Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 11 Novembro 2010 11:28

Comunicação é debatida como ferramenta de transformação

Escrito por Colaborou: André Bento

Nesta quarta-feira (10), estudantes do Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) discutiram a comunicação como ferramenta de transformação social. As atividades foram desenvolvidas durante um encontro da Semana Integrada de Comunicação (Sincom), que vai até sexta-feira (12).

Argemiro de Almeida, da Associação Rede Rua, de São Paulo e Emerson Machado, Jaqueline Gonçalves e Ana Cláudia, que participam da Ação dos Jovens Indígenas (AJI), de Dourados, foram os palestrantes da noite e partilharam suas experiências adquiridas em projetos sociais desenvolvidos por meio da comunicação.

Transformação social

A Rede Rua é uma associação que atua na Grande São Paulo com o objetivo de ajudar moradores de rua. A AJI, como o próprio nome diz, é uma ação de jovens indígenas de Dourados. Em comum, os dois grupos têm a comunicação como ferramenta de transformação social.

“Dar voz à comunidade de rua”. “Dar voz aos jovens indígenas que não existiam perante as lideranças”. Estas duas frases foram ditas, respectivamente, pelo representante da associação paulistana e pelos indígenas douradenses. Embora distantes geograficamente, os dois grupos parecem próximos quando se fala em objetivo.

“Não adianta conhecer o caminho, se não soubermos o porquê de trilhá-lo”. Com esta frase, Argemiro buscou dar sentido ao que faz em São Paulo e ao que fazem os integrantes da AJI. Utilizam-se da comunicação para mudar vidas.

AJI

A AJI existe desde 1999 e é uma ação que envolve a juventude indígena de Dourados. Participam índios das etnias Guarani Kaiowá, Guarani Ñandeva e Terena. Eles produzem jornais impressos, documentários televisivos e livros de fotografia, além de um blog e um site. Tratam de temas relacionados ao cotidiano da aldeia sob a visão da juventude indígena.

“Eu vejo um grande resultado. A gente plantou uma semente que está crescendo. Vai ser um fruto que vamos saborear no futuro”, disse a Guarani Kaiowá Jaqueline Gonçalves. Ela se referia ao fato de estar ocorrendo uma mudança na forma como são tratados os adolescentes na aldeia.

Rede Rua

A Associação Rede Rua atua na Grande São Paulo auxiliando moradores que vivem em situação de rua a saírem da condição a qual se encontram. Os trabalhos se dividem em entre a comunicação – produção de conteúdo pelos próprios moradores assistidos- e assistência social – oferecem abrigo, alimentação e higiene.

“Dignidade para mim é comer o que eu gosto e não o que me dão para comer. É tomar banho com o sabonete que eu gosto e não com o que me dão para tomar”. Esse é o significado de dignidade, dado por uma moradora de rua, em um dos vídeos produzidos pela Associação.

Documentários com pouco mais de um minuto e jornais impressos, como “O Trecheiro” , são alguns dos meios utilizados pela Rede Rua para dar voz às comunidades esquecidas e muitas vezes marginalizadas da capital paulistana.

Comunicação responsável

A Semana Integrada de Comunicação (Sincom), da Unigran, reúne profissionais e acadêmicos de diversas áreas, sobretudo de jornalismo e publicidade e tem como tema, este ano, “Comunicação responsável”.

 

Última modificação em Quinta, 11 Novembro 2010 11:33
  • al sustentavel 2
  • kikao professor

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus