Timber by EMSIEN-3 LTD
Sexta, 17 Setembro 2010 16:23

Documentos da gestão Tetila não foram analisados pela CPI da Saúde

Escrito por Clóvis de Oliveira

O relatório da CPI da Saúde, a comissão de inquérito instalada pela Câmara de Vereadores com o objetivo de apurar eventuais irregularidades nos serviços prestados pelo SUS em Dourados, apresenta falhas que podem resultar na sua inviabilização e no conseqüente arquivamento.

A mais grave dessas irregularidades é a constatação, feita pelo próprio assessor jurídico contratado para dar suporte às investigações, o advogado Roaldo Pereira Espíndola, informando que os documentos apresentados pela Prefeitura, com a assinatura do então secretário de Governo Eleandro Passaia, sobre processos licitatórios realizados no período de 2007 a 2009, durante a gestão do ex-prefeito Laerte Tetila, não foram analisados “porque foram entregues diretamente no gabinete do presidente da CPI”. O presidente da CPI é o vereador Dirceu Longhi, do PT, mesmo partido do ex-prefeito.

Previsto para ser apreciado na segunda-feira (20 de setembro), durante a sessão da Câmara, o ponto principal do documento é o item que sugere a formação de Comissão Processante com o fim de cassar o mandato do prefeito Ari Artuzi, apontado como o responsável pela má gestão da Saúde em Dourados.

O relator da CPI, vereador Humberto Teixeira Júnior, do PDT e ex-líder do prefeito Artuzi na Câmara, utilizou o documento final elaborado pela Assessoria Jurídica da CPI como relatório final. Teixeira assinou o documento no dia 9 de setembro, uma semana após ter sido preso na operação “Uragano”, portanto quando já se encontrava recolhido em uma das celas da Phac (penitenciária Harry Amorim Costa).

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus