Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Fiems promove, nesta quarta-feira (21/09), a partir das 18 horas, no auditório do Sesi, em Dourados (MS), o “Encontro com a Indústria – Compromisso com o Desenvolvimento”, que vai reunir os candidatos a prefeito Délia Razuk (PR), Geraldo Resende (PSDB) e Renato Câmara (PMDB) para apresentar as demandas do setor industrial para o município, bem como ouvir as propostas deles para a indústria na eventualidade de serem eleitos.

Durante o evento serão entregues aos candidatos um livreto com as propostas do setor industrial para contribuir com o futuro prefeito ou prefeita de Dourados nos próximos quatro anos (2017/2020). A primeira a participar do “Encontro com a Indústria” será a candidata Délia Razuk, às 18 horas, enquanto o segundo será o candidato Geraldo Resende, às 19h15, e o terceiro será o candidato Renato Câmara, às 20h30.

O formato do evento foi idealizado para permitir que cada candidato faça a exposição em separado de maneira objetiva e sem interrupções da plateia. A duração prevista é de uma hora para cada candidato em separado e, encerrada a participação, ele se retira do auditório e o seguinte é chamado, com intervalo de 15 minutos entre um e outro. Com base nas pesquisas eleitorais, foram convidados os três primeiros colocados e a ordem de apresentação dos candidatos será a mesma definida nas consultas feitas junto aos eleitores de Dourados.

Comentário

A Petrobras oficializou ontem, que vai deixar a atividade de produção de fertilizantes nos próximos anos. O objetivo é vender ativos até 2018, porém a estatal não especifica o que fará com seus empreendimentos do setor, entre eles a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados em Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande.

O Plano Estratégico que vai vigorar entre 2017 e 2021 foi publicado ontem e reforçou a visão da empresa de que algumas áreas são menos prioritárias e, por isso, vai reforçar os esforços para buscar um parceiro e vender a UFN 3.

A decisão só confirma o que já não era novidade. Em julho, a diretoria da Petrobras afirmou ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) que irá concluir as obras da UFN 3 e que para isso, busca um parceiro. Há negociações com um grupo chinês interessado na obra.

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o desinteresse da estatal não é novidade, apenas reafirma que a empresa não pretende operar a fábrica mesmo depois de concluída.

"A Petrobras colocou para nós que vai terminar a obra, mas com capital de terceiro. A empresa tem um ativo de alto valor não terminado, agora precisa encontrar um parceiro e depois definir o que vai fazer", explica o secretário, ao detalhar que com o novo sócio deve decidir se entrega a obra ou se vira sócio.

Para ele, a decisão da estatal é salutar e deve trazer melhorias para o mercado a longo prazo. Mesmo assim, pretende se reunir com a diretoria da Petrobras no mês que vem para saber detalhes dos planos da empresa para a UFN 3. "Eles não especificam sobre a fábrica de MS e é isso que nós queremos saber".

O presidente da MSGÁS (Companhia de Gás Natural de MS), Rudel Trindade também vê a decisão da Petrobras como positiva para MS. A empresa tem um ramal pronto para atender a fábrica de fertilizantes e aguarda o início das operações para começar a fornecer gás natural.

"Se ela (Petrobras) colocar à venda a fábrica é um bom sinal, pois quem vai comprar vai trabalhar para concluir e operar a unidade. Isso para nós representa um valor absurdo em volume de gás consumido, aumento distribuição e recolhimento de imposto do Estado", destaca.

Sobre o gás, a estatal anunciou que a estratégia é adequar a participação da companhia, sem mais detalhes. Para Rudel, a Petrobras quer deixar de ser exclusiva no gás natural (transporte e distribuição), abrindo o mercado para outras empresas.

"Ela continua aqui como sócia da TBG, que transporta o gás, mas está procurando movimentar o mercado, para que outras empresas participem do processo",diz. Para MS isso é vantajoso já que terá alta competitividade no transporte de gás.

Comentário

A ESA (Agência Espacial Europeia) anunciou um plano de cooperação com a Rússia, para desenvolver estudos e exploração da Lua. As informações são da agência estatal russa Sputnik.

O chefe da ESA na Rússia, Rene Pischel, afirmou à agência russa RIA Novosti que “se aprovarem na conferência ministerial dos países membros da ESA, em dezembro de 2016, iremos cooperar com a Rússia na exploração da Lua".

O vice-diretor-geral da Roscosmos (Agência Espacial Federal Russa), Sergei Saveliev, afirma que as partes devem prosseguir em cooperação nos trabalhos de exploração da Lua.

"Esses projetos são interessantes aos nossos parceiros europeus, eles manifestaram o desejo de participar neles, estamos a desenvolver áreas específicas de cooperação", afirma o cientista.

A ESA desenvolve, ainda, um projeto batizado de Aldeia Lunar, que abrange missões na Lua e que pode contar também com a ajuda da Rússia. Os projetos lunares russos, como Luna-27 e Luna-28, podem se tornar parte do programa.

Comentário

Os produtores rurais de Mato Grosso do Sul poderão, a partir desta quarta-feira (21), ser ressarcidos pelo Governo do Estado por eventuais despesas decorrentes do sacrifício de animais doentes ou gastos com ações de defesa sanitária animal. As indenizações serão possibilitados pela Refasa (Reserva Financeira para Ações de Defesa Sanitária Animal), criada por um decreto do governo estadual.

Segundo o decreto, a reserva financeira poderá ressarcir os produtores quanto às despesas com sacrifício de animais doentes, destruição de bens contagiados, aquisição de vacinas, transporte de animais doentes para abate, ações de defesa sanitária animal, além das despesas dos conselhos ou comitês de saúde animal municipais.

Segundo apuou o portal Midiamax, o fundo será composto por arrecadações da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) com autorizações concedidas para abates, além das arrecadações dos produtores participantes do Programa de Avanços da Pecuária. Doações, dotações orçamentárias e transferências também irão compor a Refasa.

Os recursos serão operacionalizados a partir de contratos, convênios ou acordos firmados entre a Sepaf (Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar) e as entidades representantes dos produtores rurais, como a Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul) e a Funar (Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural).

Para que as indenizações sejam aprovadas, caberá a análise do Conselho Deliberativo da Refasa. O conselho será composto por cinco integrantes, um da Sepaf, um da Iagro, um da Famasul, um da SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura do Estado) e um do SICADEMS (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados do Estado).

A má aplicação dos recursos arrecadados, fora das regras do decreto, poderá acarretar na suspensão das indenizações e na responsabilização administrativa e criminal dos envolvidos, sejam eles os produtores indenizados ou os operadores da Refasa, que autorizarem os pagamentos de má-fé. Todas as informações sobre a reserva estão no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (21).

Comentário

Durante uma hora e meia, com transmissão ao vivo pela rádio FM101, a Associação Médica da Grande Dourados promoveu debate com os cinco candidatos a prefeito do Município. O mediador do encontro foi o jornalista Cadu Bortolotti, da emissora-mãe, em Campo Grande.

O debate foi motivado por assuntos relacionados com a Saúde, passando pela descentralização do atendimento regional, a possibilitada aventada de romper o regime de Gestão Plena com o SUS, a necessidade de construção de mais leitos e a crise que afeta o setor oncológico, por exemplo.

Ao final, os candidatos responderam perguntas formuladas por jornalistas da cidades e tiveram tempo final para manifestarem porque desejam administrar Dourados.

TV Morena

O próximo debate está marcado para segunda-feira (26), organizado pela TV Morena, com a participação apenas dos três candidatos melhor pontuados nas pesquisas realizadas até agora: Délia Razuk, do PR, Geraldo Resende, do PSDB e Renato Câmara, do PMDB.

Comentário

Mato Grosso do Sul é o terceiro em solidez fiscal no Ranking de Competitividade 2016, segundo estudo divulgado segunda-feira (19) pelo CLP (Centro de Liderança Pública), em parceria com a Tendências Consultoria e a Economist Intelligence Group. Roraima é o primeiro, seguido do estado do Pará.

O grau de “solidez fiscal” indica a qualidade na gestão das contas públicas, e avalia os estados com base em seis indicadores: capacidade de investimento; resultado nominal; solvência fiscal; sucesso da execução orçamentária; autonomia fiscal e resultado primário.

O Amapá foi o estado que mais evoluiu em relação ao ano anterior, passando de 26º colocado em 2015 para 4º em 2016. Outros estados também tiveram uma melhora significativa, como o Rio Grande do Norte, que subiu 19 posições, e Roraima, que avançou 12. O Rio de Janeiro teve a maior queda (12 posições), seguido do Distrito Federal e Espírito Santo, que caíram nove posições.

Comentário

"A violação dos direitos fundamentais no estado de Mato Grosso do Sul" foi o tema escolhido pela ANA (Associação dos Novos Advogados), através do Núcleo de Dourados, para o concurso que vai escolher o melhor acadêmico orador do curso de Direito. A realização é aberta a estudantes das três instituições que funcionam na cidade: UFGD, UEMS e a Unigran.
De acordo com o presidente da ANA em Dourados, o advogado Diego Zanoni Fontes, que esteve no Douranews acompanhado da coordenadora do concurso, Camila Miotto, as inscrições são gratuitas e serão realizadas três etapas eliminatórias antes da etapa final marcada para o 11 de novembro e que será realizada na Câmara de Vereadores.

Camila disse que os participantes terão oportunidades de aprofundar o debate em torno da problemática indígena, carcerária e assuntos relacionados com a fronteira do Estado dentro do tema proposto. O concurso é aberto a participantes de todas as fases do curso de Direito.

A primeira fase de classificação acontece nesta sexta-feira (23), na UFGD; dia 30 de setembro, será na UEMS; e no dia 5 de outubro, na Unigran. Três professores de cada instituição formarão o corpo de jurados para selecionar os três melhores oradores que vão à final. O acadêmico terá de 5 a 7 minutos para fazer a defesa do tema e não será permitido nenhum material de apoio, porque o objetivo é justamente avaliar a capacidade de argumentação e oratória.

Diego e Camila afirmaram que o principal objetivo do evento é preparar os acadêmicos para a vida profissional, através da integração entre as próprias universidades, o incentivo ao aprofundamento dos estudos e aperfeiçoamento do conhecimento jurídico. Dourados tem aproximadamente 1000 acadêmicos cursando Direito nas três universidades, e a ANA local possui em torno de 600 associados.
Na grande final, dia 11 de novembro, às 19 horas, na Câmara, serão conferidos prêmios aos três melhores: O vencedor vai ganhar diárias para duas pessoas no Zagaia Eco Resort, em Bonito, além de bolsa de 50% de desconto para cursos de formação, além de um livro oferecido pela CAAMS (Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso do Sul) em Dourados; o segundo colocado receberá um vale jantar no Barão Botequim no valor de R$ 150; mais a bolsa de 50% de desconto para cursos específicos e um livro oferecido pela CAAMS Dourados, enquanto que o terceiro lugar será premiado com bolsa de 50% de desconto para cursos da OAB Extensivo da Rede LFG e um livro oferecido da CAAMS Dourados.

Comentário

A Petrobras oficializou que vai abandonar “integralmente” a produção de fertilizantes. A estratégia faz parte do novo Plano de Negócios e Gestão da estatal, que prevê um corte de 25% nos investimentos para os anos de 2017 a 2021. O corte, já era esperado pelo mercado, será de US$ 98,4 bilhões (previstos no último plano, divulgado em janeiro deste ano) para US$ 74,1 bilhões. 

De acordo com o plano, o primeiro sob a gestão de Pedro Parente, que assumiu a presidência  em maio deste ano, a estatal irá priorizar projetos de exploração e produção de petróleo no Brasil, “com ênfase em águas profundas”. 

Com isso, a produção da fertilizantes deverá ser deixada de lado, assim como outras atividades da companhia, segundo a nova estratégia da empresa: “Otimizar o portfólio, saindo integramente das atividades de biocombustíveis, distribuição de GLP, produção de fertilizantes e das participações em petroquímicas [...]”, aponta o documento.

Um motorista identificado como Augusto da Silva Fonseca, de 42 anos, foi preso na rodovia MS 164, entre Ponta Porã e o distrito de Vista Alegre, com 150 quilos de maconha e dois quilos de cocaína, nesta segunda-feira (19).

Segundo informações, o motorista foi abordado por uma equipe do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), que notou nervosismo no motorista sendo feita uma busca minuciosa na caminhonete Nissan Frontier, que ele conduzia.

Os policiais encontraram em um fundo falso do veículo maconha e cocaína. Augusto, que é morador da Capital, disse aos policiais que pelo transporte receberia o valor de R$ 10 mil. A droga seria levada até a cidade de São Paulo.

Comentário

DÉLIA RAZUK

8h30 – Participa do debate na Associação Médica
Tarde - Reunião com participantes dos grupos de skate e do hip hop
15h30 – Caminhada no Parque das Nações
17h - Apresentação de propostas para Classe Empresarial, na Aced
Noite - Reunião no Potreirito e na Vila Ilda.

ÊNIO RIBEIRO

8h30 – Participa de Debate na Associação Médica da Grande Dourados
14h - Reunião com os dirigentes da Associação Municipal dos Auditores Fiscais
19h30 - Reunião na casa do Juva, no Jardim Santo André

GERALDO RESENDE

6h40 - Apresenta propostas aos trabalhadores do Supermercado Abevê, no Jardim Água Boa
8h – Apresenta propostas aos trabalhadores da Encanto Modas
8h30 - Participa do Debate entre Candidatos a Prefeito na Associação Médica
11h – Reunião com servidores da saúde, diretores e conselhos sobre o Previd
13h30 - Participa de reunião com equipe de trabalho na Vila Industrial
14h – Reunião com equipe de trabalho no Jardim Itália
15h - Caminhada no Jardim Itália
15h30 - Caminhada no Residencial Oliveira I e II
18h - Participa de sabatina com os candidatos a prefeito organizado pelo Serviço Social da Indústria
19h30 – Apresenta propostas aos moradores da Vila São Braz
20h – Apresenta propostas aos moradores do João Paulo II

RENATO CÂMARA

8h30 – Debate na Associação Médica
11h30 – Reunião com membros do Hospital do Câncer de Barretos
13h30 – Reunião com servidores da Saúde
14h20 – Visita ao Conselho Municipal de Saúde
15h20 – Gravação para o programa eleitoral
20h – Sabatina da Fiems no Serviço Social da Indústria
Reuniões nos bairros

WANDERLEI CARNEIRO

Debate sobre Saúde Pública, na Associação Médica da Grande Dourados
Visitas no Jardim Água Boa e Santo André
Almoço com a Coordenação e equipe campanha
Visitas no Parque das Nações I e II
Reunião com moradores da Vila Aurora

Página 1335 de 1493

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus