Timber by EMSIEN-3 LTD
  • unigran topo 1
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

A Secretaria de Saúde do Estado confirmou nesta quinta-feira (14) que mais dois indígenas da região de Dourados foram diagnosticados com a Covid-19. Esse é o segundo e o terceiro caso de indígenas com a doença em Mato Grosso do Sul.

Uma mulher de 35 anos, moradora da aldeia Bororó, em Dourados, foi o primeiro caso confirmado na tarde desta quarta-feira (13). A indígena, que trabalha em um frigorífico do grupo JBS, está em isolamento domiciliar.

Equipes da Saúde estadual e do Município estiveram no final da tarde desta quinta no interior da empresa, recomendando que a diretoria do frigorífico adote, de imediato, plano de contingência interno para impedir eventual propagação da doença.

Comentário

A chegada de frente fria ao Estado deve se acentuar neste final de semana, depois de um 'ensaio' na semana passada. Indicadores meteorológicos mostram que a partir desta sexta-feira (15) as temperaturas vão cair mais, com previsão de frio mais intenso na região sul do Estado que pode registrar, no sábado (16), mínima de 7°C.

O meteorologista Natálio Abrahão disse ao jornal Correio do Estado que a frente fria nesta época traz massa de ar gelado em parte da região sul do país com previsão de geada. Em Mato Grosso do Sul, as temperaturas amenas serão concentradas nas cidades da região sul do Estado, como em Ponta Porã, Dourados e Amambai.

Ainda segundo Abrahão, nas demais regiões de Mato Grosso do Sul as temperaturas são mais amenas e nas regiões norte e nordeste não há alteração no clima. “Mesmo com as temperaturas, a hipótese de geada é pequena e se ocorrer será na região sul. Com isso, já na semana que vem as temperaturas sobem novamente”, disse.

Comentário

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou nesta quinta-feira (14) que a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 será depositada a partir de segunda-feira (18), de forma escalonada, com base na data de nascimento dos beneficiários. O cronograma exato será divulgado nesta sexta-feira (15), às 15 horas.

Pedro Guimarães também anunciou que a Caixa pagará, entre esta sexta (15) e o sábado (16), mais um "lote" referente à primeira parcela. Devem ser incluídos, nesse momento, pessoas que tiveram inconsistências no cadastro e, por isso, ainda estavam com o benefício pendente. A Caixa não informou quantas pessoas serão incluídas nesse pagamento, e nem se haverá novas liberações da primeira parcela do auxílio de R$ 600 nas próximas semanas.

Até esta quinta, mesmo quem já recebeu a primeira parcela sem problemas ainda não tinha a confirmação do cronograma. Apenas os trabalhadores que já são beneficiários do Bolsa Família têm data para receber, já que os pagamentos seguem o calendário do Bolsa. Outros milhões de brasileiros ainda aguardam a concessão do benefício, sem saber se vão realmente receber.

No pagamento da primeira parcela, em abril, a Caixa criou 20 milhões de contas desse tipo, voltadas para quem ainda não tinha conta bancária nem o cartão do CadÚnico, o Cadastro Único do Governo federal, ou seja, não tinha um meio digital para receber os R$ 600. Os outros 29,7 milhões de beneficiários receberam o dinheiro em contas bancárias que já existiam antes, ou no cartão do Bolsa Família. Agora, segundo Guimarães, mesmo essas pessoas passarão a receber o auxílio em uma conta digital da Caixa.

Comentário

Em ato simbólico marcado para às 8 horas de segunda-feira (18), a prefeita Délia Razuk fará a entrega da obra de manutenção de quatro blocos do PAM (o Pronto Atendimento Médico) de Dourados, unidade de saúde que oferece serviços de referência em especialidades médicas para pacientes de 35 municípios da região.

Com este ato estes quatro blocos estarão prontos para funcionar, sendo que as obras de reforma do PAM vão continuar sendo feitas e devem ser entregues na sua totalidade ainda no segundo semestre deste ano, divulga a assessoria de comunicação do Município. Parte dos recursos para a reforma foi viabilizada pelo então deputado federal Elizeu Dionísio, através de emenda ao Orçamento da União no valor de R$ 1 milhão.

No PAM são oferecidos atendimentos em várias especialidades médicas, serviço de fisioterapia, psicologia, nutrição e enfermagem e a reforma vai possibilitar a transformação do PAM em um complexo de referência no atendimento de média complexidade.

Comentário

"Infelizmente seremos o epicentro do vírus no mundo", alertou o senador Nelsinho Trad (PSD/MS), na tarde desta quinta-feira (14), em reunião remota da mesa diretora do Parlasul, sobre a situação da pandemia do coronavírus nos países do Mercosul.

Após a divulgação de que o Brasil assumiu a sexta posição mundial de casos, perdendo apenas para os Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, Espanha e Itália, o senador Nelsinho Trad manifestou a preocupação, porque o "surto só está começando no país, segundo declarações do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta".

De acordo com o senador, ele, como médico e paciente curado do coronavírus, pesquisou e identificou que um contaminado isolado pode infectar “menos um” e, se não mantém o isolamento social, pode contaminar de três a sete pessoas. "A solução é ficar em casa, mesmo com os impactos econômicos", enfatizou o senador.

Os representantes do Parlasul enfatizaram que a Organização Mundial da Saúde/Organização Pan-Americana da Saúde qualificaram como pandemia a disseminação do Covid-19, por isso, a urgência em realizar ações que contribuam para mitigar esse evento mundial.

"O Parlasul entende de suma importância a vigilância epidemiológica conjunta no bloco, especialmente com a operação do Sistema de Vigilância Epidemiológica do Mercosul, bem como a importância estratégica de promover projetos de cooperação em nível sub-regional, com base no desenvolvimento científico, tecnológico e produtivo conjunto", destacou o parlamentar Oscar Laborde da Argentina, presidente do Parlamento do Mercosul.

Comentário

Com 430 casos confirmados do novo coronavírus, o Estado registrou, na madrugada desta quinta-feira (14), o 14º óbito. A vítima é do sexo masculino, tinha 38 anos, morava em Campo Grande e era diabético, cardiopata e obeso. O paciente foi internado no dia 30 de abril e desde 1º de maio estava na UTI.

Com isso, em Mato Grosso do Sul já se contabilizam cinco óbitos em Campo Grande, três em Três Lagoas, dois em Batayporã, e ainda um em Paranaíba, um em Vicentina, um douradense que morreu em Tocantins e, o mais recente, em Brasilândia.

Comentário

O vereador Elias Ishy (PT) apresentou indicações e requerimentos na última sessão da Câmara de Dourados, realizada no dia 11, com medidas de enfrentamento à crise do novo coronavírus. Para ele, a pandemia não é somente um problema de saúde pública, mas também um choque profundo na vida e na economia da sociedade.

Segundo explica, todos os temas das matérias apresentadas são importantes, mas o vereador destaca a solicitação para que seja pago adicional de insalubridade aos profissionais da saúde durante o período de enfrentamento à Covid-19. Um levantamento do Conselho Federal de Enfermagem (o Cofen) mostrou que já são mais de 10 mil só na área de enfermagem afastados pela doença no Brasil. A medida tem como objetivo garantir as necessidades mínimas de quem se arrisca todos os dias, afirma Ishy.

O vereador também indicou que sejam intensificadas as inserções em mídias locais, como rádios, telejornais e em canais de TV locais sobre a conscientização e prevenção à doença para atingir, principalmente, as pessoas que são afetadas de maneiras diferentes e menos visível. De acordo com ele, a doença não é uma entidade democrática e tem incidência determinada por renda, gênero e raça. Além disso, isso pode ser realizada de forma não onerosa ao município.

O parlamentar aproveitou e solicitou informações referentes à transparência e publicidade dos gastos, bem como também sobre os impactos e investimentos financeiros no município relacionados a Covid 19. Ishy está cobrando explicações de qual destinação a administração dará aos R$ 36,9 milhões que serão repassados pelo Governo Federal ao município.

Por fim, o vereador falou sobre a proposta de mudança na LOM - Lei Orgânica do Município, alterando o prazo de sanção de Projetos de Lei pelo Executivo, em períodos de estado de emergência ou calamidade pública, diminuindo o prazo em 1/3, dos atuais 15 dias para cinco dias. Ele lembrou que precisa da assinatura de mais seis vereadores para tramitação. “Precisamos dar agilidade para que o governo reconheça a emergência de situações locais. Faz parte da preservação da vida, não somente a financeira das pessoas, principalmente das mais vulneráveis”, finaliza. (Da assessoria)

Comentário

Em nota distribuída no meio da noite desta quarta-feira (13), a JBS informou que desde o início da pandemia no Brasil tem se pautado pelo absoluto foco na saúde, segurança e proteção dos colaboradores da epresa para o enfrentamento à Covid-19 em suas unidades.

E que, tão logo teve a confirmação do primeiro caso envolvendo uma funcionária, indígena moradora na aldeia Jaguapiru de Dourados, "acionou todas as medidas previstas em seu protocolo". A colaboradora segue afastada desde o início dos sintomas e tem recebido atendimento e apoio integral a ela e seus familiares até o seu pronto restabelecimento, garante o grupo empresarial.

Leia mais sobre...

A JBS vem atuando em conjunto com a Vigilância Sanitária, as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde em ações de identificação e controle da Covid-19. "Desde o primeiro momento, a empresa tomou medidas efetivas para prevenção dos colaboradores, incluindo o monitoramento intensivo e afastamento de casos suspeitos ou de risco para avaliação médica e acompanhamento", diz a nota.

Comentário

Um homem de 31 anos, visivelmente embriagado, foi detido pela Guarda Municipal de Dourados na noite desta quarta-feira (13) depois que a guarnição foi acionada por populares após o motorista de um veículo Prisma ter colidido na trazeira de um caminhão que estava estacionado na via. O acidente ocorreu por volta das 19 horas, na rua Bela Vista, no Jardim São Pedro.

Quando os guardas chegaram ao local, o homem estava tentando deixar a cena do crime, porém, foi abordado. Ao descer do veículo o condutor de 31 anos demostrou que estava visivelmente embriagado, com odor etílico e falta de equilíbrio. Ao ser questionado se tinha ingerido bebida alcóolica, no primeiro momento negou, porém, mudou a versão e respondeu que sim, e que estava saindo de uma festa.

Ainda assim, o motorista se negou em fazer o teste de alcoolemia. Ele foi preso e, após lavrado o termo de constatação de embriagues, entregue na Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

Comentário

O jornal Douranews está publicando, regularmente, entrevistas feitas a partir de um formulário de perguntas, encaminhado previamente, aos pré-candidatos que já se identificaram nessa condição para as eleições municipais previstas para o mês de outubro em Dourados.

A iniciativa do jornal, que será também extensiva aos pré-candidatos para a disputa majoritária, objetiva fornecer ao cidadão-eleitor uma radiografia, breve e resumida, do perfil desses virtuais candidatos, e elencar compromissos que poderiam vir a ser desenvolvidos no exercício do mandato a partir do ano que vem.

Os pré-candidatos interessados em compor essa série podem encaminhar e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., ou acionar o canal DouraWhats do site, pelo número 999138196, para receber o questionário de perguntas e orientações sobre a publicação do conteúdo. Para acompanhar a série de entrevistas, iniciada no dia 24 do mês passado, acesse www.douranews.com.br/politica.

Comentário

Página 10 de 1649
  • pmd responsa

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus