Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) está mobilizando empresários, escolas, instituições culturais, entidades de classe, além da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, do 28º Batalhão Logístico do Exército e do Corpo de Bombeiros, para promover um grande desfile cívico de 7 de Setembro e, com isso, aquecer as vendas no comércio local num período de queda no consumo do Município.

Uma campanha está sendo elaborada pela entidade, em conjunto com o Exército, a Prefeitura de Dourados e o Governo do Estado, com o slogan “Brasil, um Sonho Intenso de Amor e Esperança”. O objetivo é despertar no público não apenas o espírito cívico, mas, também, a expectativa de que a economia retomará seu crescimento, distribuindo renda e melhorando a qualidade de vida das pessoas. A iniciativa da Aced está sendo muito bem recebida pelos comerciantes que tiveram os primeiros contatos com a campanha da Semana da Pátria.

A oportunidade de aumento nas vendas está em diversos setores da economia, desde as papelarias, lojas de tecidos, de materiais de decoração e de confecção, além dos setores de serviços e alimentação, combustível, aviamentos, entre outros. “Queremos envolver o comércio e os prestadores de serviços na Semana da Pátria, com as lojas decoradas em verde e amarelo como atrativos para os consumidores” ressalta Nilson Santos.

O otimismo dos empresários douradenses se sustenta no envolvimento dos setores organizados da sociedade e dos meios culturais e educacionais com a Semana da Pátria. Depois de um longo período afastadas do Desfile Cívico de 7 de Setembro, escolas estaduais deverão voltar a desfilar, levando milhares de estudantes à avenida Marcelino Pires neste ano. “Tudo isso gera um efeito positivo na economia e com a participação dos comerciantes, temos certeza, que deixaremos nossa cidade ainda mais atrativa para a Semana da Pátria”, finaliza Nilson Santos.

Nos próximos dias, a Aced, através de uma comissão formada pelos representantes da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista), Maçonaria e Rotary de Dourados, estará fazendo contato com os comerciantes em busca de adesão à campanha da Semana da Pátria. As lojas participantes serão identificadas com bandeirolas em verde e amarelo, de forma que os consumidores poderão aproveitar os descontos que serão oferecidos por cada uma delas.

Comentário

As voluntárias que integram a Associação Anjos do Senhor vão realizar, sexta-feira (23) que vem, a vigésima edição do 20 Jantar Dançante, como reforço ao trabalho direcionado aos pacientes internados nos hospitais públicos em ações que agora estão focadas principalmente no Hospital da Vida, alvo de tensão entre os organismos administrativos e a gestão.

Para atender a demanda e amparar quem precisa, a Associação, criada também há 20 anos, realiza o jantar anualmente, sendo este o único evento para angariar recursos destinados aos trabalhos a que se propõe. O grupo se divide em várias frentes: equipe de visitas aos pacientes internados, equipe que produz em média 800 a 1000 fraldas por mês, distribuídas gratuitamente no Hospital da Vida e, em alguns casos, no Hospital Universitário. Há também a equipe responsável pela produção dos kits de higiene pessoal, com xampu, condicionador, sabonete líquido, pasta e escova dental. E outra, responsável pela distribuição de cerca de 50 cestas básicas mensais, aos pacientes cadastrados que fazem hemodiálise.

“É um trabalho de formiguinha, mas com comprometimento e carinho. Trabalhamos com voluntariado, com a doação do tempo que cada uma dedica semanalmente. Com o voluntariado ganha a comunidade, ganha a pessoa assistida e, mais ainda, ganha a voluntária, pois é muito gratificante e promove a sensação de bem estar, nos tornando úteis ao nosso próximo. Estamos precisando de novas voluntárias, venha fazer parte da Associação Anjos do Senhor”, convoca a presidente da entidade, Lorita Maria Zandavalli Donida, que assumiu o cargo no ano passado e prossegue até 2020.

“Nó também buscamos a melhoria do ambiente onde está o paciente. Nesse sentido instalamos ar condicionado e TVs em todos os quartos do Hospital da Vida, além da doação de cadeiras de fio, para acomodar com um pouco mais de conforto, os acompanhantes dos doentes”, destaca a idealizadora e uma das fundadoras da Associação, Gedália de Ávila, que trouxe a idéia do Hospital do Câncer de Barretos, hoje chamado de Hospital do Amor. A Associação também agradeceu o apoio incondicional de empresários, voluntários, dos veículos de comunicação e, também, da comunidade, “pois, sem esse auxílio seria impossível promover o evento que reúne centenas de pessoas, e que já é uma tradição no calendário de eventos de Dourados”, diz Lorita Donida.

Serviço

O 20º Jantar Dançante do dia 23 será aberto a partir das 21 horas no Cerrado Brasil, com a parceria do Buffet Laudir e DJ Adriano. Os convites podem ser adquiridos com as integrantes da Associação ou pelo telefone (67) 3421-3621, com Vera.

Comentário

O Governo do Estado promove nesta sexta-feira (16), às 9 horas, no auditório do CREA-MS (o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul), a Audiência Pública com o tema “Projeto Concessão da Rodovia MS 306”, para a apresentação de sugestões e contribuições ao aprimoramento da proposta.

O Governo de Mato Grosso do Sul discute a concessão dos serviços públicos de recuperação, operação, manutenção, conservação, implantação de melhorias e ampliação da capacidade do Sistema Rodoviário (Rodovias MS 306 e BR 359, trecho Divisa MT/Cassilândia, com extensão aproximada de 220km) e após essa Audiência Pública, vai acompanhar a análise das contribuições para apreciação da PGE (Procuradoria-Geral do Estado).

A previsão de publicação do Edital de Licitação dessa rodovia é até o mês de outubro, conforme estimativas oficiais. O governador em exercício Murilo Zauith vai participar da Audiência Pública, com o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, o presidente da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos), Luiz Roberto Martins Araújo, que responde pela Seinfra (Secretaria estadual de Infraestrutura) e Eliane Detoni, da Secretária Especial de Parcerias Estratégicas.

Comentário

Quinta, 15 Agosto 2019 16:30

Neno Razuk pede a revogação do PCCR

Filho da prefeita de Dourados, o deputado Neno Razuk (PTB) defendeu, na sessão da Assembleia Legislativa de quarta-feira (14), a revogação do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) aprovado no final da administração do prefeito Murilo Zauith (DEM), com o voto favorável da então vereadora Délia Razuk, à época filiada ao PR e que depois virou candidata a prefeita e derrotou o então deputado federal Geraldo Resende, do PSDB, nas eleições de outubro de 2016.

VEJA O VÍDEO

Em aparte a pronunciamento do deputado Marçal Filho (PSDB), quando parlamentares discutiam a grave situação econômica do Município – e que resultou na proposta, encaminhada pelo deputado Barbosinha (DEM), líder do Governo na Assembleia, de criação de uma Frente Parlamentar para acompanhar essa questão – Neno disse que Dourados está inviabilizada “pelos próximos vinte anos, por causa de um Plano de Carreira que foi implantado, subindo a folha de pagamento de R$ 13 milhões para mais de R$ 33 milhões, no apagar das luzes”.

“Eu sou contra o PCCR”, destacou o deputado Neno Razuk, sugerindo que Marçal Filho, ou Barbosinha [nomes citados por ele próprio como eventuais pré-candidatos às eleições de prefeito no ano que vem], deverão rever o Plano de Cargos. Ele ainda chegou a dizer que os servidores públicos merecem ser bem remunerados, mas sustentou que a situação do Município não permite. O filho da prefeita aprovou a criação da Frente, e disse que os Governos federal e estadual devem ser cobrados, “porque eles estão deixando Dourados numa situação de calamidade”, observando que na Saúde, por exemplo, Dourados honra com todos os encargos quando mais de 65% dos atendimentos são feitos com pacientes de outras cidades.

Segundo o deputado Neno, a administração da mãe dele não pode sozinha solucionar os problemas do município. “O Hospital Regional deveria estar funcionando, mas só ficou na promessa. Os problemas da gestão de saúde vem desde a administração passada. Cadê o amor por Dourados [esse foi o nome da coligação da candidata a prefeita Delia Razuk]?”, questionou. Ainda no aparte, o deputado disse que a prefeita que assumiu no lugar de Murilo “deveria ter revisto isso”.

Comentário

Publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (15), a Lei 5.374, de autoria da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, amplia o benefício da licença-paternidade de cinco para 20 dias, aos servidores do Parlamento Estadual. A norma foi promulgada pelo presidente da Casa de Leis, deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB).

A nova lei altera a redação do artigo 108 do Estatuto dos Servidores do Poder Legislativo do Estado de Mato Grosso do Sul, que passa a vigorar com a seguinte redação: “Ao cônjuge varão será concedida licença-paternidade de 20 dias consecutivos, concedida nos casos de nascimento, adoção ou guarda judicial para fins de adoção”.

Para o servidor Lúcio Marcos Rocha Silva, estender a licença promove a igualdade de gênero. “Minha esposa dará à luz em novembro e estou muito feliz que terei a oportunidade de acompanhar os primeiros momentos de vida do meu bebê. Acredito que o homem tem papel primordial no cuidado com a família”, afirmou.

Comentário

O advogado Fernando Baraúna protocolou às 10h36 desta quinta-feira (15), na secretaria da Câmara de Dourados, requerimento em que pede o retorno imediato ao mandato dos vereadores Pedro Alves de Lima, o Pedro Pepa e Cirilo Ramão Ruis Cardoso. A assessoria jurídica da Câmara analisa o requerimento.

Na petição, encaminhada ao presidente da Câmara, vereador Alan Guedes, o advogado justifica que “inexiste impedimento legal que impeça o exercício parlamentar”, com base na decisão do desembargador Paschoal Carmello, presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), contestando liminar que mantém os dois fora do cargo a que foram eleitos.

Argumentos

O principal argumento de Baraúna para requerer o mandato dos clientes leva em conta que na sessão realizada em maio deste ano, a Câmara de Dourados acatou, por 11 votos a seis, o relatório final da Comissão Processante que julgava denúncia de supostos atos de corrupção que teriam sido cometidos pelo vereador Pedro Pepa (DEM) e o absolveram, da mesma forma que vereadores também votaram pela manutenção do mandato do vereador afastado Cirilo Ramão. Porém, os dois foram mantidos afastados do cargo pela Justiça.

No despacho desta terça-feira (13), o presidente do TJMS observou que o afastamento de agente público detentor de mandato eletivo “é medida excepcional, que deve ser evitada por contrariar o princípio constitucional, segundo o qual o poder emana do povo, que o exerce por meio de seus representantes eleitos” e “na medida em que o mandato eletivo tem prazo determinado, o afastamento sem prazo definido pode configurar uma cassação indireta, devido a morosidade processual e a demora na instrução do processo que pode acarretar a perda definitiva da função em razão do término da legislatura”.

 

Comentário

Autoridades da área de segurança pública do Paraguai, Portugal, da ONU (Organização das Nações Unidades) e dos governos federal e estadual estarão reunidos, dia 22, na Capital, no Fórum Permanente de Segurança na Fronteira, evento organizado pela Comissão de Segurança Pública da OAB/MS e Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), com o apoio do Governo do Estado.

A presidente da Comissão de Segurança Pública da OAB/MS, Cláudia Paniago, explica que o objetivo é discutir ações preventivas e repressivas para o combate à criminalidade na região de fronteira de Mato Grosso do Sul. “É preciso que a prevenção e a repressão caminhem juntos”, afirma.

Para se inscrever, acesse aqui

Destaca, ainda, que o Fórum é uma iniciativa da sociedade civil organizada que tem a finalidade de contribuir na elaboração de propostas para a segurança pública na fronteira com a visão de ação de Estado e não de governo. O Fórum Permanente de Segurança na Fronteira será realizado no auditório da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), a partir das 7h30.

Segundo ela, nesta segunda edição do Fórum as discussões serão voltadas principalmente às áreas de tecnologia, inteligência e desenvolvimento, importantes no combate à criminalidade. Por isso, durante o evento estarão sendo apresentadas experiências de outros países e estados brasileiros. O inspetor Carlos Matos Moreira, do Serviço de Estrangeiros e Fronteira de Portugal, vai falar sobre a experiência e resultados obtidos com o sistema de segurança e controle de fronteiras da União Europeia.

O ministro da Secretaria Antidrogas do Paraguai, Arnaldo Giussio, abordará o tema “Cooperação Internacional na Fronteira”. A experiência do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública, implantado no Ceará para atender a região Nordeste, será tratado pelo diretor de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas, Marco Aurélio Pereira de Moura, e pelo coordenador do Centro Integrado de Inteligência e Segurança Pública – Regional Nordeste, Lucas Gonçalves Santa Rita.

Já o consultor da ONU, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, dará palestra sobre o assunto “Fronteira do Futuro: Estratégias, metas e ações institucionais”.

 

Comentário

O presidente Jair Bolsonaro determinou a suspensão do uso de radares fixos, móveis e portáteis até que o Ministério da Infraestrutura "conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas". A decisão está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (15) sob a justificativa de que tem como objetivo "evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade".

No texto, o presidente determina que o Ministério da Infraestrutura faça a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas, especialmente com relação ao uso de equipamentos estáticos, móveis e portáteis. Na manhã desta quinta-feira, Bolsonaro disse que "a partir de segunda-feira não terá radar móvel até o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidir a questão".

Em seguida, em outro despacho, o presidente determinou que o Ministério da Justiça e Segurança Pública faça a revisão de atos normativos internos que dispõem sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais pela Polícia Rodoviária Federal. Bolsonaro já tinha manifestado a intenção de acabar com os radares móveis no País que, segundo ele, funcionam como uma "pegadinha", "um caça-níquel".

Comentário

O vereador Carlito do Gás (Patriota) afirmou esperar que seja ativado já no início do próximo ano letivo o Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal) construído no bairro Parque das Nações I. O espaço educacional vai ocupar uma área de 1.200 metros quadrados e disponibilizar inicialmente 90 vagas em cada turno, em uma estrutura ampla, com refeitório, cozinha, nove salas de aula com berçário, uma sala de tecnologia e banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais. “A Prefeitura deve agilizar os trâmites legais como as compras das empresas vencedoras das licitações, a instalação dos equipamentos e mobílias e outros procedimentos necessários para equipar e ativar o CEIM, de forma que já no próxim o ano letivo os pais tenham onde deixar seus filhos”, diz o vereador que defende que o CEIM funcione em período integral.

Carlito afirmou que vai se empenhar junto à prefeita Délia Razuk (PR) e à Secretaria Municipal de Educação para que o CEIM seja ativado no início do ano que vem e também lutar pelo período integral. “Primeiro porque é um compromisso de campanha da prefeita, que, como mulher e mãe, teve a sensibilidade de incluir esse modelo de educação infantil em seu Programa de Governo”, recordou. “Segundo, porque é uma tendência nacional que leva em conta a necessidade de inserção da mulher mãe de crianças pequenas no mercado de trabalho. A maioria das vagas é em horário comercial, o que acaba por ‘empurrar’ essas mães para o subemprego, pois muitas não têm com quem deixar seus filhos no horário em que não estão na creche”, afirmou o vereador.

“Como a estrutura física está praticamente pronta e a licitação já foi concluída, esperamos agilidade da Prefeitura e que o CEIM entre em funcionamento o mais breve possível para que as mães do bairro tenham um lugar seguro para deixar seus filhos”, reforçou Carlito do Gás, que tem atuado para que os Ceims já existentes tenham estrutura adequada, tomando medidas efetivas como a destinação de emendas impositivas [de execução obrigatória] para que estas unidades de educação infantil tenham bebedouros, ar condicionado, lavadoras, armários e outros equipamentos que beneficiam tanto as crianças como os servidores nelas lotados. (Da assessoria)

Comentário

A Câmara de Dourados realiza nesta quinta-feira (15), às 19 horas, audiência pública com palestra ministrada pelo médico psiquiatra e vice-presidente do Cead (Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas), Marcos Estevão, durante a audiência pública com o tema ‘Proibição do uso do Narguilé em local público e venda para menores de 18 anos’.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Narguilé traz mais malefícios que o cigarro, sendo que, durante exposição de duração média de 20 a 80 minutos à substância, o fumante inala componentes tóxicos equivalentes a 100 cigarros, além aumentar os riscos de infarto, problemas pulmonares, disfunção erétil e vários tipos de câncer.

A audiência é realizada através de parceria da Casa de Leis, através da Comissão Permanente de Políticas de Prevenção às Drogas, com o Comad (Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas). O evento é aberto ao público. Conforme o vereador Sergio Nogueira (PSDB), membro da Comissão e um dos organizadores do evento, o intuito é demonstrar os malefícios que o uso do Narguilé traz ao usuário, além dos prejuízos à saúde, tanto para os fumantes quanto para os "passivos".

Sergio Nogueira ressalta que Dourados já possui uma lei, de autoria dele, em que é proibida a comercialização das peças que compõem o Narguilé e similares para menores de 18 anos e o uso da substância em locais de aglomeração e concentração de pessoas, implicando penalidades previstas na própria lei, caso haja o descumprimento.

“Há quatro anos já iniciamos o debate deste tema, quando criei a Lei 3.919 [de 1º de setembro de 2015], mas ainda falta a conscientização da sociedade. Vemos que ainda existe muitos enfrentamentos a serem feitos que dependem de uma maior fiscalização e do cumprimento da lei em vigor, inclusive com a aplicação das penalidades previstas em lei”, enfatiza o parlamentar.

Comentário

Página 8 de 1408
  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus