Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Com a intenção de somar forças e procurar ajudas moradores da região da Chácara dos Abaetes, que recentemente realizaram um abaixo-assinado visando sensibilizar o poder público municipal quanto a necessidade de manutenção das ruas do bairro, o vereador Pedro Pepa (DEM) cobrou a Prefeitura de Dourados quanto a realização dos serviços no bairro.

O atendimento da demanda é anseio da comunidade que atualmente é representada pelo morador Osni, presidente da Associação que os representa.
O vereador encaminhou ofício diretamente à prefeita Délia Razuk (PTB) e, com a volta das sessões ordinárias, encaminhou indicação, visando patrolamento e cascalhamento das ruas do bairro.

“Não é a primeira vez que estamos aqui cobrando da Prefeitura a realização deste serviço, já participei de reuniões na comunidade onde ouvi atentamente dos moradores os principais problemas enfrentados por eles. Entre os problemas citados, está a qualidade das ruas que dão acesso às chácaras, que necessitam urgentemente de patrolamento e cascalhamento, sendo que prometi e já encaminhei a demanda ao Poder Executivo, visando sua realização, que é o que me cabe fazer neste momento”, disse o parlamentar.

Agricultura Familiar

O vereador ainda lembrou que está pendente de entrega para esta mesma comunidade de um trator com implementos agrícolas, fruto de seu trabalho que conseguir a partir de emenda parlamentar junto a deputada federal Tereza Cristina (DEM) para aquisição do maquinário. “Já conversamos com o secretário de Agricultura e os tramites burocráticos estão bem avançados, logo, poderemos comemorar junto à comunidade a entrega deste equipamento aos moradores das Chácaras Abaetes”, finalizou Pedro Pepa. (Da assessoria)

Comentário

A seleção sub-23 tem nesta quinta-feira (6) um jogo decisivo para as suas pretensões de ir à Olimpíada de Tóquio. Às 19 horas (de MS), no estádio Alfonso López, na cidade de Bucaramanga, na Colômbia, o Brasil enfrenta o Uruguai e os comandados de André Jardine vão em busca da primeira vitória no quadrangular final do Pré-Olímpico. Na segunda-feira (3), o Brasil empatou com a Colômbia em 1 a 1.

Os uruguaios também tentam a reabilitação após perderem para a Argentina por 3 a 2. Caso seja derrotada novamente, a Celeste não terá mais chances de classificação. As duas seleções se enfrentaram na fase de grupos do torneio, e o Brasil levou a melhor: 3 a 1, informa o Globoesporte

Comentário

Quinta, 06 Fevereiro 2020 08:00

Senado dos EUA livra Trump do impeachment

O Senado dos Estados Unidos inocentou, por 53 votos a 47, o presidente Donald Trump também do segundo quesito da acusação contra ele, de obstrução ao Congresso. Pouco antes, a maioria republicana da Casa também havia inocentado Trump da acusação de abuso de poder. Desse modo, ele ficou livre do risco de impeachment.

Anteriormente, a Câmara dos Representantes, de maioria democrata, havia decidido pelo impeachment de Trump, por causa da pressão feita pelo presidente para que a Ucrânia investigasse um rival político, o ex-vice-presidente Joe Biden, agora eventual rival de Trump em nossa corrida para a Casa Branca.

Comentário

Quinta, 06 Fevereiro 2020 07:43

Supremo vota revisão de aposentadorias

O STF (Supremo Tribunal Federal) vai discutir na sessão desta quinta-feira (6) a chamada desaposentação, a possibilidade de o aposentado pedir a revisão do benefício por ter voltado a trabalhar e a contribuir para a Previdência Social.

O caso volta à tona após a apresentação de um recurso por diversas entidades que atuam em defesa dos aposentados para que seja esclarecida a decisão da Corte, que, em 2016, considerou ilegal a desaposentação. O STF poderá esclarecer se as pessoas que ganharam liminares na Justiça para obrigar o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) a fazer o recálculo do benefício devem devolver os valores aos cofres públicos.

Além disso, as entidades sustentam que o STF deixou dúvidas sobre possibilidade do direito de renúncia ao benefício previdenciário ou reaposentadoria.

Em outubro de 2016, por 7 votos a 4, os ministros consideraram a desaposentação inconstitucional por não estar prevista na legislação. Votaram contra o recálculo da aposentadoria os ministros Dias Toffoli, Teori Zavascki (falecido em 2017), Edson Fachin, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Cármen Lúcia. A favor votaram Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski.

A validade da desaposentação foi decidida após um aposentado pedir ao INSS a interrupção do pagamento da atual aposentadoria por tempo de serviço e a concessão de um novo benefício por tempo de contribuição, com base nos pagamentos que voltou a fazer quando retornou ao trabalho.

No processo, a AGU (Advocacia-Geral da União) defendeu que, para a concessão da desaposentação, seria necessário que o segurado devolva todos os valores recebidos durante a aposentadoria. A AGU entende que a revisão sem a devolução dos valores contraria a Constituição Federal, que estabelece o "caráter contributivo da Previdência Social e a necessidade de preservação do equilíbrio entre receitas e despesas”.

Comentário

Dada como desaparecida desde sábado (1) passado, a professora Marilza Dias dos Santos, de 47 anos, foi encontrada no meio da tarde desta quarta-feira (5), na Vila Nogueira, em Campo Grande. Moradores do bairro identificaram a mulher, que foi acolhida por uma tia moradora na região.

Marilza já está em Dourados, onde mora, e foi encontrada graças a mobilização da família pela imprensa e redes sociais. “A gente só tem a agradecer a solidariedade das pessoas”, disse Gustavo Henrique dos Santos Neves, filho dela, que liderou a mobilização.

A professora foi acolhida na casa de uma tia, mas antes, uma mulher que viu a foto da professora - até então desaparecida - usou as informações divulgadas pela imprensa para entrar em contato com Gustavo. “Ela viu a foto da minha mãe na reportagem, e imediatamente a reconheceu. Minha mãe chegou a deixar uma carta com ela”, disse.

Gustavo informou que a mãe não tinha ferimentos, ou qualquer sinal de violência. Ele acredita que ela tenha vagado, desorientada, pelas ruas da Capital. “Não sabemos o que ocorreu até ela ter sido encontrada por esta senhora”, ainda disse o filho ao jornal Correio do Estado.

Comentário

Como estão os processos de trabalho assistenciais, administrativos, de gestão e de ensino e pesquisa? É necessário melhorar em alguns aspectos? O hospital é referência para outras unidades? Essa é a avaliação que começa a ser feita, com a nova fase do Programa Ebserh de Qualidade, que consiste em um sistema próprio de avaliação periódica das atividades para promover a cultura de melhoria contínua dos serviços prestados à população.

Um dos objetivos da avaliação interna é sensibilizar os profissionais quanto à necessidade e relevância da melhoria nos processos de trabalho, promovendo uma cultura voltada para o processo de aprendizagem. O passo inicial é a realização de um curso para os profissionais que vão atuar na avaliação interna quanto à conformidade das práticas do hospital frente aos requisitos contidos no Manual de Diretrizes e Requisitos do Programa e Selo Ebserh da Qualidade.

O HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados deu início nesta quarta-feira (5) ao Curso de Formação de Avaliadores Internos da Qualidade. Serão dois módulos de capacitação para os cerca de 40 colaboradores, selecionados entre os que se candidataram espontaneamente para essa função, que passam a integrar a Comissão de Avaliadores Internos (AVAQualis) do HU. A avaliação interna será realizada na próxima semana, de 10 a 14 de fevereiro.

Os profissionais capacitados para realização da avaliação interna da instituição vão identificar as oportunidades de melhoria, e, em conjunto com as áreas envolvidas, estabelecer prioridades no planejamento das ações com foco na melhoria dos processos de trabalho e, consequentemente, dos resultados.

O passo seguinte será uma avaliação externa, quando profissionais de outro hospital da Rede virão checar o andamento das melhoras indicadas e planejadas após a avaliação interna do HU. Concluída a avaliação externa, poderá ser concedido ao hospital o Selo Ebserh de Qualidade, o SEQuali.

O Selo

O Selo Ebserh de Qualidade visa reconhecer formalmente os hospitais que atingirem padrões estabelecidos no sistema de avaliação e, de acordo com o nível de maturidade do hospital, é dividido em quatro categorias. O selo Bronze será concedido aos hospitais que cumprirem 100% dos requisitos essenciais (RE), com validade de dois anos. A categoria Prata será concedida àqueles que cumprirem, não apenas os requisitos essenciais, mas no mínimo, 80% de todos os requisitos exigidos, com periodicidade de avaliação de dois anos. O Selo Ouro irá para os hospitais que cumprirem, no mínimo 95%, de todos os requisitos, com validade de três anos. E a categoria Diamante será concedida aos hospitais que cumprirem 100% de todos os requisitos, também com validade de três anos.

Comentário

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) apresentou, na sessão plenária desta quarta-feira (5), indicação solicitando ao Governo do Estado obras de pavimentação asfáltica nas Ruas do distrito de Cristalina e Vila Planalto, em Caarapó. Segundo Teixeira, as obras promoverão o desenvolvimento de Caarapó, garantindo mais qualidade de vida para a população.

“Assim, considerando a necessidade das obras e uma vez que o município não dispõe da totalidade de recursos suficientes para a pavimentação das referidas vias, o apoio do Poder Executivo será fundamental para o atendimento à reivindicação, solucionará os problemas enfrentados pela população e promoverá maior qualidade de vida às famílias residentes nas respectivas regiões de Caarapó”, finaliza.

Empresária, dona de um restaurante em Goiânia. É assim que uma das estrelas do pôquer brasileiro se apresenta hoje, depois de nove anos como jogadora profissional, ser considerada a melhor jogadora do esporte da mente no Brasil e ter sido inspiração para outras mulheres praticarem o jogo de habilidade. Larissa Metran, de 31 anos, não abandonou o pôquer e disputou torneios do BSOP Brasília, a etapa de abertura do 15º Campeonato Brasileiro de Pôquer. Mas agora competições somente nas horas vagas.

Foi tudo precoce na carreira de Larissa. Ela começou a jogar pôquer em 2008 e dois anos depois foi uma das fundadoras do Steal Team, um dos maiores times de pôquer do País, que encerrou as atividades em 2015. Larissa conta que conheceu o esporte mental quase por acaso, achou interessante, diferente do tudo o que conhecia de esporte, que sempre foi a sua paixão. Bacharel em Direito, nunca exerceu a profissão porque se tornou profissional aos 20 anos.

"Eu sempre fui louca por esportes. Quando prestei vestibular, minha vontade mesmo era fazer educação física. Quando eu conheci o pôquer, um esporte muito competitivo, o desejo de uma carreira esportiva aflorou", conta.

A decisão de se profissionalizar não foi bem recebida pelos pais. "A reação foi péssima. Minhas duas irmãs cursaram medicina, estão meus pais esperavam que eu fosse uma grande advogada ou uma juíza". Larissa foi grande, mas no esporte da mente: cinco anos depois de se tornar uma jogadora profissional, Larissa alcançou o topo. Era unanimidade entre os especialistas do jogo de habilidade. "Peguei o pôquer no Brasil muito cedo, então sei que fiz parte da história de muitas meninas. Muita gente fala da influência e sinto-me honrada com isso".

Larissa conheceu a fama no pôquer e também seu marido, Evandro Vitoy, também jogador profissional, e com uma carreira de sucesso, pontuada por grandes conquistas. o 'casal 20' do pôquer brasileiro era um dos sócios do Steal Team, ao lado de João Bauer. Foram instrutores e treinaram mais de 300 jogadores.

A rotina árdua de estudos de um jogador profissional e as jornadas de até 12 horas diárias em jogos onlines foram minando a resistência de Larissa. "Fui perdendo o gosto pela vida de jogadora profissional. É muito cansativo, desgastante. Além disso, jogador profissional lida com perdas. Qualquer jogador, profissional ou recreativo, mais perde do que ganha. E lidar com isso é muito difícil, principalmente quando você está precisando do prêmio para sobreviver. Isso foi fazendo com que eu perdesse o gosto de estar ali diariamente".

Há dois anos, Larissa trocou a vida de profissional do pôquer pela árdua rotina de empresário. Administra um restaurante, mas mesmo no ramo da gastronomia o pôquer a acompanha: “Um elemento do pôquer que ajuda na gestão do meu negócio é conhecer a reação das pessoas. O André Akkari [brasileiro campeão mundial de pôquer] fala muito isso: conhecer pessoas. O jogador de pôquer fica com isso muito aguçado. Então, isso a ajuda também a lidar com funcionários. Outra influência do pôquer é saber lidar com as perdas”.

Comentário

O “Top 5 Anual”, ranking divulgado pelo Banco Central do Brasil para classificar as projeções econômicas mensais mais consistentes ao longo do ano e que leva em consideração um Sistema de Expectativas de Mercado, coloca o Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 4 milhões de associados e presente em 22 estados e no Distrito Federal, como destaque de 2019 nas quatro variáveis analisadas: IPCA, IGP-M e Taxas de Câmbio e Selic.

A instituição financeira cooperativa foi a única participante a estar presente entre os cinco melhores em todas as quatro variáveis de mercado analisadas no “Top 5”. Na categoria Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), utilizado para observar tendências de inflação no país, o Sicredi ocupa a segunda posição no curto-prazo anual. No IGPM-M (Índice Geral de Preços do Mercado), que registra a inflação de preços desde matérias-primas agrícolas e industriais até bens e serviços finais, a instituição foi classificada em quarto lugar, também no curto-prazo anual.

Na Taxa de Câmbio, no curto-prazo anual, o Sicredi foi classificado na quinta colocação. O ranking também avaliou as projeções para a Taxa Selic, a taxa básica de juros do Brasil, e a instituição foi classificada em quarto lugar no médio-prazo anual. Este é o terceiro ano consecutivo em que o Sicredi figura no Top 5 Anual do BC.

Pedro Ramos, economista-chefe do Sicredi, explica que a presença entre as melhores projeções em quatro indicadores do “Top 5” do Banco Central reforça a capacidade da estrutura que a instituição oferece em análise de mercado e projeções. “Um dos nossos principais diferenciais é o time de especialistas altamente preparado para assessorar a tomada de decisões, o que reflete positivamente na nossa capacidade de gestão de investimentos, beneficiando os nossos mais de 4 milhões de associados e garantido a solidez da nossa atuação. Em um mercado com cenário de constantes mudanças, que acontecem em uma velocidade cada vez maior, estar ‘um passo à frente’ é um diferencial fundamental para uma instituição financeira”, afirma.

Com o objetivo de desmistificar o mercado de investimentos, o Sicredi também lançou, recentemente, a plataforma Investindo Juntos (www.investindojuntos.com.br), ideal para quem tem interesse em aplicar recursos, mas tem dúvidas sobre qual a opção mais adequada. (Da assessoria)

Comentário

Três equipes do Sesi de Mato Grosso do Sul estão de malas prontas para São Paulo, onde participarão da etapa nacional do Torneio de Robótica FIRST LEGO League, entre os dias 3 e 6 de março. Os estudantes levarão para a capital paulista soluções tecnológicas e sustentáveis para tornar as cidades mais inteligentes, como um tijolo adaptado para passagem de fiação e encanamento, um sistema de drenagem que controla a velocidade da água em períodos de chuva e até um material resistente que pode evitar rachaduras em obras.

Integrante da equipe “Mega Mente”, do Sesi de Dourados, Yasmim Fidelis, de 16 anos, conta que o grupo criou um bloco modular com formato adaptado para diminuir o desperdício de materiais na construção civil. Isso porque, relata Yasmim, não haverá necessidade de quebrar paredes para, por exemplo, instalar tomadas ou passar tubulação. “Desenvolvemos um protótipo de tijolo. O nosso tijolo tem uma perfuração relacionada ao tijolo modular e tem um lado que é tijolo 8 furos. Pensamos na adaptação e pensamos na passagem de fiação e encanamento”, detalha.

Como alternativa para melhorar o sistema de escoamento em Aparecida do Taboado, sete alunos, com idades entre 12 e 17 anos, têm desenvolvido um sistema de drenagem que controla a velocidade da água em períodos de chuva. Segundo Diego Soares, de 17 anos, o projeto, ainda em fase de teste, pode diminuir as chances de enchentes ou alagamentos na cidade. “Utilizaremos corpos de provas, que serão acoplados dentro das bocas de lobo, no chão. Eles terão sistema de elevação e, quando começar a chover e cair um grande volume de água, eles serão acionados e levantados. Isso ajudará a diminuir a velocidade da água”, explica.

Já a equipe “Tupinambótica”, do Sesi de Corumbá, encontrou uma solução sustentável para dar mais durabilidade e resistência a materiais utilizados em obras. Os jovens fabricaram um bloco, semelhante a um tijolo, feito de terra crua de cor clara, fibras naturais, citronela, uma espécie de repelente natural que espanta insetos atraídos pela palha, além de água, cal e pó de pneu. O objetivo, segundo o aluno Guilherme Beckman, de 12 anos, é também promover segurança aos cidadãos de baixa renda que sofrem com rachaduras na estrutura de suas casas ou apartamentos. “Esse problema ocorre pelas temperaturas elevadas, o solo raso em nossa região, a dificuldade de pessoas do campo e de baixa renda de adquirirem material de construção. É muito dinheiro investido em materiais e pouca eficiência e durabilidade”, aponta.

O Torneio de Robótica FIRST LEGO League reúne 100 equipes formadas por estudantes de 9 a 16 anos e promove disciplinas, como ciências, engenharia e matemática, em sala de aula. Até o dia 16 deste mês haverá as disputas regionais. Os melhores times garantem vaga na etapa nacional, que ocorre em março, em São Paulo. O objetivo é contribuir, de forma lúdica, para o desenvolvimento de competências e habilidades comportamentais exigidas dos jovens. Todo ano, a FLL traz uma temática diferente. Em 2020, os competidores terão que apresentar soluções inovadoras para melhorar, por exemplo, o aproveitamento energético nas cidades e a acessibilidade de casas e prédios.

Comentário

Página 8 de 1565

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus