Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd recess
Redação Douranews

Redação Douranews

A cidade de Bonito, conhecida internacionalmente como um dos principais destinos de ecoturismo do mundo, pode se tornar também um destino de cultura. A 20ª Edição Comemorativa (de 25 a 28 de Julho), que sempre conta com grandes nomes nacionais da música, teatro e dança, tem muito a contribuir com este novo cenário. Diversidade cultural, discussões temáticas e sociais estão entres as atrações do Festival de Inverno, cujo mérito é valorizar e dar visibilidade à cultura sul-mato-grossense em todas as suas vertentes.

Além das belezas naturais, a época é uma excelente oportunidade para o turista visitar a cidade, principalmente os sul-mato-grossenses. Criado em 1999, com a proposta de integrar diversas expressões artísticas e atrair mais turistas para a região, o Festival de Inverno de Bonito, ao longo dos anos, foi ganhando mais importância e tornou-se um dos eventos mais aguardados no Estado.

Com ações importantes em prol da cultura, o evento também contribui para movimentar a atividade econômica na região. De acordo com pesquisas das edições anteriores, o Festival é um motivador de fluxo de turismo e gera benefício econômico para todo o município, na opinião do diretor-presidente da Fundação de Turismo do Estado (Fundtur), Bruno Wendling. Segundo ele, a cidade tem vários elementos para se transformar num destino como Paraty [no Rio de Janeiro], que alia beleza natural, cultura e gastronomia.

“Além de atrair turistas, o Festival é mais uma alternativa, um valor agregado para quem já está na cidade”, explica Wendling, ressaltando que, ainda segundo pesquisas, 88% das empresas se beneficiam com o Festival. “São hotéis, restaurantes, comércio, toda a cadeia turística se beneficia”, conclui. No mesmo período ano passado, a taxa de ocupação hoteleira, no total, foi de 67%, a melhor julho dos últimos quatro anos.

Dos atuais 6.559 leitos disponíveis em Bonito (segundo inventário feito em maio pelo Bonito Convention & Visitors Bureau), há opções para todos os bolsos. Mas quem deixar para última hora corre o risco de não conseguir uma vaga. Propriedades que responderam ao questionamento no grupo da ABH (Associação Bonitense de Hotelaria), disseram que estão com 100% de ocupação no período.

Mesmo com formato mais enxuto, segundo a diretora-presidente da Fundação de Cultura de MS (FCMS), Mara Caseiro, o Festival não deixou de contemplar todos os seguimentos culturais e envolvendo a comunidade de Bonito. Além da programação oficial, este ano, pela primeira vez nos 20 anos de evento, algumas atrações irão até o assentamento Guaicuru e o distrito Águas de Miranda nos dias 20 até 23, numa programação chamada de Pré Festival.

Comentário

Estima-se que 1.613 hectares foram incendiados na Reserva Particular do Patrimônio Natural Cisalpina, sofrido entre os dias 11 a 15 de julho, correspondendo a cinco vezes a área urbana total do município de Brasilândia ou 2.200 campos de futebol. Os dados foram apresentados na tarde de sábado (20), durante a reunião para discutir o acidente, promovido pela Associação Instituto Cisalpina de Pesquisa, Educação Socioambiental e Defesa do Patrimônio Cultural de Brasilândia da cidade, localizada na região sudoeste de Mato Grosso do Sul.

Segundo o consultor ambiental da Catena Planejamento Territorial, Tiago Broetto, a equipe colaborou com o levantamento prévio do local e fez o registro antes e depois da queimada. Embora ainda seja uma estimativa e não tendo a noção exata da perda de mata verde, a equipe se dispôs a realizar um treinamento gratuito e ferramentas para realizar o mapeamento do local sofrido pelo incêndio.

Além da apresentação desses dados, a reunião contou com a apresentação de outros representantes para debater sobre o assunto e junto com a população interessada reunir propostas para evitar queimadas no local da Reserva. No total foram levantadas 26 sugestões por escrito. Fernando Brandão de Andrade, ex-funcionário da CESP e mestre em Geografia pela UFMS/Três Lagoas, falou sobre o processo de proteção e criação da Reserva Cisalpina, que ocorreu entre o final da década de 90 e início de 2000, na qual participou ativamente no processo de implementação.

A professora da UFMS - Três Lagoas, Maria José Alencar Vilela, que é doutora em Ecologia e Recursos Naturais apresentou os trabalhos de pesquisa sobre a Reserva Cisalpina, que vai desde artigos acadêmicos, iniciação científica, trabalhos de conclusão de cursos, teses de mestrados e doutorados realizado pelas universidades que já foram concluídos e outros em andamentos, com previsão para até 2023.

Uma única aposta, feita no estado de São Paulo, acertou os seis números do concurso 2.171 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (20), informa a Caixa Econômica Federal.

Os números sorteados foram: 12 - 13 - 19 - 36 - 44 - 55 e a aposta única vencedora vai levar o prêmio que estava acumulado em é R$ 21,9 milhões.

A quina teve 118 acertadores, cada um receberá R$ 23.023,47. A quadra teve 7.127 apostas ganhadoras com prêmio de R$ 554,56 para cada acertador.

Comentário

Uma articulação da Semas (Secretaria municipal de Assistência Social), por meio do Cras (Centro de Referência da Assistência Social) indígena e do Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), com auxílio do MPF (Ministério Público Federal) e da Sejusp (Secretaria estadual de Segurança Pública), está garantindo melhorias na segurança das comunidades indígenas de Dourados.

Nesta semana, o Projeto Arandu Ambue (‘Conhecimento para o futuro’), que vem sendo executado no espaço do Cras Indígena da Aldeia Bororó, recebeu a visita dos policiais militares subtenente Jackson e soldado Coelho, que oficializaram a efetivação do serviço de ronda no interior das aldeias Jaguapiru e Bororo, antiga reivindicação das lideranças indígenas. Duas viaturas da PM estão fazendo o patrulhamento, 24 horas por dia, na reserva indígena de Dourados.

A presença da PM na Reserva Indígena começou a ser efetivada em junho, com o auxílio do MPF, em reunião que contou com a presença do secretário estadual de Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, da secretária estadual de Políticas para Mulheres e do secretário estadual de Esportes e lideranças locais, para discutir sobre a lacuna da segurança pública existente nas aldeias. Agora, com intervenção inédita, a PM atuará auxiliada por um conselho de segurança formado por membros da comunidade.

Na apresentação, esta semana, os policiais militares tiveram a oportunidade de conhecer os trabalhos realizados pelos técnicos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Cras e dos técnicos do Creas que atuam no Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto-LA (Liberdade Assistida) e de PSC (Prestação de Serviço à Comunidade) no interior das aldeias.

Ações

Estas equipes são responsáveis pela execução do Projeto Arandu Ambue, que acontece todas as quartas-feiras, das 8 às 10 e das 14 às 16 horas, com ações voltadas para a superação da defasagem escolar dos adolescentes e jovens da comunidade indígena em geral e promove a reinserção social dos menores inseridos nas Medidas Socioeducativas em Meio Aberto.

O Projeto Arandu Ambue, com aporte financeiro do Itaú Social, nos próximos dias iniciará os cursos presenciais ministrados pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), nas áreas de mecânica de moto, mecânica de carro e de manicure e pedicure, que acontecerão no espaço institucional do Cras – Bororó.

Para a próxima semana, o Projeto Arandu Ambue, excepcionalmente, acontecerá também na terça-feira (23) e receberá a visita do CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) representado pela assistente social Janaina, que orientará sobre estágio e aprendizagem e vai realizar o cadastro no CIEE, que objetiva inserir jovens e adolescentes no mercado formal de trabalho.

Comentário

Em resposta à indicação 317/2019, relacionada à implantação do primeiro Colégio Militar em Dourados, sugerida pelo vereador Bebeto (PR), o Ministério da Educação encaminhou ofício assinado pelo subsecretário de Fomento às Escolas Cívico-Militares, Aroldo Ribeiro Cursino, sinalizando o interesse em incluir o município no programa de implantação de escolas militares desenvolvido pelo Governo Federal.

No documento, o subsecretário afirma que o MEC, através da Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares (Secim), busca entendimento entre os governos federal, estaduais e municipais, por meio de termos de cooperação nos quais serão estabelecidos os requisitos para a criação e manutenção necessários ao desenvolvimento e ao sucesso do modelo educacional proposto.

Informa ainda que, assim que for concluída a fase de elaboração das diretrizes e parâmetros do programa de implantação de Escolas Cívico-Militares, serão anunciados os critérios para adesão, visando atender a realidade nacional. “A Subsecretaria agradece o interesse e espera consolidar essa importante parceria federativa em breve”, cita o ofício encaminhado ao gabinete do vereador Bebeto.

CEEP

Em maio deste ano, o vereador encaminhou indicação à prefeita Délia Razuk (PL) com cópias ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e ao Ministro da Educação Abraham Weintraub, sugerindo a implantação do primeiro Colégio Militar de Dourados, utilizando o espaço físico do CCEP (Centro Estadual de Educação Profissional) Professora Evanilde Costa da Silva.

De acordo com Bebeto, segundo consta, a frequência de alunos matriculados na unidade de ensino que concluem os cursos ofertados nesta unidade de ensino profissionalizante é muito baixa. “Solicitamos ao governo estadual que faça a cedência deste espaço ao Governo Federal, disponibilizando toda a estrutura do local para a implantação do colégio militar, aproveitando todo o espaço destinado aos estudos e que poderá ser mais bem aproveitado pela população da Grande Dourados, sendo assim a primeira escola militar do município”, justificou o vereador. (Da assessoria)

Comentário

A décima segunda edição do Arraiá Universitário da UFGD aberto a toda comunidade, e tradicionalmente com muita comida e bebida, e concurso de quadrilhas, será realizada este ano nos dias 2 e 3 de agosto, a partir das 18 horas, em frente da Unidade 1, em parceria com as Ligas das Atléticas Acadêmicas de Dourados. A atração musical ficará a cargo da dupla Vilela e Osmar Medina.

Já estão confirmadas as barracas de maçã do amor e bolos, arroz carreteiro, churrasquinho vegano, espetinho, tapioca e crepe, pastel e batata frita, derivados do milho, bobó de galinha, pão de queijo, sopa paraguaia e chipa, bebidas quentes e batidas, cachorro quente e mini pizza, doces diversos, salgados, puchero, caldos, lanches, comidas típicas latino-americanas e a cadeia/correio elegante.

O Concurso de Barracas tem por objetivo incentivar os "barraqueiros" a trabalharem com criatividade na decoração dos espaços, dando, desta forma, um caráter mais dinâmico e festivo ao Arraiá Universitário. A barraca melhor avaliada nos quesitos animação, ornamentação, atendimento e melhor prato vencerá o concurso. Além do troféu, o grupo levará como prêmio o valor de R$ 300.

As inscrições para o Concurso de Quadrilhas também estão abertas até sexta-feira (26) na Proex (Pro-Reitoria de Extensão), localizada na Unidade 1. As quadrilhas devem ser formadas por, no mínimo, oito pares e por, pelo menos, 50% de acadêmicos, técnicos administrativos e professores da comunidade universitária da UFGD.

Comentário

Atendendo a reivindicações de moradores, a vereadora Lia Nogueira (PL) está cobrando da Prefeitura de Dourados a contratação de médico para a UBS do Jardim Maracanã. O profissional a ser contratado seria para suprir a demanda de mais de 3.500 pacientes que são atendidos todos os meses pela equipe 25 do PSF (Programa Saúde da Família).

De acordo com as denúncias feitas por moradores da região do Jardim Maracanã, há cerca de dois meses que eles estão sem médico nesta equipe. Conforme ainda a comunidade, desde que a médica que atendia a equipe 25 se aposentou, que eles estão sem cobertura. “Os moradores me informaram que para não comprometer ainda mais o atendimento, os médicos das demais equipes da UBS do Maracanã estão se desdobrando para fazer a cobertura também aos pacientes da equipe 25. Isso é muito sério porque além de sobrecarregar os profissionais, não resolve o problema. É só uma medida para amenizar a situação”, manifestou Lia Nogueira.

A vereadora informou também que já entrou em contato com a secretária de Saúde de Dourados, Berenice Machado, para tratar da questão da falta de médico na UBS do Jardim Maracanã. Segundo Lia Nogueira, a secretária garantiu que o município está empenhado em agilizar o processo de contratação de médico não só para a equipe 25, mas também para outras unidades de saúde de Dourados que enfrentam o mesmo problema.

A secretária de Saúde ainda garantiu à vereadora que o processo seletivo para a contratação de médicos tanto nas UBS (Unidades Básicas de Saúde), quanto no Hospital da Vida e UPA (Unidade de Pronto Atendimento), está bem adiantado. “A saúde é um dos setores que precisam ser prioridade, desde que assumimos temporariamente o mandato de vereadora tivemos uma atenção especial com estas questões. Cobramos do município atendimento decente para os usuários do SUS, o pagamento dos salários em atraso dos médicos da UPA, bem como a contratação de profissionais para a Rede de Saúde Pública de Dourados. Enquanto permanecermos na função, vamos honrar nosso compromisso de sermos a voz do povo, de sermos os fiscais da população”, ressaltou Lia Nogueira. (Da assessoria)

Comentário

O tráfego sobre a ponte do Rio Dourados, entre Dourados e Caarapó, vai começar a operar no sistema ‘pare-e-siga’ 24 horas a partir desta segunda-feira (22), informa a concessionária do trecho, CCR MSVia. A ação se deve à execução de obras de manutenção na estrutura da ponte.

Estão previstas ações de demolição parcial da superestrutura, reforço do tabuleiro, execução de barreira rígida, além da execução de consoles nos pilares existentes e protensão das vigas longarinas, o que vai demandar atenção dos usuários da BR 163 que vierem a se utilizar desse trecho.

Entre os maquinários que serão empregados nas obras estão rompedores, marteletes, extratora de furos, fresadora, macacos para protensão, entre outros. Aproximadamente 40 pessoas irão atuar nos trabalhos que utilizarão cerca de 200m³ de concreto e 55 toneladas de aço na ação onde serão investidos por volta de R$ 3 milhões. A previsão de conclusão é de 2 meses.

As equipes do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) da concessionária estarão apoiando na sinalização do local. Ainda, serão veiculadas mensagens nos painéis eletrônicos localizados ao longo da rodovia, além da distribuição de folhetos nas praças de pedágio próximas ao local das obras.

Comentário

Eduardo Montiel Cavalheiros, de 42 anos, o Dudu foi morto por homens que estavam em duas motocicletas e armados com pistolas e atiraram várias vezes contra ele. Dudu estava em frente a uma conveniência no centro de Amambai quando os assassinos chegaram. Os dois homens que estavam nas garupas das motos desceram e atiraram contra ele. Depois do crime eles fugiram.

Atingido principalmente no tórax e na cabeça, Dudu ainda foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para um hospital da cidade, mas morreu quando era atendido. A vítima morava na região de fronteira e teria ligações com o crime organizado e havia se mudado há pouco tempo para Dourados, mas tinha ido passar o final de semana em Amambai, conforme relatos na cidade.

Pouco depois do crime a Polícia Militar encontrou uma moto incendiada em uma estrada na saída para Aral Moreira. Os policiais acreditam que ela seja uma das motos usadas no crime, conforme repercutiu o site MSemFoco. O caso está sendo investigado pelo SIG (Setor de Investigações Gerais) de Amambai.

Comentário

Santistas de Dourados e região estão sendo convidados para conhecer a Vila mais famosa do Mundo e aproveitar para acompanhar, ao vivo, o clássico Santos x São Paulo, no dia 17 de novembro, na Vila Belmiro, pela 33ª. Rodada do Campeonato Brasileiro.

Convites estão sendo comercializados a R$ 360, com tudo incluso (Ida & Volta + Ingresso) e para o torcedor que é Sócio Rei, em dia com as contribuições, R$ 300. Criança com até 7 anos de idade não vai precisar pagar. Convites podem ser pagos no cartão em duas vezes, a última com vencimento em 10 de outubro.

“Sairemos no sábado (16) anterior da data às 13 horas e a chegada em Dourados está prevista para a na segunda-feira (18), após o jogo, de manhãzinha”, informou a chefe da Embaixada do Santos na cidade, Taine Ferreira, disponibilizando o telefone (67) 99853-9582 para contatos e reservas de lugares.

Um ônibus semi-leito ou executivo já está sendo preparado, com 40 caixas de cerveja Brahma (das fininhas) que serão distribuídas aos torcedores da excursão santista. “Mas, tenho certeza que vamos conseguir encher o ônibus e ainda uma Van, que também já está de reserva pra levar os nossos craques da Embaixada para a Vila mais famosa do mundo”, acredita Taine.

Comentário

Página 2 de 1376

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus