Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Sanesul comemorou, nesta terça-feira (26), o aniversário de 42 anos de atividades em Mato Grosso do Sul, refletindo o comprometimento do contato direto com uma natureza exuberante, uma diversidade biológica e a riqueza de paisagens naturais muito comuns em praticamente todo o Estado.

Conviver em harmonia com a natureza é algo indispensável na atualidade. E, a relação entre saneamento básico e meio ambiente é extremamente importante, destaca material produzido pela assessoria.

O saneamento básico é o abastecimento de água potável nas regiões, também a coleta e tratamento de esgoto. É uma forma de garantir a saúde da população e do meio ambiente, sempre respeitando os seus limites, promovendo a qualidade de vida e desenvolvimento da sociedade como um todo.

Há 42 anos, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul atua diretamente na captação, tratamento e distribuição de água tratada na maioria dos municípios do Estado. Iniciou suas operações atendendo 17 localidades, com um total de 52.200 ligações de água. Ao longo dos anos, universalizou o serviço e hoje opera em 128 localidades, sendo 68 municípios e 60 distritos.

Para atender a demanda, a Sanesul produz (capta, trata e distribui), em média 10,5 bilhões de litros de água tratada/mês para cerca de 1.381.844 sul-mato-grossenses: 13 localidades são abastecidas pela captação superficial dos rios do Estado, as demais fazem a absorção subterrânea por 445 poços ativos, onde 90 captam os recursos do Aquífero Guarani. Hoje, a Companhia possui 159 reservatórios apoiados e 182 reservatórios elevados ativos no Estado.

Este ano, a empresa inicia um novo período de sua história. O desafio é aumentar progressivamente o índice de cobertura de esgotamento sanitário, buscando o cenário ideal da universalização desse serviço para toda a população sul-mato-grossense. Isso significa que todas as 128 localidades em operação pela empresa devem possuir rede de coleta disponível para os imóveis e uma estação de tratamento de esgoto funcionando dentro dos padrões exigidos pela legislação.

Para que isso aconteça, a Sanesul mantém um cronograma rigoroso de obras de infraestrutura em rede de esgoto e de construção de ETEs, com recursos próprios e federais, além de contar com a Parceria Público-Privada/PPP consolidada em 2020 e que vai acelerar o processo da universalização do esgotamento. A PPP possui uma meta de atingir 98% de cobertura em até 10 anos, por meio de obras e serviços de implantação, recuperação, manutenção e operação da infraestrutura de esgotamento.

São as parcerias e o trabalho de uma grande equipe de empregados, profissionais de diversas áreas, que farão de Mato Grosso do Sul o primeiro Estado do país a universalizar o saneamento em água e esgotamento.

“Ter o saneamento universalizado é alcançar um patamar superior de dignidade, humanidade e comprometimento com o futuro, razões que nos motivam a aceitar novos desafios e colocar em prática projetos que parecem impossíveis de serem executados”, observa o presidente da empresa, Walter Carneiro Junior.

Nesta terça, para festejar a data, o ex-presidente da Sanesul e atual deputado estadual de MS, Barbosinha, e o ex-presidente da estatal pernambucana Compesa, Roberto Tavares, estiveram pessoalmente na sede da empresa, com uma mensagem otimista sobre os trabalhos e o futuro da Sanesul. Ambos também já foram presidentes da Aesbe, a Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais.

“Agradecemos a todos os antigos e atuais funcionários, e ex-presidentes da empresa, que deram a sua contribuição para que a Sanesul se transformasse numa gigante do saneamento. A Companhia vive um momento especial, saindo na vanguarda com projetos e investimentos, e destacando-se no cenário nacional. Essa força e reconhecimento é o resultado de um trabalho bem feito durante esses 42 anos. Em nome da empresa, agradeço a todos que nos cumprimentaram nesta data, na certeza de que estaremos muito em breve comemorando a universalização do esgotamento sanitário, que agora recebe o reforço da Parceria Público-Privada/PPP, projeto do Governo do Estado e da Sanesul que irá universalizar os serviços de saneamento transformando Mato Grosso do Sul no primeiro a atingir tal meta”, concluiu Walter Carneiro Jr.

Comentário

Conforme antecipou o DOURANEWS nesta segunda-feira (25), o prefeito Alan Guedes (PP) conseguiu, em esforço extra, antecipar também o compromisso assumido no começo do mês de priorizar o pagamento da folha de dezembro do ano passado. No final da tarde desta terça-feira (26), a assessoria do prefeito de Dourados anunciou que a primeira parcela dos salários atrasados de 1.199 servidores, que ainda não receberam devido à falta de empenho de verba na gestão passada, estará disponível nesta quarta (27) na conta dos servidores do Município.

Os servidores, de várias áreas da administração pública, iriam receber a primeira parcela dos atrasados no dia 5 de fevereiro, conforme cronograma divulgado pela equipe econômica da Prefeitura no início do mês, quando foi anunciada a quitação de 85% da folha de pagamento que deixou de ser paga pela gestão passada, num valor de R$ 15.098.062,75.

A Prefeitura só conseguiu juntar dinheiro para pagar o salário de 6.730 servidores que ganham até R$ 4.500 líquidos e os que ganham acima desse valor tiveram os vencimentos divididos em três parcelas: a primeira, que agora está sendo adiantada, seria paga no dia 5, a segunda no dia 16 e a última no dia 26 de fevereiro.

“O pagamento dos servidores municipais é prioridade. Tivemos receitas que permitem fazer esse adiantamento do cronograma. Importante deixar claro, assim como já anunciamos no início da gestão, que se a folha da gestão passada não estivesse sem pagar, todo esforço financeiro que estamos fazendo agora para honrar os servidores, poderia estar sendo empregado em melhorias para toda cidade. Porém não podemos ficar reclamando. Temos que resolver o problema e vamos resolver”, disse Alan Guedes.

Levantamento da Sefaz (Secretaria municipal de Fazenda) indica que a primeira parcela dos 1.199 servidores soma R$ 3.020.473,00, o que representa um terço do salário de cada servidor que ficou sem receber. O dinheiro, segundo a Sefaz, veio de arrecadação de impostos municipais como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISS (Imposto sobre Serviços), além de repasses do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

“Estamos fazendo todo esforço para ajustar e equilibrar as contas públicas, cortando despesas e pessoal. Nossa equipe está empenhada em cumprir e, se possível, antecipar o cronograma sem se esquecer da folha de janeiro. Vamos continuar fazendo o máximo para que esse peso do passado não atrapalhe muito nosso planejamento para o município”, concluiu o prefeito, conforme divulgou a assessoria.

Comentário

O Governo de Mato Grosso do Sul estuda cancelar o ponto facultativo de Carnaval deste ano por causa da pandemia de Covid-19, que não está controlada no Brasil. A medida objetiva impedir aglomerações e evitar novos casos de infecções pelo coronavírus. O ponto facultativo previsto para o Carnaval de 2021, nos dias 15 e 16 de fevereiro (segunda e terça-feira) e até as 12 horas de quarta-feira (17), constitui ambientes propícios ao avanço do coronavírus, entendem as autoridades do Estado.

O assunto foi discutido na tarde desta terça-feira (26) durante encontro do secretário de Saúde Geraldo Resende com o deputado Paulo Corrêa, presidente da Assembleia Legislativa que assumiu o Governo interinamente por conta das férias do governador Reinaldo Azambuja e do pedido de licença do vice, Murilo Zauith, acometido da doença.

“Até a próxima sexta-feira (29) anunciaremos a melhor decisão”, afirmou o governador em exercício. No encontro, Paulo Corrêa também pediu a inclusão de idosos acima de 80 anos nos grupos prioritários da vacinação em Mato Grosso do Sul. “Respeitando o Plano Nacional de Imunizações (PNI), com o novo quantitativo de vacinas que vier, queremos priorizar os idosos - primeiro aqueles com mais de 90 anos e depois os que estão acima dos 80”, ressaltou.

Desempenho

Mato Grosso do Sul já recebeu do Governo Federal três remessas com mais de 190 mil doses de vacinas contra a Covid-19. O Estado é a unidade federativa com melhor desempenho na distribuição dos imunizantes aos municípios, com índice de 86,8%, informou o Ministério da Saúde. “Queremos continuar a ser modelo para imunização em todo o País. Em um curto espaço de tempo fizemos a distribuição das duas primeiras remessas que chegaram. A terceira que chegou ontem (25) à noite, por ser um quantitativo pequeno (10.200 doses), vamos guardar e esperar para distribuir junto com a próxima remessa que vier. Isso pensando na logística que construímos, para que tenhamos maior efetividade na distribuição em menos de 12 horas", explicou Geraldo Resende.

Comentário

A Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) abre nesta terça-feira (26), e recebe até o dia 24 de fevereiro, as inscrições para o Processo Seletivo Permanente UEMS 2021. São oferecidas 1052 vagas em 54 cursos de graduação, em 14 unidades distribuídas pelo Estado. Para se inscrever no PSP-UEMS-2021 o candidato poderá utilizar a nota do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) dos anos de 2015 até 2019.

As inscrições podem ser feitas AQUI, isento de taxa

O candidato deverá preencher a Ficha de Inscrição especificando os dois cursos aos quais tem interesse, indicando a primeira e segunda opções de curso, não sendo possível a alteração das opções de curso após divulgação da Lista Preliminar dos Candidatos inscritos.

Comentário

O presidente da Câmara de Dourados, Laudir Munaretto (MDB) recebeu na manhã desta terça-feira (26) a visita do deputado estadual Renato Câmara, presidente do partido dele no Município. Durante o encontro, o deputado reafirmou o compromisso com a população douradense e se colocou à disposição para atuar como interlocutor entre a Câmara de Dourados, a Assembleia Legislativa e o Governo do Estado.

“Me coloco à disposição de todos os vereadores nos assuntos inerentes ao município, como a viabilização de recursos e emendas que possam fomentar o desenvolvimento do município”, afirmou Renato.

O presidente Laudir Munaretto agradeceu a visita de cortesia e destacou a importância do fortalecimento das parcerias institucionais, visando o trabalho conjunto entre os legisladores nas principais pautas de interesse da população.

“Agradeço a visita do deputado Renato Câmara e ressalto que a Casa estará sempre aberta a todos os demais deputados. O trabalho de parceria e troca de ideias serão importantes para que possamos contribuir com os avanços que Dourados tanto necessita”, destacou. (Com assessoria)

Comentário

A secretária municipal de Educação, Ana Paula Benites Fernandes, se reuniu nesta segunda-feira (25) com 65 diretores e diretores adjuntos das escolas e Ceims de Dourados, para tratar dos trabalhos administrativos, lotação de professores e funcionários, calendário escolar e do projeto de biossegurança para a retomada do funcionamento das atividades no ano letivo de 2021.

Essa foi a primeira reunião do ano para discutir ações do ano letivo. “Os diretores são muito importantes para essa organização, eles estão à frente e executam grande parte do planejamento de ações para o retorno das aulas”, explicou a secretária.

O prefeito Alan Guedes também participou da reunião. “Nossa rede é uma equipe com capital humano qualificado. Sabemos dos desafios, das dificuldades, mas contamos com todos profissionais para transformar a educação do nosso município”, declarou.

A secretária ressaltou que o calendário escolar será cumprido. “A criança terá 200 dias letivos, seja presencial ou remoto. Se as autoridades sanitárias autorizarem o retorno em sala de aula iremos cumprir as normas técnicas e receber os alunos. Mas de uma forma ou de outra, haverá aula”, garantiu Ana Paula.

Os pais têm até o dia 29 de janeiro para fazer a inscrição da matrícula no site da prefeitura (www.dourados.ms.gov.br). Esse é o segundo período aberto pela administração. No dia 31 será publicada a lista de designação e os pais têm de 1 a 5 de fevereiro para fazer a matrícula na escola ou Ceim que for contemplado. “Aquele pai que não conseguir vaga nessa segunda fase da matrícula deve entrar em contato com a central de regulação a partir do dia 8 de fevereiro”, concluiu a secretária.

Comentário

INSTITUCIONAL - Nesta última segunda-feira, dia 25 de janeiro de 2021, a Unimed Dourados em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal da Saúde do MS, realizou a imunização com a primeira dose da vacina CoronaVac do Instituto Butantan.

A semana começou repleta de esperança para os profissionais que atuam no enfrentamento da COVID-19 no Ambulatório e Laboratório da Unimed Dourados. Diante de um clima de emoção e alegria, 21 colaboradores que trabalham na linha de frente da cooperativa receberam a vacinação.

“O momento é de grande esperança com a vacinação contra a COVID-19 e confiança que logo a vacina chegará a todos os lares brasileiros. Nós funcionários do Ambulatório e Laboratório da linha de frente contra a COVID-19 da Unimed Dourados, agradecemos imensamente a diretoria da Unimed Dourados, equipe de vacinação, a Secretaria do Estado de Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde.”, destacou Lourdes Vanini Dultra, coordenadora de atendimento do Ambulatório Unimed Dourados.

A segunda dose da vacina CoronaVac, está programada para ser realizada daqui 28 dias nos profissionais vacinados na data de hoje.

Segundo o Diretor Presidente da Unimed Dourados, Dr. Jamal Nasser Haddad, “para nós hoje é uma data marcante, pois desde março do ano passado temos enfrentado a questão da pandemia em nosso ambulatório, que foi transformado num importante centro de apoio aos pacientes com síndrome respiratória e casos suspeitos de COVID-19. Proporcionar aos nossos profissionais o recebimento desta vacina é motivo de esperança para continuarmos nosso trabalho de forma mais segura, estamos contando os dias para a próxima dose da imunização. Agradecemos a iniciativa da nossa diretoria da Unimed de Dourados, a Secretaria do Estado de Saúde, através do Secretário Dr. Geraldo Resende e também a Secretaria Municipal de Saúde por disponibilizar uma equipe especial de vacinação.”

“É importante destacarmos que mesmo com a imunização, o cuidado com a higienização das mãos, uso de máscara e evitar a aglomeração de pessoas são atitudes importantes e que devemos manter como um hábito permanente”, concluiu Dr. Jamal.

De acordo com a diretoria da Unimed de Dourados, está sendo realizado um constante trabalho para que a vacinação seja estendida a todos os médicos cooperados e demais colaboradores, dentro do protocolo de vacinação estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Comentário

A Prefeitura de Dourados recebeu na tarde desta segunda-feira (25) um novo lote de vacinas contra a Covid-19. Desta vez, as vacinas são produzidas pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) em parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório Astrazeneca.

Os imunizantes foram recebidos pelo prefeito Alan Guedes e pelo secretário-adjunto de saúde, Edvan Marques, na sede do núcleo de imunização do município, onde ficam estocados até a distribuição para as equipes.

Segundo a Secretaria municipal de Saúde, o lote tem 2.630 doses que, diferentemente da Coronavac, oferecem um período mais longo de aplicação entre uma dose e outra. A vacina do laboratório chinês prevê que a segunda dose seja aplicada 28 dias após a primeira dose. Já a de Oxford prevê a segunda dose depois de 12 semanas após a primeira aplicação.

A Secretaria de Saúde informou que vai aplicar as doses sem ter a necessidade de guardar em estoque para a segunda aplicação, pois o prazo permite, do ponto de vista da logística, que novas doses cheguem a tempo para fazer o complemento do tratamento.

O secretário adjunto Edvan Marcelo disse que a vacina já vai entrar, nesta terça-feira (26), no calendário de vacinação junto com a Coronavac, que estava em estoque desde o último dia 24. O cronograma prevê a imunização de profissionais da linha de frente do Hospital da Vida e também da Unidade de Saúde da Vila Vargas.

“O importante é que as doses estão chegando, mesmo que em pequenas quantidades. Dentro de pouco tempo, vamos conseguir ampliar o trabalho de imunização para outros grupos”, disse o prefeito Alan Guedes, via assessoria de comunicação.

Comentário

Cinco dias depois da morte do ex-prefeito Humberto Teixeira, que perdeu a luta para a Covid-19, a doença vitimou na madrugada desta terça-feira (26) a mulher dele, Vecilde Volpe Teixeira, aos 82 anos de idade, mesma idade com que o marido faleceu. Ambos estavam internados na UTI do Hospital Evangélico desde o final do ano passado.

Vecilde chegou a Dourados, casada com Humberto Teixeira, à época dedicado ao ramo do agronegócio rural, em meados da década de 60. Aqui constituíram família, com os filhos Silvano Teixeira (também já falecido), Sonia Maria, Selma Maria, Humberto Teixeira Junior e Guilhermo Garcia, e tiveram os netos Juliana, Douglas, Paloma, Pablo, Silvana e Lucas, Marco Antônio e Melissa Garcia, e ainda as bisnetas Maya, Noah, Valentina, Antonela e Manuella.

A gestão do prefeito Humberto Teixeira (1993-1996) ficou marcada, especialmente, no setor habitacional, com a implantação do Projeto Canaã que proporcionou a construção de quase 2.000 unidades residenciais, além de 3.200 lotes urbanizados. Além de prefeito, presidente da Assomasul, a Associação dos Municípios do Estado e deputado estadual por dois mandatos, Humberto também foi candidato a vice-governador de Ricardo Bacha em 1998.

Comentário

Informações obtidas pelo DOURANEWS dão conta de que a Prefeitura está se preparando para pagar, até nesta quinta-feira (28), a primeira parcela da negociação firmada com os servidores públicos que ainda não conseguiram receber o salário de dezembro do ano passado. Se confirmada, a atual administração antecipa em dez dias o acordo de parcelamento anunciado pelo prefeito Alan Guedes (PP) assim que descobriu que a administração passada não deixou saldo em caixa para quitação do compromisso.

De acordo com a Secretaria municipal de Fazenda, com o dinheiro encontrado no Tesouro a Prefeitura conseguiu pagar, dia 15 passado, o salário integral de 6.730 servidores que ganham até R$ 4.500 líquidos. A estratégia levou em conta o pagamento da maioria dos servidores, como divulgou à época a assessoria de comunicação do Município. O saldo remanescente a pagar, no valor de R$ 8.883.764,38, foi anunciado que seria depositado na conta dos servidores em três parcelas, nos dias 5, 16 e 26 de fevereiro, totalizando R$ 23.981.827,13.

Nesta segunda-feira (25), contudo, fonte ouvida pelo DOURANEWS relatou que o prefeito Alan Guedes determinou ‘mais um aperto’ nas contas com o objetivo de antecipar o escalonamento do restante, levando em conta, também, o fato de que profissionais da saúde, que atuam no Hospital da Vida e da UPA, estariam prometendo paralisação das atividades nesta semana, caso não recebam os salários atrasados. E esse foi o setor dos 15% restantes mais atingido com a decisão do prefeito de parcelar a quitação da folha de dezembro.

No dia em que completou duas semanas de mandato, o prefeito já enfrentou a primeira manifestação de servidores por salários atrasados e, junto com eles, integrantes do movimento pela moradia cobraram política de distribuição de casas às famílias que ocupam áreas de invasão na periferia da cidade. Há uma força-terefa na Prefeitura mobilizada para que esse quadro não volte a se repetir ainda dentro dos primeiros trinta dias da atual gestão, o que poderia afetar os ânimos da própria equipe diante do quadro "mais feio do que a gente pensava", como disse um dos novos ocupantes de cargos designados por Alan Guedes para conduzir o Município.

Em material de divulgação distribuído pela assessoria no dia 14 deste mês, o prefeito Alan Guedes disse que a atual gestão estava se esforçando para honrar e priorizar os salários dos servidores municipais, mesmo sabendo que essa decisão iria comprometer o planejamento financeiro anual de 2021. “Esses recursos poderiam ser usados para investimentos, para limpar a cidade, para melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem em Dourados e pagam seus impostos. Mas, o mais importante é corrigir as falhas do passado e seguir em frente”, afirmou Guedes.

Comentário

Página 1 de 1813
  • Douranews Anúncio

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis