Timber by EMSIEN-3 LTD
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 62
×

Aviso

There is no category chosen or category doesn't contain any items
Terça, 18 Janeiro 2011 09:47

Caramujo gigante assusta pacientes em consultório de Dourados

Escrito por
Na manhã desta terça-feira um fato inusitado deixou algumas pessoas que aguardavam atendimento em um consultório médico para atendimento a pessoas com problemas como tuberculoses, doenças respiratórias entre outras, que fica localizado à rua Melvin Jones, na área central da cidade. O fato que assustou alguns pacientes, muitos deles de outras cidades da região, foi a presença de um gigantesco caramujo, que não se sabe de onde veio, e passou a escalar a coluna da porta principal de entrada. Ao perceber a presença do molusco, mulheres, algumas delas idosas, ficaram assustadas, provocando alvoroço no ambiente. Porém, rapidamente o “bichinho” foi retirado do local, embalado num saco plástico e colocado em uma lixeira, tranqüilizando as pessoas que estavam no consultório. Com a descoberta deste molusco no consultório, acredita-se que possa haver outros em um jardim existente na frente da porta de acesso ao local. O Caramujo O caramujo ou Burrié segundo consulta junto ao Wikipédia, a enciclopédia livre, é um molusco gastrópode aquático. Ele tem a concha em espiral, com as voltas ou giros no mesmo plano, recebendo por isso a denominação de planorbídeo. Os caramujos ou planorbídeos criam-se e vivem na água doce de córregos, riachos, valas, alagados, brejos, açudes, represas ou outros locais onde haja pouca correnteza. Os caramujos jovens alimentam-se de vegetais em decomposição e folhas verdes, o que seria o caso deste molusco encontrado na manhã de hoje, já que na frente do consultório a um jardim com bastantes folhagens entre meios a um canteiro ornamentado por pedregulhos. Por outro lado segundo a mesma consulta, existem caramujos nocivos e caramujos inofensivos ao homem. Entre os tipos nocivos encontram-se o Biomphalaria tenagophila, B. glabrata e B. straminea, que podem transmitir a esquistossomose. É muito comum a confusão entre caramujos e caracóis, na verdade são animais cuja aparência é muito próxima, mas que são bem diferentes. Os caramujos são animais aquáticos e respiram por um sistema semelhante aos peixes, enquanto os caracóis são animais terrestres e dotados de 1 pulmão, portanto se um caracol for lançado à água ele morrerá afogado, mesmo porque sua anatomia não permite que o mesmo nade. Caramujo e caracol não são nomes validados (ou científicos, em nível de espécie ou outra categoria taxonômica superior) de organismos biológicos, somente são nomes comuns para gastrópodes que possuem uma concha ou um remanescente dela (a diferença das lesmas, mas isso é somente um artifício popular, taxonomicamente não existe uma diferença real, e tem muitas famílias de gastrópodes com espécies com ou sem concha), mas a maioria das lesmas possui uma "placa" dorsal, que corresponde a uma concha reduzida ou vestigial.

  • unimed nova
  • cassems

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus