Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 27 Outubro 2010 13:34

Estado, Paraguai e Fiems acertam intercâmbio de negócios

Escrito por Redação Douranews com Assessoria

O Termo de Intenções foi assinado pelo governador André Puccinelli, pelo ministro Francisco Rivas Almada e pelo presidente Sérgio Longen

 O Governo do Estado, o Governo do Paraguai e a Fiems acertaram na manhã desta quarta-feira (27/10), na Governadoria, um protocolo de intenções de intercâmbio de negócios entre empresas sul-mato-grossenses e paraguaias nos segmentos de alimentos processados, carnes de aves e bovinas, cerâmico, construção civil, sucroenergético e vestuário. O termo de cooperação foi assinado pelo governador André Puccinelli, pelo ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Francisco Rivas Almada, e pelo presidente da Fiems, Sérgio Longen.

 Segundo Sérgio Longen, o Sistema Fiems busca o desenvolvimento da indústria do Estado e nessa condição se faz necessária a integração dos setores produtivos de Mato Grosso do Sul e Paraguai, pois, integração é desenvolvimento. “Buscamos acordos bilaterais com o Paraguai, mas, para isso, precisamos conhecer a potencialidades do país vizinho e aproveitar os 6 milhões de consumidores paraguaios. Entretanto, antes disso, primeiro teremos de divulgar o que o Paraguai tem a nos oferecer e vice-versa”, reforçou, completando que as empresas sul-mato-grossenses dispõem de linhas de crédito para investir no Paraguai e fomentos para processos que podem ser gerados em conjunto com o país vizinho, visando a competitividade. “A indústria do Estado busca essa integração para melhorar seu parque e suas atividades comerciais”, ressaltou.

 Já o governador André Puccinelli lembra que Brasil e Paraguai são países irmãos e que a integração cultural, educacional e comercial já está se fazendo em um índice pequeno. “Queremos, por meio desse termo de intenções, incrementar esse intercâmbio, principalmente entre Mato Grosso do Sul e as cinco províncias do Paraguai que fazem fronteira com o nosso Estado. Poderemos realizar bons negócios, pois eles têm produtos que nós não temos e nós temos produtos que eles não têm”, pontuou, acrescentando que para que se alcance esse progresso almejado se faz necessário investir na infra-estrutura de transporte nos modais rodoviário, ferroviário, hidroviário e aeroviário.

 O ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Francisco Rivas Almada, disse que os paraguaios estão convencidos que o país e Mato Grosso do Sul vão caminhar juntos rumo ao desenvolvimento. “Precisamos atuar para estabelecer essa unidade política, cultural, comercial e de serviços. Nossa intenção é estabelecer com Campo Grande (MS) um intercâmbio comercial semelhante ao existente hoje com Curitiba (PR)”, informou. Na avaliação do embaixador do Brasil no Paraguai, Eduardo dos Santos, é uma satisfação participar desse momento singular de reaproximação política do Brasil com o Paraguai em que Mato Grosso do Sul assume um papel de protagonista na parte da relação econômica. “Esse termo demonstra a densidade dessa aproximação econômica entre o Estado e o Paraguai. Só posso agradecer ao presidente da Fiems pelo apoio a essa missão, cuja pauta é extremamente diversificara”, analisou.

 De acordo com o presidente da Capasul (Câmara Paraguaia de Supermercados), Elzear Salemma, para que o Mercosul funcione são necessárias as mãos de todos os players do setor privado. “Ele só vai operar a contento quando os empresários dos dois países cruzarem de forma literal a fronteira. A nossa parte industrial ainda está engatinhando e precisamos do know-how do Estado nesse setor para avançar. Essa integração está apenas começando, mas com a ajuda da Fiems vamos atingir um futuro próspero para Paraguai e Mato Grosso do Sul”, disse.

 Seminário

 Após a assinatura do termo de cooperação, a missão vai participar do Seminário e Encontro de Negócios entre Mato Grosso do Sul e Paraguai – Integrar para Desenvolver promovidos pela Fiems no auditório térreo do Edifício Casa da Indústria. O evento vai reunir empresários sul-mato-grossenses e paraguaios nos segmentos de alimentos processados, carnes de aves e bovinas, cerâmico, construção civil, sucroenergético e vestuário.

 Além de rodada de negócios, que será realizada em ambiente montado no saguão térreo do Edifício Casa da Indústria, também será feita uma amostra de produtos paraguaios e brasileiros nos segmentos alimentos processados, carnes de aves e bovinas, cerâmico, construção civil, sucroenergético e vestuário. No Seminário Panorama de Mato Grosso do Sul serão feitas apresentações sobre as oportunidades de negócios no Estado, o Projeto MS Sem Fronteiras, os investimentos no setor sucroenergético, o maciço florestal sul-mato-grossense e as oportunidades de negócios com o Paraguai.

 A comitiva paraguaia é integrada por 20 pessoas, entre elas, o presidente do Centro de Importadores, Max Haber, o presidente da União Industrial Paraguaia, Gustavo Volpe, o vice-presidente da Capasul, Carlos Storm, chefe do setor de promoção comercial e turismo da Embaixada do Brasil no Paraguai, Cristiano Berbert, o diretor nacional da Rediex/MIC, Oscar Stark, o diretor de investimentos e ambiente de negócios da Rediex/MIC, Eduardo Clari, vice-presidente da UIP, Eduardo Felippo, membro da Capasul, Horacio Rey, vice-presidente do Foro Brasil, Marcelo Troche, representante da Presidência da República do Paraguai, Marcial Congo, assessor da Presidência da Associação Rural do Paraguai, Marcos Medina, e diretora-geral do gabinete do ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Mirtha Frutos.

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus