Imprimir esta página
Sábado, 30 Abril 2011 11:32

Ex-prefeito Humberto Teixeira paga fiança e deixa a cadeia

Escrito por Redação Douranews

Detido por porte ilegal de armas, o ex-prefeito Humberto Teixeira, de Dourados, foi liberado ontem (29) à noite após pagamento de fiança. Ele foi preso no sídio que mantém no município de vicentina, junto com o filho, o ex-vereador Humberto Teixeira Júnior, durante a “Operação Câmara Secreta”, desencadeada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). O ex-vereador é acusado de participação em esquemas fraudulentos que viabilizavam empréstimos consignados em nome de funcionários da Câmara entre os anos de 2009 e 2010, quando foi primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara, durante o mandato do presidente Sidlei Alves, que também foi preso ontem.

Na fazenda de Humberto Teixeira foram encontrados, segundo o Gaeco, dois revólveres, três espingardas e diversas munições, que provocaram a detenção dele. O ex-prefeito havia sido transferido ontem à tarde, da sede do Gaeco no Ministério Público Estadual em Dourados, para a delegacia de polícia da cidade de Vicentina.

Continuam presos, à espera da decisão judicial sobre “habeas corpus”  os ex-vereadores Humberto Teixeira Junior e Sidlei Alves, assim como o ex-diretor financeiro da Câmara, Amilton Salina e o ex-assessor de Teixeira, Rodrigo Terra. Rodrigo, inclusive, teria sido foi levado ontem no final do dia para o Hospital do Coração, depois de ter enfrentado alterações da pressão arterial.

Última modificação em Sábado, 30 Abril 2011 11:46