Timber by EMSIEN-3 LTD
Sexta, 10 Maio 2019 14:45

Tribunal de Justiça discute tabela de serviços cobrados pelos cartórios Destaque

Escrito por
Desembargador discute o assunto com deputados e membros do Ministério Público Desembargador discute o assunto com deputados e membros do Ministério Público Assessoria

O Promotor de Justiça e Chefe de Gabinete do Procurador-Geral do MPMS, Alexandre Magno Benites de Lacerda, participou, na manhã desta quinta-feira (9), no plenário do Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça de MS, representando o Procurador-Geral de Justiça Paulo Cezar dos Passos, da Audiência Pública para debate e recebimento de proposições relativas à elaboração da nova Tabela de Emolumentos, como são conhecidas as taxas cartorárias.

O evento foi aberto à sociedade, em razão da importância do tema debatido, e presidido pelo desembargador Sérgio Fernandes Martins, Corregedor-Geral de Justiça, auxiliado pelo Juiz Auxiliar da Corregedoria, Renato Liberali, que atuou como Vice-Presidente da mesa. Martins disse que existem em Mato Grosso do Sul 175 serventias extrajudiciais, entretanto, 57 estão vagas e isso demonstra a necessidade de uma readequação nos valores dos serviços cobrados pelos cartórios.

“Estamos visitando pessoalmente as serventias e ouvindo dos titulares que nossos valores estão afugentando os clientes no Estado. É obvio que a Corregedoria não pode ser irresponsável e baixar os valores para comparar com estados vizinhos, porque as realidades são diferentes. Precisamos manter os titulares dos cartórios que prestam concurso para realizar serviços relevantes para a comunidade. Em alguns casos, os valores arrecadados são tão baixos que não conseguem se manter nos locais. Precisamos ter equilíbrio”, esclareceu o Corregedor.

Aos presentes, o desembargador explicou que o quadro atual permite à Corregedoria adotar três medidas. A primeira seria deixar como está e não mexer na tabela atual. Outra opção seria simplesmente aplicar, por meio de provimento, os índices inflacionais, que passam de 50%. E a terceira via, escolhida por ser a mais democrática: ouvir a sociedade, os setores legitimados, analisar as propostas apresentadas antes de enviar ao legislativo um projeto de lei para alteração na atual tabela de emolumentos, em vigor desde 2014 sem alterações.

“Estamos conduzindo o tema com muita responsabilidade. A Corregedoria já iniciou estudos para propor a implantação de uma renda mínima para as localidades onde não se arrecada o suficiente para manutenção dos cartorários e, ao mesmo tempo, o Tribunal de Justiça está preparando concurso para preenchimento das vagas nas serventias. Estimamos que, até o final de setembro, começo de outubro, será possível enviar o projeto de lei para a Assembleia Legislativa”, concluiu.

  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus