Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Câmara de Vereadores de Dourados é parceira da realização do Congresso Brasileiro de Direito Administrativo que, pela primeira vez, será realizado em Campo Grande, entre os dias 16 e 18 de outubro, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, com presenças confirmadas de mais de mil inscritos e a participação dos mais renomados profissionais da área em atuação no País.

Em Mato Grosso do Sul, o evento organizado pelo IBDA (Instituto Brasileiro de Direito Administrativo) é coordenado pelo IDAMS e a edição de 2019 é a 33ª. Realização da entidade que escolheu como tema para este ano o debate em torno do ‘Desenvolvimento nacional: por uma agenda propositiva e inclusiva’, conforme detalhou o presidente do IDAMS, João Paulo Lacerda da Silva, em visita quarta-feira (7) ao presidente da Câmara de Dourados, vereador Alan Guedes.

“Nosso público é composto, essencialmente, por profissionais ligados à Administração Pública nas esferas federal, estadual e municipal, e integra profissionais com formação jurídica e especialistas no Direito Administrativo focados no debate que se relaciona com a necessidade da retomada do crescimento e o incremento de conquistas sociais, aliando solidez de conhecimentos teóricos à necessária experiência no trato com a Administração Pública”, definiu João Paulo.

O vereador Alan Guedes disse que a Câmara de Dourados não poderia se eximir dessa participação, por entender a importância do tema e as propostas para encaminhamentos que estão sendo apresentadas pelo IBDA, e mais ainda, “por valorizar a oportunidade que temos de emprestar também a nossa contribuição e absorver novos conhecimentos em um evento de caráter nacional que acontecerá justamente na capital do nosso Estado”.

Comentário

Interditado pela Prefeitura de Dourados por problemas elétricos, o estádio municipal Fredis Saldivar (Douradão) pode voltar a receber jogos e sediar projetos esportivos. O deputado estadual Marçal Filho (PSDB) se reuniu com o presidente da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), Marcelo Miranda, e pediu que seja estendido a Dourados a parceria semelhante apresentada esta semana pelo Governo do Estado para revitalizar o estádio Pedro Pedrossian (Morenão) de Campo Grande.

Construído na década de 80, o Douradão foi totalmente interditado no início do mês de julho, no entanto, os jogos já estavam impedidos de serem realizados. No local, até então, funcionava a Fundação de Esporte do município, a Funed, bem como vinha sendo desenvolvidos os projetos Paralímpico, Escola de Goleiros, Ginaslouquinhos, além de outros na área de artes marciais. O estádio ainda abrigava a Guarda Mirim. Todos tiveram que deixar o Douradão.

Segundo o deputado, a parceria financeira no valor de R$ 4 milhões garantida para reformar o estádio Morenão também poderá ser estendida a Dourados. "O Douradão é o segundo maior estádio do Mato Grosso do Sul, sendo importante para o município; é preciso que essa parceria também seja feita com Dourados, pois os problemas são apenas na parte elétrica", justifica Marçal Filho. Vistoria técnica realizada no Douradão apontou uma série de falhas de segurança elétrica.

Para a revitalização do Morenão serão utilizadas verbas do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor, vinculado ao Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de MS). O uso desse dinheiro para as obras é um meio legal, considerando que existe uma relação de consumo por parte do público-torcedor e o estádio, objeto do projeto a ser financiado. No estádio da Capital, a intenção é a de trocar toda parte elétrica, hidráulica, banheiros, tampar o fosso e até colocar assentos em todos os setores, para que o lugar funcione como uma “arena” de futebol.

O projeto em Campo Grande é bem mais ousado, diferentemente do Douradão, que para voltar a funcionar e ter de volta os projetos sociais, precisa apenas de investimento na parte elétrica. O deputado diz que vai buscar junto a Fundesporte e ao governador Reinaldo Azambuja uma saída para que o Douradão volte a ser utilizado pela população. (Da assessoria)

Comentário

Uma parceria entre Município, Estado e União vai possibilitar a otimização dos recursos já investidos na implantação do frigorífico do peixe em Dourados, de forma que a estrutura já existente no local tenha uma destinação que atenda ao setor produtivo.

Essa é a proposta que surgiu de reunião realizada nesta quarta-feira (7), a partir de encaminhamentos do secretário interino da Agricultura Familiar de Dourados, Junior Bittencourt no sentido de “evitar a deterioração da estrutura já instalada e o consequente desperdício do dinheiro público”, conforme explicou.

Bittencourt recebeu esta semana, técnicos da Semagro (Secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), da Agraer, da Iagro e também do Ministério da Agricultura, hoje sob o comando da deputada federal licenciada Tereza Cristina.

A visita técnica foi mais um dos encaminhamentos, dentro do propósito da gestão municipal, para a área e a construção existente no local, no trevo da confluência da BR 163 com a rodovia MS 376.

“Com o advento do novo governo e a extinção do Ministério da Pesca, não houve mais previsão de repasses para as novas etapas da obra do frigorífico do peixe. Desta forma, e até porque o que foi feito até agora pode ser utilizado para fomentar diversas atividades, além do pescado, iniciamos esta discussão”, diz Bittencourt, sinalizando que a área e a estrutura podem ser agregadas/anexadas, por exemplo, pelas futuras instalações da Ceasa (Centrais de Abastecimento de MS), cujo processo de implantação, pelo governo do Estado, avança e deve se tornar realidade em breve.

Comentário

Portaria 359/2019, com data do dia 2 deste mês, publicada na edição eletrônica do Diário Oficial do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) de terça-feira (6), designa equipe de fiscalização para realizar Inspeção nas contas da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados).

Conforme despacho do Conselheiro Iran Coelho das Neves, presidente da Corte de Contas do Estado, foram designadas as Auditoras de Controle Externo Giovanna Araujo Felix Maravieski, Anahi Loureiro de Almeida Philbois e o Técnico de Controle Externo João Alves de Araújo para, sob a coordenação da primeira, comporem a equipe.

Esta semana a secretária municipal de Saúde, Berenice de Oliveira Machado Souza, barrou a participação de dirigentes do corpo clínico e técnico do Hospital da Vida que haviam agendado encontro na Câmara de Vereadores para expor a situação da instituição mantida pela Funsaud.

Sem saída

Mesmo tendo sido também convidada para tratar do assunto, e, juntamente com os vereadores, tentar encontrar uma saída para o caos que se instalou no setor de Saúde Pública do Município, a secretária não só deixou de comparecer como também orientou os profissionais do Hospital da Vida para não participarem, deixando um grupo de dez parlamentares municipais à espera.

Na coluna ‘Malagueta’ que publica no jornal DiárioMS desta quarta-feira (7), o jornalista Marcos Santos escreveu que a Fundação de Saúde, sob intervenção desde o mês passado, acumula uma dívida superior a R$ 40 milhões, e ainda assim, paga salário líquido da ordem de R$ 17 milhões à interventora nomeada Maria Izabel de Aguiar “que nem mora em Dourados”, segundo o colunista.

Comentário

Vereadores de Dourados e de municípios de toda a região participam, desde às 9 horas da manhã desta quinta-feira (8), no plenário da Câmara de Dourados, de seminário estadual organizado pela UCVMS (União de Câmaras de Vereadores de Mato Grosso do Sul) que vai debater, até nesta sexta (9), novas alternativas de trabalho para os legisladores municipais.

O presidente da Câmara de Dourados, vereador Alan Guedes (DEM), abriu oficialmente o seminário, ao recepcionar o presidente da União estadual, vereador Jeovani Vieira dos Santos (PSDB), o qual anunciou, ao saudar os participantes do evento, um curso que será realizado, dia 14, no auditório da OAB, para os servidores dos setores de licitação das Câmaras municipais.

Alan Guedes elogiou a iniciativa da UCVMS “por nos apresentar oportunidades de qualificação pessoal, e no exercício da atividade” e disponibilizou aos participantes a estrutura dos gabinetes, secretaria e equipamentos da Casa de Leis durante o período de permanência em Dourados.

A abertura do evento aconteceu com a palestra do promotor da 17ª. Promotoria do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) em Dourados, Luiz Gustavo Camacho Terçariol, abordando as ações conjuntas que podem ser empreendidas por esses Poderes no atendimento das demandas da sociedade.

Ainda nesta quinta, a partir das 14 horas, defensora pública Mariza Fátima Gonçalves vai falar sobre a política de defesa do consumidor no âmbito das ações do Legislativo. Na sexta, às 8h30, está prevista palestra com a delegada da DEAM (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher) em Dourados, Paula Ribeiro dos Santos Oruê, sobre o Agosto Lilás e as ações de prevenção contra a violência à mulher e, às 9 horas, o secretário geral do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado), Eduardo Dionísio, fala sobre a articulação dos Legislativos com a Corte estadual.

Comentário

Operação deflagrada contra contrabandistas tem 40 mandados de prisão e 33 de busca e apreensão para serem cumpridos nesta quinta-feira (8) em Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Norte. Um policial rodoviário federal foi preso, segundo informa a PF (Polícia Federal), que coordena as operações junto com equipes do Exército e da Corregedoria da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Mandados são cumpridos em Eldorado, Mundo Novo, Japorã, Amambai, Iguatemi, São Gabriel do Oeste e Rio Brilhante, em Mato Grosso do Sul e ainda em Maringá e Umuarama, no interior do Paraná, e em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Segundo as investigações, que começaram em 2018, a quadrilha possui núcleo no Estado que enviava o produto de contrabando, principalmente dos cigarros fabricados no Paraguai, para outras localidades do País. Segundo a PF, no curso das apurações, foram apreendidos R$ 144 milhões em contrabando, 155 veículos usados para transportar os cigarros ilegais e 75 pessoas já foram presas.

O Campo Grande News repercute que no dia 15 de junho do ano passado, por exemplo, 11 carretas foram flagradas carregando 1 milhão de maços de cigarros em Ivinhema. Nove motoristas foram presos com a carga avaliada em R$ 10 milhões.

A operação realizada nesta quinta-feira é batizada de ‘Teçá’, que significa “estado de atenção” em guarani e segundo a PF, justifica-se pela rede de olheiros e batedores que as quadrilhas de cigarreiros utilizam para monitorar a polícia durante a ação criminosa.0

Comentário

O Cineclube UFGD prossegue com a programação do CineArrepio apresentando o filme “Um lugar silencioso” (2018), dirigido por John Krasinski, neste sábado (10), às 17 horas, no cineauditório da Unidade 1 (Rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso). A entrada é franca.

Silêncio é a palavra-chave desse drama e gera muita tensão no expectador. Imagine levar um susto e não poder gritar ou ainda ter que parir sem fazer barulho e seu bebê não poder chorar?

O resumo da sinopse do filme conta que uma família do Meio-Oeste é perseguida em uma fazenda nos Estados Unidos, por uma entidade fantasmagórica assustadora. Para se protegerem, eles devem permanecer em silêncio absoluto, a qualquer custo, pois o perigo é ativado pela percepção do som.

O trailer consegue transmitir boa parte da aflição que o público sentirá junto com os personagens. A proposta do CineArrepio é exibir em agosto vários filmes de terror e suspense. O primeiro a ser exibido foi “Corra!” (2017, Jordan Peele) e o último será “Cemitério Maldito” (1989, Mary Lambert), no dia 17.

Comentário

O curso de licenciatura em Educação Física realizou, na semana passada, uma oficina de materiais pedagógicos com os alunos bolsistas e professores supervisores participantes do Pibid, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência da Unigran. Três escolas municipais são parceiras do programa: Sócrates Câmara, no Jardim Canaã I, Efantina de Quadros, no Jardim Flórida e Loide Bonfim Andrade, no Jardim Água Boa.

Sonia Maria Borges de Oliveira, coordenadora institucional do Pibid, explica que a Instituição aderiu ao programa no ano passado. “Em março de 2018 a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) abriu o edital e vimos aí uma oportunidade de levar os alunos para escola já no início da graduação. Então nos cadastramos, fomos aprovados e a partir disso fizemos seleção dos alunos interessados e das escolas que os receberiam”, disse.

O Pibid oferece bolsas de iniciação à docência aos estudantes de cursos presenciais que se dediquem ao estágio nas escolas públicas e que, quando graduados, se comprometam com o exercício do magistério na rede pública. O objetivo é antecipar o vínculo entre os futuros mestres e as salas de aula da rede pública. Com essa iniciativa, faz uma articulação entre a educação superior, a escola e os sistemas estaduais e municipais.

Sobre o objetivo da atividade, a professora Sonia mencionou que na oficina foram confeccionados os ‘pega varetas gigante’, que é tanto para o aluno aprender a fazer, quanto utilizar nas aulas de Educação Física. “Todos os materiais foram adquiridos com recursos do próprio programa e ainda fizemos a entrega de materiais esportivos para serem utilizados nas aulas de Ginástica das escolas parceiras. Em agosto faz um ano que iniciamos as atividades no Pibid, proporcionando aos nossos alunos o contato com o cotidiano escolar”, falou.

Cada escola possui oito bolsistas da Unigran e disponibiliza um professor supervisor que acompanha e orienta as atividades executadas. Ester Domingues de Moraes, professora da escola Loide Bonfim Andrade, destacou o trabalho realizado pelos bolsistas. “Os pibidianos são um presente para nós, tanto para os professores quanto para a escola, porque eles vem para somar, contribuir, e nos ajudam muito. Para eles também é uma experiência muito boa, porque só o estágio não é suficiente, com o Pibid, eles ficam cerca de um ano a um ano e meio na escola observando todas as atividades, o dia a dia que tem dentro da quadra e o comportamento dos alunos. Estamos muito felizes com eles, pois são parceiros, colaboradores”, agradeceu ela.

Já a bolsista Geovana Gonçalves Chamorro, acadêmica do 6º semestre, apontou algumas contribuições do programa para a formação. “Participar do Pibid nos dá muita experiência com as turmas, que são de diferentes idades, e como trabalhar com cada uma delas. Por meio dele, vivenciamos como é ser professor dentro da escola. Foi a melhor oportunidade que eu tive e que está contribuindo muito com a minha vida profissional”, informou.

Além do curso de licenciatura em Educação Física, também participa do Pibid Unigran o curso de Pedagogia. No total, 48 acadêmicos recebem uma bolsa financeira mensal e têm a oportunidade de articular a teoria com a prática, iniciando a docência desde os anos iniciais da graduação, por meio do programa da Capes.

Comentário

O Estabelecimento Penal Feminino de Regime Semiaberto de Dourados realiza nesta sexta-feira (9), das 9 às 18 horas, uma exposição e venda de trabalhos artesanais confeccionados pelas reeducandas. Realizada na própria unidade penal, a feira é aberta para toda a população e vai oferecer diferentes tipos de peças, entre vasos com plantas ornamentais, chinelos e toalhas bordadas, tudo confeccionado pelas custodiadas na própria unidade prisional. Além do bom preço, as peças encantam pela beleza e capricho nos detalhes.

Segundo a diretora da unidade, Luzia Aparecida Ferreira, a exposição tem como objetivo divulgar o trabalho artesanal produzido no local, bem como realizar a sua comercialização, valorizando o esforço da pessoa encarcerada em sua recuperação para o retorno ao convívio social. Toda a renda dos trabalhos será revertida à própria interna e sua família, bem como para a manutenção dos trabalhos.

As peças são resultado de um curso ministrado pela professora Vani Clarice Borgmann Poleis. Ao todo, foram três meses de capacitação realizada com as internas e envolveu ainda confecção de caixas artesanais. O presídio está localizado na rua Ciro Melo, 3418, no Jardim Paulista. Para mais informações, interessados podem entrar em contato pelo telefone (67) 3902-2852.

Comentário

A Polícia Federal prendeu novamente, na manhã desta quinta-feira (8), o empresário Eike Batista. É a segunda vez que o dono da EBX vai para a cadeia. Eike estava na casa dele, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde há cerca de dois anos e meio cumpria prisão domiciliar.

Batizada de Segredo de Midas, a operação, um desdobramento da Lava Jato, busca provas de manipulação do mercado de ações e de lavagem de dinheiro. É baseada em uma delação recém-homologada do banqueiro Eduardo Plass.

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, expediu para esta fase da Lava Jato dois mandados de prisão: contra Eike Furkhen Batista, já cumprido e o contador dele, Luiz Arthur Andrade Correia, o Zartha, que estaria no exterior, e há, ainda, quatro mandados de busca e apreensão a serem cumpridos, conforme divulga o G1.

Comentário

Página 10 de 1403

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus