Timber by EMSIEN-3 LTD
Douranews - Economia
Redação Douranews

Redação Douranews

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, entregaram, sábado (3), as viaturas, armamentos, munições e equipamentos de proteção pessoal para as policias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Coordenadoria Geral de Perícias, que foram recebidos do Ministério da Justiça e Cidadania, como contrapartida pelo efetivo enviado pelas por essas forças para trabalhar nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

De acordo com o secretário José Carlos Barbosa, ao todo foram entregues 12 caminhonetes 4X4, sendo oito para a Polícia Militar, duas para a Polícia Civil e outras duas para o Corpo de Bombeiros, além de mais seisviaturas para a Coordenadoria Geral de Perícias. “Esses veículos neste primeiro momento irão servir a Capital, com objetivo de reforçar o policiamento de final de ano. Enfim o somatório dessa estrutura, complementa o programa de investimentos MS Mais Seguro, que tem como finalidade proporcionar à nossa polícia a estrutura para que ela possa bem executar o seu trabalho”, destacou.

Também foram entregues 165 armas, entre elas 93 carabinas 5.56, sendo 73 para a Polícia Militar e 20 para a Polícia Civil, 70 pistolas semiautomáticas, calibre .40, sendo 58 delas para a PM e 12 para a Polícia Civil e mais 13.258 munições que serão divididas entre as duas forças, 238 equipamentos diversos para a PM e 206 equipamentos de proteção pessoal para a Polícia Civil.

Barbosa ainda destacou o andamento do programa de investimentos MS Mais Seguro, que somando as entregas da primeira e da segunda etapa, totalizam mais de R$ 18 milhões aplicados na aquisição de 211 viaturas, 2.024 equipamentos de proteção pessoal, 890 mil munições e 330 armas de grosso calibre, além de R$ 10 milhões que foram destinados para reformas dos prédios das instituições ligadas à segurança pública, por meio do projeto “Mãos que Constroem”, que utiliza a mão de obra prisional. “Queremos entregar ainda em dezembro a 3ª Etapa do MS Mais Seguro”, disse o secretário.

Comentário

Segunda, 05 Dezembro 2016 06:06

Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos no Rio

O poeta, escritor e teatrólogo maranhense Ferreira Gullar morreu na manhã deste domingo (4) no Rio, aos 86 anos. Gullar é um dos maiores autores brasileiros do século 20 e foi eleito "imortal" da Academia Brasileira de Letras (ABL) em 2014, tornando-se o sétimo ocupante da cadeira nº 37. De acordo com a ABL, Gullar foi vítima de uma pneumonia. Ele estava internado há 20 dias no hospital Copa D'Or, na Zona Sul do Rio.

O funeral do escritor está previsto para começar às 9 horas desta segunda-feira (5), e no prédio da Academia Brasileira de Letras. Às 15 horas, o corpo será levado para o enterro no mausoléu da ABL, no Cemitério São João Batista, no bairro de Botafogo.

Ferreira Gullar deixa dois filhos, Luciana e Paulo, oito netos, e a companheira Cláudia, com quem vivia atualmente. Seu último livro foi "Autobiografia poética e outros textos", lançado este ano. Com informações do G1.

Comentário

Uma lancha atropelou uma "banana boat" e uma menina de 10 anos foi decapitada na tarde deste sábado (3) na Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Segundo o Corpo de Bombeiros, a menina era de Rio das Ostras. Mais três pessoas que estavam no brinquedo aquático foram encaminhadas ao HCE (Hospital Central de Emergência) com ferimentos leves.

O dono da "banana boat" informou que transportava 20 pessoas. Logo após o acidente, segundo publica o portal G1, a mesma lancha que guiava o brinquedo resgatou algumas vítimas com a ajuda de outra embarcação. Ainda de acordo com os bombeiros, até o momento, o número total de vítimas está sendo levantado.

Os envolvidos no acidente foram conduzidos para a Capitania dos Portos de Cabo Frio para prestarem depoimento. A Marinha vai abrir inquérito administrativo para apurar as causas do ocorrido.

Comentário

Reconhecida pela dedicação ao trabalho, e pela valorização da equipe, a assistente social Ledi Ferla, atualmente ocupando o cargo de secretária municipal da área na Prefeitura de Dourados, tem quase uma certeza e uma real preocupação: está cotada para continuar à frente da pasta na administração da prefeita eleita Délia Razuk (PR) e já sabe que terá, pelo menos, 47 servidores a menos para continuar o trabalho na Semas (Secretaria de Assistência Social).

No final de semana, Ledi Ferla falou ao Douranews sobre essas duas realidades: “Ainda não fui convidada pela prefeita, mas já fui informada pelo Albino [Mendes, presidente municipal do PR, um dos coordenadores da campanha de Délia e nome forte do futuro mandato] de que deverei continuar na Secretaria, mas o que me preocupa mesmo é o quadro de pessoal, vai sair muita gente”, disse.

Os 47 servidores a que a secretária se refere compõem o quadro de contratados para reforçar no trabalho junto aos Cras e nas unidades assistenciais. Hoje a Semas possui um quadro de aproximadamente 300 funcionários, segundo ela, contabilizando também os cortes no quadro de ocupantes dos cargos de confiança.

Com um orçamento estimado em torno de R$ 21 milhões, segundo ela, para o ano que vem, Ledi diz que seriam necessários mais assistentes sociais e psicólogos, principalmente, para atender nas 23 unidades existentes na estrutura da Secretaria. Diz que a parceria com o Estado e a União continua sendo insuficiente. “O Governo Federal, por exemplo, só repassou seis parcelas dos convênios este ano”, reclama.

Na opinião da secretária e futura secretária Ledi Ferla, os Cras (Centros de Referência em Assistência Social) do Município funcionam como uma espécie de PSF (os Programas de Saúde da Família), equivalente na Secretaria de Saúde do Município. “As pessoas nos procuram para todo tipo de problema, desde um relacionamento mal resolvido, a uma doença, uma dificuldade financeira, enfim, esses espaços dos Cras são muito importantes para a vida social da cidade”.

Secretariado

As especulações em torno do anúncio oficial dos nomes que vão integrar o primeiro escalão da prefeita Délia Razuk devem ter fim na próxima semana. Ela confirmou que pretende divulgar a lista completa dos auxiliares diretos no dia da diplomação dos eleitos, em Coletiva de Imprensa que deve ocorrer na sexta-feira (16) da semana que vem.

Comentário

O paraguaio Cristhian Edgar Flores, de 25 anos, foi morto no final da noite deste sábado (3) e o suspeito é um desconhecido que passou de motocicleta pela rua San Martin, onde ele morava, em Pedro Juan Caballero.

De acordo com o relato policial, testemunhas viram quando Cristhian caminhava pela rua e foi alcançado pelo desconhecido que efetuou três disparos de arma de fogo, do tipo pistola 9mm, fugindo em seguida com a moto.

O caso é investigado pela Divisão de Criminalística da polícia fronteiriça.

Comentário

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.882 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (3) em São Gabriel da Palha/ES. O prêmio acumulado tem agora uma estimativa de R$ 6 milhões para o próximo sorteio.

Veja as dezenas sorteadas: 09 - 10 - 19 - 35 - 37 - 41.

A quina teve 25 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 64.051,30. Outras 3054 apostas acertaram a quadra e vão ganhar R$ 749,03 cada uma.

Comentário

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou neste sábado (3) cortes de pessoal, de valor de contratos, de gastos de custeio e até da frota de automóveis municipais a partir de janeiro. As primeiras estimativas da gestão apontam uma redução de R$ 8 bilhões nos gastos públicos, ou 14% do orçamento total da cidade, que é de R$ 54,5 bilhões. Um dos objetivos da medida é garantir os recursos necessários para manter a tarifa de ônibus a R$ 3,80 até dezembro de 2017.

O valor é uma projeção que inclui só os cortes de custeio. A promessa é que os valores exatos sejam apresentados terça-feira (6), quando vai reunir-se com aliados e futuros assessores. As ações foram anunciadas no começo da tarde, em um seminário feito por Doria com os novos secretários, presidentes de empresas e autarquias municipais e presidentes dos novos conselhos gestores das secretarias no edifício World Trade Center, zona sul da cidade. A eliminação da frota de automóveis incluiria 1.300 veículos usados para transporte de funcionários – seriam poupados carros de serviços, como os dos marronzinhos da CET.

“Como vão andar os secretários, os presidentes de empresa? De táxi e de Uber, como todas as pessoas podem fazer”, indicou o novo prefeito No caso dele, Doria disse que usará o próprio automóvel para os deslocamentos oficiais.

O primeiro corte é uma redução linear de 15% no valor dos contratos da Prefeitura com os fornecedores privados. “15% não vai ferir mortalmente nenhum prestador de serviços da Prefeitura”, disse, declarando ainda que “redução de valor de contrato não significa redução de serviço de contrato”. “Isso quero deixar claro para a população e também para os que prestam serviços para a Prefeitura. Se não quiserem, rompemos os contratos. Se quiserem continuar, estou garantindo a ele que continuará a receber”, anunciou.

O segundo seria uma redução de 25% nos gastos de custeio das secretarias municipais – ação que só poupará saúde e educação, mas atingirá outras pastas como Transportes, Verde e Meio Ambiente, Assistência Social e Segurança Urbana.
Funcionários

Conforme repercute o Estadão, o prefeito eleito afirmou ter determinado um corte “mínimo” de 30% no total de cargos comissionados de cada secretaria, empresa ou autarquia municipal. Segundo dados da Lei de Acesso à Informação, a administração municipal tem, ao todo, 4.904 cargos de livre provimento em toda a estrutura pública – os cargos preenchidos por indicação de pessoas que não são concursadas, criados por lei específica. O corte anunciado por Doria significa uma redução de 1.471 cargos, diminuindo as vagas preenchidas para 3.433 pessoas. Atualmente, 4.775 pessoas ocupam esses cargos.

Comentário

A Força Tarefa da Operação Lava Jato e seus procuradores são escolhidos como a maior iniciativa contra a corrupção no mundo e recebem o prêmio do ano da entidade Transparência Internacional. O anúncio foi feito neste sábado (3) em um evento no Panamá, onde a organização destaca os “esforços persistentes da Lava Jato para acabar com a corrupção endêmica no Brasil”, como publica o Estadão.

Para a entrega do prêmio, os procuradores brasileiros foram até o Panamá, com seus próprios recursos.

A entidade havia recebido 560 nomeações de iniciativas de combate à corrupção em todo o mundo, entre eles a investigação conduzida por 185 jornalistas de todo o mundo sobre os Panama Papers, ou iniciativas na Turquia. Mas optaram por dar aos brasileiros num momento em que a tensão entre os poderes no Brasil aumenta e, para procuradores, o próprio esforço do grupo estaria ameaçado, segundo descreve a reportagem.

Comentário

O ex-governador carioca Sérgio Cabral, mesmo preso, tem o condão de fazer o bem para os necessitados. Ainda que o seu objetivo primeiro seja o de beneficiar a ele mesmo. A partir de um pedido seu, Cabral conseguiu que a comida servida aos presos do Complexo de Bangu melhorasse.

O jornalista Lauro Jardim escreve na coluna de OGlobo que Cabral fez chegar ao secretário de Administração Penitenciária, Erir Ribeiro, que as refeições eram de qualidade duvidosa. Pediu, por intermediários, um upgrade no repasto. Também por intermediários foi dito que não era possível fazê-lo somente para ele. A solução? Melhorar a refeição de todos.

Comentário

A Chapecoense nem no campo estava, mas os dizeres do mosaico estampavam a arquibancada com um colorido "vamos, vamos, Chape!". Parecia até que o Atlético Nacional, time da casa e que brigava por uma vaga nas semifinais do Campeonato Colombiano, havia sido colocado de lado em função das homenagens às vítimas da tragédia de terça-feira (29) passada. Quando a bola rolou, no entanto, o Atlético tratou de mostrar porque é o atual campeão da Libertadores; e que não estava na final da Sul-americana por acaso. Dominou o Millonarios do início ao fim, apesar de ter guardado os gols que selaram a vitória por 3 a 0 para os últimos minutos. Com a Chape no peito e a simpatia do povo brasileiro inteiro, o Atlético Nacional está nas semifinais do Colombiano.

Era a primeira partida do Atlético Nacional desde a tragédia que matou 71 pessoas, a maioria de jogadores e membros da Chapecoense. A expectativa era de homenagens no Ginásio Girardot. Muitas. Antes de rolar a bola, as faixas de apoio ao povo de Chapecó coloriam as arquibancadas. Mas foi no momento em que os times entraram no gramado que a principal surpresa surgiu: um mosaico com as palavras "vamos, vamos, chape!". Nos gols, os jogadores apontaram para o escudo da Chape no uniforme, próximo ao ombro direito. Com informamções do Globoesporte

Comentário

Página 1330 de 1690
  • disk corona
  • unigran 150
  • Editais
  • Alems respeito

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis