Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

epois de se recusar a fazer programas, uma jovem, de 19 anos, foi expulsa de casa pela mãe, de 37 anos, na cidade de Aquidauana distante 135 quilômetros de Campo Grande, nesta quinta-feira (27).

A vítima procurou a delegacia de polícia para registrar um boletim de ocorrência. Na delegacia, ela disse aos policiais que tinha se separado do marido há quatro meses e teria ido morar com a mãe. A jovem tem dois filhos um de 1 ano e 11 meses e um bebê de 8 meses.

Ainda de acordo com relatos da jovem, nesta quinta-feira teria sido expulsa de casa pela mãe depois de se recusar a fazer programas. A jovem teria ido para a casa de uma prima, já que não teria lugar onde morar.

O caso foi registrado como favorecimento da prostituição e esta sendo inveestigado.

Número de mortes violentas intencionais em Mato Grosso do Sul em 2015 vitimou 598 pessoas. No comparativo com o ano anterior, houve redução, isso porque em 2014 morreram 646 vítimas.

Esses dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública e foram divulgados hoje.

De acordo com o levantamento, em Mato Grosso do Sul foram registrados 556 homicídios dolosos, 36 latrocínios, que é roubo seguido de morte, e seis lesões corporais seguidas de morte.

Entre estes casos estão inclusos nove policiais mortos em situação de confronto, sendo três em serviço e seis fora de serviço. Além de 45 mortes decorrentes de intervenção policial.

Em 2014, foram 596 homicídios dolosos, 42 latrocínios e oito lesões corporais seguida de morte. 26 policiais morreram em situação de confronto e 87 pessoas morreram em decorrência de intervenção policial. 

Comentário

Um ano e meio depois de ser excluído do projeto da ferrovia transoceânica Atlântico-Pacífico, Mato Grosso do Sul volta a entrar na rota do ramal ferroviário – com extensão de cerca de 4 mil quilômetros -- com o “ultimato” dado pelo Governo do Peru para que a Bolívia seja incluída no traçado.

O projeto total prevê investimentos de US$ 50 bilhões e pode reduzir em até 80% o custo de transporte da produção sul-mato-grossense com destino à Asia.

Com a proposta de alteração do traçado, autoridades estimam que permitirá o transporte de 10 milhões de toneladas de carga para 2021 e 24 milhões de toneladas até 2055. Só os bolivianos movem mais de 8 milhões de toneladas de carga entre importações e exportações ao ano.

Um estudo da empresa Consultrans projeta que para 2021 esta nação andina mobilizará cerca de 15,3 milhões de toneladas de mercadoria.

Os planos para construir a linha férrea bioceânica projetam começar no Porto de Santos, passar por Corumbá e entrar na Bolívia por Porto Suárez, seguir  pelos municípios de Santa Cruz, Montero e Bulo Bulo até chegar ao altiplano de La Paz. Em solo peruano serão cerca de 1,6 mil km de ferrovia.

Comentário

A Apple revelou a dia do lançamento do iPhone 7: o smartphone chega ao Brasil em 11 de novembro, quase dois meses depois do início das vendas nos Estados Unidos. A expectativa é de que, até lá, sejam informados os preços da aposta da empresa para 2016, segundo publica o portal techtudo.

Por ora não se sabe quanto ele vai custar por aqui, mas circulam especulações de que os valores podem ser mais baixos do que os praticados até pouco tempo atrás para o iPhone 6S. A data apareceu nesta sexta-feira (28) no site oficial.

O iPhone 7 (4,7 polegadas) é uma evolução natural do 6S. Pouca coisa mudou no design, que permanece o já conhecido do grande público. Há novas opções de cores – preto fosco e preto brilhante –, em adição ao dourado, prata e ouro rosa. O iPhone 7 Plus, modelo com tela de 5,5 polegadas, recebeu um diferencial: a câmera dupla, tendo como principal benefício o zoom ótico de duas vezes. Devido à lente grande angular, ele é capaz de criar retratos com o fundo esfumaçado, recurso que se aproxima da tecnologia de câmeras fotográficas profissionais.

Comentário

Superlotação, atraso no envio de recursos municipais, falta de pagamento dos profissionais da saúde e suspensão de cirurgias eletivas são alguns dos problemas enfrentados pela Santa Casa de Campo Grande, maior hospital de Mato Grosso do Sul.

O diretor de cirurgia do hospital, Carlos Idelmar Barbosa, presidente da Associação dos Médicos da Santa Casa, confirma que até 70% dos serviços podem ser afetados. 

Além da falta de pagamento dos salários dos aproximadamente 600 médicos que atuam no local, ele denuncia ainda falta de materiais para os procedimentos e atendimento acima da capacidade, especialmente no Pronto Socorro. Na área vermelha, por exemplo, os atendimentos estão sempre 100% acima da capacidade.

Os problemas foram confirmados pela Santa Casa, que por intermédio da assessoria de imprensa explicou que não há previsão para que as cirurgias eletivas, que somam de 40 a 60 por dia, sejam retomadas. Isso porque a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) ainda não fez o repasse quinzenal no valor de R$ 3,2 milhões que deveria ter sido depositado até o dia 15 de outubro.

Comentário

O Palmeiras derrubou diversos tabus ao longo desta temporada. Contra o Santos, neste sábado (29), às 18h30 (pelo horário de MS), na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time de Cuca busca a vitória para quebrar duas escritas e dar um passo decisivo rumo ao título nacional. O Verdão não vence no estádio alvinegro desde 2011 e ainda não bateu o rival neste ano.

Veja como estão os times no Brasileiro

Sob o comando de Cuca, o Verdão venceu o Sport na Ilha do Retiro após sete anos. O Internacional, no Beira-Rio, após 19. E o Corinthians, no Pacaembu, após 21. A seis rodadas para o fim do Brasileirão, o triunfo em Santos é fundamental para manter a vantagem de seis pontos para o segundo colocado, Flamengo, relembra o Globoesporte.com.

Embora tenha vencido o rival na final da Copa do Brasil do ano passado, neste ano o time comandado por Dorival Júnior ainda está engasgado no Verdão. O Santos foi responsável por eliminar o Palmeiras na semifinal do Paulistão, na Vila Belmiro. Nas duas vezes em que esteve na arena alviverde em 2016, o Peixe arrancou dois empates: 0 a 0 pelo estadual e 1 a 1 pelo primeiro turno do Brasileiro.

O retrospecto palmeirense em clássicos neste ano é bom: são cinco vitórias, três empates e apenas uma derrota. O Verdão venceu o Corinthians três vezes, acumulou um triunfo e uma derrota diante do São Paulo, mas ainda não conseguiu derrotar o Santos. A última vez que o Verdão arrancou três pontos na Vila Belmiro foi em abril de 2011, pelo Paulistão. Naquela ocasião, o atacante Kleber, hoje no Coritiba, marcou o único gol da partida: 1 a 0 para a equipe então comandada por Luiz Felipe Scolari. O Palmeiras chegou a vencer o Santos como visitante no ano seguinte, mas a partida foi realizada em Presidente Prudente.

Comentário

A Usina São Fernando, em Dourados, despertou o interesse de fundo americano. A gestora americana de fundos Amerra estaria negociando com os principais credores da usina em Dourados, em recuperação judicial há três anos.

A companhia  pertence à família do empresário José Carlos Bumlai, preso no âmbito da operação Lava-Jato. 
Conforme o Valor Econômico, a proposta ainda não foi formalizada, mas o Amerra teria apresentado aos credores a possibilidade de aquirir a usina por meio de assunção da dívida da companhia com desconto.

Hoje, a São Fernando tem uma dívida de R$ 1,5 bilhão, aproximadamente. A intenção do fundo seria assumir um endividamento entre R$ 950 milhões e R$ 1 bilhão, o que corresponderia a uma aquisição de US$ 68 por tonelada de cana de capacidade instalada – A usina tem capacidade para processar até 4 milhões de toneladas por safra.

Comentário

Invasão na área da Prefeitura de Campo Grande, localizada atrás do Kartódromo Ayrton Senna, no Bairro Vila Moreninha II, iniciada em 2008, há duas semanas começou a ser estendida para terreno particular da Federação de Automobilismo de Mato Grosso do Sul. A instituição registrou boletim de ocorrência e na segunda-feira (31) pretende entrar com ação judicial de esbulho possessório.

Diversas casas foram construídas na propriedade municipal, que, conforme Odair Volpe, vice presidente da Associação Fórmula de Kart Pantanal (AFKP), foi cedida verbalmente à entidade para servir de estacionamento. “Quando tinham grandes eventos aqui, a prefeitura montava arquibancada e as pessoas estacionavam ao lado, e ninguém pagava nada por isso”, informou Volpe.

Em 2008, quando começaram a construir as casas na área pública, a associação e a federação tentaram impedir, sem sucesso. “Na época nós avisamos a prefeitura, mas nada foi feito”, relatou Wagner Coin, presidente da Federação de Automobilismo de MS.

 

Como a invasão expandiu-se para o terreno particular da AFKP, na manhã de hoje Volpe esteve no local. Ele conversou com o responsável pela construção da primeira casa no terreno da associação. “Falei para ele que a área era particular, ele disse que não ia sair porque já tinha gasto dinheiro. Disse ainda que partes do terreno haviam sido vendidas para outras pessoas que em breve deveriam iniciar a construção de mais casas.”

Para Odair, o morador reforçou que comprou a área de uma pessoa que mora nas redondezas. “Ele até chegou a procurar pela pessoa que vendeu o terreno, mas acabou desistindo”. A reportagem do Portal Correio do Estado esteve na área e constatou que a construção da casa seguia durante esta tarde. Um dos moradores da região não quis comentar o assunto com medo de represálias.

DEMARCAÇÃO

A pista de kart é cercada por muro de concreto e há também alambrado, mas o local invadido não tem demarcação. “Não colocamos cerca porque ficava difícil o acesso das pessoas à arquibancada, já que os carros paravam logo ao lado, mas agora, depois disso, vamos ter que colocar e fechar a área”, pontuou Wagner Coin, presidente da Federação de Automobilismo de MS.

Além da invasão, a área está tomada de lixo e restos de material de construção, o que acaba favorecendo o desenvolvimento de insetos.

pista

Comentário

A diplomação dos candidatos eleitos no pleito do dia 2 de outubro depende da apresentação regular das contas eleitorais. A apresentação das contas de campanha dos candidatos deve ser feita até terça-feira (1) e, antes da diplomação, os candidatos terão que passar pelo exame prévio do quadro de receitas e despesas na campanha, conforme determina a Justiça Eleitoral.

Depois do envio eletrônico das contas, a Resolução 574/2016 do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) exige que as prestações de contas sejam apresentadas fisicamente por petição inicial subscrita por advogado, devidamente instruída com procuração ad judicia, e acompanhada do extrato de envio eletrônico das contas.Depois do envio eletrônico das contas, a Resolução 574/2016 do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) exige que as prestações de contas sejam apresentadas fisicamente por petição inicial subscrita por advogado, devidamente instruída com procuração ad judicia, e acompanhada do extrato de envio eletrônico das contas.

Comentário

Conversa entre dois deputados estaduais de Mato Grosso do Sul a qual reportagem do Portal Correio do Estado teve acesso revela negociação para fraude em folhas de pontos de servidores da Assembleia Legislativa. Na conversa, Paulo Corrêa (PR) orienta Felipe Orro (PSDB) a fraudar documentos para garantir que nenhuma irregularidade seja descoberta.

Assim que o deputado Paulo Corrêa atende ligação de Orro, no próprio gabinete da Assembleia, o deputado deixa claro que o assunto que irá tratar com o colega peesedebista é sigiloso e sério. São pouco mais de 3 minutos de conversa.

O deputado do PR se revolta em razão de Orro não estar sabendo do que "está sendo feito em todo Brasil". Confira a conversa na íntegra no final da matéria.

"A Rede Globo está entrando nas assembleias legislativas do Brasil inteiro e onde que ela pega você. Você e eu temos bastante, você sabe o que você eu temos bastante, não sabe? Põe um controle de ponto. Mesmo que seja fictício, do começo do ano até agora, pega o seu chefe de gabinete e manda agir".

Enquanto Paulo Corrêa dá as orientações ao colega, Orro não responde nada e continua ouvindo. "Todo dia aquelas pessoas têm que assinar o ponto até que passe esse rolo aí, tá bom?". O deputado do PSDB confirma que entendeu a mensagem e questiona o que fazer com trabalhadores que "estão na base", ou seja, trabalham nas cidades onde os deputados foram eleitos.

"Tem que tomar muito cuidado, faz o seguinte, quando nós voltamos? Fevereiro? De 15 de fevereiro para cá faz o ponto e manda todo mundo assinar. Vamos dizer que você tenha 20 em cota normal, mas tem mais 20? Faz os 40 assinar".

 

Comentário

Página 983 de 1253
  • roze

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus