Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Madson Valente (DEM) apresentou requerimento solicitando informações sobre o volume faturado com IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) nos distritos de Dourados nos anos de 2017 e 2018. Ele obteve a aprovação, depois de um intenso debate entre a base de vereadores que apoiam a administração e os independentes, conseguindo convencer os demais pares sobre a importância desta informação, que servirá para que todas as comunidades possam ter ciência de suas contribuições para os cofres municipais.

“Considero importante este debate e tenho usado a tribuna como instrumento para isso, para dar voz ao povo, fazendo questionamentos e cobrando melhorias para a cidade e para o campo. Considero que, pelo fato da zona rural possuir uma sobrecarga de impostos, principalmente o IPTU, se torna perfeitamente compreensível que tenhamos mais autoridade ainda para fazermos cobranças de investimentos em melhorias para os distritos. É perfeitamente natural nosso posicionamento e tenho o reconhecimento destas comunidades pela luta que estamos propondo”, disse Madson.

O vereador também lembrou sobre as taxas de iluminação pública que estão sendo pagas pelos distritos e que os mesmos não estão recebendo manutenções elétricas, por isso também requereu informações do volume arrecadado com a Cosup (a Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública dos Municípios), taxa cobrada sobre os serviços de iluminação nas vias.

Comentário

A Escola do Sesi de Dourados vai sediar, neste sábado (11) a etapa regional da OBR 2018 (Olimpíada Brasileira de Robótica), uma competição emocionante com robôs de verdade em que 22 times de escolas públicas e privadas vão se enfrentar em provas que envolvem ultrapassar obstáculos, resgatar objetos e concluir trilhas, tudo isso com robôs construídos pelos próprios alunos.

Além de escolas de Dourados, também competem instituições de Maracaju, Naviraí e Ponta Porã. As provas começam a partir das 8 horas, no ginásio poliesportivo da Escola do Sesi, na rua Valdemiro de Souza, 290, na Vila Industrial, e seguem por todo o dia, até às 17 horas. Visitantes de todas as idades podem acompanhar as provas, treinos, avaliações dos jurados e ver de perto como os alunos preparam cada robô para a competição.

Ao final do torneio, serão anunciadas as escolas classificadas para a etapa estadual da OBR, que será realizada em Campo Grande e pode levar os times para a etapa nacional, que neste ano será em João Pessoa, na Paraíba, em novembro. “Aprender a programar, ler algoritmos, se deparar com problemas e encontrar soluções. Tudo isso faz parte da rotina de quem lida com a robótica, área que hoje é considerada estratégica para a indústria e que, desde os primeiros passos, faz parte da grade curricular da rede de escolas do Sesi”, afirmou a analista de educação do Sesi, Glaucia Campos.

Escolas do Sesi

Nesta etapa da OBR em Dourados, as escolas do Sesi vão competir com oito times: três de Dourados (Megamentes One, Two e Three), três de Naviraí (The Vikings 1, 2 e 3) e dois de Maracaju (Sesi Maracaju 1 e 2). Se as equipes repetirem bom o desempenho que o Sesi obteve no fim de semana anterior, quando a etapa regional foi disputada pelas escolas de Campo Grande, Três Lagoas, Aparecida do Taboado e Corumbá, tem tudo para ir longe.

As escolas garantiram a classificação de seis times: Terminators, de Campo Grande, H.A.F.A., Oneshot e Yin-Yan, de Corumbá, Tera Robotic's, de Três Lagoas, e Alphadroid, de Aparecida do Taboado. Para Glaucia Campos, a participação na OBR 2018 é resultado da preparação constante dos alunos do Sesi para serem futuros profissionais capacitados para atuar na nova era da indústria, a Indústria 4.0.

“A robótica é um caminho importante e lúdico para desenvolver estudantes. Aquele aluno que se desenvolve na robótica está apto a entrar no universo da Indústria 4.0”, concluiu o superintendente do Sesi, Bergson Amarilla. “Essa é uma área fundamental para a formação profissional, por várias razões. A primeira delas é pelo desenvolvimento do raciocínio dos alunos em ciência e tecnologia”, finalizou.

Comentário

O vereador Carlito do Gás (PEN) afirmou esperar que seja ativado o mais breve possível o Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal) que está sendo construído no bairro Parque das Nações I e defendeu que o local ofereça atendimento em tempo integral.

O espaço educacional vai ocupar uma área de 1.800 metros quadrados e disponibilizar inicialmente 90 vagas em cada turno, em uma estrutura ampla, com sala de leitura/multiuso, laboratório de informática, refeitório, pátio coberto, playground, bloco de serviço (cozinha, despensa, vestiário e lavanderia), sala de reunião para professores, almoxarifado, recepção, sala de secretaria e diretoria e 09 salas de aula com berçário.

O vereador esteve no local, e conferiu que a obra está em fase de acabamento, faltando apenas pintura, instalação de grade no entorno e outros detalhes, elogiou a grandiosidade e o moderno projeto arquitetônico da obra e defendeu que o Ceim funcione em período integral.

Durante a visita, Carlito afirmou que vai se empenhar junto à prefeita Délia Razuk (PR) e ao secretário municipal de Educação, Upiran Gonçalves, para que o Ceim já entre em funcionamento com o período integral, ao invés do previsto período de dois turnos. “Primeiro porque é um compromisso de campanha da prefeita, que como mulher e mãe teve a sensibilidade de incluir esse modelo de educação infantil em seu Programa de Governo. Segundo, porque é uma tendência nacional que leva em conta a necessidade de inserção da mulher mãe de crianças pequenas no mercado de trabalho. A maioria das vagas é em horário comercial, o que acaba por ‘empurrar’ essas mães para o subemprego, pois muitas não têm com quem deixar seus filhos no horário em que não estão na creche/Ceim”, afirmou o vereador.

Carlito elogiou o fato da Secretaria de Educação já ter finalizado o processo licitatório para aquisição de mobília, equipamentos e outros itens indispensáveis para que o Ceim seja ativado em condições de receber com segurança e qualidade os alunos. “Aplaudo a inciativa da prefeita em retomar as obras, que estavam paralisadas, e ter desde já pensado no equipamento do prédio”, elogiou. “Como a estrutura física está praticamente pronta e a licitação já foi concluída esperamos que o Ceim entre em funcionamento o mais breve possível para que as mães do bairro tenham um lugar seguro para deixar seus filhos”, reforçou. (Da assessoria)

Comentário

A Caixa Econômica Federal lançou nesta sexta-feira (10) um site onde será possível apostar nas loterias administradas pelo banco. A expectativa é que o portal represente 3% do total de apostas. As apostas online valerão para a Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Loteria Federal.

Até então somente correntistas da Caixa podiam apostar pela internet e só era permitido na Mega-Sena. Segundo o banco, o objetivo do canal é atrair um novo público apostador, principalmente jovens acostumados a usar a internet para fazer compras e acessar bancos.

Para usar o novo canal, o usuário deverá se cadastrar com o número do CPF, para identificar a maioridade do apostador e vincular apostas futuras. As apostas terão valor mínimo de R$ 30 e máximo de R$ 500 por dia, conforme repercute o portal G1.

Comentário

A madrugada fria desta sexta-feira (10) foi agitada para os policiais do Canil do 3º. Batalhão da PM (Polícia Militar) com a realização de uma ação no terminal rodoviário de Dourados que culminou na prisão de três jovens por tráfico de drogas. Os trabalhos começaram ainda por volta das 23 horas da quinta (9), quando durante vistoria e busca com os cães farejadores em um ônibus que fazia o itinerário Ponta Porã x Dourados.

Nessa abordagem os policiais localizaram na bagagem de mão de Maríliz Pimentel Cândia, de 21 anos, moradora em Dois Irmãos do Buriti, dois tabletes de pasta base de cocaína que totalizou 1,9 quilo da droga. A jovem relatou que foi contratada em Ponta Porã para trazer a droga até Dourados e entregar a uma pessoa desconhecida na rodoviária, e que receberia 400 reais pelo ‘serviço’.

O segundo caso ocorreu na abordagem do mesmo ônibus e culminou com a prisão de Tiago Alves da Silva, de 29 anos, morador na capital do Estado, de posse de três tabletes de maconha. O homem disse que é músico e que faz uso da droga para se ‘inspirar’ em novas composições, e que comprou o produto por 150 reais próximo às bancas de camelos de Ponta Porã.

Já por volta da 2h50, já nesta sexta-feira, em varredura a outro ônibus que fazia o itinerário Ponta Porã x Dourados, policiais encontraram grande quantidade da droga conhecida como ‘Skunk’ (a super maconha), apreendendo 59 pacotes da droga que totalizaram 13,1 quilos de posse de Ana Cristiane da Costa Pereira, de 28 anos, moradora em Cuiabá. Ela disse que foi contratada por R$ 2 mil para pegar a droga em Ponta Porã e levar até Campo Grande.

Comentário

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê temperatura mínima de 3°C para a madrugada deste sábado (11) no Sul do Estado, com possibilidades, inclusive, de geada nas regiões mais vulneráveis.

Nesta sexta (10) há indicativos de que houve geada na área da fronteira e o dia será claro com nebulosidade.

A mínima na madrugada foi de 5°Ccom sensação térmica de 2ºC e a máxima prevista para o dia é de 30°C. De acordo com o Inmet, cidades como Dourados e Ponta Porã estão entre as com possibilidades de registro de geada no sábado.

Comentário

O STF (Supremo Tribunal Federal) marcou para dia 30 o julgamento de uma ação que pede para a reforma do ensino médio ser declarada inconstitucional. Enviada pelo governo em setembro de 2016, a reforma foi aprovada pelo Congresso Nacional em fevereiro de 2017 e sancionada pelo presidente Michel Temer no mesmo mês.

A reforma flexibiliza o conteúdo que será ensinado aos alunos, muda a distribuição das 13 disciplinas tradicionais ao longo dos três anos do ciclo, dá novo peso ao ensino técnico e incentiva a ampliação de escolas de tempo integral, observa reportagem do portal G1.

A ação que será julgada pelo STF foi apresentada pelo PSOL. O partido argumenta que o assunto não deveria ter sido tratado por meio de medida provisória porque "não haveria urgência necessária".

Previstas no artigo 62 da Constituição, as MPs podem ser editadas pelo presidente da República em caso de "urgência" e "relevância" de um determinado tema. Ao serem publicadas, têm força de lei antes mesmo de análise pelo Congresso.

O PSOL também afirma que a reforma contraria princípios constitucionais e o direito fundamental à educação. A ação ataca, ainda, a retirada das disciplinas de artes e educação física do rol de matérias obrigatórias.

Em manifestação encaminhada ao STF, a AGU (Advocacia-Geral da União) defendeu a constitucionalidade da medida provisória. No parecer, argumentou que o plano de reformulação e flexibilização do ensino médio tem como objetivo "elevar o padrão de qualidade desta etapa da formação educacional do estudante".

Comentário

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta quinta-feira (9) considerar o horário local de cada região do país para votações e divulgação dos resultados das eleições deste ano. Uma resolução pretendia que os resultados chegassem no mesmo momento, no horário de Brasília.

A proposta havia sido feita pelo ministro Gilmar Mendes. Com a decisão, as votações serão iniciadas às 8 e encerradas às 17 horas, em todas as cidades, de acordo com o horário local. “Nós recebemos várias reivindicações”, disse o presidente da Corte, Luiz Fux, citando problemas em algumas cidades para cumprir o horário, como transporte de urnas por via fluvial.

“Como o resultado chega em horários diferentes, suscitou-se uma eventual suspeição, mas chega em horários diferentes por força do fuso desses lugares. E começar muito mais cedo para poder coincidir horário gera riscos tão grandes que na ponderação de valores a preferência foi pela manutenção de horário”, disse Fux.

“Todos os depoimentos colhidos levaram à formação do nosso convencimento”, complementou a ministra Rosa Weber. “A manutenção da orientação das normas anteriores se revela mais adequada com menos dificuldades e eventuais prejuízos”, disse, conforme repercute o portal G1.

Comentário

A campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo, iniciada segunda-feira (6) e com duração até o dia 31, terá o “dia D” no sábado (18) que vem em Dourados. Nesse dia, a Prefeitura vai atender, por meio do Núcleo de Imunização, em todas as unidades básicas de saúde, das 8 às 17 horas, e no posto volante da Praça Antônio João, até às 13 horas.

De acordo com Carla Ribeiro, gerente do Núcleo de Imunização, o intuito é mobilizar pais e responsáveis que por conta dos compromissos durante a semana não conseguem levar as crianças para receber as dosagens.

“É uma oportunidade em especial. O dia D será de grande importância para conseguirmos atingir nossa meta no município e deixar a região livre dessas doenças”, destacou.

A mobilização em torno do dia D conta com parceria da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e do Rotary, que tem na luta pela erradicação da pólio uma das iniciativas mais longas e importantes da sua trajetória.

A gerente destaca que a população tem acesso às doses nas 45 unidades de saúdes básicas do município, sendo necessário estar com a carteira de vacinação em mãos ao buscar o atendimento. Ela destaca que o atendimento nas unidades da Vila Rosa, Santo André e na Seleta ocorre das 7 às 13 horas e quem necessitar no horário vespertino pode se dirigir as outras unidades do município que possuem o atendimento até às 17 horas.

Comentário

O documentário Guarani-Kaiowás Ivy Poty – Flores da Terra, que debate a situação da infância indígena na região de Dourados, no Mato Grosso do Sul, foi lançado nacionalmente na terça-feira (7), durante audiência pública na Câmara dos Deputados, em Brasília, na semana do Dia Internacional dos Povos Indígenas.

Realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias em conjunto com a Comissão de Educação, a audiência discutiu as políticas públicas educacionais dos povos indígenas e quilombolas, em especial para a permanência no ensino superior. O coordenador do projeto do filme, Lucas José Ramos Lopes, diz que foi uma grande oportunidade para apresentar a produção e acompanhar as reivindicações das lideranças e coletivos ali presentes. De acordo com ele, “o documentário é uma contribuição à urgência das reflexões e tomadas de decisão necessárias para a proteção e o desenvolvimento integral das crianças e dos jovens indígenas”.

A deputada federal Janete Capiberibe, que propôs a audiência, parabenizou a produção do documentário, destacando um dos temas abordados nele que é o elevado índice de suicídios de meninos e meninas Guarani-Kaiowá. “E isso acontece, nós sabemos os motivos, a educação é um deles, também o direito à terra e outros direitos que são retirados dessa juventude, dessas crianças brasileiras”, disse.

Comentário

Página 6 de 1017
  • Unimed 38

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus