Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Familiares de reeducandos custodiados na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) participaram, no começo do mês, de ações educativas como parte do projeto “Prisões Livres da Tuberculose” (Fiocruz/Ministério da Saúde/Depen). A inciativa também serviu para orientar sobre a gripe em ações planejadas e articuladas com a Divisão de Saúde da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul).

A ação, articulada com a Coordenação do Programa de Imunizações e do Programa de Controle da Tuberculose do município de Dourados, e participação de acadêmicos de medicina da UFGD, que integram a Liga de Infectologia, contou com a participação de 11 acadêmicos.

De acordo com a apoiadora institucional do projeto no MS, enfermeira Marli Marques, durante as abordagens os familiares foram sensibilizados sobre a vacina BCG aos recém-nascidos, proteção de formas graves e tempo de proteção, havendo necessidade da atenção de todos para o quadro de tuberculose, devido aos riscos decorrentes do contato com doentes, sem tratamento, além dos riscos de levar a doença para os internos, bem como, trazer a doença para fora do estabelecimento penal.

Em relação à gripe, o foco na abordagem foi a vacinação. Todos os grupos eleitos à vacinação foram abordados (idosos, gestantes, crianças menores de 6 anos, puérperas) e questionados sobre a dose necessária. Surpreendentemente a maioria dos abordados não haviam tomado a vacina, uma gestante disse desconhecer a necessidade da vacina, porém comprometeram-se a ir aos postos de vacinação o mais breve possível.

Além disso, também foi esclarecida a importância da vacinação para os grupos alvos da campanha, sobre o risco de levar a doença aos internos que ainda não receberam a vacina, bem como, trazer a doença para a comunidade favorecendo a propagação da doença e risco de complicações, visto a baixa cobertura observada entre os abordados na fila para visita.

Assim como as ações educativas, também foram desenvolvidas atividades lúdicas oferecendo recursos para desenhos e pintura, com o objetivo de entreter as crianças durante abordagem das mães e até a entrada na unidade penal. “Fomos muito elogiados sobre a atividade e recebemos convite para retornarmos novamente com essa ação, além de sugestões das crianças para uso de outros recursos lúdicos”, explicou Marli Marques.

Aspectos positivos

Ao todo, foram abordados cerca de 500 visitantes, entre adultos e crianças, com orientação sobre as duas doenças pulmonares que estão em foco: a gripe e a tuberculose. A abordagem deu ênfase nos principais sintomas e referente à vacina disponível nos postos de saúde. Com atendimento individualizado, também foi possível oferecer orientações direcionadas para cada caso. Para o público de gestantes além da vacina, outros aspectos do pré-natal e métodos contraceptivos foram abordados. Alguns idosos que rejeitam a vacina também foram identificados e sensibilizados sobre os benefícios da vacina e o risco de complicações após o quadro de gripe.

Comentário

A Prefeitura de Dourados está dando apoio logístico para a realização do 1° Encontro Estadual de Veículos Antigos, iniciativa do Clube do Fusca e Carros Antigos de Dourados, que acontecerá sábado (18) e domingo (19) no estacionamento do Centro de Convenções Antonio Tonnani, na avenida Guaicurus, onde funciona a Secretaria municipal de Desenvolvimento.

O Encontro será aberto às 9 horas de sábado, com recepção aos visitantes. A partir das 15 horas, acontecerá sorteio de brindes e, entre as 16h30 e 22 horas, show com as bandas Carro Velho e Rádio’s 80, com muito rock retrô. O evento prossegue no domingo e tem previsão de encerramento às 11 horas.

De acordo com o empresário Humberto Ayala, presidente do Clube do Fusca e Carros Antigos de Dourados, são esperados aproximadamente 200 participantes, de todo o Mato Grosso do Sul e também dos estados de São Paulo e Paraná e, ainda, do Paraguai.

“Pretendemos fazer um evento agradável, uma grande confraternização. É um evento cultural e filantrópico, sem fins lucrativos; apenas para reunir mesmo os adeptos e colecionadores de carros antigos”, diz Humberto. Não será cobrado ingresso para visitação e nem para assistir aos shows.

Comentário

A Câmara de Vereadores realiza nesta quarta-feira (15), às 17 horas, a sessão especial para julgar o pedido de cassação do mandato do ex-presidente da Casa por dois mandatos, Idenor Machado (PSDB), apontado como um dos mentores das investigações em torno da operação ‘Cifra Negra’, de contratações superfaturadas e pagamento de propinas a outros vereadores. Na quinta-feira (16), a partir do meio-dia, acontece o julgamento conjunto dos vereadores Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB).

Esta semana, último prazo para o desfecho da apuração de escândalos que ainda causam instabilidade nas atividades da Câmara, as Comissões Processantes estão concluindo pareceres para a formatação do relatório final. O advogado Fernando Baraúna encabeça a defesa de Pepa e Cirilo e o ex-presidente da OAB local, Felipe Azuma, de Idenor Machado. Na sessão da Câmara desta segunda (13), manifestantes entregaram documento ao presidente Alan Guedes (DEM), pedindo a cassação dos envolvidos nessas investigações.

cirilo idenor presos

Cirilo e Pepa terão julgamento conjunto e Idenor não conseguiu unificar as sessões

Os vereadores Carlito do Gás (Patriota), como presidente, Jânio Miguel (PR), como relator e o vereador Olavo Sul (Patriota) teriam, inclusive, preparado dois relatórios [um com pedido de cassação, e outro a absolvição] no caso do vereador Pedro Pepa, que tentou ser presidente da Câmara, mas foi preso antes.

Denize cassada

Na terça-feira (5) passada os vereadores votaram a cassação, por unanimidade, do mandato da vereadora Denize Portolann. Ela havia substituído Braz Melo, que também perdeu o mandato, por improbidade cometida quando foi prefeito na década de 80, e teve o mandato cassado depois de ser presa na operação ‘Pregão’ que também levou para a cadeia o ex-secretário municipal de Fazenda, João Fava Neto.

Na audiência de terça passada, a defesa de Denize disse que ela não cometeu crime. “Quem mandava era o secretário de Fazenda”, justificou o advogado Alexsander Niedack. Mas o plenário decidiu pela extinção do mandato da ex-diretora da escola Aurora Pedrozo, com 18 votos e um impedimento (da suplente Lia Nogueira, que passou a ser titular).

Comentário

Pelo menos dez mulheres, pacientes em tratamento oncológico ou que já se curaram do câncer, participam de um projeto desenvolvido por acadêmicos e professores do curso de Fisioterapia da Unigran. O Grupo de Apoio ‘Mulheres em Tratamento Oncológico’ surgiu no final do ano passado, durante ações do Outubro Rosa, em Dourados.

De acordo com a professora Simone Nihues, coordenadora do curso de Fisioterapia, o projeto é desenvolvido por professores e acadêmicos do 7º semestre e atende atualmente dez pacientes. A intenção é levar para as mulheres já curadas ou em tratamento contra o câncer, além de exercícios, um momento de descontração e interação umas com as outras. Durante o encontro são realizadas sessões de drenagem linfática manual para tratamento de linfedema, exercícios em grupo que estimulam a musculatura, oficinas de auto cuidados e literária.

“Nós participamos há oito anos das ações do Outubro Rosa, e no ano passado vimos a necessidade dessas mulheres serem amparadas de alguma forma. Então, na última edição que aconteceu da ação, nós desenhamos o que desejávamos de assistência a essas mulheres e iniciamos nosso projeto, em que todas realizam atividades físicas em grupo, são feitos os atendimentos individuais de acordo com a necessidade de cada mulher”, salienta Nihues.

Quem participa do projeto desde a criação é a dona de casa Lurdes Disperati. Após descobrir um câncer na mama e passar por processos doloridos de quimioterapia e radioterapia, ela encontrou acalento no projeto. “A história de todas que participam do grupo é praticamente a mesma e aqui nós nos ajudamos, dando força uma para a outra. Durante nosso tratamento tudo é muito mais difícil e nem sempre a gente consegue externar em casa o que sentimos, e aqui podemos fazer tudo isso. Para mim esses encontros são fundamentais”, ressalta.

A acadêmica Aylla Maciel Freitas tem 20 anos e está no 7º semestre do curso. Para ela, que participa do projeto desde o final do ano passado, quando ele foi implantado, é um privilégio poder ajudar tantas mulheres que muitas vezes necessitam não só de acompanhamento relacionado à saúde, mas, também de uma boa conversa ou um ombro amigo.

“Para mim, é um privilégio poder participar todas as sextas-feiras deste projeto tão lindo. Eu já tenho contato com a minha futura profissão e aprendo a cada dia mais. São novas experiências, lições de vida, de garra e determinação, além da força de vontade de cada uma das mulheres que atendemos, eu só tenho mesmo a agradecer por esse projeto tão lindo e com a certeza que escolhi a profissão certa para seguir”, afirma Freitas.

No final de cada encontro, depois de todas as atividades corporais realizadas, o momento é de descontração. O trecho de um livro é lido, os temas escolhidos também levam uma palavra amiga. Quem coordena essa atividade é a professora Andreia de Oliveira, literata que colabora com o projeto. Na ocasião, as participantes podem também falar um pouco da vida, dos momentos difíceis e das alegrias e realizações. Os relatos são então transcritos e posteriormente devem virar um livro.

“Nós acreditamos na literatura que humaniza. A palavra que para mim e para tantas outras mulheres é ativadora de sentimentos, então a gente acredita que nessas trocas por meio da leitura literária elas têm um convite de olhar para dentro e ressignificar a dor, a perda e os sentidos. Depois de feita essa leitura, esse grupo maravilhoso de acadêmicos acolhe essas mulheres e gravamos os textos orais, depois eles são transcritos para conseguirmos dar o formato de um livro. Acreditamos que, olhando a história de vida de outras pessoas, podemos entender que a dor não é um privilégio único, a dor é sentida por todos e então o objetivo é que essa narrativa consiga chegar e ativar outras pessoas que estão passando pelo tratamento e entender a história de quem já venceu e está lutando contra essa doença”, finaliza Oliveira.

Os encontros acontecem todas às sextas-feiras, na clínica de fisioterapia da Unigran. Mais informações no telefone (67) 3411-4111. As inscrições são gratuitas.

Comentário

A Câmara de Dourados realiza nesta terça-feira (14), às 19 horas, no auditório do Sindicato Rural, sessão solene em que serão homenageadas personalidades, empresas e instituições que marcam a trajetória do desenvolvimento do agronegócio no município. A iniciativa coincide com a realização da 55ª Expoagro, a feira agropecuária que acontece no parque de exposições da cidade.

O presidente da Câmara, vereador Alan Guedes (DEM), representou o Poder Legislativo na abertura oficial da Expoagro, sábado (11) passado, no auditório do Sindicato Rural, acompanhado do governador Reinaldo Azambuja, da prefeita Délia Razuk e do representante do presidente Jair Bolsonaro, o secretário nacional de Assuntos Fundiários, Luiz Antonio Nabhan Garcia.

Alan Guedes destacou a importância do evento para a economia local e, ao mesmo tempo, o aspecto histórico da Expoagro. “Feliz é a cidade que pode homenagear as pessoas que trabalham para ajudar a construir essa história”, discursou o vereador.

Homenagens

Na sessão solene desta terça-feira, a Câmara de Dourados vai homenagear, com diplomas de Honra ao Mérito, o produtor Avelino Ruaro, estabelecido na linha do Potreirito em Dourados em 1984 com a fazenda Dois Irmãos; José Fernando Jurca Grigolli, engenheiro agrônomo e pesquisador de proteção de plantas da Fundação MS; Juliano de Souza Sanches, especialista em cirurgia videolaparoscópica e pós-graduado em medicina do trabalho, que atua há 16 anos na cidade; os produtores rurais Marcos Vinicius Penko Bitante e Sivaldo Cavalcanti da Silva, que desenvolvem hortaliças em estufa no sistema hidropônico e tomate e cereja em vasos; e a radialista, empresária e presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), Elizabeth Rocha Salomão.

Também vão receber diplomas de Mérito o Abatedouro Tabebuia, estabelecido em 1995 como primeiro frigorífico de peixes da região; o Banco do Brasil, pela agência especializada em agronegócio; a Cergrand (Cooperativa de Energização e Desenvolvimento Rural da Grande Dourados), que atua na região desde julho de 1976 e a Comatral, há 36 anos na atividade de comercialização de equipamentos agrícolas. Vão receber, ainda, diplomas de Jubileu os representantes da Fazenda Ribalta, há 53 anos atuando no setor; a Embrapa Agropecuária Oeste, há 44 anos oferecendo suporte ao desenvolvimento da pesquisa e tecnologia agrícola; o Sicredi, composto pela Cooperativa Sicredi Centro-Sul MS, presente em 25 municípios, pelos 30 anos de atividades e o Sindicato Rural criado há 51 anos para difundir tecnologias entre os produtores de Dourados e região.

Comentário

Iniciativa vereador Sergio Nogueira (PSDB), acontece nesta terça-feira (14), o dia inteiro, na Câmara de Dourados, o 1º Seminário e Audiência Pública de enfrentamento às violências contra crianças e adolescentes. O evento é realizado em alusão à Lei 4.258, de 30 de abril de 2019, que institui o “Maio Laranja”, mês para prevenção e enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes.

O evento terá como palestrantes a presidente da Sociedade de Pediatria de MS, Carmen Lucia de Almeida Santos, representantes do Comcex (Comitê Municipal de Enfrentamento da Violência e de Defesa dos Direitos Sexuais de Crianças e Adolescentes), Margareth Soares Dalla Giacomassa e Luisa Barros Piovano Borges, a psicanalista Viviane Machado de Melo Vazes e o médico psiquiatra e psicanalista, Wendel Dalprá.

Ainda haverá mesa redonda sobre “envolvimentos no enfrentamento das violências com criança e adolescentes” com a participação de representantes do Ministério Público Federal e Estadual, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Conselho Tutelar, Câmara de Vereadores, Rede Municipal, Estadual e particular de ensino, Comcex, CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente) e Vara da Criança e Adolescente de Dourados.

Maio Laranja

Conforme a Lei que cria o Maio Laranja, de autoria do vereador Sergio Nogueira, fica instituído 18 de maio como o Dia Municipal de Prevenção e Enfrentamento à Violência e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, sendo realizada a semana, a que estiver incluída o dia 18, e o mês de conscientização, além de criar o Plano Municipal de Prevenção e Enfrentamento da Violência e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

“A violência sexual agride o futuro, violenta uma vida, destrói um ser humano. Devemos enfrentar isso. Hoje podemos focar no Maio Laranja desta forma, nos unindo contra este crime. Não podemos conviver com esta situação sem fazer o enfrentamento”, ressaltou o parlamentar. “Convidamos a todos que participem das atividades na Casa de Leis, porque teremos autoridades, pessoas que pesquisam sobre o assunto, para que este mal, que destrói a vida das pessoas, seja banido da sociedade”, complementou Sergio Nogueira.

O 1º Seminário e Audiência Pública de Enfrentamento às Violências Contra Crianças e Adolescentes acontece a partir das 7h30, no plenário da Câmara, em evento aberto ao público que dá direito a certificado de 10 horas aos inscritos.

Comentário

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza completa um mês nesta quarta-feira (15) e registrou, até nesta segunda-feira (13) o índice de pouco mais de 64% de cobertura vacinal no total geral de doses aplicadas. Restando duas semanas para o fim da campanha, a Prefeitura de Dourados, através do Núcleo de Imunização da Secretaria municipal de Saúde, reforça a convocação aos integrantes dos grupos prioritários para procurarem os postos e se vacinarem.

Da população total estimada em 76.629 pessoas, inclusas nos grupos prioritários, foram 49.535 doses aplicadas. Segundo Edvan, os idosos “estão de parabéns”, uma vez que o grupo prioritário atingiu 83,96% de cobertura, com 15.307 doses aplicadas das 18.231 esperadas.

O grupo de crianças (17.910) teve 10.945 doses aplicadas, algo em torno de 61%. Entre os indígenas (16.376), foram 10.775 doses aplicadas, ou 65,8%. O grupo dos professores do ensino básico e superior teve 1.963 doses aplicadas, de 3.736 esperadas, ou 52,5%. Mesmo índice de pessoas do grupo ‘comorbidades’ somando 13.169, e 6.936 doses foram aplicadas. Com o menor índice, o grupo de trabalhadores da saúde (7.545) teve 3.618 doses aplicadas, 47,95%. Gestantes e puérperas estão com 51% e 49% de cobertura, respectivamente.

O gerente do Núcleo, Edvan Marcelo Morais Marques, lembra que é importante que as pessoas se imunizem antes dos dias mais frios. Edvan destaca que o grupo de trabalhadores em saúde está abaixo do índice esperado, e que é importante que esta parcela se empenhe em regularizar a situação.

“A Prefeitura, com o apoio da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, disponibiliza dias e horários especiais de vacinação em duas unidades de saúde com vistas a ampliar a cobertura da campanha de vacinação principalmente àquelas pessoas que não podem ir nos horários normais”, disse.

Além do atendimento normal em todos os postos de saúde, na UBS do Parque das Nações II e na Seleta, a vacinação acontece das 19 às 22 horas em dias específicos. Nesta terça (14) e na sexta-feira (16) as duas unidades farão o trabalho no horário especial. Nos dias 21, 23, 28 e 30 de maio apenas a Seleta terá vacinação no horário diferenciado. A campanha termina dia 31.

Comentário

Uma obra que parecia perdida e um espaço que era local de invasões e lixão a céu aberto deram lugar a uma estrutura residencial para 200 famílias em Dourados. Este é o resumo da conquista que está prestes a ser consolidada pela Prefeitura de Dourados através das intervenções políticas da prefeita Délia Razuk que resultaram na retomada do empreendimento Residencial Honório Almirão, o Guassu, com previsão de entrega até o final deste ano.

Em visita ao local, na região do Jardim Clímax, na manhã desta segunda-feira (13), a prefeita destacou o potencial do empreendimento e a transformação que a área sofreu entre a retomada da obra, no segundo semestre de 2017, e a finalização das construções, com a pavimentação asfáltica, que está ocorrendo. “É um residencial maravilhoso. Bem localizado e com uma estrutura muito bacana. Estou muito feliz em presenciar esta transformação e ansiosa para que este sonho de muita gente se concretize”, disse a prefeita.

Acompanhada do representante da empreiteira responsável pela execução do empreendimento, Jorge Dauzacker e do engenheiro responsável pela obra, a prefeita obteve informações a respeito das casas, como a estrutura com laje, modelo para o Brasil, e a aparelhagem para aquecimento solar, e a pavimentação que também beneficiará, indiretamente, a comunidade escolar do Ceim Claudete Pereira Lima, inaugurado há três anos nas imediações.

“Esta unidade escolar será beneficiada com este acesso e vamos analisar a possibilidade de estruturar esta entrada”, disse a prefeita, na companhia da coordenadora do Ceim, Dalia Rodrigues. “Atendemos 180 crianças e esta retomada da obra beneficia toda a comunidade, que está muito feliz. Agora temos movimento, e não estamos mais ‘sozinhos’, além do asfalto que vamos ter aqui na frente. A comunidade gosta muito deste Ceim e estão muito agradecidos”, disse a coordenadora.

Ao receber o agradecimento, a prefeita Délia não deixou de ressaltar a contribuição do Governo do Estado e do Ministério das Cidades, na pessoa do então ministro Bruno Araújo, para que a obra fosse retomada na atual gestão. “A partir deste trabalho conjunto foi possível migrar o recurso que era do PAC para o Fundo de Arrendamento Residencial, o FAR”, explicou, lembrando que o empreendimento estava abandonado. O residencial começou a ser implantado em 2012, mas foi em 2017 que a prefeita conquistou a retomada da obra. A lista das famílias beneficiadas também era remanescente deste período, e foi atualizada pela Agehab, com base no cadastro de famílias em situação de vulnerabilidade social.

O contrato para a construção das moradias tem participação da Prefeitura, Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal. Os investimentos somam R$ 27,3 milhões, sendo R$ 20,5 milhões da União, R$ 4,2 milhões do Estado e R$ 1,6 milhão do município, que também doou o terreno, como divulga a assessoria de comunicação da Prefeitura.

Comentário

Natureza e sustentabilidade alinhadas ao bom gosto. Características marcantes dos trabalhos realizados pelo arquiteto e urbanista Benedito Abbud, referência brasileira quando o assunto é decoração de áreas internas e externas, o ícone dessa atividade estará em Dourados no dia 22, ministrando a palestra ‘A importância do lazer e da vegetação nas cidades’, que vai abordar a influência do verde na composição do paisagismo.

Abbud é formado em arquitetura pela FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo), onde também se pós-graduou e tornou-se mestre. Ele ocupou o cargo de presidente da Abap (Associação Brasileira de Arquitetos e Paisagistas) durante os biênios de 1987/88 e 1999/00 e vem na Unigran Decor a convite da São Bento Incorporadora, uma das parceiras dessa realização.

De acordo com Douglas Raldi, professor e curador da mostra, a palestra vai acontecer às 9 horas da quarta-feira que vem, dia 22, no anfiteatro do bloco 10 da Unigran. As inscrições são gratuitas. “Essa palestra é de suma importância não apenas para estudantes de design, arquitetura, engenharia e áreas afins da construção e decoração, mas de um modo geral, para todos que tem bom gosto e gostam de viver e sentir o bonito, o elegante”, afirma.

O lançamento da Unigran Decor acontece nesta quarta-feira, dia 15, às 19 horas, na Mansão Garcete, localizada na rua Albino Torraca, esquina com a Olinda Pires de Almeida, no centro de Dourados.

Comentário

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou na manhã desta segunda-feira (13) que não colocou qualquer condição quando aceitou o convite para integrar a equipe ministerial do presidente Jair Bolsonaro. A afirmação foi feita um dia depois de Bolsonaro dizer que firmou compromisso com Moro para indicá-lo para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal) e que vai honrar o que foi acertado. Conforme repercute o portal G1, Moro não citou nominalmente o Supremo ao fazer o comentário.

"Ele [Bolsonaro] foi eleito, fez o convite publicamente, fui até a casa dele no Rio de Janeiro. Nós conversamos e nós, mais uma vez publicamente, eu não estabeleci nenhuma condição. Não vou receber convite para ser ministro e estabelecer condições sobre circunstâncias do futuro que não se pode controlar", afirmou o ministro, durante palestra em Curitiba na manhã desta segunda.

Após o evento, o ministro da Justiça foi perguntado se havia negociado uma vaga no STF com o presidente da República e se a aceitaria. Moro se disse honrado, mas argumentou que "é algo que tem que ser discutido no futuro", pois não há vagas atualmente no Supremo – a próxima deve ser aberta em novembro do ano que vem, quando se aposentará, aos 75 anos, o decano da Corte, ministro Celso de Mello.

"Quando surgir a vaga lá na frente o presidente vai avaliar se ele vai realizar o convite para mim. Se ele formular o convite aí eu vou avaliar se vou aceitar", disse, conforme a publicação.

Comentário

Página 10 de 1304

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus