Timber by EMSIEN-3 LTD
  • 10 anos
  • unigran topo
Redação Douranews

Redação Douranews

Em Porto Murtinho, na tarde de sábado (18), às 17h40min, uma equipe da PM, após receber uma denúncia anônima, deslocou até o Retiro Chateloodo, onde constatou que um veículo Saveiro, que estava abandonado e coberto com galhos. Foi verificado, em seu interior, substância entorpecente (maconha). Foram apreendidos, aproximadamente 270 kg de entorpecente (maconha).

A Polícia Militar está diuturnamente presente em toda a área do 11º BPM, realizando o policiamento ostensivo e preventivo, com o intuito de garantir a ordem, a segurança e a saúde da população.

Para denúncias acerca de Contrabando, Descaminho ou Tráfico de Drogas, ligue 181! DENUNCIE!

Assessoria de Comunicação Social do 11º BPM

Comentário

Campo Grande(MS) - Nesta manhã (20/08), a PMMS por meio do Batalhão de Polícia Militar de Choque - BPMChoque promoveu a aula inaugural do 8º Curso de Especialização em Patrulhamento Tático Motorizado-PATAMO. O evento foi realizado no Teatro Glauce Rocha, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul em Campo Grande.

A palestra que marcou o início do 8º PATAMO  foi ministrada pelo Comandante do 1º Batalhão de Choque Tobias Aguiar- ROTA, o Tenente-Coronel PM José Augusto Coutinho, com o tema "Patrulhamento Tático Motorizado no Estado de São Paulo"

O 8º Curso de Especialização em Patrulhamento Tático Motorizado tem por finalidade habilitar e especializar os integrantes da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul (oficiais e praças), policiais militares de outros estados e coirmãs para atuações nas atividades de patrulhamento tático motorizado, executando as tarefas de resposta imediata em situações críticas, o patrulhamento ostensivo em áreas de alto risco, o apoio a ações policiais de risco e suporte técnico em ocorrências de alto grau de periculosidade.

Dentre outras instruções, serão ministradas aos alunos, técnicas de tiro, técnicas e táticas policiais, ações de choque, abordagem a pessoas e veículos, operações helitransportadas, visitas técnicas em unidades de referência em patrulhamento tático do país, entre outras.

Nesta edição o curso contou com 127 inscritos sendo que cada candidato ao curso foi devidamente submetido a rigoroso processo seletivo, passando por testes de aptidão física, que incluíram provas de corrida, natação e subida de corda, onde ao final foram matriculados para o curso  56 candidatos, sendo 44 da PMMS e 12 candidatos das polícias coirmãs de diversos estados da federação: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Amazonas, Paraná e Goiás, além de cinco policiais rodoviários federais.

Estiveram presentes na solenidade o Subcomandante-Geral da PMMS, Coronel PM Renato dos Anjos Garnes,  o Comandante de Policiamento Especializado da PMMS, Coronel PM Marcus Vinícius Pollet, o Diretor do Departamento de Operações de Fronteira, Coronel PM Wagner Ferreira Da Silva, o Comandante de Policiamento Metropolitano da PMMS, Coronel PM André Henrique de Deus Macedo, o Comandante do BPMChoque da PMMS, Major PM Rigoberto Rocha da Silva, dentre outros oficiais e praças da PMMS.

Assecom/PMMS

Comentário

Em Bela Vista, na manhã de domingo (19), às 08h45min, uma equipe da PM, após abordagem a ônibus que faz linha entre Bela Vista e Jardim, prendeu 02 homens, de 19 e 23 anos, por tráfico de drogas. A equipe policial encontrou a droga em mochilas que estavam com os referidos homens. Ambos foram encaminhados à Delegacia ficando à disposição da justiça. Foram apreendidos 26 quilos e 880 gramas de entorpecente.

A Polícia Militar está diuturnamente presente em toda a área do 11º BPM, realizando o policiamento ostensivo e preventivo, com o intuito de garantir a ordem, a segurança e a saúde da população.

Para denúncias acerca de Contrabando, Descaminho ou Tráfico de Drogas, ligue 181! DENUNCIE!

Assessoria de Comunicação Social do 11º BPM

Comentário

Ao participar de ato simbólico em comemoração ao Dia da Árvore (21 de setembro) nesta segunda-feira (20), o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância da preservação do meio ambiente. “É importante ter essa consciência do plantio de árvores, do reflorestamento e, principalmente, de transformar o Mato Grosso do Sul em um Estado carbono neutro, neutralizar todas as emissões de gases para ter, se Deus quiser, um futuro ainda melhor. Isso faz parte de uma política governamental e convido vocês: vamos todos plantar uma árvore e fazer o bem a nossa natureza”, afirmou. Durante o evento, cinco mudas de Ipês foram plantadas em frente a Governadoria.

Com uma série de iniciativas, Mato Grosso do Sul planeja mitigar a emissão de gases que prejudicam o meio ambiente e provocam o efeito estufa até 2030. “Temos o projeto que é o Estado carbono neutro, e não se faz mitigação de carbono, sem existir árvore. Então, o Dia da Árvore é fundamental para isso, que possamos refletir um pouco de qual a proposta, de comunicar as pessoas sobre a importância da educação ambiental, mostrando que o Governo realmente caminha no desenvolvimento sustentável. O governador sempre estabeleceu que o Estado buscasse o desenvolvimento sustentável, e sustentabilidade passa exatamente por esse ato simbólico que é o plantio de árvores”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.

A ação faz parte da campanha "Um futuro sustentável a gente planta hoje”, encabeçada pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), que prevê a distribuição e plantio 11 mil mudas de árvores nativas do cerrado brasileiro, no Estado. “Temos, dentro da nossa companhia, a Gerência de Meio Ambiente que é responsável por ações ambientais. Queremos despertar um sentimento de conscientização ambiental. É um gesto que a companhia faz para incentivar, aproveitando a data simbólica do Dia da Árvore. Árvore é vida e representa uma ação de sustentabilidade onde todas as pessoas devem fazer a sua parte”, disse o diretor-presidente da Sanesul, Walter Benedito Carneiro Junior.

Além de Reinaldo Azambuja, Jaime Verruck e Walter Carneiro, participaram do ato o secretário de Estado de Cidadania e Cultura, João Cesar Mattogrosso, e o secretário interino de Governo e Gestão Estratégica, Flávio César Mendes de Oliveira.

Joilson Francelino, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro

Comentário

Secretaria de estado de Fazenda – SEFAZ/MS e Secretaria de estado de Educação – SED/MS, por meio da Unidade de Educação Fiscal – UNDEF, lançam o concurso de desenho “Desenhando os caminhos dos tributos” – Uma nova história para a Educação Fiscal em edital publicado no diário oficial da última sexta (dia 17). O concurso é parte das ações do novo modelo de Educação Fiscal – MS que, financiado pelo Profisco II (linha de crédito concedida pelo BID aos estados e ao Distrito Federal), irá desenvolver material didático para levar conhecimento do fisco a toda população de maneira fácil e acessível.

A Educação Fiscal se apresenta como um desafio para a sociedade Sul-Mato-Grossense por propor a inserção de conhecimentos que implicam em mudanças de comportamento e induzem o cidadão a se envolver com o desenvolvimento econômico e social do MS. Partindo deste princípio, uma nova história será contada por estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II e 1º ao 3º ano do Ensino Médio da Rede Pública de Ensino de Mato Grosso do Sul, e seus respectivos professores orientadores.

Os desenhos devem ter a temática cidadania consciente, função social dos tributos e sonegação fiscal, onde os personagens darão vida, posteriormente, aos materiais publicitários e pedagógicos da Educação Fiscal. São mais de 130 mil reais em prêmios doados pela Receita Federal do Brasil, dos quais premiarão do 1° ao 5º lugar e também o professor responsável. Dentre eles: iPhone, apple watch, macbook, videogames, tabletes, etc;

Os alunos interessados em concorrer terão do dia 27/09 a 02/10 para realização dos desenhos e seleção pela escola, após essa etapa poderão fazer sua inscrição e envio dos desenhos no site www.educacaofiscal.ms.gov.br do dia 04 a 31/10. O período de avaliação será do dia 04 a 16 de novembro e o resultado final sairá no dia 24/11.

Live de Lançamento

Na próxima segunda (dia 28), às 15h, acontece a live de lançamento do concurso “Desenhando os caminhos dos tributos”, que será transmitida no facebook do governo do estado de Mato Grosso do Sul/MS e canal do youtube da Unidade de Educação Fiscal de MS/UNDEF. A live será conduzida por Carlos Roberto Antunes – responsável pela UNDEF e contará com a participação do Secretário de Estado de Fazenda de MS – Felipe Mattos, da Secretária de Estado de Educação de MS – Maria Cecília Amêndola da Motta e do Delegado da Receita Federal do Brasil em Campo Grande – Clovis Cintra.

Larissa Paraguassu, Sefaz

Comentário

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul promove nesta segunda-feira (20), a partir das 19 horas, sessão solene semipresencial alusiva ao “Centenário de Paulo Freire”, em que serão homenageados 86 personalidades, entre entidades e profissionais da Educação. A solenidade será conduzida do Plenário Júlio Maia, e transmitida ao vivo nos canais de comunicação oficiais da Assembleia Legislativa: canal 9 da Claro Net TV, TV ALEMS, Youtube, Facebook, Rádio ALEMS e aplicativo Assembleia MS - (Android/iOS).

A proposição do evento é do deputado estadual Pedro Kemp (PT), presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Lazer e Tecnologia, da Casa de Leis. “Celebrar o centenário do nascimento de Paulo Freire, nesses tempos sombrios que estamos vivendo, é importante, não só para honrar toda a sua obra e legado, toda sua contribuição para a educação brasileira e mundial, mas também para reafirmar a importância de uma educação crítica e emancipadora para a construção de uma sociedade livre, democrática e mais justa”, afirma Kemp.

HOMENAGEADOS

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de MS), o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) e o Sindicato Campograndense dos Profissionais da Educação Pública de Mato Grosso do Sul são as entidades homenageadas.

Entre os profissionais da área, foram incluídos os professores de Dourados Gleice Jane Barbosa, Daniel Stockmann, Esmael Almeida Machado, Neimar Machado de Sousa, Noêmia dos Santos Pereira Moura, Teodora de Souza e Tiago Resende Botelho.

Comentário

A Frente Feminista de Dourados protocolou, na manhã desta segunda-feira (20), Carta à Câmara de Vereadores do Município pelo Fim da Violência contra as Mulheres e Crianças de Dourados. O documento faz um relato dos tempos angustiantes que tem vivido mulheres e crianças, as mais afetadas diante da vulnerabilidade social e da política econômica que tem deixado o país em situação de pobreza e miséria.

A Carta também aponta dez preocupações sobre a questão da violência em Dourados e pede para que a Casa de Leis vá além do fato que envolve um vereador da cidade e pede o fim da violência contra mulheres e crianças. E finaliza solicitando “a realização de Audiências Públicas em conjunto com o Movimento de Mulheres e os demais movimentos que assinam o documento, no intuito de aprofundar as causas e debater a melhoria das políticas públicas de prevenção”.

APOIO DIGITAL
Em paralelo à entrega da Carta, a Frente Feminista de Dourados, em conjunto com outros coletivos e entidades, estão solicitando apoio ao documento via assinatura pelo Google Forms, pelo link: https://forms.gle/pXRV3mZoqoZzuu2D6

Leia a Carta na integra:

"Excelentíssimo Senhor Laudir Munaretto,
Presidente da Câmara Municipal de Dourados.
Caro Parlamentar,
Cotidianamente a violência bate à nossa porta, seja pelos veículos de informações da cidade ou pela presença de agressores em nossos lares. Há tempos a violência contra as mulheres e crianças em Dourados tem nos angustiado.
Toda a população de Dourados, está vulnerável diante da realidade que assola o país, mas as mulheres, são as mais afetadas.
Nos últimos meses de 2021, acompanhamos histórias de mulheres e crianças sendo violentadas e assassinadas em nosso município. Em um desses casos, perdemos a vida de uma criança indígena que chocou o país inteiro.
Agravando ainda mais a situação da violência, a política econômica do governo federal tem deixado milhares de mulheres e crianças em situação de pobreza e miséria. A fome também é uma violência provocada pela opção política de quem governa.
A PEC da morte que congelou investimentos nos serviços públicos em 2017, tem deixado duros rastros para a população e agora vivemos sob a ameaça da PEC 32 que prevê a destruição dos serviços públicos. Essa política afetará toda população, mas atingirá principalmente as mulheres, pois são elas quem mais usam as estruturas do serviço público. São as mulheres que mais precisam dos serviços de atendimento à educação, saúde, assistência social e segurança.
Em meio a destruição de direitos e aumento da violência, vivenciamos uma situação preocupante em Dourados, onde um representante do povo foi preso por violentar a sua companheira. Tal fato indignou toda a cidade e novamente trouxe à tona a pauta da violência. Diante do fato, temos acompanhado a posição da câmara e apoiamos as medidas encaminhadas por esta casa até o presente momento, pois é preciso que vossas senhorias, representantes do povo, sejam exemplos ao povo douradense.
No entanto, compreendemos, que tal fato não possa ser entendido apenas como um caso específico a ser resolvido internamente na Câmara. Esta Casa de Leis precisa ir além do fato que envolve o vereador e debater seriamente a violência que assola o município de Dourados.
Nós mulheres, trabalhadoras organizadas em diversos coletivos, militantes e trabalhadoras em diferentes causas, temos algumas preocupações:
● o alto índice de violência contra mulheres e crianças;
● o alto índice de violência contra mulheres e crianças indígenas;
● o baixo apoio institucional para lidar com as violências, sendo esse desinteresse, notado grandemente em relação às mulheres e crianças indígenas;
● a Delegacia da Mulher não atua 24 horas, isso expõe as mulheres ao atendimento fora de um ambiente especializado e consequentemente, por falta de profissionais capacitados para o atendimento, coloca mulheres e crianças em situação de revitimização;
● a revitimização da vítima de violências, quando essa mulher precisa passar por exame de corpo de delito com um perito do sexo masculino após ter sofrido violência sexual. Todo atendimento às mulheres deve ser realizado exclusivamente por mulheres capacitadas, caso contrário colocamos as vítimas em situação de desconforto e isso desmotiva as denúncias;
● a falta de divulgação dos aparatos e leis já existentes, como é o caso da Lei do Sinal Vermelho e a inexistência de uma política que promova a educação não sexista;
● o fechamento de espaços de proteção a mulheres e crianças, como foi o caso da Vara da Criança e Adolescente em Dourados e a Casa Abrigo, que abrigava mulheres e crianças em situação de risco de vida;
● a ineficiência de serviços importantes para o atendimento de qualidade como a Sala Lilás, e não aplicação de seu Fluxo construído e publicado em Diário Oficial;
● a inexistência de intérpretes que possam acompanhar as mulheres indígenas e imigrantes para atendimentos onde o diálogo é necessário;
● a ausência de ações para a prevenção da violência, resgate da autonomia e empoderamento das mulheres, como, investimento e apoio público à Economia Solidária e Curso de Qualificação para o trabalho.
É percebido por todas nós que as políticas de prevenção a violência têm sido preteridas nas gestões estaduais e federais, vide o corte de recursos nos últimos anos para as rubricas já existentes, destinadas aos programas e projetos, como a Casa da Mulher Brasileira.
É necessário averiguar, à nível municipal, porque os instrumentos de combate a violência não estão conseguindo inibir a violência.
O que falta para que consigamos combatê-la?
Os recursos financeiros destinados ao enfrentamento à violência são suficientes?
As políticas estão sendo desenvolvidas de acordo com as necessidades?
Vale ressaltar que um dos eixos do 27° grito dos(as) excluídos(as) deste ano é, Mulheres: Equidade e direitos, tema dos mais importantes do nosso ordenamento jurídico brasileiro da Constituição Federal e sendo o Brasil o 5° país que mais mata mulheres no mundo (Atlas da Violência) não podemos nos omitir.
Como mulheres cis e trans, somos mães, filhas, trabalhadoras, professoras, psicólogas, advogadas e muitas outras atribuições às quais nos dedicamos, vimos solicitar que a Casa de Leis de Dourados enfrente a violência doméstica no nosso município.
Nesse sentido, solicitamos que a Câmara de vereadores realize audiências públicas em conjunto com este movimento de mulheres e os demais movimentos que assinam esta carta, visando grande participação da sociedade douradense, com o intuito de aprofundar as causas de tanta violência em nosso município e debater a melhoria das políticas públicas de prevenção a violência contra mulheres e as crianças em nossa cidade.
Queremos uma Dourados segura para todas as mulheres e crianças!
Dourados, Setembro de 2021.
Frente Feminista de Dourados.
Assinam em conjunto:
Movimentos Sociais Feministas,
Coletivos Organizados e
Mulheres Cidadãs"

Serviço:

Frente Feminista de Dourados - Contato: Taty Brum - 67 9-9821-8266 / Heblisa Mello - 67 9-8404-0997

 

Comentário

Campo Grande (MS), neste sábado durante patrulhamento de rotina pela vila Marcos Roberto, a guarnição policial militar visualizou um indivíduo portando uma arma branca artesanal do tipo foice, fato este que despertou  interesse pela abordagem.

Que no momento em que era feita a abordagem pessoal, o indivíduo tentou desvencilhar-se do policial, afirmando que a equipe policial não sabia com quem estavam lidando e que iria agredi-los fisicamente e proferiu insultos aos policiais, dizendo que eram vagabundos.

Que o individuo apresentou comportamento bastante alterado e agressivo e foi necessário a utilização de força física moderada e técnicas de imobilização para contê-lo, e somente com apoio de outra equipe policial foi possível imobilizá-lo.

Foi encontrado com o mesmo um cachimbo artesanal para utilização de substância entorpecente, que afirmou ser usuário de drogas.

O autor foi conduzido para delegacia para providências.

Comentário

Maracaju (MS) – Neste fim de semana a Polícia Militar prendeu condutores em estado de embriaguez. Veja mais detalhes!

Na sexta-feira (17), a guarnição em rondas ostensivas/preventivas, avistaram um veículo GOL PRATA em alta velocidade e fazendo zig zag na via pública.

Foi dada ordem de parada ao autor de 50 anos que não obedeceu, vindo a empreender fuga, colocando em risco a vida de terceiros e a si mesmo, momento que ao realizar uma curva entre as ruas Raul Pires Barbosa com a rua Bruno do Couto veio a colidir na lateral do veículo GM/S10, que se deslocava pela rua Raul Pires Barbosa, causando avaria de pequena monta no referido veículo, e ainda prossegui fuga.

Logrando êxito em abordar o autor no cruzamento das ruas Marechal Floriano Peixoto com Raul Pires Barbosa.

O autor fora submetido ao teste de alcoolemia onde foi constatado a quantia de 0.84mg/l.

Em Blitz na rua Onze de Junho abordou um veículo que trafegava pela via com farol apagado. O condutor de 24 anos estava aparentemente embriagado, sendo constatado forte odor etílico e após submeter ao teste de alcoolemia fora constatado 1.10 mg/l.

No sábado (18) foi realizado a abordagem do condutor de 37 anos o qual conduzia um GM/Trailblazer.

Foi oferecido o Etilômetro que o condutor aceitou realizar que o resultado deu 0,48 mg/l, valor considerado 0,41 mg/l, sendo considerado índice para crime de trânsito.

Domingo (19) foi verificado um veículo VW/Gol de cor branca, o condutor de 23 anos realizou arrancadas bruscas na via, com derrapagem de pneus e dirigibilidade em alta velocidade, colocando em risco a si mesmo e aos demais ocupantes da via.

Em abordagem foi verificado que o condutor exalava forte odor etílico durante a conversação. Foi realizado o teste de alcoolemia exibindo o resultado de 0,82mg/L.

Em rondas próximo ao parque ecológico, foi verificado um veículo FIAT/PALIO EX de cor verde, tendo seu condutor de 33 anos em zig zag na via, vindo a colidir de raspão na roda traseira do lado esquerdo da viatura policial.

Em abordagem o condutor exalava forte odor etílico durante a conversação, dispersivo e com dificuldades de equilibra-se. Foi convidado a realizar o teste do Etilômetro, mas se recusou.

Da notificação valores e pontos na CNH:

  • Dirigir sob influência de álcool: Gravíssima 7 pontos e o valor da notificação de R$ 2.934,70 (Dois mil novecentos e trinta e quatro reais e setenta centavos);
  • Recusar-se a ser submetido a teste que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa: Gravíssima 7 pontos e o valor da notificação de R$ 2.934,70 (Dois mil novecentos e trinta e quatro reais e setenta centavos);

Diante dos fatos os autores foram detidos e encaminhados a Delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis que cada caso requer.

Polícia Militar, servir e proteger

(Assessoria de Comunicação da 2ª CIPM/CPA-1)

Comentário

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu diversos alertas para Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (20). Um deles é para onda de calor e os outros três alertam para os riscos da baixa umidade que possui níveis diferentes para cada região.

A cor vermelha, que sinaliza o risco considerado mais grave, alerta para a umidade relativa do ar que pode ficar abaixo de 12% em alguns municípios da região pantaneira, norte e leste. Essa condição oferece elevados riscos de incêndios florestais e também à saúde, como doenças pulmonares, dores de cabeça e etc.

Página do Inmet alerta para onda de calor e baixa umidade em MS

As orientações principais são: tomar bastante líquido, evitar atividades físicas que podem ser nocivas com o tempo seco, evitar exposição ao sol, usar hidratantes corporais e umidificar os ambientes. Evite bebidas diuréticas como café e álcool também estão na lista de recomendações.

O aviso considerado de grande perigo é válido para 20 municípios das regiões pantaneira, norte e leste: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Já o alerta laranja sinaliza perigo para umidade do ar que pode variar entre 20% e 12%, oferecendo risco de incêndios florestais e à saúde vale para 52 municípios do Estado incluindo a Capital. Apenas a região sul e parte da região sudoeste estão no alerta amarelo para umidade do ar entre 30% e 20%, onde é baixo o risco de incêndios e a saúde.

A onda de calor vale para todo o Estado e avisa para que as temperaturas devem ficar em média 5ºC acima da média por um período de 02 até 03 dias.

Alertas Defesa Civil

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de SMS que dispara alertas diversos para o cidadão cadastrado.

O serviço oferecido gratuitamente é uma ferramenta importante pois os alertas vêm com orientações. Para aderir ao sistema, o cidadão deve enviar mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência.

A partir do cadastramento, o telefone e o endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada.

Vale ressaltar que a ferramenta não se trata de previsão do tempo, mas de alertas que serão enviados sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

Comentário

Página 1 de 2621

A responsabilidade continua

  • barracao
  • barracao1
  • ms 156 gov

O Tempo Agora

  • unigran 21

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis