Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Carlito do Gás (Patriota) afirmou esperar que seja ativado já no início do próximo ano letivo o Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal) construído no bairro Parque das Nações I. O espaço educacional vai ocupar uma área de 1.200 metros quadrados e disponibilizar inicialmente 90 vagas em cada turno, em uma estrutura ampla, com refeitório, cozinha, nove salas de aula com berçário, uma sala de tecnologia e banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais. “A Prefeitura deve agilizar os trâmites legais como as compras das empresas vencedoras das licitações, a instalação dos equipamentos e mobílias e outros procedimentos necessários para equipar e ativar o CEIM, de forma que já no próxim o ano letivo os pais tenham onde deixar seus filhos”, diz o vereador que defende que o CEIM funcione em período integral.

Carlito afirmou que vai se empenhar junto à prefeita Délia Razuk (PR) e à Secretaria Municipal de Educação para que o CEIM seja ativado no início do ano que vem e também lutar pelo período integral. “Primeiro porque é um compromisso de campanha da prefeita, que, como mulher e mãe, teve a sensibilidade de incluir esse modelo de educação infantil em seu Programa de Governo”, recordou. “Segundo, porque é uma tendência nacional que leva em conta a necessidade de inserção da mulher mãe de crianças pequenas no mercado de trabalho. A maioria das vagas é em horário comercial, o que acaba por ‘empurrar’ essas mães para o subemprego, pois muitas não têm com quem deixar seus filhos no horário em que não estão na creche”, afirmou o vereador.

“Como a estrutura física está praticamente pronta e a licitação já foi concluída, esperamos agilidade da Prefeitura e que o CEIM entre em funcionamento o mais breve possível para que as mães do bairro tenham um lugar seguro para deixar seus filhos”, reforçou Carlito do Gás, que tem atuado para que os Ceims já existentes tenham estrutura adequada, tomando medidas efetivas como a destinação de emendas impositivas [de execução obrigatória] para que estas unidades de educação infantil tenham bebedouros, ar condicionado, lavadoras, armários e outros equipamentos que beneficiam tanto as crianças como os servidores nelas lotados. (Da assessoria)

Comentário

A Câmara de Dourados realiza nesta quinta-feira (15), às 19 horas, audiência pública com palestra ministrada pelo médico psiquiatra e vice-presidente do Cead (Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas), Marcos Estevão, durante a audiência pública com o tema ‘Proibição do uso do Narguilé em local público e venda para menores de 18 anos’.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Narguilé traz mais malefícios que o cigarro, sendo que, durante exposição de duração média de 20 a 80 minutos à substância, o fumante inala componentes tóxicos equivalentes a 100 cigarros, além aumentar os riscos de infarto, problemas pulmonares, disfunção erétil e vários tipos de câncer.

A audiência é realizada através de parceria da Casa de Leis, através da Comissão Permanente de Políticas de Prevenção às Drogas, com o Comad (Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas). O evento é aberto ao público. Conforme o vereador Sergio Nogueira (PSDB), membro da Comissão e um dos organizadores do evento, o intuito é demonstrar os malefícios que o uso do Narguilé traz ao usuário, além dos prejuízos à saúde, tanto para os fumantes quanto para os "passivos".

Sergio Nogueira ressalta que Dourados já possui uma lei, de autoria dele, em que é proibida a comercialização das peças que compõem o Narguilé e similares para menores de 18 anos e o uso da substância em locais de aglomeração e concentração de pessoas, implicando penalidades previstas na própria lei, caso haja o descumprimento.

“Há quatro anos já iniciamos o debate deste tema, quando criei a Lei 3.919 [de 1º de setembro de 2015], mas ainda falta a conscientização da sociedade. Vemos que ainda existe muitos enfrentamentos a serem feitos que dependem de uma maior fiscalização e do cumprimento da lei em vigor, inclusive com a aplicação das penalidades previstas em lei”, enfatiza o parlamentar.

Comentário

Gabriel Costa dos Santos, de 18 anos, conhecido por “Degolado”, morador no Jardim Água Boa, é um dos presos de uma dupla de assaltantes que rendeu empresário e esposa, e os dois filhos do casal, no começo da noite desta quarta-feira (15), em bairro da zona nobre de Dourados.

De acordo com o repórter Bronka, os bandidos abordaram a família, residente no Jardim Europa, e renderam os membros da casa para roubar a caminhonete Amaroka de cor branca e uma Tucson. Vizinho que teria percebido a movimentação estranha na casa acionou a Polícia.

Uma forte operação foi montada com a participação das Polícias Civil, Militar, Federal, da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e da Guarda Municipal de Dourados e prendeu o suspeito já nas imediações do posto Capey, na BR 463, a caminho do Paraguai, com a caminhonete branca. Gabriel confessou que havia participado do assalto. Outros membros do grupo estão sendo procurados.

Comentário

O promotor de Justiça da 11ª. Promotoria do Ministério Público Estadual em Dourados, Amilcar Araújo Carneiro Junior, determinou que a Agetran (Agência municipal de Trânsito) informe, no prazo de até 10 dias úteis, quais as medidas fiscalizatórias que foram adotadas no sentido de coibir “possíveis irregularidades de trânsito, como excesso de velocidade, e diminuir os números de acidentes na extensão da Rua Coronel Ponciano de Mattos Pereira”, em Dourados.

Amilcar Carneiro Junior leva em conta manifestação anônima encaminhada ao MPMS e repassada para a Promotoria de Dourados pelo Procurador de Justiça e Ouvidor do Ministério Público no Estado, Adhemar Mombrum de Carvalho Neto, com o relato “da grande quantidade de acidentes decorrentes da omissão e falta de fiscalização pelos órgãos de trânsito na extensão da rua Coronel Ponciano”.

A denúncia apócrifa, recebida pela Ouvidoria Geral do MP no Estado, cita o fato de que é preciso realizar diligências junto aos órgãos responsáveis da administração pública, incluindo a GMD (Guarda Municipal de Dourados), a Agetran e o Detran no Município, além da Semsur (Secretaria municipal de Serviços Urbanos), entre outros setores diretamente ligados ao tema, “para averiguação dos dados estatísticos dos acidentes em especial na rua Coronel Ponciano, a quantidade de blitz realizadas nos últimos anos, ofícios, relatórios/CIs (Comunicações Internas) exigindo providências pelas autoridades, estudos de projetos e etc”.

Entre os dias 12, 14 e 26 de julho e nos dias 9 e 11 deste mês de agosto, cinco pessoas perderam as vidas em acidentes de trânsito que exigem uma explicação técnica, pelo menos, no trecho da rua Coronel Ponciano ao trevo do DOF, sentido ao centro da cidade e, na direção contrária, aos bairros populosos instalados no prolongamento da rua, sentido Distrito Industrial de Dourados.

Comentário

A Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), estatal vinculada ao Ministério da Educação, publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (12) dois chamamentos públicos visando a contratação de mais de dois mil profissionais para 40 hospitais universitários federais no país, entre os quais figura o HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados.

Conforme o projeto básico de um dos concursos, de âmbito nacional, 1.363 vagas serão distribuídas entre as filiais e a sede da Rede Ebserh. Não foram ainda divulgados os números de oportunidades para cada localidade, no entanto, são previstas de forma geral 448 vagas para médicos de 69 especialidades, 800 vagas para profissionais da área assistencial e 115 administrativos.

Paralelo ao concurso nacional, a Ebserh realizará processo seletivo para preenchimento de 887 vagas para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, que recentemente aderiu à Rede. São 173 vagas para médicos de 71 especialidades, 614 vagas para a área assistencial e 100 administrativos.

“A realização desse concurso nacional é orientada por três principais fatores: a substituição, tanto de pessoal de Regime Jurídico Único (que se aposenta), e essa era mesmo a ideia por trás da concepção da Ebserh; quanto do pessoal que tem o chamado vínculo precário, que são pessoas vinculadas às fundações universitárias, por celetistas, em ambos os casos. Além disso, há uma alta rotatividade de profissionais da área de saúde, o que prejudica os serviços que são prestados”, explicou o diretor de Gestão de Pessoas da Ebserh, Rodrigo Barbosa.

Ele explica, ainda, que os hospitais funcionam em regime de escala e a falta de determinados profissionais em certas áreas pode comprometer todo o serviço. “Por isso, é de suma importância que a Ebserh tenha sempre vigente um concurso que possa servir como mecanismo de reposição desses funcionários”, complementou Rodrigo. Atualmente, de acordo com o diretor, a Ebserh não conta com cadastro de reserva vigente e, por outro lado, há um déficit de aproximadamente 20% no quadro de pessoal.

Nos dois concursos, os candidatos passarão por duas etapas de seleção: prova objetiva e análise de títulos e de experiência profissional. A Ebserh receberá propostas das empresas interessadas em organizar os concursos até o dia 27. O objetivo é que os editais sejam publicados ainda neste semestre, informa a assessoria da empresa nacional.

Comentário

O cabo da Polícia Militar Dijavan Batista dos Santos, de 37 anos, vai responder processo por homicídio duplamente qualificado por matar a tiro o bioquímico Julio Cesar Cerveira Filho, de 43, no dia 8 de julho deste ano em Dourados, dentro da sala de cinema do shopping Avenida Center após discussão por causa de uma poltrona.

Em liberdade desde a semana passada, depois de beneficiado por habeas corpus do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, Dijavan foi denunciado pelo promotor Luiz Eduardo Sant’Anna Pinheiro como incurso nas penas do artigo 121, parágrafo 2º, incisos III e IV do Código Penal, que caracteriza crime de homicídio duplamente qualificado – praticado em local que possa resultar perigo comum (atirou e matou na sala de cinema, ocupada por dezenas de pessoas) e por recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima.

Conforme publica o Campo Grande News, Dijavan também foi denunciado com base no artigo 12 do Estatuto do Desarmamento por portar arma sem registro, ou seja, ilegal. A pistola Smith & Wesson calibre 40 não pertencia à corporação e tinha sido, segundo o PM, presente do pai dele.

Briga por poltrona

Na denúncia, o promotor detalha a confusão iniciada por causa da poltrona ocupada por Julio Cesar Cerveira Filho e que terminou em assassinato na frente de pelo menos 80 pessoas, a maioria formada por crianças e adolescentes. A vítima assistia ao filme com a filha de 16 anos. O PM estava com os dois filhos, um de 10 e outro de 14 anos.

Após a confusão, Julio Cesar deixava o local com a filha quando o policial saiu atrás dele. Na escadaria, o bate-boca foi reiniciado e o PM sacou a arma. De curta distância, disparou o tiro que, segundo a denúncia do MP, entrou na mandíbula esquerda de Julio Cesar e ficou alojado no lado direito do crânio. O bioquímico morreu no ato, na frente da filha.

Dijavan foi preso por uma equipe da Polícia Militar do lado de fora do shopping. Ele confessou o caso tanto em depoimento à Polícia Militar quanto à Polícia Civil e diz que o crime ocorreu por desavenças com Juilio Cesar, iniciadas dentro do cinema, de acordo com a publicação.

Comentário

O histórico entre Grêmio e Athletico-PR pela Copa do Brasil ganha um novo capitulo nesta quarta-feira (14), às 20h30 (de MS), na Arena de Porto Alegre, quando as equipes fazem o jogo de ida das semifinais. E o retrospecto é amplamente favorável ao Tricolor. Dos quatro confrontos anteriores, o Grêmio conquistou a classificação em três oportunidades e só caiu uma única vez.

O primeiro confronto entre as duas equipes ocorreu em 1996, justamente na data de aniversário do Athletico-PR – que completava 72 anos na época. O jogo de ida pelas oitavas de final acabou em 1 a 1, na antiga Arena da Baixada. Carlos Miguel abriu o placar para os gaúchos no início do primeiro tempo e Andrei igualou o placar antes do intervalo.

Comentário

Em audiência com o governador em exercício Murilo Zauith, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, garantiu a Mato Grosso do Sul o segundo maior percentual do País do Fundo Nacional de Segurança Pública, 5,24%; atrás apenas de São Paulo, que receberá 6,66%. A previsão anual para o Fundo é de R$ 1,7 bilhão, o que representa R$ 89 milhões para o Estado. A reunião aconteceu nesta quarta-feira (14.8), em Brasília.

“Mato Grosso do Sul vai ser o segundo Estado do país mais contemplado com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. O ministro Sergio Moro entende que o estado cumpre grande papel na segurança pública”, afirmou Murilo ao deixar a audiência, onde esteve  acompanhado pela senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) e do secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Pontel.

O governador em exercício falou ao ministro das particularidades de Mato Grosso do Sul, que faz fronteira com dois países e abriga mais de 7 mil presos por crimes federais e defendeu um trabalho conjunto para garantir a segurança da população e o combate ao tráfico de drogas e armas. “Vamos trabalhar conjuntamente, governo federal e estadual”, acrescentou.

Mesmo sendo um estado fronteiriço, Mato Grosso do Sul é o estado que mais elucida homicídios no Brasil, definindo a autoria, materialidade e efetuando prisão do envolvido. O índice de 73% se iguala à taxa de resolução dos órgãos de segurança dos países de primeiro mundo, conforme pesquisa do Instituto Sou da Paz.

Por meio do programa MS Mais Seguro, o Governo do Estado investiu mais de R$ 130 milhões na segurança pública adquirindo viaturas, equipamentos, munições, contratando servidores e implantando núcleos de inteligência no interior.

Veja o quadro de repasses do Fundo:

repasses fundo de segurança

 

Comentário

A ampliação do Aeroporto de Dourados foi discutida nesta quarta-feira (14) pelo governador de Mato Grosso do Sul em exercício, Murilo Zauith, e pelo secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann. Apesar da notícia de contingenciamento de emenda de bancada, Ronei afirmou que a obra segue o cronograma, e Murilo Zauith garantiu empenho do Governo do Estado. A intenção é ter a obra concluída até 2022.

“Dourados é um aeroporto importante do ponto de vista de planejamento do setor do transporte aéreo no Brasil. Temos um TED (Termo de Execução Decentralizada) em andamento, junto com o Exército, no montante de R$ 49 milhões e agora estamos fazendo os últimos ajustes no projeto, no licenciamento ambiental, para que já no mês de dezembro consiga se instalar lá na localidade, com seu canteiro de obra, e dê inicio às obras no finalzinho de dezembro, início de janeiro. Então, a coisa está caminhando bem. Temos ainda alguns detalhes a resolver de burocracia, principalmente relacionado a licenciamento ambiental, mas estamos aí dentro do cronograma e estamos caminhando bem”, afirmou o secretário nacional.

Ronei disse ainda que a participação do governo de Mato Grosso do Sul tem sido fundamental para a aviação regional. “O Governo de Mato Grosso do Sul é um parceiro. Nós temos feito grandes projetos. Recentemente demos uma ordem de serviço grande no Aeroporto de Campo Grande, junto com a Infraero, estivemos também em Bonito, temos projetos também em Coxim e outros aeroportos mais do Estado que temos uma grande parceria com o Governo do Estado no sentido de desenvolver a aviação regional”, destacou.

Murilo Zauith contou que vai buscar uma parceria com a prefeitura de Dourados para concluir as obras. “Vamos conversar com a prefeita de Dourados para que assumamos, Estado e Prefeitura, conjuntamente, a construção das edificações de passageiros e de bombeiros e com isso, tenho certeza, até final de 2022 Dourados estará contemplada com seu novo aeroporto”, disse o governador em exercício.

Além dos investimentos na infraestrutura dos aeroportos, o governo do Estado tem incentivado a ampliação das linhas aéreas em Mato Grosso do Sul. Em junho, o governador Reinaldo Azambuja assinou o Decola MS, um programa que reduz o ICMS do querosene de aviação para as empresas aéreas que aumentarem o número de voos no Estado.

Comentário

Em nota curta, publicada na página oficial do Município na internet, a Prefeitura de Dourados informa que vai concluir nesta sexta-feira (16) o pagamento da folha salarial do mês de julho de todos os servidores.

De acordo com a secretaria municipal de Fazenda, o saldo da folha, equivalente a 56% dos vencimentos do servidor, será liberado nesta quinta (15) e estará na conta dos servidores na manhã de sexta-feira.

No final de semana, após terem recebido apenas 44% do total a que teriam direito pelo mês trabalhado, servidores do grupo geral e do magistério anunciaram um dia de paralisação para esta sexta, além do que os professores aprovaram jornada reduzida de trabalho nas escolas.

Comentário

Página 10 de 1409
  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus