Timber by EMSIEN-3 LTD
Segunda, 05 Fevereiro 2018 08:52

Eagles leva o Super Bowl após Nick Foles renascer e bater Tom Brady em jogo histórico

Escrito por GloboEsporte
Nick Foles Super Bowl NFL Eagles Nick Foles Super Bowl NFL Eagles Patrick Smith/Getty Images

Uma redenção multiplicada por milhares de corações de torcedores à espera do inédito título do Super Bowl. Desde a ressurreição do quarterback Nick Foles, passando pela implacável lei do ex-jogador até o maior dos adversários a se enfrentar. Foi assim que o Philadelphia Eagles comemorou sua primeira conquista na 52ª edição do Super Bowl, neste domingo, em Mineápolis. Com máscaras de cachorro espalhadas pela arquibancada, representando o "underdog" (que signfica azarão), ao vencer por 41 a 33 o New England Patriots e tirar a coroa de Tom Brady. Fundado em 1933, o time já havia sido campeão da NFL em três oportunidades, mas antes da criação do evento, em 1967.

Esquecido até a lesão de Carson Wentz na reta final da temporada, Nick Foles liderou um ataque, consciente de suas armas para superar a defesa dos Patriots. Distribuiu bem o jogo corrido e aéreo, abrindo espaço para LeGarrette Blount e Jay Ajayi até mesmo em momentos cruciais de terceira descida e fez lançamentos que resultaram em recepções para eternidade de Alshon Jeffery e Corey Clement. Ele terminou com 373 jardas e três passes para touchdown, além de marcar um ao se transformar em recebedor. Foi eleito o MVP da partida.

Nick Foles precisou superar um desempenho especial de Tom Brady, que bateu o recorde de jardas aéreas em Super Bowl, com 505, superando sua própria marca de 466 do ano passado, e ainda lançou para 3 touchdowns. Seu rival foi mais uma vítima da maldição do MVP da temporada regular, que não consegue vencer o Super Bowl desde a 1999/2000, quando Kurt Warner liderou o Saint Louis Rams.

Batalha épica entre QBs!
Nick Foles: 28/43 nos passes, 373 jardas, 3 TDs lançados, 1 TD recebido, 1 interceptação
Tom Brady: 28/48 nos passes, 505 jardas*, 3 TDs lançados, 1 fumble
* Recorde no Super Bowl

Muitos pontos e ataques fulminantes
Depois de um field goal para cada lado no começo do jogo, os Eagles abiram vantagem em touchdown sensacional de Alshon Jeffery, que com a marcação em cima conseguiu fazer a recepção em um lançamento de 34 jardas de Foles. Jake Elliott perdeu a chance do ponto extra, e Philadelphia ficou na frente por 9 a 6. Os Patriots tiveram a chance de diminuir, mas um erro do time de especialistas atrapalhou a vida de Stephen Gostkowski, que chutou o field goal na trave no começo do segundo quarto.

Os Patriots ainda forçaram um punt e recuperaram a bola. Tom Brady tentou inventar e virar recebedor, mas não conseguiu segurar o passe de Danny Amendola. Depois, arriscou uma quarta descida para cinco jardas, mas não a converteu. Custou caro. Blount foi com tudo para fazer mais um touchdown para os Eagles, abrindo 15 a 3. O time errou a tentativa de dois pontos

Para piorar a vida dos Patriots, o time perdeu o recebedor Brandin Cooks por concussão. Mas Rex Burkhead apareceu com um belo avanço de 46 jardas depois de um passe curto de Brady. Na sequência, Gostkowski acertou o field goal de 45 jardas. Os Eagles, então, cometeram o primeiro desperdício de bola do jogo, quando Jeffery não conseguiu fazer a recepção e entregou a bola nas mãos de Duron Harmon, que fez a interceptação. New England aproveitou e encerrou a campanha com um touchdown de James White, herói do Super Bowl 51, reduzindo a vantagem para 15 a 12.

Com a mão quente, no entanto, Foles ainda teve tempo para liderar mais uma campanha no segundo quarto. E ele mesmo finalizou com um touchdown depois de uma jogada que enganou a defesa dos Patriots, transformando o tight end Trey Burton em quarterback. Houve polêmica por uma formação ilegal da linha ofensiva, mas a pontuação foi confirmada. Assim, o time seguiu para o intervalo com a vantagem de 22 a 12 sobre o atual campeão.

Depois do show de Justin Timberlake e com mais tempo para colocar a cabeça no lugar, os Patriots encontraram seu caminho para reagir Rob Gronkowski, que havia recebido apenas um passe nos dois primeiros quartos, foi o alvo de Brady em uma sequência de quatro lançamentos na mesma campanha até chegar ao touchdown e deixar o placar novamente próximo, com os Eagles na frente por 22 a 19.

Nick Foles respondeu rapidamente. Desta vez, acertando um belo passe para Clement. A jogada precisou de revisão e deixou a torcida dos Eagles na expectativa até a confirmação do touchdown. Brady mostrou que havia voltado com o braço quente e não deixou o adversário respirar com a boa vantagem, fazendo o passe para Chris Hogan marcar para os Patriots. Philadelphia terminou o terceiro período na frente por 29 a 26.

Com 15 minutos pela frente, os Eagles abriram o último período com um field goal de Elliott, que colocou seis pontos de vantagem no placar e passou a contar com sua defesa para segurar Brady. Mas o quarterback dos Patriots continuou sua recuperação na segunda metade do jogo e encontrou Gronkowski para mais um touchdown, que resultou na virada com o ponto extra de Gostkowski, deixando New England pela primeira vez na frente por apenas um ponto a nove minutos do fim.

Nick Foles precisou de sangue-frio e de uma quarta descida para uma jarda ainda no campo de defesa para deixar os Eagles vivos em campo. Ele conseguiu e ainda controlou bem o relógio, coroando a campanha do título com mais um passe para touchdown, acertando Zach Ertz: 38 a 33. Com pouco mais de dois minutos por jogar e com a necessidade de um touchdown para vencer, Tom Brady sofreu sack de Brandon Graham e cometeu um fumble. O lance foi decisivo para a partida. Com a bola, os Eagles gastaram o tempo, se aproveitaram e aumentaram a vantagem para 41 a 33 em mais um field goal de Elliott, de 46 jardas.

Tom Brady ficou com 65 segundos na mão e sem tempo para pedir, precisando do touchdown e da convesão de dois pontos para levar a decisão para a prorrogação. Mas nem ele foi capaz do milagre desta vez, e viu sua chance de se tornar o maior campeão do Super Bowl parar em um cachorro considerado morto. No último lance, no desespero, hail mary para Rob Gronkowski cercado por rivais na endzone. Sem sucesso. Festa em Philadelphia.

Tive momentos em uma carreira que pensei em me aposentar. Mas consegui tirar forças, tive o apoio da minha família e estou muito feliz das escolhas que fiz para chegar até aqui, Nick Foles

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • mistura
  • Fabio Jr

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus