Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 30 Julho 2020 13:23

Enquete sobre volta às aulas ganha manifesto por cancelamento do ano letivo Destaque

Escrito por

Uma enquete, sugerida no perfil social que mantém no Facebook, pela professora Gleice Jane Barbosa, ex-presidente do Simted (Sindicato municipal dos trabalhadores em Educação) de Dourados, questionando o prazo inicialmente acordado pelo Governo do Estado para a retomada das aulas em caráter presencial em Mato Grosso do Sul, vem recebendo centenas de contribuições.

Até por volta de 13 horas desta quinta-feira (30), era posição unânime a permanência do modelo atual, à distância, e há, ainda, quem defenda que o ano letivo de 2020 seja considerado nulo, diante de tantas indefinições e da precariedade das condições de ensino. Um dos manifestantes, Higor Lobo, raciocinou que “não está rolando aprendizado, apenas tarefas, se levar em consideração que boa parte dos pais não tem condições de ajudar os filhos com seus deveres escolares, qual proveito em continuar nesse processo?”

A internauta Simone Lobato pergunta: “Você já pensou que muitas crianças estão ganhando por estarem interagindo mais com a família?” E prossegue: “Outra coisa, não sei como está sendo trabalhado as aulas remotas de vocês [em resposta a Lobo], mas garanto que se o planejamento for pensado no conhecimento do aluno e no conhecimento de mundo, o proveito que tirarão desse período fará toda a diferença nos próximos anos... Acho que a falta de costume de uma participação mais intensa da família na vida escolar da criança é que está muito pesada para todos”.

Por unanimidade, a proposta predominante é a de que, mesmo que o Estado confirme a retomada do ano letivo, os pais não se mostram dispostos a enviar os filhos pra escola. Maria Gladis opinou que “perder um ano de escola é bem melhor que perder a própria vida e de parentes”. Edir Neves já decidiu: o filho Léo “só volta pra escola no próximo ano e olhe lá, não só pela segurança dele e nossa, mas com todos”.

Any Niz considera impossível reabrir o ano letivo a partir de setembro. “Não temos estrutura para fazer a higienização necessária e assim garantir a segurança de todos”, opinião que é reforçada por Ioly Vaz Cavalheiro Aguilera: “Neste momento não! A escola é um espaço natural de aglomerações. Covid não é brincadeira. Torcendo aqui para que tudo isso acabe logo e todos possam retornar com as aulas presenciais”.

“Penso que esse ano letivo deva ser cancelado”, opina Luzia Japira Alves Pereira, enquanto o ex-diretor escolar e professor aposentado Elizeu Bastos sentenciou: “As escolas não tem estrutura para atender os alunos com aulas presenciais, imaginam com essa pandemia!”

  • Vitoria
  • pmd proteja

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis