Timber by EMSIEN-3 LTD
  • hepatites
  • Dnews Whats
Segunda, 06 Agosto 2018 12:56

Paratleta da Unigran consegue três medalhas de ouro no Fisu em São Paulo Destaque

Escrito por
Bethânia, durante a prova de arremesso de dardo no Festival Pan-americano universitário Bethânia, durante a prova de arremesso de dardo no Festival Pan-americano universitário Divulgação

A douradense Bethânia Gomes, atleta do Clube Monte Sião, garantiu mais três medalhas de ouro para a coleção o Fisu América Games 2018, a primeira competição Pan-Americana voltada ao esporte universitário, realizada entre os dias 19 e 29 de julho, nas dependências do CPB (Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro), em São Paulo. Nesta competição Bethânia mais uma vez representou a Unigran, onde cursa Serviço Social na modalidade ensino à distância.

Os três triunfos foram alcançados nas modalidades arremesso de peso, dardo e disco, no atletismo paratleta, repetindo assim o resultado obtido em maio durante os Jogos Paralímpicos Universitários. Além de manter a alta performance e permanecer no lugar mais alto do pódio nestas categorias, Bethânia superou não só os adversários, como também a si mesma, já que ultrapassou as suas próprias marcas nesta competição.

O Fisu América contou com a participação de mais de 1500 atletas de diversas nacionalidades. Os competidores brasileiros tiveram como adversários desportistas dos Estados Unidos, Canadá, Chile, Peru, Colômbia, Argentina, Costa Rica, Paraguai, Honduras, México e Uruguai. Ao todo foram disputadas 13 modalidades: atletismo, basquetebol, taekwondo, futebol, futsal, voleibol, judô, natação, tênis e tênis de mesa. A delegação brasileira foi a mais numerosa da competição, com 450 atletas, sendo 150 deles paratletas. A equipe tupiniquim conquistou ao todo 318 medalhas de ouro, 141 de prata e 64 de bronze.

Ainda em 2018 a paratleta irá disputar outras duas competições nacionais. A primeira será a fase final do Brasileiro de Atletismo Paralímpico, que acontece de 27 a 30 de setembro e mais uma vez será sediado no CPB (Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro), em São Paulo. Em seguida irá competir um pouco mais perto de casa, na 66ª edição do JUBs (Jogos Universitários Brasileiros), em Maringá, entre 4 e 11 de novembro.

Monte Sião

O clube fundado por Bethânia mantém hoje em seu plantel cerca de 20 atletas, todos eles portadores de algum tipo de necessidade especial. Criado no início de 2016 para preencher uma enorme lacuna no esporte local, o Monte Sião é uma instituição sem fins lucrativos que busca através do esporte dar uma nova oportunidade a aqueles que desenvolveram ou então nasceram com alguma deficiência. A fundadora é um ótimo exemplo de superação, pois possui pouco mais de 5% da visão e encontrou no atletismo um novo sentido na vida, após ficar numa espécie de limbo depois de ser aposentada compulsoriamente em virtude da baixa visão.

E foi justamente para proporcionar esta oportunidade a outras pessoas que ela capitaneou a missão de fundar e manter o clube. Atualmente os atletas do Monte Sião utilizam toda a infraestrutura esportiva da Unigran e também são auxiliados pelos professores e acadêmicos do curso de Educação Física, bem como recebem orientações para uma alimentação saudável através da Clínica de Nutrição e participam de diversos projetos da Clínica de Fisioterapia.

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • Unimed 38
  • kikao pais

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus