entre 6 mil a 8 mil tipos diferentes de doenças raras em todo o mundo.

Estimativas dão conta de que, somente no Brasil, aproximadamente 13 milhões de pessoas sofram com alguma enfermidade assim classificada.

Um quadro de saúde é considerado raro quando afeta até 65 pessoas em cada 100 mil indivíduos, ou seja, 1/3 de cada 2 mil indivíduos. Embora elementos ambientais, imunológicos e de outros tipos influam na probabilidade de uma pessoa desenvolver uma doença rara, o fator mais expressivo é o genético, que provoca 80% dos padecimentos.

Os sintomas, que podem variar de pessoa para pessoa acometida pela mesma condição, são fatais para grande parte dos pacientes, majoritariamente crianças. Cerca de 30% dos pacientes com doenças raras morrem antes de completar cinco anos de idade, conforme dados do Ministério da Saúde.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro ressaltou a importância da nova coordenação na solenidade de criação da unidade. “A inclusão e qualidade de vida das pessoas com síndromes e com doenças raras, além das pessoas com surdez e outras deficiências, com quem me identifico tanto, são a minha bandeira, esta é a minha luta. Reafirmo aqui que o Poder Público pode e deve agir ainda mais por estas pessoas no estudo e na disseminação do conhecimento sobre essas doenças e síndromes”, disse.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, sugeriu que sua pasta e o Ministério da Mulher invistam em pesquisas, especialmente aquelas que visem baixar o custo das medicações usadas nos tratamentos, que só propiciam controle dos sintomas, uma vez que as doenças não têm cura. “Eu acho que nós podemos estimular pesquisas. O governo pode criar, junto com o Ministério da Educação, Ministério da Saúde e até o Ministério da Cidadania, em algumas circunstâncias, e a ministra Damares [do Ministério da Mulher] coordenando, nós podemos ter uma linha especial de pesquisa para as doenças raras”, defendeu.

Comentário

Os presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceram nesta quarta-feira (23) o líder oposicionista e chefe da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela. "O Brasil apoiará política e economicamente o processo de transição para que a democracia e a paz social voltem à Venezuela", afirmou o Ministério de Relações Exteriores brasileiro, em nota.

A OEA (Organização dos Estados Americanos) também declarou apoio ao oposicionista. "[Guaidó] tem nosso apoio para impulsionar o retorno do país à democracia", disse o secretário-geral do órgão, Luis Almagro.

As manifestações em apoio ao principal adversário político do presidente venezuelano Nicolás Maduro se dão no mesmo dia em que dezenas de milhares de pessoas protestam contra o governo em diversas cidades do país, reproduz a reportagem da Agência Brasil de notícias.

As primeiras imagens dos protestos mostram manifestantes enfrentando as forças de segurança da Guarda Nacional na capital do país, Caracas, que chegaram a usar gás lacrimogêneo para dispersá-los. Antes dos atos, quatro morreram em confrontos com as forças de segurança.

Juan Guaidó, que organizou os atos da oposição, está pedindo às Forças Armadas que desobedeçam ao governo. Na segunda-feira (21), 27 membros da Guarda Nacional foram presos em Caracas sob acusação de insurgência contra o governo. Autoridades do governo Maduro afirmaram que os agentes tentavam furtar armamentos.

Em mensagens às Forças Armadas, Guaidó prometeu anistia aos que se recusarem a servir ao governo. "Não estamos pedindo que iniciem um golpe de Estado, não estamos pedindo que vocês atirem. Estamos pedindo que não atirem em nós", pregou.

Comentário

Beneficiários do BPC (o Benefício de Prestação Continuada) em Dourados devem estar atentos ao cronograma para realização do Cadastro Único. A Semas (Secretaria municipal de Assistência Social) lembra que, conforme estabelecido pelo Ministério da Cidadania através da Portaria 2.651/2018, é necessário que os beneficiários façam o cadastramento sob a pena de ter o benefício suspenso.

Em Dourados, conforme dados do departamento de Bolsa Família e CadÚnico, 1.372 usuários necessitam fazer o procedimento. O cronograma a ser seguido para estes procedimentos é o que foi divulgado pelo governo federal, em quatro lotes, conforme o mês de aniversário do beneficiário.

Quem faz aniversário entre os meses de janeiro a março tem como prazo limite de cadastramento o mês de março. No caso dos nascidos entre abril e junho, o prazo limite de cadastramento será o mês de junho. Nascidos de julho a setembro têm como prazo estipulado para cadastramento o mês de setembro e, no caso dos beneficiários nascidos de outubro a dezembro, o limite para cadastramento será o mês de dezembro.

Conforme Edvaldo Correa de Oliveira, coordenador do Cadastro Único, no primeiro lote em Dourados, 321 beneficiários podem ter o benefício suspenso, caso não realizem o cadastramento. Para isso, é necessário que procurem o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) de sua região até março de 2019.

Caso o beneficiário tenha alguma dificuldade para ir até o Cras, qualquer pessoa que more com o ele, pode fazer o cadastramento. Basta que se dirija ao Cras portando documentos pessoais (RG, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho e certidão de nascimento/casamento, comprovante de residência) de todas as pessoas que residem no domicílio.

O benefício de Assistência Social, coordenado pelo Ministério da Cidadania e operacionalizado pelo INSS, é destinado a pessoas idosas com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade, cuja renda familiar por pessoa seja inferior a ¼ do salário mínimo. O benefício garante o pagamento mensal de um salário mínimo.

O coordenador destaca ainda que o Decreto 8.805/2016, do Governo federal, tornou obrigatória a inscrição dos beneficiários do BPC no Cadastro Único, tanto para quem já recebe o benefício, quanto para quem vai dar entrada no requerimento junto ao INSS.

Confira a tabela com os prazos:
Lote Mês de Aniversário do Beneficiário Limite para Cadastramento Mês de Suspensão do Benefício
1° Janeiro a Março                                  Março                                   Abril
2° Abril a Junho                                      Junho                                   Julho
3° Julho a Setembro                               Setembro                             Outubro
4° Outubro a Dezembro                          Dezembro                           Janeiro/2020

Comentário

O profissional de enfermagem Vagner da Silva Costa, que vinha exercendo a função de secretário interino de Saúde em Dourados, depois de ter sido adjunto do ex-secretário Renato Vidigal, exonerado no começo do ano, foi confirmado como titular da pasta, conforme decreto assinado pela prefeita Délia Razuk e o Procurador Geral do Município, Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo, publicado na edição desta quarta-feira (23) do Diário Oficial do Município.

Na mesma edição da publicação oficial, foi confirmada a escolha da profissional Berenice de Oliveira Machado Souza, que vinha presidindo o Conselho Municipal de Saúde e que passa a ser secretária municipal adjunta, para compartilhar com Vagner, segundo já manifestou a prefeita, a gestão dos serviços para incrementar a área da Saúde em Dourados.

Comentário

Um acidente ocorrido no início da manhã desta quarta-feira (23) deixou dois feridos, após colisão entre um caminhão e uma caminhonete na rodovia MS 276 entre Ivinhema a Deodápolis, próximo à entrada da divisa da Gleba Ouro Verde com a Gleba Azul.

Conforme apurou o site Ivinoticias, a caminhonete Toyota Hilux com placas de Brasilândia seguia pela rodovia quando se envolveu em uma colisão praticamente frontal com um caminhão com placas de Jacareí-SP, que atua na região como prestador de serviços de uma empresa que está instalando os cabos de fibra óptica às margens da rodovia.

Com o impacto da colisão, o caminhão tombou e um dos passageiros foi arremessado para fora do veículo. Jhonatan Machado foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e socorrido por uma ambulância do município até o hospital da cidade, com ferimentos pelo corpo e um corte na região da cabeça.

A guarnição do Corpo de Bombeiros também atendeu e transportou as vítimas da caminhonete, identificadas como Valdecir, de 51 anos, que ficou preso nas ferragens, mas rapidamente foi desencarcerado pelos bombeiros, e o passageiro Alessandro que teve apenas uns pequenos cortes pelo corpo. Ele disse que o condutor da caminhonete é sogro dele e que foram a Ivinhema para buscar uma moto.

No local, segundo informações de populares e envolvidos, o condutor da caminhonete seguia no sentido Ivinhema a Deodápolis, quando ao tentar a ultrapassagem viu que não daria tempo e tentou voltar, mas acabou batendo levemente em um ônibus da Viação Motta, que acabou jogando a caminhonete novamente na pista contrária, quando se deu a colisão frontal com o caminhão que seguia em sentido contrário, de acordo com o site.

O prazo para o pagamento à vista ou da primeira parcela do IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores) deste ano vence no dia 31 de janeiro. O Governo do Estado reforça que, para os contribuintes que optarem pelo pagamento em parcela única, há 15% de desconto.

Conforme a Superintendência de Administração Tributária da Sefaz (Secretaria estadual de Fazenda), o pagamento poderá ser feito de várias formas e diretamente nos bancos credenciados que recolhem tributos do Estado, em qualquer Unidade da Federação. São eles: Banco do Brasil, Banco Itaú, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Banco (Conta Fácil), Banco Cooperativo Sicredi, Banco Rural, Banco Bradesco e Banco Safra.

Há também a possibilidade de o IPVA ser pago nos pontos de arrecadação do Detran (Departamento de Trânsito de MS); nas agências dos Correios; Agenfas (Agências Fazendárias) de todo o Estado, que possuem caixa bancário; nas unidades do Fácil em Campo Grande (Aero Rancho, Guaicurus, Coronel Antonino e Shopping Bosque dos Ipês), no horário das 8 às 16 horas.

Quem preferir pode ainda quitar o débito nos caixas eletrônicos através do código de barras; nas casas lotéricas para valores de até R$ 1.000, até às 18 horas; e para os que desejam ainda mais comodidade, o pagamento pode ser feito por meio da internet ou aplicativos de celulares e tablets dos bancos conveniados.

Para o parcelamento, os próximos vencimentos são nos dias 28 de fevereiro; 29 de março; 30 de abril e 31de maio. O IPVA é a segunda fonte de arrecadação tributária do Governo do Estado, ficando atrás somente do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Do total arrecadado, 50% são revertidos para o município em que o veículo está registrado e 50% permanecem nos cofres públicos estaduais e são aplicados conforme o planejamento financeiro, podendo ser utilizado desde pagamento de servidores até políticas públicas como Educação, Saúde, Segurança, entre outros.

Comentário

Uma comida caseira, um bolo feito na hora, ou mesmo aquele cheirinho de fruta fresca. Quem já não teve a sensação de nostalgia ou lembranças prazerosas com algo do tipo? Esse é o efeito das chamadas comidas afetivas, ou “comfort foods”. O consumo desses alimentos está ligado ao objetivo de trazer algum alívio a um desconforto emocional ou à busca de satisfação com algum aroma, sabor ou textura, a fim de experimentar prazer em situações de vulnerabilidade emocional.

A nutricionista Naiara Belmont falou sobre o tema e sua relação com a alimentação saudável. Segundo Naiara, o termo “alimentação saudável” pode variar, tendo que ser observados alguns aspectos importantes, como a frequência de consumo, a quantidade e o contexto em que a pessoa consome certos alimentos. Ela explica que a ligação emocional com algumas comidas se dá na formação dos hábitos alimentares, em especial na infância, por meio do convívio familiar, além de fatores culturais e aspectos sociais envolvendo experiências individuais e coletivas.

“O ser humano também se alimenta de sentimentos e busca afeto em suas relações. Para mim, um ponto que se destaca é a formação de vínculo. Comer determinados alimentos é conectar-se ao lugar ou às pessoas que os preparou”, afirma.

Sob o aspecto nutricional, a comida afetiva e a alimentação saudável têm tudo para estar interligadas. “Sabendo disso, nutricionistas precisam compreender crenças, sentimentos e pensamentos em relação aos alimentos e como isso o impacta cada indivíduo”, alerta Naiara. Segundo ela, há algumas técnicas, como o aconselhamento nutricional priorizando perguntas abertas, que ajudarão o profissional a extrair maiores informações da vida do cliente, entendendo as suas experiências e vivências alimentares. É possível, inclusive, ajudá-lo a ressignificar as relações com o consumo de alimentos, se necessário.

Disfuncionalidade

Naiara ressalta que há dois aspectos centrais a serem considerados. Há os casos em que a alimentação traz lembranças agradáveis e proporciona satisfação, mas há outros, em que é utilizada como recurso de ocultar, evitar ou apaziguar sentimentos dolorosos e pode ser maléfica para a saúde. “É possível comer um bolinho de cenoura com cobertura de chocolate que te traz à memória as reuniões que aconteciam na casa da avó e todo o carinho envolvido nesse momento, em um dia que você está com saudade dela. Esse comer afetivo pode se tornar disfuncional se a comida é usada para aplacar aquilo que a pessoa sente. Por exemplo, toda a vez, ou a maioria das vezes, que você sente saudade da sua avó, você come o bolo ou come muito bolo”, diz.

Para a nutricionista, esse comer afetivo pode ser disfuncional se a comida é a única ou a principal maneira de trazer conforto ou afeto para a vida da pessoa. “Isso é comum em famílias que tem dificuldade de demonstrar afeto pelo carinho físico ou através de palavras. Num caso assim, a comida acaba ocupando um lugar que não é dela”, explica.

Comentário

César Lemos Nunes, de 19 anos, morreu após ser atropelado por uma mini carregadeira, na tarde desta terça-feira (22), em Dourados. O rapaz trabalhava para uma empresa terceirizada, que presta serviços para a Sanesul quando foi atropelado, por volta das 16h40, na rua Vereador Ataulfo de Matos, no Jardim Cuiabá.

De acordo com a reportagem da rádio 94FM, a vítima e mais dois colegas estavam fazendo escavação para instalação de esgoto. Ao finalizar, os trabalhadores recolheram o material para ir embora, onde um dos amigos estava operando a máquina com a vítima e o outro colega em cima.

Segundo os colegas de trabalho, Nunes estava subindo e descendo da máquina, com ela em movimento, na parte da frente. Em certo momento, ele escorregou e caiu entre as duas rodas do veículo, conforme reproduz a reportagem. O Samu e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas não evitaram a tragédia. A Polícia investiga os fatos.

Comentário

Quarta, 23 Janeiro 2019 09:22

MPMS inscreve para Prêmio de Jornalismo

Estão reabertas as inscrições para o 2º Prêmio de Jornalismo “Jorge Góes” que o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) promove este ano com o tema “na defesa do cidadão" que será a linha mestra para congratular as matérias que demonstram o trabalho da Instituição na tutela dos direitos da sociedade.

Serão selecionados os trabalhos jornalísticos veiculados no ano de 2017, de acordo com as especificações e condições estabelecidas. As inscrições encerram no dia 31 de janeiro.

Os profissionais poderão concorrer às categorias: impresso, telejornalismo, radiojornalismo, fotojornalismo e web. Há ainda a categoria Acadêmico que premiará trabalhos jornalísticos Web, que tenham sido produzidos por estudantes de graduação, devidamente matriculados em curso de Instituição de ensino, e sua publicação tenha ocorrido em veículos de comunicação de âmbito acadêmico.

Os prêmios variam de R$ 1.000 a R$ 3.000, conforme a colocação e categoria. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 31 de janeiro.

Comentário

Página 1 de 1192

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus