Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 19 Abril 2018 17:03

Upiran vai à Câmara, encara vereadores e 'abre a caixa-preta' da Educação Destaque

Escrito por
Secretário Upiran Jorge Gonçalves fala sobre os desafios e soluções para a Educação, na Câmara Secretário Upiran Jorge Gonçalves fala sobre os desafios e soluções para a Educação, na Câmara Assessoria/ThiagoMorais

Os vereadores de Dourados receberam na noite de quarta-feira (18), em uma sessão especial ‘provocada’ pelo vereador Madson Valente, um dos mais árduos críticos da administração, o secretário municipal de Educação, Upiran Jorge Gonçalves, que abordou a atual situação da Educação no Município. Sem rodeios, Upiran discorreu sobre os trabalhos realizados nesses 45 dias à frente da pasta, admitiu que encarou o convite da prefeita Délia Razuk como um desafio na carreira e confirmou estar empenhado em trabalhar em prol da educação, com muita calma para adequar, assim como solucionar os problemas enfrentados pela Secretaria.

Em pouco mais de 30 minutos, o secretário usou a tribuna livre e em seguida ouviu os vereadores falarem sobre as dúvidas, indicações e requerimentos referentes à pasta. “Esse tempo à frente da Secretaria ainda é muito curto para que eu possa fazer ou ter feito tudo quanto precisa ser feito pela educação de Dourados, mas sei que, com a ajuda da equipe que lá encontrei, vamos conseguir”, salientou o secretário.

Dourados conta com 45 escolas municipais, 36 Ceims (Centros de Educação Infantil), sete escolas indígenas e sete escolas conveniadas [instituições particulares que abrem vagas para alunos da rede pública], além do CEI-UFGD e entidades dedicadas à educação especial. Ao todo são aproximadamente 22 mil alunos e mais de dois mil professores.

O secretário falou ainda sobre como estão sendo realizados os trabalhos para sanar o problema da falta de professores, em escolas da cidade. “Quando assumi, tínhamos um processo seletivo cujo projeto de lei foi votado e aprovado nesta Casa e que estava em fase final. No entanto esse processo seletivo ainda não se encerrou, foram feitas várias convocações”, pontuou o secretário. Entre os dias 9 de março e 12 de abril, segundo o secretário, foram realizados mais de 400 contratos, assim como foram reativados os convênios com as escolas da educação infantil. Ele falou ainda sobre a posse dos professores aprovados no concurso de 2016, que está sendo feita de forma organizada. Upiran ainda apontou sobre a questão da merenda escolar, alegando que apenas o pagamento foi centralizado pela Secretaria de Fazenda.

Escolha certa

A presença do secretário na Câmara, explanando de forma clara e transparente os trabalhos que ainda precisam ser feitos, produziu boa impressão entre os vereadores. A presidente Daniela Hall (PSD), por exemplo, disse que a Educação necessitava de alguém como ele para comandar e pediu para que Upiran utilize das medidas necessárias para o bom funcionamento da Secretaria.

O vereador Marçal Filho (PSDB) falou sobre o trabalho de Upiran, quando promotor de Justiça, feito de forma séria e que a prefeita Délia Razuk (PR) acertou na escolha do secretário. Outro tucano, Sergio Nogueira, parabenizou o secretário pelos trabalhos realizados e disse ‘ter certeza’ de que ele se empenharia em fazer o melhor para a educação de Dourados.

Compromisso

O propositor da 1ª Sessão Especial realizada na Câmara, Madson Valente (DEM), parabenizou o secretário e agradeceu por comparecer à Casa de Leis. Ele lembrou ainda que o secretário encontrou muitos problemas, mas, no entanto, “de forma prática está conseguindo resolver as dificuldades e demonstrou compromisso com Dourados”.

Cirilo Ramão (PMDB) falou que o secretário está empenhado e que a ainda será possível um bom tempo para conseguir resolver os problemas referentes à Educação, que não são de agora, mas sim de anos.

Alan Guedes (DEM) elogiou a atuação do secretário nesses 45 dias, destacando a ‘tranquilidade’ em comandar a Educação. Idenor Machado (PSDB) falou, com experiência, da importância da presença do secretário na Casa de Leis, para que sejam repassadas as informações referentes à Educação, assim como os vereadores possam tirar suas dúvidas e fazer os questionamentos sobre os trabalhos realizados em suprir a demanda e atender a população.

Já Pedro Pepa (DEM) questionou sobre a reposição das aulas durante a falta de professores no início do ano letivo e ainda sobre a reposição salarial e data base dos servidores de Educação. Olavo Sul (PEN) lembrou a falta de professores no início do ano letivo e ainda sobre a luta dos profissionais de educação em realizar um trabalho de qualidade apesar das dificuldades que enfrentam. Ele pediu ainda que os funcionários públicos sejam vistos com investimento e não como despesa.

Disponibilidade

Elias Ishy (PT) lembrou que como o secretário está há pouco tempo a frente da pasta, não há como cobrar muitas coisas, no entanto, notou “a disponibilidade que Upiran demonstrou” em debater ao se prontificar em aceitar o convite da Casa de Leis, e ainda fez um balanço da atual situação da secretária municipal de Educação da administração municipal de Dourados.

O líder da prefeita na Câmara, vereador Junior Rodrigues (PR), falou sobre necessidade de reorganizar a pasta e atender a demanda da educação e ainda relembrou os problemas enfrentados no início do mandato, “resolvidos” com a ação do secretário.

  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus