Timber by EMSIEN-3 LTD
Sexta, 29 Outubro 2010 07:21

Indústrias já respondem por 41% dos empregos no MS

Escrito por Redação Douranews, com Assessoria

A construção civil foi o segmento industrial que mais abriu novos postos de trabalho em setembro no Estado

 

Com saldo de 601 empregos formais criados em setembro, o setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação (251 vagas), de extrativismo mineral (16 vagas), de construção civil (277 vagas) e de serviços de utilidade pública (57 vagas), já responde por 41% do total de 25,3 mil novos empregos gerados em Mato Grosso do Sul neste ano, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego. De janeiro a setembro deste ano, as indústrias do Estado geraram 10.399 novos postos formais de trabalho, mantendo sua elevada participação sobre o saldo total de empregos formais criados e ficando à frente dos setores de serviços (8.304 vagas), agropecuária (3.671 vagas) e o comércio (2.916 vagas).

 

Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, trata-se do sexto melhor resultado para o mês de setembro nos últimos 15 anos para o setor industrial. “Com as vagas abertas no mês passado, alcançamos um estoque total de 113,7 mil postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, mantendo a parcela de 21% de todo o emprego formal existente no Estado atualmente - 548,8 mil. Estamos atrás somente dos setores de serviços (25%) e administração pública (24%) que têm com um total de 138,5 e 130,7 mil empregos formais, respectivamente”, informou, destacando que em 2010 a indústria sul-mato-grossense vem acumulando sucessivos recordes, alcançando, deste modo, a cada mês, o maior estoque de empregos formais já obtidos ao longo de sua série histórica.

 

Além disso, segundo o Radar da Fiems, o Índice de Evolução do Emprego Formal nas atividades industriais amplia ainda mais a sua evolução acumulada no Estado. “Para se ter idéia, o índice no segmento industrial, na posição verificada em setembro, foi de 166,5 pontos, indicando um crescimento de 67% sobre o estoque do ano base (2005). Na mesma comparação, o setor de serviços apresentou um índice de 138,9 pontos e crescimento de 39%, o comércio com 126,5 pontos e aumento de 27%, a agropecuária com 117,6 pontos e alta de 18% e a administração pública com 112,5 pontos e elevação de 13%”, detalhou o presidente da Fiems.

 

No caso do emprego formal total em Mato Grosso do Sul, o índice de evolução alcançou a marca 130,9 pontos e aumento de 31%, constatando-se, desse modo, que no período compreendido entre 2005 e 2010, até o mês de setembro, o ritmo de expansão do emprego formal na indústria em Mato Grosso do Sul foi 27% maior que aquele apresentado pelo conjunto da economia estadual. Na mesma comparação, em relação aos segmentos de serviços, comércio, agropecuária e administração pública, o ritmo de expansão da indústria foi maior em 20%, 32%, 42% e 48%, respectivamente.

 

Nota - O Índice de Evolução do Emprego Formal, criado pelo Radar Industrial da Fiems, visa mostrar a evolução ocorrida no estoque de empregos formais em Mato Grosso do Sul a partir do estoque verificado no fim de 2005, ano escolhido como base e que servirá de referência para os demais períodos. Ao ano base é atribuído um valor igual a 100, assim, a partir dele as variações são apresentadas em pontos, indicando a evolução ocorrida. Por exemplo, em um dado momento o índice apurado é igual a 110, ou seja, em relação ao período tomado como base, no nosso caso 2005, houve uma elevação equivalente a 10%.

 

 

  • al sustentavel 2

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus