Timber by EMSIEN-3 LTD
  • 10 anos
  • 10 anos1
Terça, 15 Fevereiro 2011 12:12

Após recorde, comércio vai desacelerar em 2011, diz CNC

Escrito por Redação Douranews, com Exame

Após registrar resultado recorde em 2010, o varejo brasileiro deve sofrer um leve esfriamento neste ano, prevê o economista da Confederação Nacional do Comércio (CNC) Fábio Bentes.

“Com base nas medidas monetárias e fiscais do governo, a gente espera que o comércio tenha um ano um pouco mais fraco que 2010, que foi muito favorável. As nossa projeções apontam para um crescimento de 7,8% (contra 10,9% em 2010), o que não deixa de ser um resultado bom. As vendas do setor de bens duráveis, que subiram 15,7% no ano passado, devem ter expansão em torno de 9% neste ano”, diz Bentes.

A alta dos preços de alimentos atrapalha particularmente os supermercados. “A gente observa que determinados preços, principalmente dos não-duráveis, ou seja, de alimentos, prejudicaram um pouco o desempenho das vendas. É justamente o ramo de supermercados que tem o maior peso no faturamento do comércio varejista. É uma luz amarela, pois houve queda de 0,3% nesse segmento em dezembro ante novembro”, explica o economista.

Fábio Bentes afirma que o mercado de trabalho aquecido é a “âncora de todo esse cenário favorável para o varejo”.

“É através do crédito consignado, que depende da formalização do emprego, que muitas pessoas assumiram dívidas para consumir. Assumiram dívidas em prazos cada vez mais elevados e com taxas mais baixas porque existe uma percepção por parte das instituições financeiras de que essa ampliação do crédito é sustentável.”

Na entrevista (para ouvi-la na íntegra, clique na imagem ao lado), o economista da CNC explica se o crescimento das importações ajuda ou atrapalha o comércio brasileiro.

ENTREVISTA

  • unigran 150
  • Editais

O Tempo Agora

  • unigran novo
  • live full house

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis