Timber by EMSIEN-3 LTD
Terça, 23 Junho 2020 17:05

Embrapa realiza live sobre influência do clima na produção do Sul do Estado Destaque

Escrito por

A Embrapa Agropecuária Oeste, de Dourados, vai realizar nesta quinta-(25), às 11 horas (pelo horário de Brasília), live com o tema “A importância do clima no seu dia a dia: o exemplo de Mato Grosso do Sul”. O evento ao vivo terá a presença dos pesquisadores Carlos Ricardo Fietz, Danilton Luiz Flumignan e Éder Comunello, que falarão sobre temas interdisciplinares e, como moderador, o pesquisador Milton Parron Padovan.

O pesquisador Fietz vai apresentar uma visão panorâmica do clima da região sul de Mato Grosso do Sul, com informações sobre eventos extremos, como temperaturas máxima e mínima, umidade do ar, velocidade do vento, além de falar sobre o comportamento da temperatura e chuva, ocorrência de geadas e veranicos, entre outros, na região.

Outra região do estado retratada será a leste, conhecida como Bolsão. A partir dos estudos de clima feitos pela Embrapa Agropecuária Oeste, mostrou-se que os produtores rurais da região, predominantemente pecuário, podem explorar o setor agrícola, bastando para isso conhecer e usar bem o clima propício para a agricultura e transpor as condições desfavoráveis, como mostram as pesquisas do Centro de Pesquisa da Embrapa. Esse será o assunto de Danilton Luiz Flumignan, pesquisador da Unidade da Embrapa de Dourados.

O uso dos dados para zoneamento climáticos, em especial o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC), será o assunto do pesquisador Éder Comunello. Entre eles, ele mostrará como a quantidade de estações meteorológicas com séries longas, com no mínimo 15 anos, dados de plantas, para estimar a necessidade de água das culturas, além da capacidade do solo armazenar a água, resultam nas recomendações do ZARC, com os períodos mais favoráveis de plantio.

Compactação do solo

No dia seguinte (26), às 10 horas (de Brasília), os pesquisadores Henrique Debiasi, da Embrapa Soja e Júlio Cesar Salton, da Agropecuária Oeste, abordarão a compactação do solo para as regiões de transição, do climasubtropical da região de MS. O objetivo é discutir a qualidade física do solo que se manifesta por várias formas, entre as quais a compactação. Para tanto o diagnóstico é fundamental para entender o que causa esse problema, e a evolução ao longo do tempo devido ao uso de uma sequência de práticas inadequadas. Com o diagnóstico correto, com o método de Diagnóstico Rápido da Estrutura do Solo (DRES) pode-se corrigir os problemas e retornar o solo à sua melhor condição.

  • coronagov
  • disk corona
  • unigran 150
  • Editais

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis