Timber by EMSIEN-3 LTD
Sexta, 22 Novembro 2019 12:17

MS conquista bronze em modalidade estreiante em Paralimpíada nacional Destaque

Escrito por
Atleta Analanda, de Três Lagoas, festeja conquista inédita para o Estado, com o treinador Roney Atleta Analanda, de Três Lagoas, festeja conquista inédita para o Estado, com o treinador Roney Assessoria

A delegação sul-mato-grossense assegurou nesta quinta-feira (21) mais 19 medalhas no segundo dia de disputas na etapa nacional das Paralimpíadas Escolares, que acontece no Centro de Treinamento Paralímpico em São Paulo. As conquistas foram no atletismo, natação e o parabadminton. A competição termina nesta sexta-feira (22).

Das medalhas 19 condecorações conquistadas nesta quinta, cinco foram de ouro, oito de prata e seis de bronze. Agora, Mato Grosso do Sul soma 54 medalhas (26 douradas, 17 prateadas e 11 bronzeadas) ao todo na maior competição paradesportiva para atletas em idade escolar do mundo. A equipe tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

Estreia com bronze

O destaque do segundo dia de disputas foi a terceira colocação de Analanda Mafissoli, no parabadminton, modalidade estreante nas Paralimpíadas Escolares. A sul-mato-grossense alcançou o bronze na classe SU5, automaticamente após derrota na semifinal para Marya do Carmo, do Maranhão (parciais: 21×17 / 14×21 e 20×22).

Na fase classificatória, pelo grupo A Analanda venceu as três partidas que disputou. Estreou com vitória sobre a catarinense Kauane Cantovinsch, por 2 a 0 (5×21 / 7×21). Depois, bateu Yasmin Dias, do Distrito Federal, pelo placar de 2 a 1 (11×21 / 24×22 / 14×21) e Ana Carolina Reis, de Goiás, por 2 a 0 (22×24 / 14×21).

A atleta de 17 anos conta que pratica o esporte há seis meses, com o técnico Roney Ferreira, em Três Lagoas. “Não esperava o bronze, achei que não ia me sair tão bem pelo pouco tempo de treino, mas estou muito feliz que a medalha veio”. Esta é a segunda vez que Analanda participa das Paralimpíadas. Na primeira, representou o Estado no tênis de mesa, antes de se encantar pela modalidade com peteca (chamada de volante ou birdie). “Me apaixonei, tem de ter garra, ir atrás, não desistir nunca e é um esporte que envolve corrida e tudo que eu gosto. É bem emocionante”.

Em ascensão no Brasil, o badminton já é desenvolvido em Mato Grosso do Sul, por meio do Programa Escolar de Formação e Desenvolvimento Esportivo, da Fundesporte. “É uma sensação muito boa ter o badminton em nosso Estado, é uma coisa que outros podem ter. Me sinto muito bem com isso, é gratificante saber que temos o badminton”, finaliza Analanda. De acordo com o técnico Roney Ferreira, o bronze em São Paulo é importante para demonstrar o crescimento do esporte em Três Lagoas e no Estado inteiro.

A modalidade é praticada no município sul-mato-grossense há quatro anos. “Fiquei muito feliz que conseguimos a medalha de bronze com a Analanda, o que é um feito e tanto. Mostra que treinamos e fazemos um bom trabalho. Isso evidencia também que estamos no caminho certo. Se não fosse o incentivo da Fundesporte, não estaríamos aqui, com este trabalho”. A modalidade estreante tem 36 competidores entre os cerca de 1.220 atletas que participam do evento, vindos de 26 Estados e do Distrito Federal.

Brasileirão - Rodada

Classificação

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus