Timber by EMSIEN-3 LTD
Sexta, 12 Fevereiro 2021 07:57

Amplavisão – Flávio Derzi e Loester Trutis: a diferença de estilos Destaque

Escrito por

ÉTICA & VACINA: Auxílio emergencial, abusos nos preços, estocagem de produtos e agora o escroto do fura-fila. Esse o vergonhoso cenário do Brasil na pandemia. Faltam consciência e responsabilidade para o exercício da ética. Povos de outros países tem comportamento solidário, aqui nem as autoridades nos dão exemplo. Que país é esse?

LOESTER TRUTS: Eleito deputado federal (PSL) com discurso crítico nas redes sociais é notícia na resenha policial. Difícil sua reeleição pelo estilo e contradições; nomeou sua mulher para um cargo (R$ 7.300,00) na liderança do PSL. Sob risco de ser cassado por falta de decoro parlamentar. Pode voltar ao balcão de sanduiches.

SAUDADES: Os jornalistas que conviveram com o ex-deputado Flavio Derzi guardam boas recordações dele. Além da gentileza, do abraço fácil, era aberto para entrevistas e conversas gerais onde sabia ouvir. Nas visitas ao interior a estrela de Flavio brilhava ainda mais. Tinha grande futuro político, mas acabou indo embora muito cedo. Pena!

ALGO MAIS: Poucos são os políticos onde a espontaneidade e o carisma afloram. É a áurea que os distinguem. A imagem do político não fica na memória pela eficiência nos cargos exercidos, mas pela postura simpática, simples e gentil. Exemplo: após tantos anos o ex-presidente Juscelino Kubistchek ainda é referência na memória nacional.

1-ASSEMBLEIA: Deputado Lucas de Lima (SOL) é autor da proposta de criação da ‘Patrulha Pet’ para inibir os maus tratos aos animais de estimação. Deputado Marçal Filho (PSDB) entregou ao prefeito Alan Guedes(PP) de Dourados sugestões para o estacionamento rotativo. Deputado Capitão Contar (PSL) questiona as reclamações dos usuários dos ônibus urbanos da capital sobre os riscos do contágio do Covid. Deputado Antonio Vaz (REP) requer atendimento psicológico aos jovens universitários vítimas de abuso e violência sexual. Deputado Zé Teixeira (DEM) ativo na administração da Casa quanto as questões sanitárias no combate ao Covid.

DIFERENTE: A postura do vereador Carlão (PSB) como presidente da Câmara de Vereadores da capital agrada nas mais diferentes situações. Pragmático e atencioso nas relações que o cargo exige, abriu as portas do gabinete para receber autoridades e lideranças diversas da comunidade. Pode pavimentar o caminho rumo à A. Legislativa.

PÉS NO CHÃO: Aos 70 anos de idade, empresário vitorioso na área de educação no MS, São Paulo e USA, o vice governador Murilo Zauth (DEM) dificilmente tentará a reeleição caso assuma o Governo. Experiente, tem visão sábia da vida pública. Nesta altura da vida ele é sábio para eleger outras prioridades existenciais. Certíssimo ele.

O PODER seduz, mas é desgastante para seus protagonistas. O estresse pelas situações administrativas complexas; a perda da privacidade e do convívio familiar; o excesso de exposição pública é preço a pagar. Mas a vaidade seduz os pretendentes políticos que só muito depois concluem não ter valido a pena tanta luta pelo poder. As perdas podem ser maiores que os ganhos.

IDAS E VINDAS: O ex-senador Delcídio (PTB) que foi do céu ao inferno faz falta na mídia política. Agradável, carismático. Mas com os seus direitos políticos suspensos até 2027 tem o desafio de tentar reverter sua dificílima situação. Antes dele só os senadores Luiz Estevão (PMDB-DF) e Demóstenes Torres (DEM-GO) tiveram o mesmo destino.

DELCÍDIO: Vítima de suas próprias escolhas. Entrou na politica local através do PT contrariando as suas lideranças locais. Aí sobreviveu com perfil contrário a sigla. Os 74 votos (mais 4 ausências e uma abstenção) à favor de sua cassação no Senado refletiram sua falta de grupo e apoio no PT onde foi visto como vilão naquele episódio.

2-ASSEMBLEIA: Deputado Paulo Corrêa(PSDB) e a deputada Mara Caseiro (PSBB) propõem denominar ‘Onevan de Matos’ o trecho da rodovia MS290 ao entroncamento da MS-180. Deputado João Henrique (PL) anunciado pelo deputado Londres Machado (PSD) para exercer a vice liderança do bloco parlamentar denominado G10. Deputado Evander Vendramini (PP) requerendo a reforma de quadras esportivas de duas escolas públicas de Corumbá. Deputado Neno Razuk (PTB) pedindo a recuperação das rodovias MS-156 (Amambai-Tacuru) e MS-295 (Tacuru Eldorado).

MANDRAQUE: Em outros tempos o ex-governador Pedro Pedrossian sacava nomes novos para disputar o Governo. Valia a intenção sem sucesso de buscar nomes fora do círculo político. Hoje essa tentativa é impossível por vários fatores. Sem grupo e sem esquemas de agregar lideranças políticas, (desgastadas ou não), não se ganha eleições.

EXEMPLO: Em 1986 o empresário Antonio Ermírio de Moraes PTB) disputou o Governo de São Paulo e obteve apenas 26,66% dos votos contra 40,78% de Orestes Quércia (MDB) e 19,50% de Paulo Maluf (PDS). O discurso de austeridade e honradez perdeu de goleada para a política tradicional cultivada por Quércia em cada cidade.

POR ANALOGIA a tese é aplicável ao Estado com nomes já integrados ao sistema político, sem espaço a novatos e neófitos em 2022. Os nomes prováveis são os que com seus cargos e mandatos frequentam a mídia. Protagonistas fictícios como aqueles mostrados nas aventuras de Harry Potter não se aplicam na política. O jogo é bruto!

3-ASSEMBLÉIA: Deputado Gerson Claro (PP) comemora a reforma da Escola do Assentamento Eldorado graças a sua emenda de R$ 350 mil. Deputado Lídio Lopes (PATRI) pedindo a recuperação das rodovias na região de Cassilândia; recebeu a visita de lideranças políticas de Tacuru. Deputada Mara Caseiro(PSDB) pedindo recuperação da ponte do rio Jatobá (Rochedo) e a recuperação da MS-80 e MS295 (Eldorado-Porto Morumbi). Deputado José C. Barbosa (PSDB) pedindo novas viaturas para a Polícia Ambiental; aplicação de penalidades ao que furam fila na vacinação da Covid.

DOURADOS: Seu deputado federal Geraldo Resende (PSDB) é o secretário estadual da saúde. O quadro inspira o prefeito Alan Guedes (PP) a articular candidaturas para a Câmara Federal. Mas se especula sobre os projetos dos deputados José C. Barbosa (DEM) e Marçal Filho (PSDB). Continuariam aqui ou tentariam a Câmara Federal?

RADAR: A indústria estadual fechou 2020 gerando 49% dos empregos; 6.886 novas vagas com o abate de suínos liderando - 1.694 novos trabalhadores - seguida do setor avícola com 1.271 vagas. São 132.186 trabalhadores na indústria crescendo 1.123% em relação ao final de 2019 quando geramos 563 vagas. Números positivos da FIEMS.

DESAFIO: Para observadores não basta a oposição ter um nome de consenso sem antes descontruir a imagem de Bolsonaro, depositário do sentimento antipetista. Interessante é que nomes como Moro, Alckmin, Huck, Mandetta e Dória não conseguiram atrair essa simpatia do eleitorado urbano da classe média - de manifesta ojeriza pelo PT.

OPORTUNA a pergunta do sociólogo político Elimar Pinheiro do Nascimento: “Por que um presidente que é chamado de irresponsável, de incompetente, psicopata, acéfalo, errático, imbecil, negacionista, insano, entre outros termos pejorativos através dos grandes meios de comunicação, mantém um alto grau de aprovação?”

POLÊMICA: O STF aprecia recurso ao ‘Direito ao Esquecimento’ onde se discute se fatos sociais verídicos antigos podem ou não ser divulgados. É o embate entre o direito da livre expressão prevista na Constituição e o direito individual a privacidade. O caso começou com o programa ‘Linha Direta’ da TV. Globo (2004) retratando o assassinato da jovem Aida Cury em 1958. Inconformada, a família dela buscou a justiça.

OPINIÃO: Deve imperar o direito coletivo à informação, com os excessos e abusos (contra a honra ou memória de pessoas) tratados caso a caso. Comparando: seria o caso de se impedir que a mídia abordasse o episódio do sequestro/morte do jovem Ludinho Coelho em 1976. Quanto ao julgamento do STF, 6 anos após o recurso chegar à corte, só temos um voto e ainda faltam os votos de 10 ministros.

NA INTERNET: Quem disse que no Brasil teve avanços nos últimos anos? E os avanços no patrimônio público? (Carlos Castelo)

  • Douranews Anúncio
  • unimed fevereiro

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis