Timber by EMSIEN-3 LTD
  • 10 anos
  • 10 anos1
Douranews - Dourados
Redação Douranews

Redação Douranews

A Rússia aprovou o tratamento Coronavir da R-Pharm para pacientes não hospitalizados com infecções de Covid-19 entre brandas e moderadas, e o remédio pode estar disponível nas farmácias do país já na semana que vem, informou a farmacêutica nesta sexta-feira (18).

A aprovação do Coronavir sucede a liberação do Avifavir, outro medicamento russo contra a Covid-19, anunciado em maio. Ambos têm como base o favipiravir, que foi desenvolvido no Japão e lá é usado amplamente como base para tratamentos virais.

O anúncio da R-Pharm é mais um sinal de que a Rússia está se empenhando muito para conseguir uma dianteira global na corrida contra o vírus. O país já está exportando seus exames de Covid-19 e fechou vários acordos internacionais para fornecer a vacina Sputnik-V.

A R-Pharm disse que recebeu aprovação para o Coronavir após testes clínicos de estágio avançado com 168 pacientes com a Covid-19, conforme repercute o canal R7 de notícias.

Comentário

Ação conjunta desencadeada no começo desta semana, entre a Agepan (Agência estadual de Regulação de Serviços Públicos) e o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) com o apoio da PM (Polícia Militar), resolver apertar a fiscalização contra o transporte intermunicipal clandestino de passageiros, na região de Corumbá. 100 veículos já foram abordados e sete autos de infração foram lavrados contra quem desobedece a legislação.

O chefe da fiscalização da Agepan, Hélio Leite, explica que várias denúncias chegaram até o órgão indicando o transporte irregular de passageiros entre os municípios de Corumbá e Ladário e até mesmo entre Campo Grande e a região, feitos por motoristas de aplicativos, o que é uma prática ilegal.

"Estamos aqui para combater essa prática que interfere no sistema local de transporte de passageiros. Quem for pego fazendo o transporte de forma remunerada entre os municípios estará infringindo o decreto estadual e o Código de Trânsito Brasileiro. Nesse caso, será multado em 100 Uferms, o equivalente a cerca de R$ 3,6 mil além de sofrer um processo legal por usurpação da função pública e desobediência ao decreto estadual˜, explicou.

Hélio ressalta ainda os riscos que os passageiros correm riscos ao procurar esse tipo de transporte já que, na maioria das vezes, o motorista não tem critérios de segurança. Caso o passageiro esteja viajando sem documentos pessoais, por exemplo, ele está sujeito a intercorrências da PRF (Polícia Rodoviária Federal), se abordado na estrada.

Uma situação é o transporte de estrangeiros. "Sabemos que, em função da pandemia, a fronteira está fechada e os bolivianos podem ir até Corumbá apenas, o que não tem acontecido", destacou.
Outro aspecto com relação a segurança do passageiro é o fato de que muitos condutores têm feito viagens chamadas 'bate e volta', entre Corumbá e Campo Grande, mas acabam não tendo o tempo de descanso nos intervalos o que pode resultar em acidentes fatais.

O coordenador da ação por parte do Detran-MS, Ivar Custódio, explica que o apoio logístico e operacional junto à Agepan é importante, pois fortalece a operação no que diz respeito ao trânsito. "Além disso, evidencia a necessidade de se fiscalizar uma situação que pode trazer complicações aos motoristas", esclareceu.

De acordo com o inciso VIII do Artigo 231 da Lei 9.503 de 23 de Setembro de 1997, que instituiu o Código nacional de Trânsito, transitar com o veículo efetuando transporte remunerado de pessoas ou bens, quando não for licenciado para esse fim, salvo casos de força maior ou com permissão da autoridade competente, é considerado infração que pode acarretar em multa e na remoção do veículo.

A ação ocorreu simultaneamente entre as cidades de Ponta Porã e Antônio João, onde outros três autos de infração foram lavrados e dois veículos foram removidos.

A Central do Cidadão vai passar a atender em horário reduzido a partir da última segunda-feira (28) deste mês, informa a Secretaria municipal de Fazenda. De acordo com o comunicado distribuído nesta sexta-feira (18), o novo horário de atendimento será apenas pela manhã, das 7 horas até ao meio-dia.

A redução no expediente se dá em função da necessidade de reparos na rede elétrica do prédio, visando o perfeito funcionamento do sistema de refrigeração do ar para o conforto de servidores e do público que recorre ao atendimento na Central do Cidadão.

Nesse período, enquanto durar a fase de reparos, os casos de extrema urgência poderão ser tratados entre 12 horas e 13h30, na Secretaria de Fazenda, no Bloco F do CAM (Centro Administrativo Municipal), obedecendo ao horário de expediente das repartições que funcionam naquele espaço.

“Prova de vida” para isenção de IPTU é suspensa

Decreto 2.853, de 27 de agosto de 2020, publicado na edição do dia 1 deste mês do Diário Oficial de Dourados, “suspende prova de vida estabelecida no §1º do artigo 2ºA do Decreto 1.395 de 23 de outubro de 2014”, que regulamenta o requerimento de isenção do IPTU previsto no artigo 182 da Lei Complementar 71/2003, que instituiu o Código Tributário Municipal para o IPTU 2021.

As isenções concedidas para o ano de 2020 serão mantidas para o IPTU 2021, sem a necessidade de prova de vida. A suspensão não prejudicará o disposto nos parágrafos 2º e 3º do artigo 182 da Lei Complementar 71/2003, publica a assessoria de comunicação do Município.

Comentário

Com o tema "Perceba o risco, proteja a vida", o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) abre nesta sexta-feira (18), e prossegue até dia 25, com as atividades da Semana nacional de trânsito. Este ano o foco é chamar a atenção sobre os perigos no trânsito e outros riscos à saúde do cidadão.

Por causa das medidas de isolamento social para enfrentamento do novo coronavírus, este ano a semana ocorrerá em formato digital e será denominada "O Detran na sua vida". A iniciativa traz também o tema das campanhas educativas com o objetivo de conscientizar motoristas, passageiros, motociclistas, ciclistas e pedestres.

A realização da Semana Nacional 2020 coincide com o fim da Década de Ações pelo Trânsito Seguro, proposta pela ONU (a Organização das Nações Unidas), na qual os governos dos diferentes países se comprometeram a tomar medidas para prevenir os acidentes, que matam cerca de 1,25 milhão de pessoas por ano.

Como os acidentes no trânsito constituem uma das maiores causas de mortes no mundo, a meta da semana é conscientizar a população sobre a importância da mudança de atitude, ressaltando que cada um é responsável pela segurança de todos e, por isso, deve perceber os riscos e proteger a própria vida e a dos demais ao seu redor. (Com informações da Agência Brasil)

Comentário

A segunda fase do Pronampe (o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), lançada na primeira semana de setembro, oferece aos pequenos empresários do país a oportunidade de voltar a acessar a linha de crédito, disponível em várias instituições bancárias do Brasil. Nessa nova fase, foram ampliadas de 11 para 19 o número de instituições habilitadas a operar os empréstimos. A expectativa do governo é de que sejam liberados cerca de R$ 14 bilhões para micro e pequenas empresas e Microempreendedores Individuais, os MEIs.

Existe uma demanda muito grande por parte dessa parcela do empresariado nacional, que é responsável por cerca de 30% da riqueza anual gerada no país, segundo cálculos da FGV, a Fundação Getúlio Vargas. Isso explica o motivo de os recursos da primeira fase do programa terem se esgotado rapidamente - cerca de R$ 19 bilhões em créditos foram destinados a 211 mil empresas - mesmo com as dificuldades relatadas pelos pequenos empresários para obterem os empréstimos.

Comentário

A Universidade Federal da Grande Dourados divulgou nesta quinta-feira (17) o edital de abertura das inscrições ao Vestibular 2021 que este ano vai oferecer 982 vagas em 33 cursos de graduação, nas modalidades presencial (32 cursos) e a distância (Letras-Libras).

Do total de vagas, 444 vagas são para ampla concorrência e 538 vagas são reservadas para estudantes que cursaram todo o ensino médio em escola pública, com recorte sobre a renda familiar e cotas para negros (pretos e pardos), indígenas e pessoas com deficiência.

Este é o maior vestibular da UFGD e irá selecionar candidatos interessados nas mais variadas profissões, por meio dos cursos de Administração, Agronomia, Artes Cênicas, Biotecnologia, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Engenharia Agrícola, Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Aquicultura, Engenharia de Energia, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Física, Geografia, Gestão Ambiental, História, Letras, Letras-Libras (Bacharelado), Matemática, Medicina, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química, Relações Internacionais, Sistemas de Informação e Zootecnia.

Além das turmas que começarão no primeiro semestre de 2021, os cursos de Medicina e Matemática terão entradas no segundo semestre, conforme descrito nos itens 1.6.1 e 1.6.2 do edital. As inscrições serão feitas completamente pela Internet, a partir das 13 horas de segunda-feira (21) de setembro, e serão encerradas às 17 horas do dia 20 de novembro de 2020, mediante o pagamento da taxa de R$ 100.

Quem não tem condições de pagar a taxa de inscrição terá até 23 de outubro para solicitar a isenção da taxa (gratuidade) e enviar a documentação, também pela Internet, por meio da Área Restrita do Candidato. Esse direito é garantido para candidatos que estão inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou que possuem renda familiar per capita igual ou inferior a um salário-mínimo e meio e cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada.

As provas objetiva e de redação serão realizadas no ano que vem, no dia 7 de fevereiro, nas cidades de Dourados e Campo Grande. Como medida de prevenção durante a pandemia da Covid-19, todos os candidatos deverão entrar no local de prova e permanecer até a sua saída, usando máscara de proteção respiratória descartável ou caseira feita de tecido.

De acordo com o coordenador do Centro de Seleção da UFGD, Nelson Tsuji Junior, também serão adotadas outras medidas de biossegurança como o distanciamento entre os candidatos, quantidade reduzida de vestibulandos por sala, uso do álcool 70% e disponibilidade de materiais para a higienização dos candidatos e dos trabalhadores do processo. Detalhes sobre as medidas preventivas e as orientações para a prova do Vestibular serão divulgadas no edital de convocação.

Comentário

O CRF/MS (Conselho Regional de Farmácia de MS) vai realizar, neste sábado (19), em Dourados, um modelo Drive Thru de Descarte Correto de Medicamentos e Eletrônicos. A primeira ação foi realizada em maio deste ano em Campo Grande e foi um sucesso e agora a ideia é expandir a iniciativa para conscientizar mais pessoas sobre o descarte correto e assim contribuir com a saúde das famílias e proteger o meio ambiente.

Muitas famílias possuem em casa a "caixinha de medicamentos" e muitas vezes, parte deles vencidos. A destinação correta ajuda a evitar acidentes domésticos, principalmente com as crianças em casa, como também a preservação do meio ambiente, pois se descartado corretamente, evitará com que seja jogado no vaso sanitário, na pia ou qualquer outro ambiente. A situação dos eletrônicos é a mesma coisa, acabam sendo jogados em vias públicas.

Como neste período de pandemia a orientação é distanciamento social, a população poderá fazer o descarte do medicamento e do lixo eletrônico sem descer do veículo. O Drive Thru será no estacionamento da Farmácia Pague Menos, na Avenida Weimar Gonçalves Torres, 2596, onde que qualquer tipo de medicamento pode ser descartado no recipiente adequado.

Quanto aos eletrônicos, a Recic.LE receberá televisores inteiros, computadores, celulares, impressoras, telefones, calculadoras, teclados, som, entre outros. Na parte dos eletrônicos não pode ser descartado: pilhas, lâmpadas, tubo de TV, toner de impressoras ou produtos desmontados.

Em Mato Grosso do Sul existe a Lei estadual 5180 de 12/04/2018 que torna compulsória a coleta de medicamentos vencidos em todas as farmácias e drogarias. A lei obriga as farmácias e drogarias a manterem recipientes para coleta ou descarte de medicamentos, cosméticos e insumos farmacêuticos deteriorados ou com prazo de validade expirado, a disposição dos clientes.

Descarte

Uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), por meio do Instituto Datafolha, em 2019, apurou qual é a forma mais usual de descarte dos medicamentos que sobram ou vencem, e 76% dos entrevistados indicaram maneiras incorretas para a destinação final desses resíduos. Nas Regiões Centro-Oeste/Norte, o porcentual é ainda maior, 85%. O índice somente é superado pelo apurado na Região Nordeste, 87%. Nas regiões Sudeste e Sul os porcentuais foram de 75% e 53%, respectivamente. Pelos resultados da pesquisa, a maioria da população descarta sobras de medicamentos ou medicamentos vencidos no lixo comum. Quase 10% afirmaram que jogam os restos no esgoto doméstico (pias, vasos sanitários e tanque).

A pesquisa constatou ainda que a automedicação é um hábito comum a 77% dos brasileiros que fizeram uso de medicamentos nos últimos seis meses anteriores ao estudo. Quase metade (47%) se automedica pelo menos uma vez por mês, e um quarto (25%) o faz todo dia ou pelo menos uma vez por semana. Na região centro-oeste/norte este índice sobe para 80%, nordeste fica em 79%, sudeste (77%), sul (71%).

Comentário

A partir do próximo dia 18 Os clientes da agência do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) de Dourados, localizada na avenida Marcelino Pires, terão, a partir desta sexta-feira (18), mais uma alternativa de pagamento das guias. A novidade é o sistema de débito que aceita cartões de todos os bancos, incluindo os digitais, seguindo a linha de modernização do órgão.

O sistema, lançado em Campo Grande no último dia 27 de agosto na agência do Shopping Campo Grande e no último dia 15 de setembro também ativado na agência do Pátio Central, agora chega à segunda cidade do Estado, para facilitar a vida do cliente já que, até o momento, os pagamentos só podiam ser feitos com dinheiro em espécie ou cartões do Banco do Brasil.

Outra novidade é o tempo da baixa da guia [confirmação do pagamento e liberação do documento], que antes demorava até três horas para bancos não conveniados e agora será realizado em menos de dez minutos.

O diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, lembra que a meta é o Detran 100% digital. “Isso é um ganho enorme para o cliente e para o Detran em termos de ganho de tempo, conforto e segurança. Com a chegada do sistema a Dourados, começamos a expandir o serviço para todo o Mato Grosso do Sul”, afirmou.

“Temos trabalhado muito para garantir a agilidade e a eficiência dos serviços e essa nova facilidade é mais um caminho para alcançar o objetivo”, concluiu Trindade.

Comentário

A JBS entregou, nesta quinta-feira (17), 11 leitos de enfermaria e mais um quarto para isolamento no PAM (Pronto Atendimento Médico), unidade de saúde localizada na Vila Industrial, em Dourados. Além de custear a obra de mais de 180 m², a Companhia equipou a unidade com 12 camas com colchão, sete aparelhos de ar-condicionado e um gerador de energia. A nova estrutura é uma doação da JBS à cidade como parte do programa de responsabilidade social “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”.

Com um investimento de R$ 720 mil, o espaço também conta com área administrativa, posto de enfermagem e banheiros. As adequações irão ampliar as modalidades de atendimento da unidade e ajudar a desafogar a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do município. Pacientes com sintomas gripais, hoje atendidos exclusivamente na UPA, serão encaminhados ao PAM, o que vai melhorar o fluxo do atendimento ao público e agilizar os serviços de saúde.

O programa de entregas faz parte de um pacote de R$ 21 milhões que estão sendo doados pela JBS para o combate ao novo coronavírus no Estado – os recursos estão beneficiando 16 cidades sul-mato-grossenses. Somadas, as doações realizadas pela JBS nestes municípios têm capacidade de beneficiar mais de 1,5 milhão de pessoas.

“A JBS estruturou um programa dedicado a apoiar o país no enfrentamento a essa pandemia. Como empresa cidadã, a ampliação dessa unidade de saúde deixará um legado importante à população da região e estamos muito orgulhosos disso”, afirma Dirceu Rech, gerente industrial da unidade da JBS em Dourados.

SAIBA MAIS SOBRE O PROGRAMA

Em Mato Grosso do Sul, a JBS já entregou mais de 400 equipamentos hospitalares como respiradores, monitores de sinais vitais, cardioversores, desfibriladores, eletrocardiógrafos, camas clínicas e de UTI, ultrassom portátil, macas hospitalares, Raio-X, entre outros. Além disso, foram destinados recursos para a aquisição de mais de 2,5 milhões de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) hospitalares, como aventais, máscaras cirúrgica e N95, protetores faciais e toucas; 20 mil máscaras de tecido para a comunidade; mais de 50 mil itens de higiene e limpeza, mais de 22 toneladas de alimentos e 2.100 cestas básicas para a população em situação de vulnerabilidade. Os recursos também foram empenhados para aquisição de quatro ambulâncias.

“Fazer o Bem Faz Bem”

Os R$ 400 milhões que serão doados pela JBS contra a pandemia no Brasil estão sendo aplicados nas três frentes de atuação do programa – saúde, assistência social e ciência. A estimativa é que mais de 76 milhões de pessoas sejam beneficiadas com as ações.

A alocação dos recursos considera um diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais e incluiu entrevistas e análise de dados. Essas informações foram avaliadas por especialistas dos três comitês independentes do programa da JBS nas áreas de saúde, social e ciência e que, com larga experiência em seus respectivos setores de atuação, apoiaram na definição das ações e projetos atendidos.

Comentário

“Devemos cuidar da cidade como se fosse nossa própria casa, pois aqui vivemos e ganhamos nosso sustento e nossa missão é fazer as pessoas felizes e para isso devemos pensar na família douradense, resgatar a credibilidade do Poder Público para que volte a cumprir com suas obrigações e funções, fortalecendo especialmente a economia da cidade e da região objetivando prosperidade e melhoria na qualidade de vida”.

Com esse compromisso, os candidatos a prefeito Racib Harb e a vice, Dilvania Todescato, da chapa isolada formada pelo partido Republicanos para disputar as eleições de 15 de novembro, protocolaram, junto com o pedido de registro das candidaturas na Justiça Eleitoral, o programa de governo que pretendem executar em uma eventual futura administração.

Entre as novidades, uma das bandeiras apresentadas “será a luta para a instalação em nosso município de uma Delegacia de Combate à Corrupção que deverá ser viabilizada em conjunto com Governo Estadual e Federal de forma permanente com a participação efetiva da sociedade organizada com livre atuação e maior transparência na administração pública, inibindo desvios de conduta de gestores e servidores”.

A proposta também prevê reduzir o número de Secretarias, dos atuais 21 cargos [a atual estrutura inclui agências, procuradorias e institutos nessa conta] para sete cargos, através da fusão e do desmembramento da estrutura. A divisão da cidade em pequenos territórios, cada um com aproximadamente 20 a 25 mil moradores, visa a permitir “um novo modelo de administração moderna e descentralizada, onde será conhecida cada realidade e as necessidades de cada território e seus cidadãos”.

Os candidatos do Republicanos também anunciam a criação do SIS (o Sistema de Saúde Inteligente), um projeto local do SUS nacional, “com a finalidade de resgatar a saúde básica para todos com mais dignidade e respeito permitindo o acesso imediato da população aos serviços de saúde propiciando um atendimento rápido e mais humanizado”. Saúde Inteligente, na visão de Racib e Dilvania, se traduz em um aplicativo de acesso na palma da mão onde o agendamento de consultas será feito sem que o cidadão precise ir até a unidade de saúde, e constando todos os dados necessários para o encaminhamento de um diagnóstico médico.

Bolsa de estudo

“Depois da Faculdade” é o nome dado ao programa destinado para os jovens recém formados, em forma de bolsa de estudo para participação em mestrados e doutorados, “com valores determinados de acordo com o orçamento municipal tripartite (próprio, social e da educação) para quem residir na cidade há mais de 15 anos e que não recebe nenhum tipo de subsídio oficial, com renda familiar inferior a três salários mínimos”.

Ainda na Educação, os candidatos Racib e Dilvania anunciam estudo de viabilidade nos repasses do Fundeb para o Plano Programado de Regularização do Piso Salarial, com aplicação de 75% exclusivamente para pagamentos da categoria.

VLT

Melhoria na infraestrutura pública, com obras na mobilidade urbana, modernizando o Transporte Público na cidade de Dourados, inclui ainda um estudo de viabilidade para implantação do sistema VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), conhecido como ‘Aeromóvel’, possibilitando a ligação da cidade com o polo universitário e o aeroporto.

Comentário

Página 4 de 1741

ENTREVISTA

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo
  • live full house

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis