Timber by EMSIEN-3 LTD
  • unigran topo 1
  • Dnews Whats
Sexta, 22 Maio 2020 07:47

Procurador do Trabalho fala sobre medidas para conter Covid-19 em empresas

Escrito por
Procurador chefe do MPT-MS deve anunciar novas medidas para conter propagação de vírus junto aos trabalhadores Procurador chefe do MPT-MS deve anunciar novas medidas para conter propagação de vírus junto aos trabalhadores Divulgação

O procurador chefe do MPT-MS (Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul), Jeferson Pereira, vai se manifestar nesta sexta-feira(22), em Coletiva de Imprensa marcada para às 8h30, sobre as ações recomendadas pelo orgão em relação ao avanço da propagação da doença Covid-19 provocada pelo coronavírus, especialmente junto aos trabalhadores indígenas de Dourados.

Nesta semana, o MPT reforçou a preocupação com a velocidade com que essa doença vem avançando principalmente na Reserva Indígena "Francisco Horta Barbosa" que compreende as aldeias Bororó e Jaguapiru em Dourados. Das 67 testagens positivas registradas na cidade até terça-feira (19), 31 pertencem à reserva onde, segundo o mais recente boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, há 30 casos confirmados.

A maior preocupação do MPT é com unidades da Seara Alimentos, do grupo JBS e da BRF (a fusão entre Sadia e Perdigão) depois da constatação de que a expansão do vírus na reserva teve início após uma indígena que trabalha no frigorífico JBS testar positivo para o coronavírus. Sem conhecimento da doença, ela manteve contato com dezenas de moradores do local e a comprovação de novos casos veio com a triagem de suspeitos e a aplicação ampliada de testes para detecção da doença.

A Reserva Indígena de Dourados tem cerca de 18 mil habitantes, quantidade superior à população de muitas cidades do estado. Os indígenas sofrem com a falta de água encanada em muitas residências e carecem de equipamentos de proteção contra a doença e de alimentos. Em relação às indústrias, o MPT busca apurar, com apoio do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus, do qual participa, e da Secretaria municipal de Saúde, se os protocolos de segurança estipulados nos planos de biossegurança de ambos os frigoríficos são efetivos para evitar a proliferação da Covid-19 e estão sendo observados. A instituição pede ainda que sejam informados quantos casos confirmados de Covid-19 existem entre os empregados das empresas.

Recomendação

Com essas notificações recomendatórias, o Ministério Público do Trabalho ainda espera saber se houve negociação com o sindicato profissional para reduzir a atividade frigorífica apenas ao essenciali em termos de abastecimento da população e quais outras providências estão sendo tomadas para proteger a saúde dos trabalhadores próprios e dos prestadores de serviços. Funcionários que apresentem sintomas da Covid-19 devem ser afastados, orienta o MPT.

Na Coletiva, Jeferson Pereira deverá falar de ações adotadas para conter os riscos de contágio pelo novo coronavírus em indústrias frigoríficas do Estado e mitigar o avanço de infecções nos ambientes onde já existem casos confirmados da doença Covid-19, a exemplo de unidades em Bonito, Guia Lopes da Laguna e Dourados. A entrevista coletiva ocorrerá na sede da Procuradoria do Trabalho no Município (Rua Ediberto Celestino de Oliveira, 2.605, Vila Planalto) com transmissão ao vivo no canal @mpt_ms no Instagram.

  • pmd responsa

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus