Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Equipes da Guarda Municipal de Dourados atenderam denúncias de que bares e conveniências estavam funcionando de maneira irregular com aglomerações de pessoas e consumo de bebidas no local e apreenderam dois foragidos da justiça na tarde deste sábado (4) em Dourados.

Por volta das 13 horas, no bairro Altos do Alvorada, após denúncias de populares de que uma conveniência estava funcionando de maneira irregular, permitindo aglomerações de pessoas consumindo bebidas no local, e descumprindo as medidas sanitárias adotadas como prevenção da pandemia do coronavírus, a Guarda flagrou um homem de 35 anos, morador no mesmo bairro, foragido da justiça com mandado de prisão em aberto.

O dono do estabelecimento também foi orientado a fechar o local, pois não apresentou o alvará de funcionamento que regulariza a atividade. O foragido foi preso e entregue na Depac (a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Rua Cuiabá, para os procedimentos legais.

Já no final da tarde, por volta das 17 horas, atendendo outra denúncia, a equipe se deslocou até o final da Avenida Presidente Vargas onde um bar estaria aberto e com aglomerações de pessoas. No local a equipe foi surpreendida ao ver várias pessoas sentadas ingerindo bebidas alcoólicas e jogando baralho.

Durante os procedimentos de orientação sobre o perigo que estavam causando à sociedade ao não cumprirem as medidas preventivas à pandemia, os guardas municipais também constataram a presença de um homem de 42 anos, igualmente foragido da justiça, que tinha mandado de prisão em aberto; ele foi preso e entregue na Delegacia de Polícia Civil.

O proprietário do local foi orientado a sanar a irregularidade e fechar o estabelecimento, visto que bares não podem funcionar com atendimento presencial.

A Guarda Municipal atende denúncias de irregularidades pelos telefones de serviço 199 e 153. A população pode se utilizar desse recurso e solicitar a presença das equipes de fiscalização, especialmente nesse período de esforço concentrado contra a propagação da doença.

Comentário

O deputado Barbosinha se manifestou, neste sábado (4), “extremamente preocupado” com a falta de medidas práticas por parte das autoridades ligadas ao Governo do Estado e ao Município diante dos números que refletem, a cada dia, o avanço dos riscos de propagação do coronavírus em Dourados.

“Estamos diante do que as próprias autoridades sanitárias do País definem como a progressão geométrica da doença, os casos vão surgindo à medida que ações que deveriam estar sendo implementadas vão sendo deixadas para depois”, lamentou o deputado.

Barbosinha disse que, enquanto Campo Grande se estrutura de forma isolada, e até um ‘hospital de campanha’ já foi instalado anexo ao Hospital Regional e em Ponta Porã as providências também acontecem, “o interior do Estado, e no nosso caso, a macrorregião de Dourados, permanecem aguardando, quem sabe, o avanço da doença”.

“Estou protocolando um pedido formal de providências junto ao Governo, através da Secretaria estadual de Saúde e ao Município de Dourados, por meio do grupo constituído em Comitê de Emergência e à própria prefeita, para saber qual o ‘plano B’ dessa estratégia que foi montada”, anunciou o deputado.

Barbosinha sugeriu, em indicação apresentada no dia 23 do mês passado, a transformação do prédio em que funcionou o mercado Extra, em Dourados, em ‘hospital de campanha’, como forma de prevenir e estruturar o atendimento aos casos que viessem a surgir do novo vírus. “Na época, não tínhamos ainda os sete casos que são contados como confirmados e nem a morte que acabou ocorrendo em Dourados, apesar de a paciente vitimada ser de cidade da região”, lembra o parlamentar.

Esperança

Outra preocupação do deputado é com relação aos kits para testes em casos suspeitos da doença. “As pessoas que procuram as unidades de saúde não encontram os instrumentos necessários para detectar o vírus”, observa, cobrando ações mais eficientes nesse sentido. “Nesse momento, não dá pra transformar uma situação de saúde pública em disputa político-eleitoral ou partidária, em jogo-de-empurra, onde um fica esperando pelo outro e as pessoas vão sendo acometidas pelo vírus, sem a esperança da ajuda oficial”, reclamou.

Conforme o boletim divulgado pelo Governo do Estado neste sábado, dois novos casos foram registrados em Mato Grosso do Sul e agora já são 62 infectados, entre os 667 casos notificados pela Secretaria de Saúde. Os dois novos casos foram registrados em Batayporã e Nova Andradina, e tratam-se de uma mulher de 66 anos, de Batayporã e uma de 59 anos, em Nova Andradina, que supostamente teriam tido contato com a servidora pública de Batayporã, Eleuzi Silva do Nascimento, de 64 anos, a aposentada que passou por Nova Andradina antes de ser encaminhada para Dourados, onde morreu terça-feira (31) passada com o diagnóstico da Covid-19.

Comentário

Pela primeira na história do MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul), um Promotor de Justiça ocupará o cargo mais alto na hierarquia Institucional. Todos os Procuradores e Promotores de Justiça participaram da escolha, realizada na tarde desta sexta-feira (3), dos nomes que vão compor lista tríplice da eleição para o cargo máximo do Ministério Público para o biênio 2020-2022.

O Promotor de Justiça Alexandre Magno Benites de Lacerda obteve 191 votos; Paulo César Zeni, 120 votos; Ricardo de Melo Alves, obteve 107; e Ricardo Rotunno, de Dourados, ficou com 54 votos. Houve apenas um voto nulo. Devido ao Covid-19, a escolha dos nomes para a lista tríplice com os mais votados para a escolha do governador do Estado foi feita pelo sistema eletrônico.

Comentário

Equipes da Guarda Municipal voltaram a realizar, na noite desta sexta-feira (3), juntamente com membros da 9ª Cia. e do 3º Batalhão da PM (Polícia Militar), operação conjunta para dar cumprimento ao toque de recolher e outras medidas sanitárias adotadas pela Prefeitura como forma de prevenção a propagação da pandemia do Coronavírus em Dourados.

Na manhã deste sábado (4), durante a live ao vivo pelo Facebook da Prefeitura, o assessor especial da prefeita Délia Razuk, Alexandre Mantovani, reconheceu que o toque de recolher é medida drástica, questionada constitucionalmente, inclusive, mas tem contribuído para conscientizar as pessoas da necessidade de ficar em casa, evitar aglomerações, e cooperar com as ações que são realizadas no sentido de controlar a propagação do vírus.

Mantovani também disse que o Comitê de Gerenciamento da Crise criado por conta da pandemia avalia, constantemente, as ações que devem ser adotadas, referindo-se, por exemplo, aos pedidos do segmento empresarial para a flexibilização do horário de funcionamento do comércio. “Nesse momento não se cogita, mas o que foi decidido em um momento pode ser alterado 40 minutos depois, ou de acordo com nova avaliação, e nessa nova data-limite, fixada para o dia 7 de abril, podem surgir novas regulamentações”, prognosticou o assessor.

Comentário

Com a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em manter o calendário eleitoral para as eleições municipais deste ano, o período da ‘janela partidária’ (quando vereadores poderiam mudar de partido ainda sem prejuízo para a disputa deste ano) venceu nesta sexta-feira (3) e em Dourados o MDB passa a ter a maior representação na Câmara, ocupando cinco cadeiras.

O partido que tinha dois membros (Juarez de Oliveira e Cirilo Ramão), agora ganhou o reforço dos vereadores Carlito do Gás, Olavo Sul e Braz Melo, e passa a dividir a força política na casa com o Democratas e o PTB, que abraçou Janio Miguel, Bebeto e Junior Rodrigues, todos ‘desertores’ do PL, ex-partido da prefeita Délia Razuk, que passa a dividir o comando da legenda no Município com o filho, o deputado Neno Razuk.

O DEM permanece com quatro membros (Pedro Pepa, Cido Medeiros e Madson Valente, este último que não vai disputar novo mandato), reforçado pelo vereador Romualdo Ramim, que extingue a representação do PDT no Legislativo. Ainda assim, o Democratas perdeu o presidente da Câmara, Alan Guedes, agora a principal estrela do PP, presidido na cidade pelo pai dele, o advogado Eudélio Mendonça e que sonha voos mais altos na disputa majoritária do dia 5 de outubro

Apesar das investidas do secretário de Articulação Política do governador Reinaldo Azambuja, o presidente estadual do PSDB Sérgio de Paula, ao município no meio da semana, os tucanos não lucraram muito na bolsa. Ganharam um vereador: Silas Zanata, que mantém a legenda com três membros, além de Sergio Nogueira e Idenor Machado.

Nessa matemática, ‘entra’ fortalecidos nas conversações do Legislativo com vistas às pretensões para a Prefeitura, os deputados Renato Câmara e Barbosinha, respectivamente presidentes do MDB e do DEM no Município e ambos pré-candidatos à sucessão da prefeita Délia Razuk.

Alterações

Deixam de existir na Câmara, além do PDT e do PL, o Cidadania, o Patriota e o PSC, que tinha apenas o vereador Braz Melo, cujo mandato voltou a correr riscos ao longo da semana, após acatamento de Recurso Especial interposto pela suplente Lia Nogueira no STJ (Superior Tribunal de Justiça). A suplente se prepara para reassumir mandato assim que chegar despacho oficial com a nova decisão.

O TSE declara que está acompanhando a evolução do cenário da pandemia da Covid-19 para uma eventual reavaliação dos prazos futuros do calendário eleitoral, como a retomada da coleta da biometria, suspensa até o dia 30 de abril. Em Dourados, mais de 20 mil eleitores deixaram de fazer o recadastramento, mas as eleições de outubro ainda não correm risco.

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, divulgou um comunicado na semana passada afirmando que as eleições municipais deste ano estão asseguradas. "Neste momento, há plenas condições materiais de cumprimento do calendário eleitoral", disse.

Comentário

O médico Ricardo do Carmo, do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, disse na manhã desta sexta-feira (3) que o Município dispõe de 80 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) preparados para o atendimento qualificado da pandemia do Covid-19. Mais dois casos foram confirmados, elevando para seis o total de ocorrências com diagnóstico positivo no Município.

Além dos 14 leitos reservados pelo HU (Hospital Universitário) da UFGD, foram disponibilizados 20 leitos pela Organização Social ‘Intensive Care’ no Hospital da Vida, outros 17 no Hospital Evangélico, 10 no Santa Rita, mais 10 no Hospital do Coração e mais nove no Hospital Cassems, em Dourados. Alguns desses vão funcionar dentro do atendimento dos planos suplementares de saúde.

Macrorregião

Ainda na macrorregião, o Hospital Regional de Ponta Porã entra com dez vagas e o de Nova Andradina com outras dez, informou o profissional durante Coletiva de Imprensa transmitida na live ao vivo da Prefeitura de Dourados.

No total, ainda segundo informa o Comitê, há 84 ventiladores disponíveis e outros sete em vias de contratualização, conforme gráfico apresentado durante a Coletiva.

VEJA AQUI:

leitos corona

Comentário

Conhecida por seus 36 anos de atuação, a MV Agência, uma das maiores agências de propaganda do Estado e integrante do grupo mundial de agências, a Leag (Local Expert Agency Group), é responsável agora também, além de clientes de porte nacional, pela propaganda dos maiores players do mercado regional, como Unimed Campo Grande, Sertão, Real H, Grupo Raviera, entre outros.

Nos últimos dias, a agência está escrevendo mais um capítulo na história de uma empresa de sucesso. Em sua primeira semana de home office, além dos desafios de converter a equipe com mais de 50 colaboradores em um regime até então inédito, o diretor de varejo Alexandre Moralles se sensibilizou com a situação atual do país e resolveu criar um projeto. O Frente Criativa nasceu da vontade de ajudar o mercado local, os pequenos empreendedores, ou seja, as pessoas que precisam trabalhar e estão com seu negócio “parado”.

Em tempos de pandemia, o olhar de consultoria da agência dedicou parte do tempo de trabalho para atender esses pequenos empreendedores de forma totalmente gratuita. A MV Agência lançou este projeto em suas redes sociais e logo recebeu diversos contatos e já começou a trabalhar. O idealizador do projeto declara: “A gente sentiu um desejo genuíno de ajudar e está muito feliz de poder colaborar com alguns empreendedores. Fazer o bem neste cenário de tantas incertezas é levar esperança para as pessoas. A gente acredita que tudo ficará bem em breve e até lá, estamos junto..”

Atendendo a um projeto por dia, a agência consegue colaborar para que a economia continue a se movimentar. Dedicados a este projeto estão uma dupla criativa com expertise em estratégias de marketing e propaganda, além do que é solicitado pela empresa, a agência também indica sugestões e formas de viabilizar negócios durante o período de quarentena. As ideias não ficam no papel, a equipe entrega para o cliente, layouts profissionais e assertivos, os pequenos empreendedores têm a chance de serem atendidos pela maior agência do estado. Mais do que um ato de assistência, a MV soube olhar o que ela tem de mais valioso e oferecer para quem, neste momento, não pode pagar.

O projeto Frente Criativa encerrou as inscrições porque teve uma adesão considerável e as ações já estão em andamento. “A MV me ajudou demais, eles criaram um Festival Promocional para as tortas e eu estou recebendo muitas encomendas, acho que nunca recebi tanta encomenda em um dia só”, disse Flávia, dona do negócio Flávia Gourmet Doces.

A MV vai atender cerca de 20 pessoas com consultoria e criação, o que totalizará em mais de 80 layouts e cerca de R$ 150 mil em serviços, porém, tudo feito de forma gratuita.

Comentário

A Feserp (Federação dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais do Estado de MS) encaminhou nesta semana ao governo do Estado expediente no qual solicita a suspensão pelo prazo de seis meses da cobrança das parcelas dos empréstimos consignados do funcionalismo. A informação é da presidente da instituição, Lílian Fernandes.

De acordo com ela, além da suspensão temporária do pagamento da parcela, a Federação solicitou a redução dos juros cobrados pelos bancos. A medida sugerida pela Feserp, se acatada pelo governo do Estado, irá beneficiar tanto os servidores da ativa quanto aposentados e pensionistas.

“Temos plena consciência de que apolítica de juros é prerrogativa da instituição bancária, mas caso haja pedido formal por parte do governo, acreditamos que em função da pandemia do coronavírus, que está afetando a economia doméstica das famílias, existe sim a possibilidade de o pedido ser aceito”, disse a dirigente sindical.

Comentário

Véspera do feriado nacional da Paixão de Cristo, o dia 9 de abril será facultativo ao trabalho para os servidores dos órgãos e as entidades da Administração Direta, Autárquica e Fundacional do Poder Executivo no Estado.

A decisão está contida em decreto do governador Reinaldo Azambuja, publicado na edição desta sexta-feira (3) do Diário Oficial do Estado e leva em consideração, também, a importância do isolamento social no enfrentamento ao novo coronavírus.

A medida não vale para as unidades e serviços considerados essenciais que, por sua natureza, não possam ser paralisados ou interrompidos, como o dos setores do saúde, por exemplo, bastante requisitados nesse momento.

Comentário

Dados divulgados pela Arpen/Brasil, a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais, informam que o Brasil teve, até à noite de quarta-feira (1) desta semana, 294 óbitos com a "causa mortis" identificada como suspeita ou confirmação de Covid-19 por médicos que assinaram atestados de óbitos em todo o país. Dados do Ministério da Saúde, no entanto, dão conta de 241 mortes até a tarde do mesmo dia.

Os números fazem parte do Portal da Transparência (transparencia.registrocivil.org.br/especial-covid), plataforma eletrônica que reúne os dados registrados pelos cartórios de todo o País e que é administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais.

O portal tem o objetivo de proporcionar uma melhor compreensão do impacto da pandemia do novo coronavírus sobre a sociedade brasileira, contribuindo para a apuração de subnotificações de casos fatais. São Paulo, com 203 óbitos, e Rio de Janeiro, com 46, são os estados com mais mortes registradas como confirmadas sob suspeitas de Covid-19. Na sequencia aparecem Distrito Federal com 8 casos e Pernambuco, com 7.

A plataforma disponibiliza, ainda, as estatísticas de registros de óbitos cuja causa mortis foi apontada pelos profissionais de saúde como Insuficiência Respiratória e Pneumonia, doenças relacionadas ao surto de Covid-19, e que podem constar como causas de falecimentos. Somente no mês de março de 2020 foram registrados 9.036 óbitos com estas doenças em todo o País.

"Trata-se de um serviço de transparência para a população, para o governo, sociedade e para a imprensa acompanharem, em tempo real, as informações desta grave crise de pandemia mundial e seus reflexos no Brasil", explica o vice-presidente da Arpen-Brasil, Luis Carlos Vendramin Júnior. "Assim como outras profissões essenciais, os cartórios seguem abertos, registrando nascimentos, óbitos e fazendo os atendimentos à população em meio a esta crise de saúde pública", completa.

Mesmo a plataforma sendo um retrato fidedigno de todos os óbitos registrados pelos Cartórios de Registro Civil do País, os prazos legais para a realização do registro e para seu posterior envio à Central de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), regulamentada pelo Provimento 46 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), podem fazer com que os números sejam ainda maiores, observa a entidade.

A Lei Federal 6.015 prevê um prazo para registro de até 24 horas do falecimento, podendo ser expandido para até 15 dias em alguns casos, enquanto a norma do CNJ prevê que os cartórios devem enviar seus registros à Central Nacional em até oito dias após a efetuação do óbito.

30 mil no mundo

A Covid-19 é uma doença altamente contagiosa que já deixou mais de 30 mil mortos no mundo. A primeira morte em decorrência da infecção pelo novo coronavírus foi registrada no Brasil no dia 16 de março. Entre seus sintomas, estão tosse seca, coriza, dor no corpo e febre -- todos muito semelhantes aos apresentados em casos de gripes e resfriados. Segundo dados do Ministério da Saúde 86% dos casos de Covid-19 não apresentam sintomas. Para garantir o diagnóstico, são necessários testes específicos, que estão cada vez mais escassos nos postos de atendimento.

Comentário

Página 1 de 1608

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • alemsmais

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus