Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A empresa de óculos Luxottica, dona de marcas como Ray-ban, Oakley e Person, e a fabricante de lentes Essilor, proprietária das marcas Varilux e Transitions, anunciaram nesta segunda-feira (16) que chegaram a um acordo de fusão, que culminará numa gigante global no setor de ótica, com receitas combinadas superiores a 15 bilhões de euros.

O valor de mercado da união dos negócios está sendo estimado pelo mercado em cerca de 50 bilhões de euros. O acordo todo em ações marca uma das maiores alianças de empresas em dois países diferentes da Europa e une a Luxottica, maior fabricante de óculos do mundo com marcas como Ray-Ban e Oakley com a maior produtora de lentes do mundo, a Essilor.

Pelo acordo, a francesa Essilor fará uma troca de ações com o principal acionista da Luxottica, Delfin, para criar uma empresa que passará a fabricar tanto armações quanto lentes. O grupo Delfon entregará sua fatia de 62% na Luxottica em troca de uma participação de 31% a 38% na futura companhia, que se chamará EssilorLuxottica.

"Finalmente, após 50 anos, dois produtos que são naturalmente complementares serão criados, fabricados e distribuídos sob o mesmo teto", disse, em comunicado Leonardo Del Vecchio, presidente do conselho de administração da Luxottica, conforme divulga o portal G1.

Comentário

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) registrou um medicamento à base de maconha para tratar espasticidade - rigidez excessiva dos músculos - em pacientes com esclerose múltipla. Trata-se do primeiro medicamento à base de Cannabis sativa aprovado no Brasil.

Com o nome comercial Mevatyl, o medicamento contém tetraidrocanabinol (THC) em concentração de 27 mg/mL e canabidiol (CBD) em concentração de 25 mg/mL. A droga já é aprovada em outros 28 países, incluindo Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Suíça e Israel, onde é conhecido por Sativex.

O medicamento é indicado para pacientes adultos com espasticidade de grave a moderada relacionada à esclerose múltipla que não respondam a outros medicamentos e que demonstrem uma boa resposta ao Mevatyl após um período inicial de tratamento.

A Anvisa alerta que o medicamento não é indicado para tratar epilepsia nem pode ser consumido por pessoas com menos de 18 anos. Até então, a Anvisa somente liberava a importação de medicamentos à base de Cannabis sativa comprados em outros países, mas não havia um produto dessa categoria com registro no país.

Comentário

Apesar de parecer louca a ideia de ver Felipe Massa em um carro de F1 poucas semanas depois de uma linda despedida no GP do Brasil, ela acaba de se concretizar. A Williams assinou, na manhã desta segunda-feira (16), com o brasileiro por mais uma temporada, para ser companheiro de Lance Stroll e ajudar no desenvolvimento dos carros de 2017, que sofrem uma mudança radical. Com isso, é natural que Valtteri Bottas seja anunciado pela Mercedes a qualquer momento, já que o outro candidato à vaga, Pascal Wehrlein, fechou com a Sauber também nesta segunda, como publica o Globoesporte.com.

“Primeiramente, estou muito feliz de poder voltar para a Williams. Eu sempre pensei que correria em um lugar diferente em 2017, mas a Williams é um time que está no meu coração. Quando me deram a chance de ajudar o time nesta temporada, eu senti que era a coisa certa a fazer. Certamente, não perdi meu entusiasmo pelas corridas e estou muito motivado para guiar o FW40 (carro da temporada 2017). O apoio dos fãs nestas últimas semanas tem sido enorme, me deixando ainda mais motivado, e sou muito grato por isso. Também estou ansioso para trabalhar com o Lance. Conheço ele há um tempo e acompanhei o seu desenvolvimento ao longo desse tempo. Então estou ansioso para ver o que podemos conquistar juntos”, afirmou Massa.

Comentário

O veterinário Fernando Fagner Cabral registrou, nesta segunda-feira (16), através do perfil social que mantém no Facebook, o desaparecimento do irmão, José Ricardo Cabral.

De acordo com a postagem feita, o irmão dele foi visto pela última vez na noite deste domingo (15), por volta das 23 horas, quando saiu da casa da mãe deles em um Celta de cor branca.

Informações sobre a localização do rapaz podem ser dadas pelo telefone 998238224, com Fagner.

Comentário

O mercado financeiro projeta que a Selic, a taxa básica de juros da economia, chegará a um dígito e encerrará 2017 em 9,75% ao ano. A estimativa está no boletim Focus, pesquisa semanal do BC (Banco Central) feita com instituições financeiras. Na semana passada, as instituições consultadas previam que a Selic terminaria o ano em 10,25% ao ano. Atualmente, a taxa está em 13% ao ano.

O mercado revisou a previsão para a Selic após o Copom (o Comitê de Política Monetária) do BC reduzir a taxa básica, na última quarta-feira (11), mais que o esperado, em sua primeira reunião em 2017. Em lugar da queda de 0,5 ponto percentual projetada, o Copom cortou 0,75 ponto percentual.

A decisão de reduzir a taxa básica de juros ocorreu depois que o Ibge (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou que a inflação medida pelo Ipca (o Índice de Preços ao Consumidor Amplo) encerrou 2016 em 6,29%. O patamar está abaixo do teto da meta fixada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), de 4,5% com dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

Comentário

A Leda (Liga Esportiva Douradense de Amadores) já tem um novo presidente. Na quarta-feira (11), Eurides Castilho "Tubaína" foi eleito com dois votos e já assumiu o posto no dia seguinte prometendo uma reformulação no modelo de gestão.

Tubaína, que tem como vice Emerson Diniz, o "Nego", visitou nesta segunda-feira (16) o novo diretor da Funed, Jânio César Amaro, para iniciar a troca de parcerias sobre os trabalhos que pretende realizar no mandato.

Quatro chapas disputaram a eleição. Os candidatos eram o empresário Binho do time Inter Flórida, Cabo Bruno que busca a volta do CAD, Valdessi Carbonari com o Saudade e Tubaína, líder do União Nova Dourados.
Apenas três equipes estavam aptas para votação: o UND (União Nova Dourados), Clímax Esporte Clube e Santo Antônio Futebol Clube; Tubaína recebeu dois votos (UND e Clímax). Binho recebeu o voto do Santo Antônio.

Nos próximos dias deverão ser anunciados os membros da diretoria que farão parte da gestão 2017-2021, substituindo o presidente anterior, Gilmar Facim.

Comentário

Lançada em outubro do ano passado no HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados, a Campanha Adorno Zero está tendo continuidade durante este mês com o objetivo de alertar os colaboradores da área assistencial para o cumprimento da NR (Norma Regulamentadora) 32, sobre Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde, em especial com relação aos riscos biológicos.

A Campanha Adorno Zero é desenvolvida pela Segurança Ocupacional e Saúde do Trabalhador e pelo Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente. Nesta segunda fase, mantém o caráter informativo e educativo, e, a partir do dia 1 de fevereiro, os eventuais descumprimentos serão passíveis de notificação orientativa.

“Trata-se de prevenção de riscos à saúde. Os adornos não devem ser usados durante o trabalho nas áreas assistenciais, visto que facilitam o acúmulo de micro-organismos. Anéis, aliança, relógios e pulseiras, por exemplo, não permitem a lavagem correta das mãos e não secam completamente, acumulando umidade e resíduos. Mas nada impede o trabalhador de usar os adornos ao sair de casa para o trabalho ou fora dele. A proibição do uso se limita às áreas assistenciais do hospital, e vale para todos que trabalham ou circulam por elas”, esclarece a enfermeira Graciela Mendonça dos Santos Bet, chefe da Unidade de Gestão de Riscos Assistenciais do HU.

Comentário

O Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) completa 80 anos de atuação em 2017 e, como parte das comemorações, lançou sexta-feira (13) o edital do concurso nacional para a escolha do Emblema do Patrimônio Cultural Brasileiro. O objetivo da seleção é criar uma identidade visual para os bens do Patrimônio Cultural Brasileiro, valorizando sua condição especial e apoiando sua promoção. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas a partir desta segunda-feira (16) até o dia 2 de março. O prêmio para o trabalho vencedor será de R$ 30 mil.

Além do emblema, o vencedor deverá desenvolver um Manual de Identidade Visual e Aplicação. As regras e definições para participação estão disponíveis no edital do concurso. Poderão participar do concurso apenas pessoas físicas, individualmente, com apenas uma proposta inédita por participante.

Cada participante poderá inscrever apenas uma proposta, a ser enviada uma única vez e sem possibilidade de alteração. A ficha de inscrição, bem como o edital, estão disponíveis no portal do Iphan (www.iphan.gov.br)

Comentário

O CIES (International Centre for Sports Studies) publicou nesta segunda-feira (16) um novo relatório com os jogadores mais valorizados do futebol mundial, e o brasileiro Neymar voltou a aparecer no topo da lista. Segundo os números divulgados pelo levantamento, o camisa 11 do Barcelona vale € 246,8 milhões (R$ 840 milhões), bem acima do segundo da lista, Lionel Messi, avaliado em € 170,5 milhões (R$ 581 milhões).

Em dezembro, a "France Football" tinha publicado outro levantamento do CIES com a dupla do Barça na ponta. A grande diferença agora é a presença de Pogba, cuja transferência para o Manchester United foi a maior da história, na terceira posição. Griezmann e Luis Suárez completam o top-5, enquanto o melhor jogador do mundo em 2016, Cristiano Ronaldo, caiu para a sétima colocação da lista.

Outros jogadores brasileiros aparecem no relatório, que listou os cem jogadores mais valiosos do mundo. O atacante naturalizado espanhol Diego Costa é o mais bem colocado deles, avaliado em € 66,3 milhões, na 32ª colocação, conforme repercute o portal do Globoesporte.com.

A dupla do Liverpool Roberto Firmino e Philippe Coutinho aparece em 45º e 48º, respectivamente. Willian, do Chelsea (47º), Lucas, do PSG (56º), Fabinho, do Monaco (83º) Alex Sandro, do Juventus (85º), Douglas Costa, do Bayern (92º) Felipe Anderson, do Lazio (94º) e Marquinhos, também do PSG (95º), completam o PSG.

Comentário

Os ajustes técnicos, fiscais e de ordem legal realizados pelo Governo do Estado na reformulação do programa Precoce MS, que substitui o Novilho Precoce lançado na década de 1990, buscam agregar, de forma voluntária, atributos de qualidade e consequentemente valor à cadeia produtiva da pecuária de Mato Grosso do Sul. Com lançamento em fevereiro, o Precoce MS aumenta a segurança no controle sanitário e eficiência do animal, valoriza o produtor que utiliza sistemas sustentáveis e oferece uma carne diferenciada ao mercado.

Aumentar o desfrute do rebanho de corte, incentivando a eficiência e a eficácia do produtor rural, premiando com incentivo financeiro a qualidade do produto obtido e o nível do processo produtivo, continuam sendo o mote do programa, do qual podem participar produtores rurais de Mato Grosso do Sul que atendam aos critérios exigidos. A informatização das fases de operacionalização, pelo Governo do Estado, é uma importante ação que deve garantir maior transparência ao Precoce MS.

As alterações técnicas e operacionais do programa, em discussão com o setor produtivo desde 2015, são a própria síntese da evolução da pecuária – do campo à mesa do consumidor -, nos últimos anos, explicou o secretário estadual de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Mendes Lamas. O esforço conjunto do Estado e entidades representativas, como a Famasul e Embrapa, visa melhorar os níveis de produtividade, onde se configura produzir um animal de qualidade em menor espaço por hectare com bom acabamento.

Sustentabilidade

As mudanças repercutiram bem no meio produtivo, na opinião do empresário Sérgio Capuci, do grupo Naturafrig, com unidades em Rochedo e Nova Andradina. “Essa reformulação era necessária para acompanhar a evolução da pecuária, com critérios mais rigorosos que vão trazer benefícios a toda cadeia, gerando uma produção mais sustentável e profissionalizando o produtor”, disse Capuci. “A indústria também se ajustará para atender aos novos requisitos e quem ganha é o Estado com uma carne de qualidade”, completou.

Com regras mais ajustadas, segundo o secretário, o programa quer contribuir para que a carne produzida em Mato Grosso do Sul seja reconhecida pela qualidade e seu diferencial sanitário dentro e fora do País, fortalecendo, assim, a cadeia produtiva e gerando números econômicos positivos ao Estado. “A nossa pecuária tem muito a melhorar e o governo vem atuando de forma estratégica para criar condições seguras para que o setor continue evoluindo de todas suas vertentes, não apenas no ganho em arroba por hectare”, disse Lamas.

Apostando nesse novo momento da pecuária sul-mato-grossense, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) avaliou como positiva a reformulação de um programa criado há 24 anos, que muito contribuiu para colocar a pecuária do Estado entre as melhores do País, hoje com participação expressiva na economia local. “Estamos criando um novo programa para elevarmos a pecuária a um patamar que atenda a dinâmica dos mercados cada vez mais agressivos, oferecendo uma carne de qualidade”, destacou.

Com a mudança, o programa terá ampliados os critérios de análise de produção, os quais vão abranger não só os atributos do animal, mas, também, as condições das propriedades criadoras. Atualmente, 100% da avaliação dos animais classificados como ‘novilho precoce’ é feita no frigorífico. A partir de reformulação, a tipificação da carcaça passa a ter peso de 70% e os 30% restantes serão decorrentes das condições do estabelecimento.

Maior controle

Fernando Lamas explicou que a avaliação técnica, a partir de agora, não se restringirá à melhoria do peso e da cobertura de gordura dos animais e maior uniformidade nos lotes. Incluirá as boas práticas agropecuárias dentro do sistema de produção na propriedade, como a qualidade da pastagem, nível de conservação do solo, reserva legal, participação associativista do produtor e cumprimento das obrigações sociais e trabalhistas.

Conforme as novas regras, o aumento da segurança no controle e na credibilidade dos processos de aferição de resultados de desempenho de estabelecimentos pecuários e dos produtos obtidos (animais), se dará através da cobrança de maior empenho e compromisso dos responsáveis técnicos pelos empreendimentos, com a utilização de instrumentos legais, como as ARTs (Anotação de Responsabilidade Técnica), devidamente fiscalizados pelos conselhos de classe (no caso o CREA e o CRMV).

Os frigoríficos credenciados passam a assumir o compromisso de disporem e utilizarem equipamentos de coleta/transmissão de dados e informações sobre a tipificação de animais em tempo real, ao banco de dados do Estado, e também de procederem o pagamento de eventuais bonificações, por depósito bancário, na conta do beneficiário, em até três dias após o abate. Os frigoríficos também assumem, integralmente, a função de classificação e tipificação de carcaças, tarefa anteriormente realizada pela Sefaz (Secretaria estadual de Fazenda).

Comentário

Página 856 de 1287
  • gov entregas
  • 4ipva

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus