Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Os recursos das Emendas Parlamentares do FIS (Fundo de Investimentos Sociais)/2016, designados pelo deputado estadual Zé Teixeira (DEM), contemplarão 39 municípios com um total de R$ 1,5 milhão de reais em investimentos na saúde, educação e assistência social. A assinatura dos convênios aconteceu nesta quinta-feira (16) no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

Aquisição de ambulâncias, veículos para atender às entidades que prestam assistência social no Estado, construção de coberturas em quadras de esportes nas escolas sul-mato-grossenses, reformas em hospitais, entre outras ações, serão realizadas com o montante liberado pelo Governo Estadual. “Estamos garantindo aos sul-mato-grossenses o direito a terem uma saúde pública de qualidade, melhores condições para o exercício das atividades escolares e também de assistência social. É uma vitória para nós, enquanto parlamentar, e para todo nosso Mato Grosso do Sul”, afirmou Zé Teixeira.

As cidades de Água Clara, Amambai, Angélica, Antônio João, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Bela Vista, Bodoquena, Caarapó, Campo Grande, Caracol, Costa Rica, Deodápolis, Douradina, Dourados Fátima do Sul, Guia Lopes da Laguna, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Jardim, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas. Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas, Sidrolândia e Tacuru serão beneficiadas com Emendas Parlamentares destinadas por Zé Teixeira.

Repasses

O Governo do Estado vai repassar R$ 36 milhões, para serem destinados a mais 600 entidades e prefeituras dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Conforme dados do Poder Executivo, foram R$ 22.648.046,90 para a área da Saúde, outros R$ 8.080.000,00 para Educação e R$ 7.817.327,00 para a Assistência Social. Os 24 deputados apresentaram um total de 1.130 indicações.

As entidades terão até o dia 2 de julho para regularizar toda a documentação necessária para receber os recursos repassados pelo Governo do Estado. Cada parlamentar teve R$ 1,5 milhão para destinar.

“Os repasses pulverizam o atendimento em todo o Estado. Do total, 60% foram para Saúde e 40% divididos entre Educação e Assistência Social, que ainda puderam ser flexibilizadas e destinadas em ações de Cultura, Segurança Pública e Agricultura Familiar a pedido da Assembleia Legislativa. Além das emendas, os deputados ainda devolvem cerca de R$ 2 milhões por mês referente ao duodécimo deles, como mais uma ação concreta de parceria entre os poderes e quem ganha é a população, que recebe mais investimentos. O Legislativo, que é a caixa ressonância da sociedade, é importante para a democracia e hoje estamos aqui para agradecê-los também”, discursou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) durante o ato.

Comentário

Documento apresentado esta semana durante a 32ª sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, apontou preocupação com a capacidade do Brasil em lidar com atos de corrupção do setor privado e sua influência em campanhas eleitorais e na formulação de políticas públicas.

“O grupo de trabalho observou preocupações sobre a indevida influência empresarial sobre os processos de regulação e de formulação de políticas e a capacidade do governo para supervisionar as operações de negócios que podem, em alguns casos, ser afetada por processos de financiamento políticos e lobby corporativo”, diz o texto da ONU.

O documento ressalta que “tais percepções foram exacerbadas por uma série de escândalos de corrupção envolvendo grandes empresas e políticos”. A reunião do Conselho de Direitos Humanos ocorre desde o dia 13 até 1º de julho.

Governo brasileiro

Durante a sessão de apresentação, a embaixadora do Brasil na ONU, Regina Dunlop, rebateu as críticas do relatório ao país. Para a diplomata, o documento transmite “a ideia errada de que o Brasil é resistente ou incapaz de lidar com escândalos de corrupção”.

“Basta ler as notícias para concluir o contrário, que as nossas instituições fortes e democráticas estão realizando combate perfil forte e alta contra a corrupção em nosso país”, argumentou.

“O governo brasileiro sublinha que as instituições democráticas competentes, incluindo promotores federais independentes e juízes, desenvolvem normalmente as suas atividades, investigando e, posteriormente, punindo culpados, inclusive levando em consideração a legislação anticorrupção que torna as empresas estritamente responsáveis pelos atos de corrupção de seus funcionários e introduz multas de até 20% da receita bruta do ano anterior, ou a suspensão ou dissolução de uma empresa”, acrescentou a embaixadora.

Direitos humanos

O relatório de 72 itens aborda temas como a Hidrelétrica de Belo Monte, o desastre em Mariana, os Jogos Olímpicos Rio 2016, direitos dos povos indígenas, as ameaças a defensores de direitos humanos no país e direitos trabalhistas. O texto é resultado da visita ao Brasil, em dezembro de 2015, de peritos independentes em direitos humanos nomeados pelo Conselho de Direitos Humanos para tratar de situações específicas em determinados países, ou questões temáticas abrangendo o mundo todo.

O grupo de trabalho fez 21 recomendações ao governo brasileiro pedindo atenção aos direitos humanos, uma delas para que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) seja incentivado a incluir cláusulas de respeito a esses direitos nos projetos que for financiar. Oficialmente, a ONU não se pronuncia sobre o relatório, conforme divulgou a Agência Brasil.

Comentário

O vereador Nelson Sudário (PSDB) cobrou na terça-feira (14) a disponibilização de vacinas contra a gripe H1N1 para toda a população de Dourados. A solicitação foi encaminhada ao secretário estadual Nelson Tavares e ao secretário municipal de Saúde, Sebastião Nogueira.

O documento também foi encaminhado para os deputados estaduais Zé Teixeira (DEM), Renato Câmara (PMDB) e George Takimoto (PDT), para que também intercedam junto aos órgãos competentes em favor da disponibilização das vacinas.

De acordo com o vereador, a queda da temperatura em Dourados tem provocado uma verdadeira peregrinação nos postos de saúde. “A população está assustada com o avanço da doença e não podem receber a vacina por não se enquadrarem no grupo de risco. Como uma medida de desespero, muitos se dirigem ao país vizinho para tomar a vacina, visto que faltam vacinas nos postos de saúde de Dourados”, disse Sudário.

Sudário salienta que Dourados precisa fazer um enfrentamento mais eficaz contra o avanço do vírus, principalmente após a divulgação de diversos casos da doença, inclusive com morte. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria estadual de Saúde, Dourados teve 45 casos notificados, 23 casos confirmados e 38 pacientes em isolamento.

Em recente indicação apresentada na Câmara de Dourados, Nelson Sudário solicitou à Secretaria municipal de Saúde a disponibilização de equipamentos de higienização, como álcool em gel para as mãos, em órgãos públicos (secretarias municipais, escolas, creches, postos de saúde), visando a prevenção da gripe H1N1. Com assessoria

Comentário

A Universidade Federal da Grande Dourados encerra a programação de recepção dos calouros com o show das bandas Misbehavior e Codinome Winchester, às 21 horas desta sexta-feira (17), na ADUFDourados, localizada na rua Passo Fundo, 290, no Jardim Universitário, com acesso a partir da rua do Hospital Veterinário da Unigran.

A entrada é gratuita e é obrigatória a apresentação de documento pessoal com foto e a assinatura de termo de compromisso, já que no local serão comercializadas bebidas alcoólicas.

O show faz parte do projeto Celebração, da Proex (Pró-Reitoria de Extensão e Cultura) da UFGD, que realiza em Dourados diversas apresentações musicais, com artistas e bandas regionais e nacionais, ao longo do ano.

Centenas de novos alunos foram envolvidos nos eventos de boas-vindas, com stand up, atividades esportivas e de recreação, teste de glicemia, aferição da pressão arterial e avaliações nutricional e bioquímica da urina, realizados de terça (14) a quinta-feira (16) na universidade.

Bandas

A banda de heavy metal Misbehavior é de Dourados, foi formada em 1997 e toca covers do melhor do heavy metal internacional e também músicas de autoria própria. Seus membros são: Gilson Cortes Buzzio (vocal), Marcus Vinicius (baixo), Felipe Silva (guitarra), Nairon Medina (guitarra), Allan Baenas (bateria) e Guilherme Queiroz (teclados).

Já a Codinome Winchester é uma banda de rock nacional criada em 2013, na cidade de Campo Grande, e formada por Arthur Maximilliano, Fillipe Saldanha, Guilherme Napa, Luciano Armstrong e Thiago Souto.

Comentário

Na agenda do técnico Tite e da seleção brasileira até 2018 não há mais nenhuma edição de Copa América ou Copa das Confederações. Restam as eliminatórias para o Mundial na Rússia, torneio em que o Brasil ocupa a sexta posição – apenas os quatro melhores garantem vaga para a Copa, e o quinto disputa uma chance na repescagem. Evitar uma inédita exclusão da seleção em mundiais foi um dos assuntos mais abordados entre o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e o futuro treinador da seleção, Tite, em reunião, nesta quinta-feira (16), em São Paulo.

“Classifique a seleção para 2018”, pediu Del Nero a Tite, segundo relato de um dirigente da CBF ao portal Terra. A tarefa pode parecer não ser das mais difíceis, tal a fragilidade de alguns adversários. Mas não custa lembrar que o Brasil foi eliminado da Copa América Centenário, há poucos dias, pela seleção do Peru, uma das menos cotadas para conseguir um lugar no Mundial de 2018.

Tite se mostrou muito confiante na classificação e chegou a dizer que seria impensável ver o Brasil fora de uma Copa do Mundo. Ao mesmo tempo, destacou a evolução de outras seleções do continente nos últimos anos, citando o exemplo do Equador.

A CBF espera anunciar oficialmente a nova comissão técnica da seleção ainda nesta sexta ou no mais tardar na segunda-feira. A intenção da entidade é preparar um evento pomposo para apresentar o substituto de Dunga, demitido há poucos dias, e sua equipe. Tite não vai cuidar da seleção olímpica, cuja responsabilidade continuará com o técnico Rogério Micale.

Comentário

Um grupo de aproximadamente 100 indígenas, da etnia dos terenas, interditou o trecho do Km 528 na BR 262, que corta o município de Aquidauana, promovendo congestionamento de aproximadamente um quilômetro de veículos em cada um dos sentidos da via.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o protesto é pacífico, não foi preciso promover o desvio do trânsito, e a previsão de liberação e a partir das 12 horas.

De acordo com as lideranças no local, os manifestantes reivindicam providências em relação a morte de um indígena ocorrida esta semana em Caarapó durante confronto com produtores rurais da região.

A Polícia Rodoviária Federal monitora o local com duas viaturas e oito policias.

Comentário

O ato de assinatura da liberação de emendas parlamentares, realizado nesta quinta-feira (16), em Campo Grande, contemplou entidades do distrito de Vila Vargas com indicações do vereador Madson Valente (DEM) ao deputado estadual Barbosinha (PSB) que, mesmo licenciado do cargo [ele responde, atualmente, pela Secretaria estadual de Justiça e Segurança Pública], acompanha os municípios.

Madson esteve na Assembleia Legislativa, acompanhando os dirigentes da Promel, a cooperativa dos produtores de mel; da Agrovargas, associação rural de produtores do distrito; e das escolas Padre Anchieta e Ruy Gomes, além da Polícia Militar e Secretaria de Saúde.

Representando a Promel esteve presente no ato o líder Cirilo, pela Agrovargas o presidente José Gonçalves, e a escola Padre Anchieta esteve representada pelo diretor Luiz Flôres. Madson lembrou que várias instituições foram contempladas com emendas do deputado Barbosinha.

“Mesmo agora na condição de secretário do Estado, o Barbosinha esteve presente, acompanhou os dirigentes de entidades e renovou o compromisso com o fortalecimento dos municípios através dessas emendas”, considerou o vereador Madson Valente

Comentário

Morreu, nesta sexta-feira (17), aos 82 anos o ator Rubén Aguirre, mais conhecido por interpretar o Professor Girafales no seriado mexicano Chaves. O ator Édgar Vivar, que viveu o Seu Barriga no seriado, deu a notícia da morte aos fãs nas redes sociais. "Meu professor favorito descansa em paz... Hoje, meu grande amigo Rubén Aguirre partiu deste plano. Sentirei muito a sua falta".

A filha do ator, Verónica Aguirre, confirmou a morte do pai para a BBC Mundo. "É verdade que já não está com a gente. Lamentavelmente, morreu às 4h10 desta manhã por complicações de pneumonia. Já estava em sua casa, esteve no hospital em maio porque estava um pouco delicado, mas saiu dali". Ainda de acordo com a filha de Rubén Aguirre, o velório e o enterro serão em Puerto Vallarta Jalisco, balneário mexicano, onde morava há alguns anos. "Viveu muito feliz aqui seus últimos anos", disse a herdeira.

Rubén, que completou 82 anos há dois dias, passou 11 dias internado com quadro de pneumonia. Apesar de ter sido liberado para voltar para casa há uma semana, o estado do ator ainda era grave. No dia 7 de junho, ele chegou a agradecer o apoio dos fãs em seu Twitter. Aguirre ficou eternizado como o Professor Girafales, um dos personagens mais queridos da vizinhança do Chaves. Nos últimos anos, sofria com o avanço da diabetes.

Comentário

As obras de pavimentação asfáltica no bairro Jardim Canaã IV, que estavam paralisadas por diversos fatores (como falta de material, chuvas e questões burocráticas) foram retomadas e avançam no lado sul da Rua 11. No lado norte, a previsão é de que os trabalhos recomecem na semana que vem. No bairro, o benefício do asfalto e da drenagem beneficiam os moradores das ruas 05, 06, 07, 08, 09,10, 11 e 12, segundo informa a assessoria do deputado Geraldo Resende (PSDB).

Os trabalhos animam os moradores, que desde a criação do asfalto sonhavam com o dia em que teriam esse benefício. Essa frente de asfalto e drenagem demanda investimentos da ordem de R$ 2,2 milhões, garantidos por meio de emenda do deputado Geraldo Resende, com a contrapartida do Governo do Estado, que também é o responsável pela execução dos serviços. A elaboração dos projetos de engenharia coube à Prefeitura de Dourados.

Segundo o morador Elton Moura, a pavimentação no bairro representa mais qualidade de vida. “O asfalto é um sonho que com toda a certeza irá mudar nossa vida. Lutamos muito, e graças a Deus, encontramos respaldo no trabalho do deputado Geraldo Resende. Estamos muito felizes com a conquista, que não deverá parar por aí. A próxima etapa de luta será pela preservação do córrego que corta o bairro”, destaca

Para o deputado Geraldo Resende, a pavimentação no Canaã 4 é a coroação de uma luta que começou há seis anos, quando boa parte do bairro recebeu asfalto com outra emenda de sua autoria. “Fico muito feliz em ter trabalhado para transformar mais este sonho em realidade”, destaca.

Os recursos de R$ 2,2 milhões que custeiam a obra fazem parte de uma emenda global no valor de R$ 10 milhões apresentada por Geraldo Resende no Orçamento Geral da União em 2011. Estes recursos foram aplicados em obras de drenagem e pavimentação nos bairros Altos do Indaiá (em fase final), parte da Vila São Braz/Canaã 4 (em execução), Parque das Nações II, Jardim Oliveira I e Jardim Oliveira II, Vila Vieira, Vila Industrial e Vila Martins. Uma emenda de R$ 1,5 milhão garante asfalto e a drenagem para outros cinco bairros, incluindo distritos de Dourados.

Para as obras no Parque das Nações II, na Rua Professora Maria Aparecida Gonzaga Cerqueira (antiga Rua S-33), foram destinados R$ 600 mil. Aos distritos de Panambi e de Vila São Pedro foram viabilizados R$ 300 mil para cada. As obras também beneficiaram o bairro São Mateus, para onde foram destinados mais R$ 300 mil para a realização das obras.

Por meio de uma emenda individual ao Orçamento da União de 2012, Geraldo Resende garantiu mais R$ 5 milhões, para a pavimentação nos bairros Poravy I (em vias de serem reiniciadas) e Poravy II, além parte do Parque do Lago II, Altos da Monte Alegre e Parque Nova Dourados (já entregues), segundo a assessoria.

Comentário

O vereador Idenor Machado (PSDB) continua insistindo na solução que garanta a instalação de placas indicativas com os nomes de ruas e bairros e, para isso, vem ganhando apoio do comércio local.

Segundo o vereador, o surgimento de vários bairros residenciais e loteamentos proporcionaram um crescimento substancial da cidade, dificultando as localizações das ruas, fazendo com que os profissionais dos Correios e os cidadãos de modo geral tenham dificuldade para encontrar os endereços.

“Fizemos contato com algumas empresas e obtivemos apoio para, de forma experimental, identificarmos algumas ruas de Dourados, mostrando que é possível a execução do projeto com baixo custo e facilitando a vida das pessoas, como novos moradores, visitantes, agentes dos Correios, oficiais, entre outros”, explicou o vereador.

Comentário

Página 1547 de 1572

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus