Timber by EMSIEN-3 LTD
Sábado, 21 Novembro 2020 18:53

Atlético de Madrid supera o Barcelona e quebra tabu de 10 anos no Espanhol

Escrito por
Sem ser brilhante, mas seguro defensivamente e eficiente no ataque, o Atlético de Madrid superou o Barcelona por 1 a 0, neste sábado, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, e quebrou um tabu de 10 anos sem derrotar o rival catalão pelo Campeonato Espanhol. O belga Carrasco marcou o gol que assegurou o triunfo pela 10.ª rodada. Único time invicto na competição, o Atlético de Madrid foi aos 20 pontos e divide a liderança com a Real Sociedad, que entra em campo neste domingo diante do Cádiz e pode voltar a liderar o torneio de forma isolada. De qualquer forma, a equipe madrilenha aparece abaixo, na vice-liderança, porque perde no critério de desempate. Acostumado a ostentar marcas positivas, o Barcelona derrapa neste início de temporada e está muito longe dos líderes. O time catalão venceu apenas uma vez nas últimas seis partidas e aparece somente no 10.º lugar, com 11 pontos. Para piorar, pode descer ainda mais na tabela de classificação ao final desta rodada. A noite foi especial para o técnico Diego Simeone. O argentino conquistou a primeira vitória contra o Barcelona no Campeonato Espanhol desde que chegou ao clube, em 2012. O comandante argentino já havia vencido duas vezes pela Liga dos Campeões da Europa e uma pela Supercopa da Espanha. Em um jogo movimentado e equilibrado nos primeiros 45 minutos, fez diferença a favor do time de Madri um vacilo inexplicável do goleiro Ter Stegen. Melhor em campo, os anfitriões contaram com um erro técnico do alemão para abrirem o placar no último lance da etapa inicial. Na jogada, Carrasco foi lançado em profundidade, o arqueiro saiu muito mal da área, foi driblado e deixou o gol aberto para o meia marcar. Na volta do intervalo, em vantagem, o Atlético de Madrid fez o que mais sabe fazer: se defender. Foi seguro, deu poucos espaços para o Barcelona atacar e saiu de campo sem ser vazado. Mesmo com vários meias e atacantes a partir das entradas de Trincão, Philippe Coutinho e Braithwaite, a equipe catalã mostrou pouca inspiração, fruto, também, da atuação discreta de Messi. O craque argentino se movimentou, buscou o jogo, mas não teve uma noite feliz. Para piorar, Piqué saiu lesionado. REAL MADRID TROPEÇA - Sem vários jogadores importantes como Sergio Ramos, Casemiro e Benzema, o Real Madrid teve uma atuação fraca e ficou no empate por 1 a 1 contra o Villarreal, neste sábado, no estádio La Ceramica, em Villarreal. O time merengue criou poucas oportunidades de gol e exibiu um futebol pobre tecnicamente. Com o resultado, o Real Madrid, agora com 17 pontos na quarta colocação, segue sem conseguir deslanchar na competição e perdeu a chance de subir para a vice-liderança. Para o Villarreal, o empate também foi um mau resultado. A equipe soma 19 pontos, em terceiro lugar, e assumiria a liderança provisória se vencesse o confronto em casa. A partida foi equilibrada e marcada pelo nível técnico baixo. Os dois times até tiveram volume de jogo e criaram algumas oportunidades, especialmente os donos da casa. Mas as duas equipes não levaram muito perigo e falharam na pontaria. No total foram 19 arremates, 13 do Villarreal e seis do Real Madrid, com apenas uma finalização de cada equipe à meta adversária, justamente os gols marcados. O time do técnico francês Zinedine Zidane deu indícios de que teria um bom dia, já que abriu o placar aos dois minutos com Mariano Díaz. O atacante recebeu cruzamento na medida de Carvajal e marcou de cabeça. O dominicano tem bons número pela equipe madrilenha. São seis gols em sete jogos como titular desde que chegou ao clube. Ele raramente começa entre os titulares e, com as baixas, aproveitou a chance e foi um dos poucos que se salvou em campo. Dos brasileiros do Real Madrid, só Vinicius Junior esteve em campo no segundo tempo e teve atuação discreta. O Villarreal chegou ao empate na etapa final. Aos 29 minutos, Estupiñán deu belo lançamento para Chukwueze, que ganhou na velocidade da zaga e foi derrubado pelo goleiro belga Courtois dentro da área. Gerard Moreno converteu a cobrança e chegou ao quinto gol em nove jogos na competição, da qual é o vice-artilheiro, atrás apenas de Mikel Oyarzabal, da Real Sociedad. ESTREIA COM DERROTA - O argentino Eduardo Coudet não teve a estreia esperada no comando do Celta. Neste sábado, a equipe do ex-treinador do Internacional, que preferiu deixar o então líder do Campeonato Brasileiro para assumir o clube de Vigo, mal colocado na tabela de classificação do Espanhol, foi derrotada por 4 a 2 pelo Sevilla, fora de casa. No estádio Ramón Sánchez Pizjuán, o Celta até chegou a ficar à frente do placar ao conseguir uma virada no primeiro tempo, com 2 a 1. No entanto, o Sevilla se impôs, empatou no final da primeira etapa e definiu o resultado na segunda. O time da Andaluzia é o sétimo colocado, com 13 pontos, e briga por uma vaga nas copas europeias. Já Coudet terá muito trabalho no Celta, visto que a equipe de Vigo ocupa a 19.ª e penúltima colocação, com apenas sete pontos. Em outro jogo deste sábado pelo Campeonato Espanhol, Levante (17.º) e Elche (sétimo) empataram por 1 a 1. Gonzalo Melero marcou para os anfitriões e Tete Morente anotou o gol dos visitantes.

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis